7 dicas para ser aprovado em Concursos de Odontologia

INTRODUÇÃO

                Pessoal, nesse artigo de hoje, vou começar de uma forma um pouco diferente, fazendo uma breve apresentação sobre minha atuação. Obs.: antes de mais nada, meu objetivo não é me vangloriar nem nada parecido (quem me conhece pessoalmente sabe disso!), mas preciso começar assim pra fechar minha conclusão…

Então vamos lá! Meu nome é Daniel Miranda de Paula, sou especialista em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial e Oficial Dentista de Carreira da Força Aérea Brasileira (FAB).

Fiz minha residência em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial na Universidade Federal da Bahia, ingressando em 1º lugar (de 2 vagas). E fui aprovado no concurso da FAB em 2º lugar (também 2 vagas).

Certo, ótimo pra você, Daniel. Mas porque está me falando isso??”

Meus amigos, de vez em quando, alguns alunos, colegas, amigos vêm me perguntar como que fiz para chegar até aqui, para conseguir essas aprovações em processos seletivos tão concorridos… e muitas vezes eu respondo apenas: “é, eu estudei um pouquinho”. MAS quem me conhece de perto, sabe que, na verdade, o caminho não foi assim de tão pouco estudo.

Mas aí vem uma afirmação, dessas mesmas pessoas que me questionaram anteriormente, que me incomoda bastante. “Ah, Daniel, mas eu não vou conseguir, não tenho essa disposição.”

E é agora que vai começar nosso papo!

NUNCA digam isso, se você não tentou! Mas digo tentar de verdade, acreditando fielmente no sucesso, trabalhando para isso. Posso afirmar que com disciplina, organização e dedicação é, sim, possível.

Hoje vamos discutir sobre 7 dicas valiosíssimas para ser aprovado em um concurso de Odontologia, principalmente aqueles mais concorridos. Essas 7 dicas me ajudaram muito e com certeza também irão te ajudar!! NÃO TENHO DÚVIDA DISSO!

 

  1. Analise detalhadamente o edital do concurso que você deseja!

O ponto mais importante no início dos estudos para concurso é a decisão sobre o tipo de concurso que você quer fazer. Se é concurso voltado para a área geral da Odontologia ou se é concurso para uma determinada especialidade (se você já é especialista em alguma área da Odontologia).

Após esse passo inicial, você deve selecionar os principais concursos em vista e fazer uma leitura DETALHADA de todo o edital. É o que eu sempre falo: “para entrar no jogo, você tem que saber as regras”. Isso quer dizer que você deve conhecer todas as particularidades daquele cargo específico, além do conteúdo programático, do cálculo da nota final, etc. A partir dessa análise do edital, você poderá direcionar seus estudos para os temas que realmente importam, muitas vezes dedicando mais tempo para as disciplinas que tem um peso maior na nota. Por exemplo, se eu vou realizar uma prova em que 50% da nota corresponde à área específica, 20% da nota é redação e 30% é a área geral, é razoável que eu dedique 50% do meu tempo de estudo para a área específica, 20% para redação e 30% para a área geral. Claro isso não é uma regra, mas já ajuda a dividir um pouco seu tempo de estudo.

Um outro fator importante é analisar o nível de cobrança da banca que organiza o concurso que você tem em mente. Para isso, deve-se buscar todas as últimas provas daquela banca, para aquele cargo específico. Com o hábito, você vai começar a “entender” como a banca cobra um determinado assunto.

 

      2. Elabore um plano de estudos!

Você já leu o edital, já analisou o conteúdo programático, já entendeu o cálculo da nota final e já tem uma noção do nível de cobrança da prova, então agora é hora de criar o seu plano de estudos.

“Mas porque isso é importante?”

Porque o plano de estudos ajuda a você cumprir o que você planejou. Óbvio né?! Mas muito candidato menospreza essa etapa. Quando temos um plano, conseguimos mais facilmente estudar as disciplinas planejadas, mantendo uma adequada carga horária de estudos. Além disso, podemos priorizar as disciplinas mais importantes. Um plano de estudos bem elaborado é feito semanalmente, para que você possa fazer adaptações de acordo com as necessidades. Por exemplo, priorizar um determinado tema que você não vem entendendo muito bem.

Um outro ponto importante no plano de estudos é a regularidade. É importante que todo dia você estude alguma coisa do concurso; nem que seja por 30 minutos. Isso ajuda a “acostumar” o seu corpo ao hábito do estudo diário. Com o tempo, esse hábito torna tudo mais fácil.

Mas professor, devo estudar quantas horas por dia?”

Isso é uma questão muito individual. Depende de muitos fatores, como tamanho do conteúdo programático, se você trabalha ou não, etc. Mas uma coisa é certa, estudar 06, 08, 10 horas por dia não te faz um candidato melhor se você não estudar com qualidade. Às vezes um candidato que estuda 04 horas com qualidade, sem distrações, bem concentrado, será mais eficiente do que um outro que estudou 10 horas.

Ah sim, outra coisa; em relação a tempo de estudo, se você está começando agora, vá aumentando a carga horária de estudo gradualmente. É muito difícil manter uma regularidade com muitas horas se seu corpo não está acostumado a isso.

Sobre revisões e resolução de questões, faça isso TODOS OS DIAS. De nada adianta estudar sem treinar com questões e sem revisar. Isso é fundamental para sedimentar seu estudo.

Por fim, crie seu plano de estudos alternando as disciplinas que você precisa estudar. Isso torna seu estudo muito mais dinâmico e, consequentemente, menos monótono. “Ah professor, mas eu gosto de estudar a disciplina A e não gosto da B.” Certo, mas lembre-se que a disciplina B também cai no seu concurso né?! Então alternar as disciplinas além de tornar o estudo mais dinâmico, é necessário para sua aprovação.

 

    3. Tenha objetivos claros!

Se você quer passar em um concurso público, principalmente os mais concorridos, é preciso ter objetivos bem claros, saber exatamente o que quer. Infelizmente não dá para fazer apenas por fazer.

Gente, coloquem isso na cabeça! NÃO DÁ PARA PASSAR EM CONCURSOS CONCORRIDOS SE VOCÊ DE FATO NÃO SE DEDICAR PARA ISSO! Seja honesto com você mesmo! Dê o seu melhor, sem demagogia! E acredite que você é o principal responsável pelo seu sucesso!

 

  4. Mantenha bons hábitos de estudo!

Para manter bons hábitos, alguns pontos devem ser observados.

Tenha um local de estudos organizado, com material de fácil acesso, silencioso, calmo… Isso ajuda a manter a concentração e foco.

E torne o seu estudo uma rotina, um hábito; acostume seu corpo e sua mente para o estudo, e, assim, você perceberá que o hábito se tornará uma atividade agradável. Quando gostamos de executar uma determinada atividade (no caso o estudo), o aprendizado fica muito mais fácil.

 

    5. Evite distrações!

Pessoal, evitar distrações durante o estudo é ESSENCIAL. Me digam uma coisa: vocês já leram uma página inteira de um determinado livro e no final tiveram a sensação de que não leram nada, que não entenderam nada do que estava escrito? Pois é, isso acontece quando sua atenção está voltada para várias atividades ao mesmo tempo.

É o caso daquele aluno que está com o livro aberto, lendo o conteúdo, mas ao mesmo tempo fica olhando o celular a cada notificação, vai na janela a cada mínimo barulho, etc… No final da sessão de estudo, você vai perceber que foi um estudo “jogado fora”, nada foi absorvido de fato.

Então, durante os estudos, remova todas as possíveis distrações: coloque o celular em outro cômodo, use um abafador de ruídos; enfim, se afaste de qualquer coisa que possa tirar sua atenção do que realmente importa naquele momento: seu estudo!

 

     6. Escolha um material de estudo de qualidade!

A utilização de um bom material de estudo ajuda bastante na dinâmica do seu estudo. Mas cada aluno tem que saber qual sua melhor forma de estudo, se videoaula, PDF, etc. Então, teste todos esses recursos e escolha o que melhor se adequa a seu modo de aprendizagem.

Algumas dicas podem te ajudar:

– Crie seu próprio material de revisão à medida que vai estudando o conteúdo. O material de revisão é individual, porque nele você vai colocar os pontos que normalmente geram uma maior dificuldade em você. A dúvida do outro pode não ser a mesma que a sua!

– Crie seu caderno de erros. Este caderno irá conter todos os seus erros durante a resolução de questões. Os acertos que você não tem certeza também devem ser anotados nesse caderno. Nas revisões, você usará esse material para evitar que esses erros aconteçam novamente.

– Resolução de provas anteriores do seu concurso em específico. Principalmente se você tiver pouco tempo até a prova, antes de partir para questões de outras bancas, esgote as questões da banca que irá elaborar sua prova. Pesquise provas anteriores do mesmo concurso e resolva todas as questões. Claro, lembre do caderno de erros!

– Por fim, depois de já ter estudado uma boa parte do conteúdo programático, comece a fazer simulados regularmente. O simulado, como o próprio nome já diz, irá simular o dia da prova. Selecione as disciplinas do seu edital, a quantidade de questões de acordo com o edital e realize a prova, sem interferências, como se fosse, de fato, o dia da prova.

 

    7. COMECE AGORA!

E para finalizar, EVITE A PROCRASTINAÇÃO! “Não deixe para amanhã o que você pode fazer hoje.” No mundo dos concursos, observamos muitos alunos que ficam esperando um momento ideal para começar a estudar.

“Hoje não dá, então começarei amanhã, começarei na próxima segunda, etc.”

Amigos, não façam isso! Quando mais você demorar, mais a sua aprovação se distanciará! Lembre que sempre haverá um candidato que não procrastinou, que já está estudando muito. Então corra atrás! Não deixe para depois!

Comece agora! Rápido! Lute por sua vaga, por sua aprovação!

 

Então é isso, pessoal. Não existe uma fórmula mágica para passar em concurso! Lembra lá no início do nosso artigo que eu falei da minha trajetória?? Posso afirmar uma coisa para vocês: eu me dediquei da melhor forma que poderia me dedicar! Mas não fiz isso aleatoriamente, eu segui todas essas dicas descritas acima. Realmente não existe uma fórmula mágica, mas seguir um roteiro facilita a caminhada. Eu estudei o quanto eu podia, eu sacrifiquei alguns momentos de lazer, eu dei o meu melhor (é clichê, eu sei! Rs), mas no final, podem ter certeza, TODO ESSE ESFORÇO VALE A PENA!!

 

Estarei nas plataformas do GranCursosOnline e no meu Instagram. Contem comigo para o que precisar! É sempre muito gratificante poder ajudar outras pessoas a atingirem os seus objetivos! Estou aqui para isso!!

Um abraço e bons estudos!

 

Prof. Daniel Miranda

@danielmirandabucomaxilo

Quer conquistar a sua aprovação em concursos públicos?
Prepare-se com quem mais entende do assunto!
Comece a estudar no Gran Cursos
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer conquistar a sua aprovação em concursos públicos?
Prepare-se com quem mais entende do assunto!
Comece a estudar no Gran Cursos
Para o Topo