Edital Ministério da Economia: 350 vagas para área da TI

Edital Ministério da Economia oferta 350 vagas e remuneração de R$ 8,3 mil

O edital do Ministério da Economia foi publicado no dia 21 de agosto e visa contratar por tempo determinado o quantitativo máximo de 350 profissionais para atuar em projetos de Transformação Digital e Serviços.

As provas objetivas da seleção foram aplicadas no último domingo, 11 de outubro. Ao todo, 3.082 candidatos se inscreveram para concorrer às 350 vagas.

Nesta segunda-feira (26/10), o resultado final das provas objetivas e a convocação para a prova de títulos, para a avaliação biopsicossocial dos candidatos que se declararam com deficiência e para o procedimento de heteroidentificação complementar à autodeclaração dos candidatos que se autodelararem negros foi publicado no Diário Oficial da União. Acesse o documento.

Confira ao longo desta matéria mais informações sobre o processo seletivo, para facilitar, navegue utilizando o índice abaixo:

Edital Ministério da Economia: situação atual

Retificação de Edital

Devido a erro no material foi retificado a alínea “h” do subitem 6.1. Os candidatos deverão submeter-se à identificação por parte da equipe Cebraspe, porém sem contato físico e sem manuseio dos documentos ou de qualquer objeto pessoal. Poderá ser solicitado ao candidato que ele abaixe a máscara, de modo a permitir a visualização do seu rosto, mantendo o distanciamento mínimo recomendado. Veja a nota na íntegra:

Para verificar, o candidato deverá acessar o site da banca organizadora, o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), por meio do link: http://www.cebraspe.org.br/concursos/me_20_pss. Veja aqui o edital publicado no DOU 

Retificação

Confira a retificação publicada no Diário Oficial da União do dia 24 de agosto de 2020:

Edital Ministério da Economia: retificado

Edital Ministério da Economia: retificado

Edital Ministério da Economia: remuneração e benefícios

Com jornada de trabalho de 40 horas semanais, os aprovados no Processo Seletivo do Ministério da Economia terão remuneração de R$ 8.300,00 e estarão subordinados às disposições da Lei n. 8.745/1993.

Edital Ministério da Economia: inscrições

Interessados em participar do processo seletivo puderam realizar as inscrições entre os dias 21 de agosto e 06 de setembro de 2020 por meio do endereço eletrônico: www.cebraspe.org.br/concursos/me_20_pss.

A taxa de inscrição custou R$ 60,00.

Edital Ministério da Economia: cargos e vagas

O processo seletivo oferta vagas para os seguintes cargos:

Perfil profissionalVagas para ampla concorrênciaVagas reservadas para candidatos com deficiênciaVagas reservadas para candidatos negros
Especialista em Análise de Processos de Negócios37310
Especialista em Ciências de Dados37310
Especialistas em Desenvolvimento de Software37310
Especialista em Experiência do Usuário (UX)37310
Especialista Gestão de Projetos37310
Especialista em Infraestrutura de Tecnologia da Informação (TI)37310
Especialista em Segurança da Informação e Proteção de Dados37310

Edital Ministério da Economia: requisitos

Especialista em Análise de Processos de Negócios: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior na área de Informática/Computação ou em administração ou de graduação em qualquer área de formação com pós-graduação em Informática em Computação, em Administração ou na área de análise de processos de negócios (mínimo de 360 horas), fornecido por instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), acrescido de experiência profissional superior a cinco anos em funções de Tecnologia da Informação ou relativas à especialidade do perfil; ou acrescido de título de mestrado ou doutorado em Informática, em Computação ou em Análise de Processos de Negócios.

Especialista em Ciência de Dados: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior na área de Informática/Computação ou em Estatística ou de graduação em qualquer área de formação com pós-graduação em Informática/Computação, em Estatística ou na área de Análise de Ciência de Dados (mínimo de 360 horas), fornecido por instituição reconhecida pelo MEC, acrescido de experiência profissional superior a cinco anos em funções de Tecnologia da Informação ou relativas à especialidade do perfil; ou acrescido de título de mestrado ou doutorado em Informática/Computação ou em Ciência de Dados.

Especialista em Desenvolvimento de Software: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior na área de Informática/Computação ou de graduação em qualquer área de formação com pós-graduação em Informática/Computação (mínimo de 360 horas), fornecido por instituição reconhecida pelo MEC, acrescido de experiência profissional superior a cinco anos em funções de Tecnologia da Informação; ou acrescido de título de mestrado ou doutorado na área.

Especialista em Experiência do Usuário (UX): diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição reconhecida pelo MEC, acrescido de experiência profissional superior a cinco anos na área de Experiência do Usuário (UX); ou acrescido de título de mestrado ou doutorado na área de Experiência do Usuário (UX).

Especialista em Gestão de Projetos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior na área de Informática/Computação ou em Adminsitração ou de graduação em qualquer área de formação com pós-graduação em Informática/Computação, em Administração ou na área de Gestão de Projetos (mínimo de 360 horas), fornecido por instituição reconhecida pelo MEC, acrescido de experiência profissional superior a cinco anos em funções de Tecnologia da Informação ou relativas à especialidade do perfil; ou acrescido de título de mestrado ou doutorado em Informática/Computação ou em Gestão de Projetos.

Especialista em Infraestrutura de Tecnologia da Informação TI: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior na área de Informática/Computação ou de graduação em qualquer área de formação com pós-graduação em Informática/Computação (mínimo de 360 horas), fornecido por instituição reconhecida pelo MEC, acrescido de experiência profissional superior a cinco anos em funções de Tecnologia da Informação; ou acrescido de título de mestrado ou doutorado na área.

Especialista em Segurança da Informação e Proteção de Dados: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior na área de Informática/Computação ou de graduação em qualquer área de formação com pós-graduação em Informática/Computação (mínimo de 360 horas), fornecido por instituição reconhecida pelo MEC, acrescido de experiência profissional superior a cinco anos em funções de Tecnologia da Informação; ou acrescido de título de mestrado ou doutorado na área.

Edital Ministério da Economia: etapas

Os candidatos serão avaliados por meio de duas etapas, são elas:

  • Provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Prova de títulos, de caráter classificatório.

Prova objetiva

A prova objetiva será aplicada no dia 11 de outubro de 2020 em Brasília/DF, Belém/PA, Florianópolis/SC, Recife/PE, Rio de Janeiro/RJ e São Paulo/SP. A avaliação terá 3h30 de duração.

Disciplinas

A prova objetiva versará sobre as disciplinas de:

  • Conhecimentos gerais (50)
    • Língua portuguesa
    • Língua inglesa
    • Raciocínio Lógico
  • Conhecimentos específicos (70)

Estrutura da prova objetiva

A prova objetiva contará com 120 itens para serem julgados como CERTO ou ERRADO e valerá 120,00 pontos.

Critérios de Avaliação das provas objetivas

Os candidatos que não se enquadrarem nos itens listados abaixo serão reprovados nas provas objetivas e eliminados do processo seletivo:

  • obtiverem nota inferior a 10,00 pontos na prova objetiva de Conhecimentos gerais P1;
  • obtiverem nota inferior a 21,00 pontos na prova objetiva de Conhecimentos específicos P2;
  • obtiverem nota inferior a 36,00 pontos no conjunto das provas objetivas.

Avaliação de Títulos

Os candidatos  também serão submetidos à prova de títulos. Esta prova valerá 10,00 pontos, ainda que a soma dos valores dos títulos enviados seja superior a esse valor. Confira abaixo os títulos que serão aceitos:

  • Diploma de curso de pós-graduação em nível de doutorado (título de doutor) no perfil profissional a que concorre, exceto o eventualmente utilizado como requisito para o perfil profissional pretendido. Também será aceito certificado/declaração de conclusão de curso de Doutorado, desde que acompanhado de histórico escolar. (2,40 pontos)
  • Diploma de curso de pós-graduação em nível de mestrado (título de mestre) no perfil profissional a que concorre, exceto o eventualmente utilizado como requisito para o perfil profissional pretendido. Também será aceito certificado/declaração de conclusão de curso de Mestrado, desde que acompanhado de histórico escolar. (1,20 ponto)
  • Certificado de curso de pós-graduação em nível de especialização, com carga horária mínima de 360 h/a no perfil profissional a que concorre, exceto o eventualmente utilizado como requisito para o perfil profissional pretendido. Também será aceita a declaração de conclusão de pós-graduação em nível de especialização, desde que acompanhada de histórico escolar. (0,60 ponto)
  • Aprovação em concurso público na Administração Pública ou em processo seletivo, na iniciativa privada, para empregos/cargos na área a que concorre. (0,20 pontos)
  • Exercício de atividade autônoma e(ou) profissional de nível superior na Administração Pública ou na iniciativa privada, em empregos/cargos/funções na área a que concorre, exceto a eventualmente utilizada como requisito para o perfil profissional. (0,60 p/ano completo, sem sobreposição de tempo)

Último concurso Ministério da Economia

Devido à sua recente criação, o Ministério da Economia ainda não publicou edital de concurso para pasta.

Mas os extintos ministérios da Fazenda, do Trabalho, do Desenvolvimento e Comércio Exterior e do Planejamento que agora compõem o Ministério da Economia realizaram concursos anteriormente.

Motivos para fazer o processo seletivo

  • O edital oferta 350 vagas;
  • A remuneração é atrativa;
  • Oportunidade de estar inserido no mercado de trabalho.

Curso Gratuito Imparável 2020

Você é imparável? Tem um sonho grande em mente que te motiva a seguir em frente em busca de uma vida melhor, mesmo com as dificuldades que aparecem no caminho (falta de tempo, desafios de conciliar a rotina, insegurança)? Se sim, então este curso é para você!

Organizamos de forma objetiva e prática em um só material algumas das principais disciplinas e conteúdos cobrados em concursos públicos para intensificar as suas chances de aprovação, tudo preparado por nossa equipe de colaboradores e professores especialistas no assunto. E o melhor: todo o conteúdo é totalmente gratuito! Mesmo se você ainda não começou a estudar, não deixe essa oportunidade passar. Nunca é tarde! Garanta a sua oportunidade no Curso Gratuito Imparável 2020!

Clique AQUI para se inscrever gratuitamente!

Resumo do Edital Ministério da Economia

Concurso Ministério da Economia (edital Ministério da Economia)
Banca organizadora Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos – Cebraspe
Cargos diversos
Escolaridade Nível superior
Carreiras Tecnologia da Informação
Lotação
Número de vagas 350 vagas
Remuneração R$ 8.300,00
Inscrições de 21/08/2020 a 06/09/2020 (prorrogadas)
Taxa de inscrição R$ 60,00
Data da prova objetiva 11/10/2020
Link do edital Clique AQUI para fazer o download do edital do processo seletivo do Ministério da Economia
Quer conquistar a sua aprovação no processo seletivo do Ministério da Economia?
Prepare-se com quem mais entende do assunto!
Comece a estudar no Gran Cursos
Lorena Martins
Lorena Martins
Equipe de Comunicação do Gran Cursos Online
1 comentário

1 Comentário

  1. SERGIO

    07/09/2020 02:12em02:12

    Cargos temporários,isso será a realidade se a pec das rachadinhas passar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer conquistar a sua aprovação no processo seletivo do Ministério da Economia?
Prepare-se com quem mais entende do assunto!
Comece a estudar no Gran Cursos
Para o Topo