TST

Concurso TST 2017: Edital retificado atualiza conteúdo programático! VEJA AQUI!

Concurso TST abre oferta para nível médio e superior.

Concurso TST tem oferta para nível médio e superior! Inicial de até R$ 13 mil!

O concurso TST publicou nesta quinta-feira, dia 17 de agosto, edital TST  de retificação para seu concurso público para provimento de vagas e formação de cadastro de reserva ao Tribunal Superior do Trabalho. A informação foi publicada no Diário Oficial da União.

Com a alteração, fica atualizado o regimento interno para todos os cargos, passando a incluir o Regimento Interno do TST aprovado pela Resolução Administrativa nº 1.295/2008 com alterações dos Atos Regimentais nº 1/2011, 2/2011, 3/2012, 4/2012, 5/2014, 6/2010, 7/2016 e 8/2016. Além disso, as Emendas Regimentais nº 1/2011, 2/2011, 3/2012 4/2012, 5/2014, 6/2016 e 7/2016.

O cargo de analisa  – área administrativa também teve o ponto referente Decreto nº 5.378 de 23 de fevereiro de 2005 alterado, passando a Simplificação, racionalização e avaliação dos serviços prestados aos usuários de serviços públicos – Decreto nº 9.094, de 17 de julho de 2017 (veja AQUI a publicação).

São ofertadas 52 vagas imediatas para as carreiras de técnico e analista judiciário, de níveis médio e superior, além das que vierem a surgir na validade do certame, de dois anos, podendo dobrar.

As inscrições do concurso TST terão início às 10h do próximo dia 17 , seguindo até 14h de 22 de setembro de 2017, pelo site da Fundação Carlos Chagas (FCC), organizadora. A taxa está fixada no valor de R$ 120 (analista) e R$ 80 (técnico), devendo o pagamento ser efetuado até a data limite para o encerramento das inscrições.

As remunerações iniciais são extremamente atrativas, chegando a R$ 8 mil para Técnico e R$ 13 mil para Analista (considerando o reajuste de 2018).

Turbine sua preparação com 100 dicas para o concurso TST

O concurso TST será um dos maiores do ano e sua tradição de nomeação é impressionante: em 2012, foram 998 convocados; já em 2007, foram 998 foram chamados para assumir seus cargos no Tribunal Superior do Trabalho.

Para passar no concurso TST, é importante manter foco na preparação e seguir o máximo de dicas possíveis para conquistar sua vaga. A série “Concurso TST 2017 (Área Jurídica) – 100 dicas” cai como uma luva, pois é o pontapé inicial para estudos na área jurídica da prova do TST antes mesmo do edital ser lançado.

São dicas sobre a estabilidade de gestantes no setor público, prescrição sobre danos da administração a particulares, contrato de aprendizagem, demissão por justa causa em caso de desídia no desempenho das funções de trabalho, prescrição para a ação de repetição de débito e diversas outras. Veja abaixo o vídeo da primeira dica de estudo e a lista com todas as disciplinas abordadas na série:

Edital Verticalizado e Gratuito do Concurso TST

Essencial para preparação, o conteúdo programático do concurso TST foi organizado pela equipe do Gran Cursos Online. Baixe gratuitamente nos links abaixo:

Técnico Judiciário || Analista Judiciário – Área Administrativa || Analista Judiciário – Área Judiciária

Confira abaixo a lista das dicas separadas por disciplina e turbine a sua preparação:

Dicas para o concurso TST – Área Técnica

Concursandos que desejam ingressar no concurso TST devem aumentar a intensidade da preparação, pois o edital do concurso será publicado em breve. Os especialistas do Gran Cursos Online irão ajudar você com a publicação de dicas em vídeo até a data da prova.

Wellington Antunes explica a obrigatoriedade do alistamento militar e da emissão do título de eleitor, quando essa situação é facultativa, sobre a estrutura do TST e demais assunto de direito constitucional; Tereza Cavalcanti analisa questões de equivalência de sentido propostas pela FCC como padrão em concursos da organizadora e explica que a banca cobra a língua portuguesa na prática, no uso; Leandro Alencar, professor de direito do trabalho, fala sobre o direito ao aviso prévio, adicional de salubridade e periculosidade, além de diversos temas chave para a prova específica; Elias Santana, professor de gramática, trata de pronomes à morfosintaxe da língua portuguesa; Josimar Padilha ensina maneira fáceis de compreender e solucionar problemas de raciocínio lógico.

Diversos professores fazem parte deste projeto gratuito, que colabora com a aprendizagem de concurseiros do Brasil todo. Veja abaixo!

Veja AQUI o depoimento de nosso ex-aluno aprovado em 1º lugar no último concurso TST!

 

 

Aulas em PDF: mais uma super novidade do Gran Cursos Online! Saiba TUDO AQUI!

 

“Como passar” no concurso TST? Dicas de estudo e análise

No vídeo abaixo, Leandro Alencar e Aragonê Fernandes esclarecem pontos do edital do próximo concurso TST e fornecem dicas de estudos para você conquistar sua vaga!

De início, a primeira grande dúvida destacada por Aragonê se refere ao local de trabalho. Muitas pessoas se indagam se vale à pena prestar um concurso, mesmo sendo de alta faixa salarial, como o concurso TST, e sair de seus estados de origem, onde ainda mantém família e amigos. É possível conciliar o trabalho longe, por exemplo, dos pais, e ainda assim conseguir manter uma relação próxima?

Fernandes é claro, “é inescapável a questão da informatização em todos os processos. Na maior parte das vezes, você poderá fazer uso da ferramenta do teletrabalho: trabalhar de casa com acesso remoto de onde estiver. Obviamente, essa liberdade não vem sem responsabilidade, já que a carga de trabalho continuará alta mesmo trabalhando de longe”.

Em relação aos cargos vagos, para além de qualquer dependência posterior de administração e decisão estratégica de abrir ou não cargos específicos, já há vagas para técnico e analista. “A rotatividade dentro dos cargos do poder judiciário é notável. É normal que pessoas subam de técnico para analista judiciário e deixem seus cargos vagos, esperando outro servidor para preenchê-lo”, completa Aragonê Fernandes.

Leandro Alencar sinaliza a tradição de nomeação do concurso TST, “a probabilidade de chamar mais pessoas que o número de cargos vagos é grande. No concurso de 2012 aconteceu desta maneira. Sendo assim, não se atente somente à quantidade de cargos vagos, mas também à possibilidade, que é grande, de chamarem número acima do indicado”.

Veja abaixo todo o vídeo e garanta sua vaga!

ANÁLISE DO CONCURSO TST COM NOSSOS ESPECIALISTAS 

Concurso TST: saiba mais sobre a carreira de Técnico Judiciário com o nosso Gran Carreiras 

 

Remunerações do concurso TST

É uma excelente oportunidade para candidatos com nível médio completo, nível superior em qualquer áreas e áreas especializadas que desejam seguir carreira em um tribunal de grande destaque no cenário nacional, pois os inicias são de R$ 7 ou R$ 12 mil em início de carreira, valores atualizados e que valerão a partir do segundo semestre.

O valor de uma Analista Judiciário, Áreas Judiciária, Administrativa e demais especialidades serão de R$ 11.007, somado aos auxílios-alimentação e saúde, chegam a R$ 11.921, podendo ainda ser acrescida de auxílio-natalidade de R$ 700, para candidatos que tenha filho. O valor de um Técnico Judiciário é de R$ 6.709, somados aos mesmos benefícios básicos, é de R$ 7.893, podendo ainda ser acrescida de auxílio-natalidade de R$ 700, para candidatos que tenha filho.

Todos os valores mencionados estão de acordo com a Lei 13.317, sancionada em junho deste ano pelo governo, onde são reajustados tanto o salário-base quanto a gratificação de atividade judiciária (GAJ). No topo das carreiras chegará, em 2019, a R$ 11.398 e R$ 18.701. 

Jornada de Trabalho dos aprovados no concurso TST

Os editais preveem 40 horas semanais, mas você pode trabalhar apenas 35h semanais se fizer 7h corridas, sem intervalo para o almoço. A definição do horário de entrada e saída é flexível, e varia conforme o setor de lotação. 

O TST regulamentou o teletrabalho, e atualmente cerca de 100 servidores já se encontram nesta modalidade, que permite trabalhar de casa.

Lotação dos aprovados no concurso TST

 Os recém-concursados são lotados em Brasília/DF. Cabe destacar que existe a possibilidade de realizar, futuramente, permuta com servidores de Tribunais Regionais do Trabalho de outras localidades.

Organizadora e etapas do concurso TST

 Os concursos do TST são tradicionalmente realizados pela FCC e Cespe/UnB. As seleções compreendem prova objetiva e discursiva. Além desta etapa, o certame conta com investigação social e funcional, prova de capacidade física para técnico de segurança, e teste prático para especialidade de taquigrafia, exigindo dos candidatos um altíssimo nível de preparação e um estudo pré-edital de muita dedicação.

Aplicação das provas do concurso TST

As provas do concurso costumam ser aplicadas somente no Distrito Federal.

Histórico de nomeações dos concursos realizados pelo TST

O concurso sempre nomeia um grande quantitativo de candidatos aprovados. Trazemos mais uma vez como base os dois últimos editais (2012 e 2007).

Concurso TST 2012:

Lista de nomeações do concurso TST de 2012.

Lista de nomeações do concurso TST de 2012.

Concurso TST 2007:

Lista de nomeações do concurso TST de 2007.

Lista de nomeações do concurso TST de 2007.

Dicas para o início dos estudos concurso TST

Nesta fase inicial de estudos é importante que o candidato entenda a banca dos últimos certame e para isso pesquise sobre o examinador, conheça sua história, descubra suas tendências. Uma forma de conhecer a banca examinadora é refazer provas anteriores, disponíveis nos sites. Assim, é possível assimilar o modelo de avaliação.

No último edital, a primeira avaliação conteve 60 questões: 30 de Conhecimentos Básicos e 30 de Conhecimentos Específicos para técnicos, e 20 básicas e 40 específicas para analistas. Para os dois cargos, os itens específicos tiveram peso três. Os analistas precisaram elaborar uma redação, e os técnicos da especialidade Programação, um estudo de caso.

Foram considerados aprovados no exame objetivo do concurso TST, os participantes que conseguiram atingir o mínimo de pontos (200) após a aplicação da fórmula para calcular a média individual. Na prova discursiva, candidatos à analista devem conseguir a metade dos pontos e classificação dentro do limite de textos a serem corrigidos, variável por cargo. Não há nota mínima para o estudo de caso, sendo eliminados aqueles que não se colocarem entre os 150 primeiros.

Concurso TST e qualidade de vida: sobre Brasília

Fundada em 1950 pelo presidente Juscelino Kubitschek, Brasília atende à profecia de Dom Bosco: ele sonhou ter visto entre os paralelos 15 e 20 o surgimento de uma grande civilização onde correria leite e mel e ficaria junto de um grande lago. A cidade tem 31 regiões administrativas e abriga 2,91 milhões de pessoas.

Índice de desenvolvimento;

Brasília tem um índice de desenvolvimento considerado muito alto, de acordo com classificação no nível de desenvolvimento. É o terceiro colocado, considerando as capitais brasileiras, atrás apenas de Florianópolis e Vitória.

Qualidade de vida na região;

Em termos de qualidade de vida, Brasília é apontada como a cidade com maior taxa do país e 106ª do mundo em ranking divulgado pela consultoria Mercer. A empresa diz elaborar o ranking “para auxiliar empresas multinacionais e outras organizações a remunerar de maneira justa seus empregados enviados em transferências internacionais” e tem como referência dez critérios, subdivididos em 39 categorias, como acesso a moradia, qualidade do ar, problemas de transporte, educação e entretenimento.

Lazer;

Nesse quesito, quem vem a Brasília tem variadas opções. Entre eles, o planetário da capital, pontão do lago sul, ponde se avisar o eleito mais bonito pôr do sol do Brasil, lago Paranoá, boliche, paintball, kart, parque da cidade Sarah Kubitschek, parque nacional (água mineral), zoológico, chapada imperial e mar de Brasília.

História da construção da cidade

Brasília foi construída (as obras começaram em novembro de 1956, depois de Juscelino sancionar a lei nº 2.874) a fim de ser a nova capital do Brasil. A ideia era transferir a capital do Rio de Janeiro para o interior do país. Ao transladar a capital para o interior, o governo pretendia povoar aquela região. Pessoas de todo o país, especialmente do nordeste (chamadas de candangos, que quer dizer ordinários), foi contratada para a construção da cidade, inaugurada no dia 21 de abril de 1960 por Juscelino Kubitschek. Nesta época, o centro cívico da cidade já tinha sido totalmente construído (Palácio do Governo, Catedral, Edifícios dos Ministérios, Parlamento, Palácio da Justiça, etc.).

A construção de Brasília demorou quase quatro anos, mas depois de três anos a maioria dos seus principais edifícios estava pronta, dentre os quais o Palácio da Alvorada, primeiro prédio da capital construído em concreto armado, a primeira construção de estrutura metálica (material trazido dos Estados Unidos) foi o Brasília Palace Hotel.

Em comparação com a média salarial brasileira, o TST oferece bons salários?

O TST, assim como a maioria dos órgão públicos federais e estaduais, oferece uma das melhores remunerações em início de carreira para cargos que exigem o nível médio e superior de escolaridade. Além disso, a evolução na carreira é extremamente atrativa, chegando um servidor ao grau mais alto da carreira em oito anos recebendo R$ 19 mil.

É cobrada experiência para os cargos de nível médio e superior?

Para os cargos com maior atrativo no concurso TST, não. Estamos nos referindo as funções de Analista Judiciário – Área Administrativa, Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Taquigrafia e Técnico Judiciário – Área Administrativa.

Há ainda chances para graduados em direito, contabilidade e Tecnologia da Informação.

Existe necessidade de contratação de servidores no TST?

Muita. Conforme alertou o próprio presidente do órgão, ministro Ives Gandra, no mínimo, são necessários de quatro a cinco servidores por gabinete. Atualmente, o órgão conta com 75 cargos vagos, que aumenta a cada dia com aposentadorias e falecimento. O concurso TST é altamente necessário.

A carreira proposta pelo concurso TST é interessante financeiramente?

Sim, conforme tabela acima, em quinze anos os servidores alcançam o topo da carreira. Nessa situação, a remuneração é de R$ 12 mil (técnico) e R$ 20 mil (analista).

Como funciona a estabilidade e qual benefício ela dá para o servidor?

Servidores públicos contratados por concurso no Brasil têm estabilidade: só podem ser demitidos após um processo disciplinar. Os servidores que entrarão no órgão através do concurso TST também são contemplados. O desligamento ocorre se for comprovada alguma infração grave, como abandonar o trabalho ou receber propina. O servidor tem direito a ampla defesa, a decisão é tomada por um comitê disciplinar e ao final do processo ele pode recorrer à Justiça.


Detalhes do concurso TST 2017:

  • Concurso: Tribunal Superior do Trabalho (Concurso TST)
  • Banca organizadora: FCC
  • Cargos: Analista; técnico
  • Escolaridade: Níveis médio e superior
  • Número de vagas: 52 + CR
  • Remuneração: R$ 8 mil Técnico e R$ 13 mil analista
  • Inscrições: Entre 17 de agosto e 22 de setembro de 2017
  • Taxa: R$ 120 (analista) ou R$ 80 (técnico)
  • Data da prova: 19 de novembro de 2017

Edital

Gostou desta oportunidade? Prepare-se com quem tem tradição de aprovação e mais de 27 anos de experiência em concursos públicos. Cursos online  com início imediato, visualizações ilimitadas e parcelamento em até 12x sem juros

Matricule-se!

 

Cheguei Lá

29 Comentários

29 Comentários

  1. Para Trás: Concursos Tribunais Regionais do Trabalho 2017: confira as oportunidades previstas!

  2. Para Trás: Edital TST 2017: Saiba TUDO sobre os cargos do próximo concurso!

  3. Para Trás: Concurso TST 2017 programa oferecer 270 vagas para analista judiciário! Inicial de R$ 12.346!

  4. Para Trás: Nova emenda constitucional formaliza TST como órgão do Judiciário!

  5. Para Trás: Concurso TST para nível médio e superior: Estabilidade garantida e até R$ 9 mil! Veja os detalhes!

  6. alex sandro alves miranda

    04/04/2017 17:57 em 17:57

    Excelente oportunidade!

  7. Victor Ramos

    04/04/2017 20:25 em 20:25

    O termo “redação”, proposto na descrição do cargo Técnico Judiciário – Área Administrativa,é referente à prova prática de digitação? Desde já, grato.

    • Kelly

      04/04/2017 21:20 em 21:20

      Victor, acredito que a prova de digitação (aplicada no último concurso) será substituída pela prova discursiva (redação).

  8. Rosa

    09/04/2017 13:29 em 13:29

    Pessoal, gostaria de saber se as vagas são apenas para o DF?

    • L

      10/04/2017 17:46 em 17:46

      Ta escrito “Os recém-concursados são lotados em Brasília/DF.”

  9. yara

    09/04/2017 19:48 em 19:48

    Falaram que é a FCC, mas ainda não dá para saber!

    • José da Silva Sauro

      04/05/2017 13:08 em 13:08

      É a Fcc

  10. Rita Luna

    14/05/2017 23:16 em 23:16

    As provas serão realizadas em todos os Estados brasileiros ou somente no DF?

    • Carlos

      01/08/2017 20:23 em 20:23

      As provas serão aplicadas somente no DF,mandei e-mail para o TST e foi essa a reposta.

  11. Carlos Henrique

    17/06/2017 14:44 em 14:44

    Uma boa oportunidade.

  12. ZAILER LELUIA RODRIGUES DOS SANTOS

    20/06/2017 04:22 em 04:22

    inclusive licenciatura plena,é obrigado ter o curso de licenciatura plena?

  13. Ivan Rodrigues

    22/06/2017 15:00 em 15:00

    Tinha que por em todas as capitais, so no Distrito Federal é complicado..

  14. Estéfane

    04/07/2017 19:25 em 19:25

    Alguma novidade sobre o edital?

  15. ramon

    12/07/2017 15:00 em 15:00

    Prepara-se com o Gran Curso
    e Além disso, com Preparo Concursos
    https://www.preparoconcursos.com.br/ 🙂

  16. Talita

    07/08/2017 16:51 em 16:51

    As vagas serão apenas para DF? Ou para outros estados?

  17. Para Trás: Edital TST 2017: Edital deverá sair nesta semana | Blog Gran Cursos Presencial

  18. renato

    09/08/2017 11:11 em 11:11

    sai hj ou não sai brasil kkkkkkkkkk

  19. Viviane

    09/08/2017 12:56 em 12:56

    Esse edital ta difícil de sair…

  20. lets

    09/08/2017 14:38 em 14:38

    Pois é, tanto estardalhaço, post no facebook mostrando assinatura da liberação para publicar, setor de comunicação do tribunal divulgando que sai hoje e até agora nada.
    Quantas pessoas já tiveram acesso a esse edital até agora?

    Tá pronto? Pode publicar? Publica! Não fica fazendo graça…
    Vamos evoluir, pokemons

  21. renato

    09/08/2017 19:11 em 19:11

    nao saiuuuuuuuuuuuuuu
    essa vida de concurseiro é só sofrimento até a aprovação kkkkkkkkkkkk

  22. Melissa

    10/08/2017 09:19 em 09:19

    E o edital verticalizado? Esperando pq o do Gran cursos é sempre o melhor!

  23. Fernanda

    10/08/2017 21:16 em 21:16

    redação para analista judciario-aera judiciária, vai ser questaoes ou discursiva?

  24. gideon

    11/08/2017 15:03 em 15:03

    NO ANEXO III
    PARÂMETROS DOS TESTES DE CAPACIDADE FÍSICA – TAF

    Gostaria de saber se teste físico é para todos os cargos ? teste físico para TST é brincadeira, kkkkkkkk pra que ? pra saber se a pessoa da conta de ir de um setor ao outro? ter de fazer abdominal e flexão !

    • Silvano

      15/08/2017 16:32 em 16:32

      Vai ler o edital, seu preguiçoso!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para o Topo