Centro-Oeste

Concurso Agente Penitenciário Goiás: COMISSÃO formada! Oferta de 1.000 vagas!

Concurso Agente Penitenciário Goiás ofertará 1.000 vagas!

Concurso Agente Penitenciário Goiás ofertará 1.000 vagas!

A Secretaria de Gestão e Planejamento de Goiás divulgou por meio de publicação no Diário Oficial do Estado de Goiás da última quinta-feira, dia 03 de maio, a comissão organizadora que será responsável pelo próximo concurso para o cargo de Agente Penitenciário. O próximo passo agora é a definição da entidade que executará o certame, previsto para o início do segundo semestre.

Em fevereiro, após a visita da presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, para discutir as medidas tomadas pelo governo de Goiás referente à crise do sistema prisional, o governador de Goiás, Marconi Perillo, informou que o Estado vai ampliar a equipe de segurança nos presídios goianos.

 

“Também comunicamos à presidente que eu autorizei esta semana ao diretor-geral do sistema prisional a abertura de concurso para mil novos agentes penitenciários”, afirmou. 

Os prazos e o edital para a realização do concurso ainda não foram detalhados pela Secretaria de Gestão e Planejamento de Goiás (Segplan), que conduz os processos de contratação de novos servidores estaduais. Mas com a divulgação da comissão organizadora, espera-se que os trâmites para publicação do edital sigam com rapidez e a escolha da comissão organizadora aconteça ainda em 2018.

Para concorrer ao cargo é preciso diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação.

O agente é responsável por receber e orientar presos quanto às normas disciplinares, divulgando os direitos, deveres e obrigações conforme normativas legais; revistar presos e instalações; prestar assistência aos presos e internados, encaminhando-os para atendimento nos diversos setores sempre que se fizer necessário.

Último concurso Agente Penitenciário GO

As provas para o cargo foram realizadas em 2015 e o edital oferecia 305 vagas e um salário de R$ 2,8 mil. Porém, após a primeira nomeação, publicada no Diário Oficial, os convocados descobriram que uma lei, aprovada pela Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego) em 2016, depois do concurso público, alterou o valor para R$ 1,5 mil.

O concurso teve início em novembro de 2014, quando foi o edital do processo seletivo foi divulgado. Em abril deste ano, foram nomeados 452 servidores, sendo 305 vagas preenchidas e 120 para cadastro de reserva. A convocação era destinada às cidades de Palmeiras de Goiás, Luziânia, Aparecida de Goiânia, Formosa, Itaberaí, Caldas Novas e Rio Verde.

De acordo com a Associação dos Agentes Prisionais, foram chamados 600 servidores. Já a administração não divulgou o número exato de profissionais convocados.

Etapas último concurso Agente Penitenciário Goiás

O concurso público de que trata este edital consistirá de duas etapas, conforme a seguir.

A Primeira etapa será composta das seguintes fases:

  • a) 1ª (primeira fase) – prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, a ser realizada pela Fundação Universa;
  • b) 2ª (segunda fase) – prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório, a ser realizada pela Fundação Universa;
  • c) 3ª (terceira fase) – avaliação médica (para todos os candidatos); avaliação da equipe multiprofissional (exclusivo aos candidatos com deficiência) de caráter eliminatório, a ser realizada pela Fundação Universa e avaliação de títulos, de caráter unicamente classificatório, a ser realizada pela Fundação Universa;
  • d) 4ª (quarta fase) – prova de aptidão física, de caráter eliminatório, a ser realizada pela Fundação Universa;
  • e) 5ª (quinta fase) – avaliação psicológica, de caráter eliminatório, a ser realizada pela Fundação Universa e avaliação de vida pregressa, de caráter eliminatório, a ser realizada pela Secretaria de Estado da Administração Penitenciária e Justiça (SAPeJUS).

A prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, foi composta de 60 (sessenta) questões e avaliou as habilidades e os conhecimentos do candidato.

Detalhes do concurso Agente Penitenciário Goiás:

  • Concurso: Secretaria de Estado de Gestão e Planejamento (SEGPLAN)
  • Banca organizadora: Em definição
  • Cargos: Agente de Segurança Prisional
  • Escolaridade: Nível superior
  • Número de vagas: 1.000
  • Remuneração: Até R$ 1,5  mil
  • Situação: Anunciado
  • Previsão p/ publicação do edital: 2018
  • Link do último edital

Comece a sua preparação hoje mesmo com quem é imbatível em aprovação nas carreiras policiais.
O Gran Cursos aprovou mais de 7.300 alunos nos últimos concursos para o DEPEN,
PRF, Polícia Federal e PMDF.

Preparatórios online com início imediato, visualizações ilimitadas e parcelamento em até 12x sem juros!
Prepare-se com quem mais aprova e conquiste a sua vaga!

Matricule-se!

garantia-de-satisfacao-30

carreiras policiaisPRF: Gran Cursos em primeiro lugar!

Cheguei Lá

20 Comentários

20 Comentários

  1. tiago

    14/02/2018 12:46 em 12:46

    Esse governado Marcone desgraçado só sabe cozinhar o galo,se ele prometeu esse ano,esperem que só vai sair em 2020.Esse governado vive de falsas promessas,só sabe mentir para o povo goiano.

  2. José

    14/02/2018 12:50 em 12:50

    Serviço público de Goiás é o que menos paga no Brasil. Só vejo concurso com salário de R$ 1.000,00 nessa bagaça.. kk

  3. Carlos

    15/02/2018 00:18 em 00:18

    Na realidade o governador Marconi périllo, autorizou o concurso só porque a ministra Carmem Lúcia veio no Estado de Goiás. Mas tofos nos sabemos que esse concurso público não vai sair do papel esse governo não valoriza servidores paga muito mal.

  4. Mohamad

    15/02/2018 19:32 em 19:32

    Esse Governador é um brincalhão de fato, não respeita os servidores públicos e mais, falta material em diversas áreas da segurança pública.

  5. christian

    16/02/2018 00:55 em 00:55

    Concurso para trabalhar no Sistema Prisional de Goiás que esta falido e com presos que não respeitam nem a polícia e que ao mesmo tempo tem que ter diploma de graduação pra ganhar 1500 reais. Governo da miséria essa. Um cara de nível superior fazer um concurso desse tem que tomar é ferro meu.

  6. Cleber

    16/02/2018 10:03 em 10:03

    Genti realmente esse governo de Goiás e um verdadeiro comédia aposto que se um bandido botar uma quadrada na cabeça desse pateta talvez ele mudava de atitude. Em quando isso não aconteça ele caga mole!!!

  7. Senna Nascimento

    17/02/2018 14:08 em 14:08

    Rapaz! 1500 reais pra trabalhar em lugar de extremo perigo, o estado está falindo mesmo a segurança pública, tomara que o povo Goiano esteja atento a sigla partidária desse cara, que depreda os serviços públicos no Goiás.

    • Guilhardo

      04/05/2018 21:36 em 21:36

      O Estado não está falindo é nada, a carga tributária do Estado do Goiás dá para pagar ao servidor prisional tranquilamente. Negócio é q o tal gov não planeja e muito menos respeita a classe de segurança. Nao esqueçamos q a carga tributária do Brasil é uma das maiores da galáxia.

  8. Daniel Carvalho da Silva

    20/02/2018 11:41 em 11:41

    Que absurdo! nunca que eu vou me submeter a um trabalho porco desse pra ganhar essa micharia.

    • paulo

      20/02/2018 21:19 em 21:19

      infelizmente, a situação do nosso estado não esta bem , mas pra quem trabalha dia após dia em empresas privadas ganhando micharia também aguentando bucha de patrão , não e fácil , então melhor ser concursado no mundo que estamos vivendo , quem não quer trabalhar no sistema penintenciario e simples NÃO presta o concurso que ai você não precisa trabalhar e se submeter a isso , e outra não atrapalha quem realmente quer !!!

      • Xavier

        08/05/2018 20:58 em 20:58

        ´Paulo 1500 é pouco para extremidade e periculosidade do cargo , acho uma falta de respeito muito grande com as pessoas esse governo realmente é lixo!!!! quem ganha esse salário é ajudante de entrega da coca -cola em goiás e tocantins e mais 450 de AL mais sexta básica no valor de 80,00 reais e plano de saúde e odont.

  9. Souza

    21/02/2018 08:50 em 08:50

    Paulo, faço das tuas palavras as minhas. Esses que estão colocando comentários depreciativo quanto ao concurso tenho medo desse pessoal, porque serão os primeiros a fazer a inscrição. Portanto, sorte para todos nós que estamos focado e levando a coisa á serio.

  10. DJALMA GERALDO ANUTNES

    21/02/2018 11:33 em 11:33

    ESTE SALÁRIO É RIDÍCULO E UMA AFRONTA AOS PROFISSIONAIS QUE ATUAM DENTRO DE UM BLOCO CARCERÁRIO HOSTIL E PRECÁRIO.

  11. Michel

    22/02/2018 15:22 em 15:22

    Ridículo.

  12. Vinicius Matos

    24/02/2018 12:33 em 12:33

    O dia em que o Marconi sumir da Adm. do estado de Goiás, aí teremos concursos dignos para nós. Mas como diz o verdadeiro ditado “O povo tem o governo que merece”. Precisamos ser um povo melhor, um povo honesto que se preocupa com o próximo!

  13. Charles

    29/03/2018 14:59 em 14:59

    Esse Marconi Perillo é um safado mesmo…o cara com curso superior, trabalhar em um local perigoso e ganhar uma miséria dessa… é muito vagabundo um governador desse

  14. diego

    26/04/2018 14:08 em 14:08

    formação acadêmica superior para pleitear uma vaga de remuneração igual ou inferior a 1,500,000 kkkkkk.

    • Washington Ferreira

      03/05/2018 16:45 em 16:45

      Eu quero saber quantas exonerações já foram pedidas com salario de 1.500,00, só no Goias mesmo!!!

  15. Clayton vieir

    07/05/2018 18:55 em 18:55

    Acredito que a questão do número de vagas se encontra desatualizada. O próprio Governo já diz que o concurso será para 500 vagas.

  16. Souza

    14/05/2018 09:20 em 09:20

    500 vagas.

Deixe uma resposta

Para o Topo