Carreiras

Concurso TJ CE: 5 motivos para você participar do certame! Confira!

Concurso TJ CE oferta 328 vagas para cargos de nível médio!

O concurso do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (concurso TJ CE) é um dos editais mais esperados pelos concurseiros nordestinos. O novo certame que terá as inscrições abertas na próxima segunda, 15 de julho, às 14 horas, oferta 8 vagas imediatas e 320 para formação de cadastro reserva para o cargo de Técnico Judiciário nas áreas de Judiciário e Técnico Administrativo.

A prova objetiva está marcada para ser aplicada em 15 de setembro, data prevista pelo edital. As vagas ofertadas tem remuneração inicial de até R$ 5.077,45 em uma jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Confira abaixo 5 motivos para se inscrever no concurso TJ CE.

1. O número de vagas ofertadas: apesar da maioria das 328 vagas ofertadas serem para formação de cadastro reserva, atualmente, o órgão conta com um déficit de 143 servidores, sendo 27 vagas apenas para o cargo de Técnico Judiciário. O levantamento é do Portal da Transparência de junho de 2018, ou seja, após mais de um ano do balanço divulgado, o número pode ter sido ampliado.

2. Os benefícios: o candidato aprovado no certame terá como vencimento básico uma remuneração inicial de R$ 3.903,43. Além disso, o profissional terá como acréscimos ao valor fixado benefícios como o auxílio GAM no valor de R$ 1.174,02, a Gratificação de Estimo à Interiorização (GEI) no valor inicial de R$ 782,69, o Adicional de Especialização (AE) a depender dos títulos apresentados pelo servidor, além do auxílio alimentação no valor de R$ 1.103,83.

3. Vencimento básico no final de carreira: o futuro servidor tem várias oportunidades de progresso durante o período de trabalho no órgão que podem levantar no final carreira uma remuneração de até R$ 9.472,73, excluindo aqui valores de auxílios e gratificações.

4. Lotação perto de belezas naturais: os servidores poderão ser lotados na capital Fortaleza ou nas cidades de Uruburetama, Umirim, Tururu, Trairi e Tejucuoca. Nas cidades de Fortaleza, Umirim e Trairi é possível ter horas de lazer em paisagens naturais como as praias de Iracema, Praia do Futuro, Balneários de Caxitoré e Guariju. Além disso, para os outros municípios, uma viagem para a praia fica bem mais perto, pois as cidades ficam a aproximadamente 100 km da região litorânea do Estado.

5. Custo de vida acessível: além do benefício de usufruir de infraestruturas de lazer e belezas naturais, o servidor poderá manter uma rotina sem ter um orçamento muito elevado. A capital Fortaleza, por exemplo, tem um custo de vida médio inferior às outras capitais como São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre. Fatores como alimentação, transporte, saúde e educação são considerados abaixo da média para a maioria das metrópoles brasileiras.

Detalhes do concurso TJ CE

  • Concurso: Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (edital TJ CE)
  • Banca organizadora: Fundação Getúlio Vargas – FGV
  • Cargos: Técnico Judiciário
  • Escolaridade: nível médio
  • Número de vagas: 8 vagas + 320 de cadastro reserva
  • Remuneração: R$ 5.077,45
  • Data de inscrições: de 15 de julho a 20 de agosto
  • Data da Prova Objetiva: 15 de setembro de 2019

Edital


WHATSAPP GCO: receba gratuitamente notícias de concursos! Clique AQUI!

CONCURSOS ABERTOS: veja aqui os editais publicados e garanta a sua vaga!

CONCURSOS 2019: clique aqui e confira as oportunidades para este ano!

 

Estudando para concursos públicos? Prepare-se com quem mais entende do assunto! Cursos completos 2 em 1, professores especialistas e um banco com mais de 920.000 questões de prova! Garanta já a sua vaga! Mude de vida em 2019!

Estude onde, quando, como quiser e em até 12x sem juros! Teste agora por 30 dias!

Matricule-se!

Cheguei Lá

2 Comentários

2 Comentários

  1. Alessandra

    15/07/2019 00:16 em 00:16

    Foi extinto o cargo de Analista Judiciário-área administrativa? Não vi no TRF4,TJ AM e TJ CE. Estava estudando para esse cargo.Alguém me explica isso,please!!!

    • eu

      17/07/2019 17:47 em 17:47

      Não. Apenas algumas especialidades, tais como arquiteto e engenheiro. A proposta passou pelo Pleno do TJ mas falta ainda a aprovação na AL-CE.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para o Topo