Lucas Gonçalves

A corrida presidencial e a catacrese

Na eleição presidencial deste ano, tem dado o que comentar a furiosa disputa pelo cargo mais alto do Brasil: o de Presidente da República. Brasileiros, estrangeiros, e, ainda, candidatos à presidência estão estarrecidos com a ação do cidadão que esfaqueou o presidenciável Jair Bolsonaro.

Mensurar a dor dos familiares desse candidato é impossível, uma vez que os caminhos do coração são praticamente insanos. Para nós – brasileiros –, essa facada não foi dada apenas na boca do estômago do candidato, mas também na boca do estômago da democracia do país.

Apesar da trágica situação vivida, eu vejo a necessidade de se entender qual o significado dessa expressão que tanto usamos nesses últimos dias: “boca do estômago”.

Em primeiro lugar, a expressão “boca do estômago” é uma catacrese. A catacrese é o nome que se dá para aquela metáfora que deixou de ser metáfora, ou seja, que perdeu seu sentido figurado. Costumo falar que, na falta de algo mais específico, usamos a catacrese.

Para que possamos entender melhor, vejamos alguns exemplos:

A “cabeça de alho” possui muitos “dentes”, mas você sabe qual é o nome da “cabeça de alho” ou do “dente de alho”? A verdade é que não há outro termo. Existem, ainda, aqueles que acham a panturrilha parecida com uma batata. Daí ela recebe o nome de “batata da perna”. Portanto, o que é a tal “boca do estômago”? É a região externa e anterior do corpo, correspondente à cárdia (Orifício superior do estômago, situado perto do coração e pelo qual o estômago se comunica com o esôfago). Parece-me mais fácil falar “boca do estômago”.

Por fim, devemos nos espelhar na perseverança de um povo que ainda acredita fielmente no amor e no respeito.

Um grande abraço!

Até o próximo post.


Lucas Gonçalves 

Graduado em Letras – Português pela Universidade Católica de Brasília – UCB. O professor Lucas Gonçalves ministra aulas de gramática aplicada a textos, desde 2009, em tradicionais cursos preparatórios para concursos no DF e em outros estados. Como também é autor de dois livros de questões comentadas.Com sua metodologia prática e dinâmica, tem guiado seus alunos à reflexão e ao desenvolvimento da argumentação lógica dos aspectos linguísticos da língua portuguesa, o que, segundo eles, torna o aprendizado fácil, simples e objetivo.


 

Prepare-se com quem tem tradição de aprovação e anos de experiência em concursos públicos. Cursos online com início imediato, visualizações ilimitadas e parcelamento em até 12x sem juros!

Para o Topo