Inteligência Policial e de Estado: conheça a pós-graduação!

A Inteligência Policial e de Estado trata de informações sensíveis e essenciais que visam tanto a manutenção do Estado democrático e a tomada de decisões, como o aperfeiçoamento da força policial. Veja o que se aprende na especialização e quais são as oportunidades de trabalho!

Avatar


16/05/2022 | 16:08 Atualizado há 90 dias

“Saber é poder”: a famosa frade do filósofo inglês Francis Bacon pode ser muito bem aplicada quanto falamos de Inteligência Policial e de Estado. Afinal, por meio da coleta, análise e proteção de informações sensíveis é possível tomar decisões essenciais de maneira mais segura, tanto no que diz respeito à política nacional quanto internacional. No ramo de Inteligência Policial, esses conhecimentos são utilizados para resolver os casos mais intricados, bem como aperfeiçoar e fortalecer a atuação policial no geral.

Na Gran Cursos Pós-Graduação, você pode se tornar especialista em Inteligência Policial e de Estado em poucos meses, com um curso de pós-graduação 100% EAD, reconhecido pelo MEC e válido em todo o território brasileiro. Ficou interessado?

Continue lendo o artigo para conhecer mais sobre o curso de pós-graduação em Inteligência Policial e de Estado, o que faz o especialista nesta área, quais são as oportunidades de atuação e porque iniciar a sua especialização hoje mesmo!

Importante: quer receber conteúdos da pós-graduação diretamente no seu celular? Clique aqui e venha fazer parte do canal de notícias no Telegram! 

Destaques:

 

Pós-Graduação em Inteligência Policial e do Estado: faça seu curso com desconto!

Já pensou em garantir a sua Pós-Graduação em Inteligência Policial e do Estado com até 40% de desconto? Isso é possível com as promoções exclusivas da Gran Pós!  

Confira abaixo os cupons disponíveis:

  • Aluno do GRAN: 40% de desconto (12x de R$ 179,88)
    CUPOM: SOUALUNOGRAN
  • Ex-aluno do Gran: 30% de desconto (12x de R$ 209,86)
    CUPOM: VOLTEIPROGRAN
  • Novo aluno: 20% de desconto (12x de R$ 239,84)
    CUPOM: NOVONOGRAN

Faça sua matrícula com desconto!

Inteligência Policial e do Estado: afinal, o que é?

Não dá para falar de Inteligência Policial e do Estado sem falar sobre a ABIN (Agência Brasileira de Inteligência),o  SISBIN (Sistema Brasileiro de Inteligência) e o SSISP (Subsistema de Inteligência de Segurança Pública). Afinal, todos esses órgãos e instituições possuem os mesmos objetivos: a preservação da soberania nacional, a defesa do Estado Democrático de Direito e também a manutenção da dignidade da pessoa humana.

De acordo com a Lei 9.883/99 , que instituiu a ABIN, o conceito de Inteligência Policial e do Estado pode ser definida da seguinte forma:

“Art. 1°, § 2o: […] Entende-se como inteligência a atividade que objetiva a obtenção, análise e disseminação de conhecimentos dentro e fora do território nacional sobre fatos e situações de imediata ou potencial influência sobre o processo decisório e a ação governamental e sobre a salvaguarda e a segurança da sociedade e do Estado.” 

Qual é a história da Inteligência Policial e do Estado no Brasil?

A história da Inteligência Policial e do Estado no Brasil teve início em 1927 e, desde então, já foi marcada por diversas mudanças: tanto estruturais quanto em nomenclatura. Conselho de Defesa Nacional (CDN), Serviço Federal de Informações e Contrainformações (Sfici) e também a temida SNI (Serviço Nacional de Informações) da época da Ditadura Militar, são alguns exemplos de nomes que precederam a criação da ABIN (Agência Brasileira de Inteligência). Ela só passou a vigorar depois do restabelecimento do regime democrático no país.

Um ponto importante sobre a ABIN é que ela é regida pela legislação brasileira e não pelo estabelecido pelo governo vigente. Assim, garante-se a uniformidade democrática em sua aplicação.

Pós-Graduação em Inteligência Policial e do Estado: como é o curso?

Apesar de serem extremamente conectados, a Inteligência Policial e do Estado atuam em segmentos distintos. Assim, não é raro que as especializações tratem individualmente de cada um dos temas. Na Gran Cursos Pós-Graduação, contudo, você pode se tornar especialista nas duas variações, aumentando o seu leque de atuação.

Veja abaixo a grade horária da Pós-Graduação em Inteligência Policial e do Estado da Gran Pós:

Módulo Matérias
I Introdução à Atividade de Inteligência
Introdução à Atividade de Inteligência II
Introdução à Atividade de Inteligência III
Inteligência Policial
Crime Organizado Transnacional
Legislação de Inteligência – Parte 1 Lei 9883
Legislação de Inteligência – Parte 1.1
Gestão Estratégica nas Organizações
Gestão da Informação
II Legislação de Inteligência – Parte 2
Legislação de Inteligência – Parte 2 II
Legislação de Inteligência – Parte 2 III
Legislação de Inteligência – Parte 2 IV
Legislação Aplicada à Segurança da Informação
Segurança Orgânica
Criptografia e Tópicos Especiais em Segurança da Informação
Contraespionagem
Proteção ao Conhecimento Sensível e Controle dos Bens de Uso Dual
Contrainteligência Policial
Análise da Propaganda e Contrapropaganda
Terrorismo e Contraterrorismo
Direitos Humanos e Grandes Fenômenos Criminosos Modernos – Terrorismo, Insurgência e o Crime Organizado Transnacional
Tópicos Especiais de Terrorismo e Segurança
Operações de Inteligência
Análise de Riscos
III Produção do Conhecimento de Inteligência
Segurança Cibernética – Histórico, Desconfusão Conceitual, Definições e Natureza Jurídica
Política Nacional de Segurança da Informação e Estratégia Nacional de Segurança Cibernética
Inteligência Cibernética e Inteligência de Fontes Abertas (OSINT)
Controle da Atividade de Inteligência
Atividade Integrada de Inteligência e Modelos de Gestão

Faça sua matrícula!  

Pós-Graduação em Inteligência Policial e do Estado: outras informações importantes sobre o curso

Como parte do programa de pós-graduações intensivas, a especialização em Inteligência Policial e do Estado pode ser concluída no período mínimo de 6 meses e máximo de 18 meses. O aluno não precisará comparecer ao polo físico da Gran Cursos Pós-Graduação em nenhum momento, podendo realizar tanto as 3 avaliações objetivas obrigatórias, quanto a formulação e defesa do TCC no modelo 100% remoto.

Quando o assunto é calendário acadêmico e formulação do Trabalho de Conclusão do curso, a autonomia está toda nas mãos do aluno: além de poder decidir quando e onde acessar as aulas, ele também poderá optar ou não pela formulação do Trabalho de Conclusão de Curso, sem custos adicionais.

Ao finalizar o curso e solicitar a emissão do certificado de Pós-Graduação em Inteligência Policial e do Estado, o aluno receberá uma certificação devidamente reconhecida pelo MEC e portanto válida para submissão em seleções e órgãos públicos. Além disso, ganhar um título oficial de especialista também é muito bom para o currículo de quem vai tentar uma oportunidade no mercado privado de trabalho, não é mesmo?

Por fim, a Pós-Graduação em Inteligência Policial e do Estado ainda pode ajudar você a ser aprovado em concursos públicos! Afinal, ela se classifica como certificação válida para a cessão de pontos adicionais pela Avaliação de Títulos! Além disso, boa parte dos conhecimentos visitados no curso de pós-graduação também serão abordados na prova.

Pós-Graduação em Inteligência Policial e do Estado: onde o especialista trabalha e o que ele faz?

O especialista em Inteligência Policial e do Estado pode utilizar os seus conhecimentos de maneira direta, trabalhando na ABIN como Agente ou Oficial de Inteligência. O ingresso nesse órgão acontece apenas por meio de concurso público e contempla oportunidades com remuneração que vão de R$ 5 mil (nível médio) até cerca de R$ 16 mil reais mensais.

Saiba TUDO sobre o Concurso da ABIN 

Ao contrário da imagem que o inconsciente midiático construiu sobre o serviço secreto (com os filmes do 007, por exemplo), a atuação do especialista em Inteligência Policial e do Estado que trabalha para ABIN costuma ser baseada na atividade em escritórios e centrada na coleta e análise de informações.

A outra opção é regida por diferentes áreas (Departamento de inteligência, Departamento de contra inteligência, Departamento de contraterrorismo, Departamento de integração do sistema brasileiro de inteligência SISBIN) e pode constituir na organização de operações: nesse caso, os escritórios podem ser temporariamente deixados de lado. Contudo, vale lembrar: os Oficiais e Agentes da ABIN não podem prender ninguém. Esse trabalho é reservado para as forças policiais!

Saiba TUDO sobre os concursos policiais! 

Os conhecimentos obtidos na Pós-Graduação em Inteligência Policial e do Estado, contudo, podem ser importantes também para atuação em empresas do ramo privado. Afinal de contas, o curso de pós-graduação ensina como lidar com informações sensíveis, defendendo-as e utilizando-as de maneira analítica para a tomada de decisões.

Pós-Graduação em Inteligência Policial e do Estado e outras especializações com foco em Segurança Pública

Você deseja aprimorar a sua atuação na área de Segurança Pública? Então não deixe de conferir mais detalhes sobre os cursos de pós-graduação com foco na Carreira Policial e Segurança Pública da Gran Pós no vídeo abaixo:


Quer ficar por dentro dos concursos públicos abertos e previstos pelo Brasil? Clique nos links abaixo:

CONCURSOS ABERTOS

CONCURSOS 2022

Receba gratuitamente no seu celular as novidades do mundo dos concursos!
Clique no link abaixo e inscreva-se gratuitamente:

TELEGRAM

Avatar

Equipe do Gran Cursos Online
1

0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.