Concurso TRT PE: edital vigente até 2023. Veja AQUI!

O último edital do concurso TRT PE (6ª Região) foi publicado em 2018; o edital ficará válido até 2023. Veja aqui mais informações!

Avatar


14 de Janeiro 9 min. de leitura

O último edital do Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região (concurso TRT PE) , localizado no Estado de Pernambuco, foi publicado em fevereiro de 2018.

A banca organizadora foi a Fundação Carlos Chagas. As vagas  ofertadas foram para os cargos de Analista Judiciário – área judiciário, Analista Judiciário – área judiciária – especialidade oficial de justiça avaliador federal, Analista Judiciário – área administrativa, Analista Judiciário – área apoio especializado – especialidade Medicina (clínica médica), Analista Judiciário – área apoio especializado – especialidade Tecologia da Informação, Técnico Judiciário – área administrativa e Técnico Judiciário – área administrativa – especialidade segurança.

Os cargos possuem remuneração incial de R$ 7.591,37 a R$ 12.455,30.  A homologação do concurso TRT PE foi publicada  no Diário Oficial da União no dia 17 de outubro de 2018.

No dia 15 de dezembro, foi publicada a cessação dos efeitos da suspensão do prazo de vigência. Ainda no mês de dezembro, a validade do edital foi prorrogada e o documento ficará válido até julho de 2023. Atualemnte, 125 cargos estão vagos.

Veja ao longo desta matéria todas as informações sobre o concurso TRT PE, para facilitar, navegue pelo índice disponibilizado abaixo:

Concurso TRT PE: situação atual

A suspensão dos prazos de validade de concursos públicos por conta das medidas de combate à contaminação causada pela pandemia do novo coronavírus havia sido publicada em maio.

No dia 15 de dezembro, foi publicada a cessação dos efeitos da suspensão do prazo de vigência foi publicada no Diário Oficial.

Mesmo com mais de cem cargos vagos, a Assessoria explicou que o provimento depende da autorização do Conselho Superior da Justiça do Trabalho – CSJT e que em virtude da restrição orçamentária, até o momento não há autorização.

Nomeações

Segundo informações do setor de comunicação do TRT PE, até o momento, 41 servidores foram nomeados.

Concurso TRT PE: remuneração e benefícios

Veja logo abaixo a estrutura remuneratória dos cargos de Técnico e Analista Judiciário:

CLASSE VENCIMENTO BÁSICO GAJ – 140%
ATIVO E INATIVO ATIVO E INATIVO
C 13 7.792,30 10.909,22
12 7.565,34 10.591,48
11 7.344,99 10.282,99
B 10 7.131,06 9.983,48
9 6.923,36 9.692,70
8 6.550,01 9.170,01
7 6.359,23 8.902,92
6 6.174,01 8.643,61
A 5 5.994,18 8.391,85
4 5.819,60 8.147,44
3 5.505,76 7.708,06
2 5.345,40 7.483,56
1 5.189,71 7.265,59
C 13 4.749,33 6.649,06
12 4.611,00 6.455,40
11 4.476,70 6.267,38
B 10 4.346,31 6.084,83
9 4.219,71 5.907,59
8 3.992,16 5.589,02
7 3.875,88 5.426,23
6 3.763,00 5.268,20
A 5 3.653,40 5.114,76
4 3.546,98 4.965,77
3 3.355,71 4.697,99
2 3.257,97 4.561,16
1 3.163,07 4.428,30

Concurso TRT PE: cargos e vagas

Analista Judiciário – área judiciária
Vagas: CR
Principais atribuições: analisar petições e processos, confeccionar minutas de votos, emitir informações e pareceres; proceder a estudos e pesquisas na legislação, na jurisprudência e na doutrina pertinente para fundamentar a análise de processo e emissão de parecer; dentre outras

Analista Judiciário – área judiciária – Especialidade Oficial de Justiça Avaliador Federal
Vagas: CR
Principais atribuições: executar citações, notificações, intimações e demais ordens judiciais, certificando no mandado o ocorrido; executar penhoras, avaliações, arrematações, praças e hastas públicas, remissões, adjudicações, arrestos, sequestros, buscas e apreensões, lavrando no local o respectivo auto circunstanciado; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Analista Judiciário – área judiciária – Especialidade Medicina (clínica médica)
Vagas: CR
Principais atribuições: realizar consultas, exames, diagnósticos e inspeções de saúde; solicitar exames; prescrever tratamentos; realizar visitas domiciliares ou em dependências hospitalares; providenciar a remoção de pacientes para instituições hospitalares em casos de emergência.

Analista Judiciário – área judiciária – Especialidade Tecnologia da Informação
Vagas: CR
Principais atribuições: desenvolver projetos e sistemas de informática; documentar os sistemas; analisar e avaliar diagramas, estruturas e descrições de entradas e saídas de sistemas; sugerir as características e quantitativos de equipamentos necessários à utilização dos sistemas; analisar e avaliar as definições e documentação de arquivos, programas, rotinas de produção e testes de sistemas; dentre outras.

Tecnico Judiciário – área administrativa
Vagas: 1 + CR
Principais atribuições: desenvolver projetos e sistemas de informática; documentar os sistemas; analisar e avaliar diagramas, estruturas e descrições de entradas e saídas de sistemas; sugerir as características e quantitativos de equipamentos necessários à utilização dos sistemas; analisar e avaliar as definições e documentação de arquivos, programas, rotinas de produção e testes de sistemas; dentre outras.

Tecnico Judiciário – área administrativa – Especialidade Segurança
Vagas: CR
Principais atribuições: atuar na segurança dos magistrados, das autoridades, dos servidores e das instalações do Tribunal; realizar investigações preliminares; conduzir veículos automotores; vistoriar veículos e registrar sua movimentação; prestar primeiros socorros às vítimas de sinistros e outras situações de risco; dentre outras.

Cargos vagos

Atualmente, o TRT PE possui 125 cargos vagos. Confira logo abaixo o detalhamento:

Analista – 32 cargos vagos 

  • Área administrativa – 7;
  • Contabilidade – 1;
  • Biblioteconomia – 1;
  • Engenharia – 1;
  • Medicina – 2;
  • Odontologia – 1;
  • Psicologia – 2;
  • Área judiciária – 8;
  • Oficial de Justiça – 9.

Técnico – 93 cargos vagos 

  • Área administrativa – 81;
  • Segurança – 11; e
  • Tecnologia da informação -1.

Concurso TRT PE: carreira

Os cargos abaixo foram ofertados no último concurso TRT PE:

Analista Judiciário – Área Judiciária

Requisitos: diploma devidamente registrado de curso de graduação em Direito, expedido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação.

Atribuições: analisar petições e processos, confeccionar minutas de votos, emitir informações e pareceres; proceder a estudos e pesquisas na legislação, na jurisprudência e na doutrina pertinente para fundamentar a análise de processo e emissão de parecer; fornecer suporte técnico e administrativo aos magistrados, órgãos julgadores e unidades do Tribunal; inserir, atualizar e consultar informações em base de dados; verificar prazos processuais; atender ao público interno e externo; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Analista Judiciário – Área Judiciária – Especialidade: Oficial de Justiça Avaliador Federal

Requisitos: diploma devidamente registrado de curso de graduação em Direito, expedido por
instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação.

Atribuições: executar citações, notificações, intimações e demais ordens judiciais, certificando no mandado o ocorrido; executar penhoras, avaliações, arrematações, praças e hastas públicas, remissões, adjudicações, arrestos, sequestros, buscas e apreensões, lavrando no local o respectivo auto circunstanciado; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Analista Judiciário – Área Administrativa

Requisitos: diploma devidamente registrado de curso de ensino superior (licenciatura, bacharelado, tecnólogo) em qualquer área de formação, expedido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Atribuições: realizar tarefas relacionadas à administração de recursos humanos, materiais, patrimoniais, orçamentários e financeiros, de desenvolvimento organizacional, licitações e contratos, contadoria e auditoria; emitir informações e pareceres; elaborar, analisar e interpretar dados e demonstrativos; elaborar, implementar, acompanhar e avaliar projetos pertinentes à área de atuação; etc.

Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade: Medicina (Clínica Médica)

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão do curso de graduação de nível superior em Medicina; fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, registro no órgão de classe específico
e experiência profissional de 2 (dois) anos em Clínica Médica.

Atribuições: realizar consultas, exames, diagnósticos e inspeções de saúde; solicitar exames; prescrever tratamentos; realizar visitas domiciliares ou em dependências hospitalares; providenciar a remoção de pacientes para instituições hospitalares em casos de emergência.

Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade: Tecnologia da Informação

Requisitos: diploma devidamente registrado, de curso superior em Tecnologia da Informação ou qualquer outro curso superior com Pós-Graduação na área de Tecnologia da Informação, com carga horária mínima de 360
(trezentas e sessenta) horas/aula, expedido por instituição de ensino Superior reconhecida pelo Ministério da Educação.

Atribuições: desenvolver projetos e sistemas de informática; documentar os sistemas; analisar e avaliar diagramas, estruturas e descrições de entradas e saídas de sistemas; sugerir as características e quantitativos de equipamentos necessários à utilização dos sistemas; analisar e avaliar as definições e documentação de arquivos, programas, rotinas de produção e testes de sistemas; identificar as necessidades de produção, alteração e otimização de sistemas; prestar suporte técnico e treinamento aos usuários de sistemas; analisar e avaliar procedimentos para instalação de base de dados, assim como definir dados a serem coletados para teste paralelo de sistemas.

Técnico Judiciário – Área Administrativa

Requisitos: certificado de conclusão de curso de ensino médio (antigo 2º grau) ou de curso técnico
equivalente, devidamente registrado, expedido por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Atribuições: prestar apoio técnico e administrativo pertinente às atribuições das unidades organizacionais; executar tarefas de apoio à atividade judiciária; arquivar documentos; efetuar tarefas relacionadas à movimentação e à guarda de processos e documentos; atender ao público interno e externo; classificar e autuar processos; realizar estudos, pesquisas e rotinas administrativas; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Técnico Judiciário – Área Administrativa – Especialidade: Segurança

Requisitos: certificado de conclusão de curso de ensino médio, devidamente registrado, e carteira nacional de habilitação categoria D ou E.

Atribuições: atuar na segurança dos magistrados, das autoridades, dos servidores e das instalações do Tribunal; realizar investigações preliminares; conduzir veículos automotores; vistoriar veículos e registrar sua movimentação; prestar primeiros socorros às vítimas de sinistros e outras situações de risco; fiscalizar as atividades de controle de entrada e saída de materiais, equipamentos e volumes das dependências do Tribunal; executar ações de prevenção e combate a incêndio e outros sinistros; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Concurso TRT PE: etapas concurso de 2018

Todos os candidatos foram avaliados nas provas objetivas e discursivas e os candidatos ao cargo de Técncico Judicário – área administrativa – especialisa: segurança também foram avaliados na prova prática de capacidade física.

Prova objetiva

As Provas Objetivas e Discursivas do concurso TRT PE foram realizadas na cidade de Recife-PE.

Disciplinas

Conhecimentos básicos para todos os cargos de Analista Judiciário
Língua Portuguesa
Matemática e Raciocínio Lógico-Matemático
Noções de informática
Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência
Legislação e ética no serviço público

Conhecimentos específicos – Analista Judiciário – área judiciária
Direito Constitucional
Direito Administrativo
Direito Civil
Direito Processual Civil
Direito do Trabalho
Direito Processual do Trabalho
Direito Previdenciário

Conhecimentos específicos – Analista Judiciário – especialidade oficial de justiça Avaliador Federal
Direito Constitucional
Direito Administrativo
Direito Civil
Direito Processual Civil
Direito do Trabalho
Direito Processual do Trabalho

Conhecimentos específicos – Analista Judiciário – área administrativa
Direito Constitucional
Direito Administrativo
Noções de Direito Administrativo
Administração pública
Noções de orçamento público
Gestão de pessoas

Conhecimentos específicos – área apoio especializado – Especialidade Tecologia da Informação
Rede de computadores
Banco de Dados
Segurança da Informação
Governança da TI
Sistemas operacionais
Servidores de Aplicação Java EE

Conhecimentos básicos para todos os cargos de Técnico Judiciário
Língua Portuguesa
Matemática e Raciocínio Lógico-Matemático
Noções de informática
Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência
Legislação e ética no serviço público

Conhecimentos específicos – Técnico Judiciário – área administrativa 
Noções de Direito Constitucional
Noções de Direito Administrativo
Noções de Direito do Trabalho
Noções de Direito Processual de Trabalho
Noções de Orçamento Público

Conhecimentos específicos – Técnico Judiciário – especialidade: segurança
Segurança de Dignários
Noções Planejamento de Segurança
Noções de Segurança da Informação
Noções de Serviço de Inteligência
Noções de Gestão de Conflitos
Legislação

Prova discursiva

  • Para o cargo de Analista Judiciário – Área Judiciária e Analista Judiciário – Área Judiciária – Especialidade Oficial de Justiça Avaliador Federal foi aplicada a etapa de prova discursiva;
  • Para os cargos de Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidades: Medicina (Clínica Médica) e Tecnologia da Informação,  foi aplicada a Prova Discursiva – Estudo de Caso; e
  • Para os cargos de Analista Judiciário – Área Administrativa, Técnico Judiciário – Área Administrativa e Técnico Judiciário – Área Administrativa – Especialidade Segurança foi para a Prova Discursiva-Redação.

As provas do concurso TRT PE foram aplicadas no mesmo dia da prova objetiva.

Prova prática

Para o cargo de Técnico Judiciário – Área Administrativa – Especialidade Segurança, foi aplicada a prova prática de capacidade física.

Concurso TRT PE: nomeações

Segundo informações do setor de comunicação do TRT PE, até o momento, 41 aprovados do concurso TRT PE foram nomeados, veja o detalhamento logo abaixo:

Foram realizadas 12 nomeações para o cargo de Analista Judiciária, Área Judiciária e 02 nomeações para o cargo de Analista Judiciária, Área Administrativa e 27 para o cargo de Técnico Judiciário, Área Administrativa, estando inclusos os candidatos com deficiência e da cota para negros, a nota de corte consta no edital no concurso 2018, elaborada pela Fundação Carlos Chagas/FCC.

O total de inscritos para todos os cargos, foi de 54.184 candidatos, conforme informação no site da FCC.

Concurso TRT PE: edital 2012

O penúltimo edital do concurso TRT PE, foi publicado em 2012, foram oferecidas 67 vagas de nível médio e superior para início imediato e cadastro reserva. As vagas para analista judiciário foram nas seguintes áreas e especialidades: judiciária; administrativa; execução de mandados; contabilidade; arquitetura; arquivologia; biblioteconomia; comunicação social – jornalismo; enfermagem; engenharia civil; engenharia elétrica; engenharia mecânica; estatística; fisioterapia; medicina do trabalho; medicina – psiquiatria; odontologia; psicologia; serviço social; e tecnologia da informação.

As vagas para técnico judiciário foram nas carreiras: administrativa; segurança; enfermagem; tecnologia da informação; e higiene dental.

No dia 22 de agosto de 2016 encerrou-se a validade do concurso público para provimento de cargos efetivos das carreiras judiciárias do quadro de pessoal, realizado no ano de 2012, para os cargos que não exigiram provas práticas.  O certame permaneceu vigente até 24 de outubro de 2016, para os cargos de Analista Judiciário, Área Apoio Especializado, especialidades Arquitetura, Engenharia Civil e Engenharia Elétrica e para o cargo de Técnico Judiciário, Área Administrativa, especialidade Segurança.

Nomeações

O concurso TRE PE nomeou, desde outubro/2012 (mês da primeira convocação, após a homologação do certame) 589 candidatos, dos quais 453 tomaram posse e entraram em exercício, da seguinte forma: 112 nos cargos de Analista Judiciário, Área Judiciária; 21 nos cargos de Analista Judiciário, Área Judiciária, Especialidade Oficial de Justiça Avaliador Federal; 10 nos cargos de Analista Judiciário, Área Administrativa; 71 nos cargos de Analista Judiciário, Área Apoio Especializado – Especialidade Tecnologia da Informação; 01 no cargo de Analista Judiciário, Área Apoio Especializado – Especialidade Medicina (do Trabalho); 02 nos cargos de Analista Judiciário, Área Administrativa – Especialidade Contabilidade;01 no cargo de Analista Judiciário, Área Administrativa – Especialidade Odontologia; 213 nos cargos de Técnico Judiciário, Área Administrativa; 4 nos cargos de Técnico Judiciário, Área Apoio Especializado – Especialidade Tecnologia da Informação; 17 nos cargos de Técnico Judiciário, Área Administrativa – Especialidade Segurança e 01 no cargo de Técnico Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Enfermagem.

Do quantitativo informado, 116 servidores tomaram posse e entraram em exercício durante a atual gestão, dentre os quais, 95 servidores ocuparam os cargos de Analista Judiciário, Área Judiciária, sem especialidade; Analista Judiciário, Área Judiciária, Especialidade Oficial de Justiça Avaliador Federal e Técnico Judiciário, Área Administrativa, sendo 85% desse último quantitativo destinado ao 1º grau de jurisdição.

Concurso TRE PE: materiais gratuitos

Curso Gratuito Imparável 2020

Você é imparável? Tem um sonho grande em mente que te motiva a seguir em frente em busca de uma vida melhor, mesmo com as dificuldades que aparecem no caminho (falta de tempo, desafios de conciliar a rotina, insegurança)? Se sim, então este curso é para você!

Organizamos de forma objetiva e prática em um só material algumas das principais disciplinas e conteúdos cobrados em concursos públicos para intensificar as suas chances de aprovação, tudo preparado por nossa equipe de colaboradores e professores especialistas no assunto. E o melhor: todo o conteúdo é totalmente gratuito! Mesmo se você ainda não começou a estudar, não deixe essa oportunidade passar. Nunca é tarde! Garanta a sua oportunidade no Curso Gratuito Imparável 2020!

Clique AQUI para se inscrever gratuitamente!

 

Além disponibilizado acima, o Gran Cursos Online possui uma página de materiais gratuitos com diversos conteúdos de apoio para turbinar os estudos. Por lá, o concursando encontra e-books, editais verticalizados, Gran Vade Mecum, Informativos do STF e STJ e muito mais. Veja aqui.

Concurso TRE PE: depoimentos de aprovados

Gran Cursos Online já ajudou muitos concurseiros durante a jornada de estudos. Veja abaixo depoimentos de aprovados:

Mirele Souza conquistou 1º lugar para Oficial de Trânsito no concurso Detran SP

Estreante nos concursos públicos, Rigoberto conquistou o 1º e 2º lugares em diferentes cargos do Detran CE. Inspire-se!

 

 

 

Resumo do concurso TRT PE

Concurso  Tribunal Regional do Trabalho de Pernambuco (Concurso TRT PE)
Banca organizadora Fundação Carlos Chagas – FCC
Cargos Analista e Técnico Judiciário
Escolaridade Médio e Superior
Carreiras Tribunais
Lotação Pernambuco
Número de vagas 1 + Formação de cadastro de reserva
Remuneração de R$ 7.591,37 a R$ 12.455,30
Situação Edital vigente até 2023
Link do edital Clique AQUI para fazer o download do último edital

Quer conquistar a sua aprovação no concurso TRT PE?

Prepare-se com quem mais entende do assunto!

Comece a estudar no Gran Cursos

Depoimentos relacionados

Qual é o seu grande objetivo de vida? Para Raul Marcelo da Silva o foco estava em ingressar na carreira…

Natural da cidade de Poço Verde/ SE, Aialla Suelem Andrade de Souza escolheu a carreira pública não só pela estabilidade…

Dedicando-se ao estudos por cerca de 3 anos, José Roberto Ferreira conquistou não apenas a aprovação no Concurso BRB para…

Ygor Bruno Silva é de Caruaru, cidade localizada no estado de Pernambuco, e foi aprovado, em 2º lugar, na Residência…

A estabilidade que a carreira pública proporciona foi o grande atrativo que Weberti Silva teve para começar a estudar para…

A estabilidade profissional e financeira foi o que levou Pedro J. a buscar com tanto afinco a carreira pública e…

O sonho de ser policial desde criança, fez com que Maria C. firmasse um compromisso de estudos diariamente desde 2018…

Em busca de estabilidade e para dar um futuro melhor para esposa e filha, Regis B. estudou bastante para ser…

Avatar

Equipe do Gran Cursos Online

9


Tudo que sabemos sobre:

Concurso TRT PE Edital TRT PE


Comentários (9)

Avatar JOSÉ CARLOS FERREIRA DA SILVA JUNIOR 22 de Janeiro de 2018

Há alguma possibilidade de ter vagas para contador?

 Responder

Avatar Jose 5 de Fevereiro de 2018

Não. Contador cai praticamente no cargo de Analista Area Administrativa.

 Responder

Avatar leonardo-pe 12 de Fevereiro de 2018

o cidadão que fala no vídeo”faça o concurso pois vão chamar muita gente”. e em 2012 tinha 38 vagas e chamaram 706. sim. em 2012 era um concurso atrativo. esse ano NÃO! só 1 VAGA! não taxem a gente de besta.

 Responder

Avatar maria valquiria martins 20 de Fevereiro de 2018

Verdade. Uma grande roubada um concurso desses.

 Responder

Avatar Alexandr Dazaev 15 de Fevereiro de 2018

Mais um concurso so pra arrecadar, o CNJ ja divulgou que esse ano só haverá entre 15 a 20 vagas pro TRT Pernambuco. Só ilusão, fiquem atentos para não gastar dinheiro a toa.

 Responder

Avatar leonardo-pe 17 de Fevereiro de 2018

concordo contigo. é concurso que não vale a pena.

 Responder

Avatar maria valquiria martins 20 de Fevereiro de 2018

Concordo plenamente, Leonardo e Alexandr. Uma imoralidade o TRT 6 publicar um edital desses.

 Responder

Avatar Luiz 12 de Março de 2018

As provas no período da tarde geralmente iniciam 13hs?

 Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *