Fonética e Fonologia; o que são?

Lucas Gonçalves


19 de Março de 2019 2 min. de leitura

Você perdeu a primeira edição do nosso programa Gramática Básica para concursos por algum motivo? Não se preocupe! Eu, professor Lucas Gonçalves, explicarei a seguir os principais tópicos sobre o assunto estudado na última terça-feira (12).

Fonética e fonologia são ramos complementares da linguística. O objetivo é investigar e estudar os sons das palavras. Enquanto a fonética se preocupa em estudar os sons das palavras em sua realização concreta, a fonologia, por sua vez, estuda os fonemas das palavras. Nossa aula baseou-se mais em uma análise dos fonemas neste primeiro momento; por isso, prestemos atenção ao que será dito.

Em primeiro lugar, lembre-se sempre: FONEMA = SOM. Ou seja, fonema é a representação sonora de uma letra ou de um conjunto de letras. A partir de agora, faremos a descrição fonética de algumas palavras para que possamos aprofundar o assunto.

Observe!

  • Problema = 8 letras / 8 fonemas (todas as letras foram pronunciadas).
  • Justo = 5 letras / 5 fonemas (todas as letras foram pronunciadas).
  • Reflexo = 7 letras / 8 fonemas (ocorre uma dispersão do som na letra ‘x’, pois apresenta som de ‘ks’)

Agora, precisamos compreender o significado de DÍGRAFO. É o encontro de duas letras que produzem um único som. Os dígrafos serão divididos entre vocálicos e consonantais. Analise!

➜ Dígrafo vocálico

As letras “m” e “n”, ocasionalmente, são usadas para indicar a nasalidade da vogal precedente. Nesse caso, essas letras não serão consideradas consoantes porque não emitem som. [vogal + m/n]

Veja!

  • Comprar = 7 letras / 6 fonemas (há um dígrafo vocálico)
  • Considerar = 10 letras / 9 fonemas (há um dígrafo vocálico)
  • Encontro = 8 letras / 6 fonemas (há dois dígrafos vocálicos)

 

➜ Dígrafo consonantal

As combinações (rr, ss, ch, nh, lh) serão sempre dígrafos consonantais, enquanto que as combinações (sc,xc, qu, gu) nem sempre serão dígrafos.

Veja!

  • Trabalho = 8 letras / 7 fonemas (há um único dígrafo consonantal).
  • Guerra = 6 letras / 4 fonemas (há dois dígrafos consonantais que são ‘gu’ e ‘rr’).
  • Exceção = 7 letras / 6 fonemas (há um dígrafo consonantal)
  • Exclamação = 10 letras / 10 fonemas (não há dígrafo; há apenas encontros consonantais)

Por fim, estudaremos os encontros consonantais e vocálicos. Iniciaremos pelo ENCONTRO CONSONANTAL que é o encontro de duas consoantes em que ambas serão pronunciadas.

➜ Encontro consonantal: duas consoantes juntas; ambas pronunciadas.

Veja!

  • Teste = 5 letras / 5 fonemas / 1 encontro consonantal
  • Prático = 7 letras / 7 fonemas / 1 encontro consonantal
  • Forte = 5 letras / 5 fonemas / 1 encontro consonantal

 

➜ Encontro vocálico: junção de uma vogal com outra vogal; ou de uma vogal com uma semivogal. (Este é o assunto mais abordado em concursos públicos; por isso, na próxima terça-feira (26), estudaremos com mais ênfase este assunto).

Para melhor exemplificar o que é o encontro vocálico, veja as palavras listadas a seguir!

  • Área = 4 letras / 4 fonemas / 1 encontro vocálico (há um ditongo crescente)
  • Saúde = 5 letras / 5 fonemas / 1 encontro vocálico (há um hiato)
  • Goiânia = 7 letras / 7 fonemas / 3 encontros vocálicos (há dois ditongos e um hiato)

Na próxima transmissão do programa, iremos abordar com bastante profundidade os encontros vocálicos, como também estudaremos as novas regras de acentuação gráfica.

Aconselho a você assistir a nossa primeira aula, caso ainda não o tenha feito. E a você que já viu, assista novamente; pois, assim, internalizará o assunto.

Até terça-feira!

 

 


Graduado em Letras – Português pela Universidade Católica de Brasília – UCB. O professor Lucas Gonçalves ministra aulas de gramática aplicada a textos, desde 2009, em tradicionais cursos preparatórios para concursos no DF e em outros estados. Como também é autor de dois livros de questões comentadas.Com sua metodologia prática e dinâmica, tem guiado seus alunos à reflexão e ao desenvolvimento da argumentação lógica dos aspectos linguísticos da língua portuguesa, o que, segundo eles, torna o aprendizado fácil, simples e objetivo.

 

 


 

Depoimentos relacionados

Qual é o seu grande objetivo de vida? Para Raul Marcelo da Silva o foco estava em ingressar na carreira…

Natural da cidade de Poço Verde/ SE, Aialla Suelem Andrade de Souza escolheu a carreira pública não só pela estabilidade…

Dedicando-se ao estudos por cerca de 3 anos, José Roberto Ferreira conquistou não apenas a aprovação no Concurso BRB para…

Ygor Bruno Silva é de Caruaru, cidade localizada no estado de Pernambuco, e foi aprovado, em 2º lugar, na Residência…

A estabilidade que a carreira pública proporciona foi o grande atrativo que Weberti Silva teve para começar a estudar para…

A estabilidade profissional e financeira foi o que levou Pedro J. a buscar com tanto afinco a carreira pública e…

O sonho de ser policial desde criança, fez com que Maria C. firmasse um compromisso de estudos diariamente desde 2018…

Em busca de estabilidade e para dar um futuro melhor para esposa e filha, Regis B. estudou bastante para ser…

Lucas Gonçalves

Professor do Gran Cursos Online - Graduado em Letras - Português pela Universidade Católica de Brasília

2


Tudo que sabemos sobre:

Gramática para concursos


Comentários (2)

Avatar Juliana 19 de Março de 2019

Excelente professor! Sempre aprendo muito com ele.

 Responder

Avatar Fátima Durand 23 de Outubro de 2020

Eu amei demais ouvir este excelente professor. Nunca ouvi outro igual! na verdade ele é proeminente!
Obrigada Professor Lucas Gonsalves! Tua maneira de ministrar a aula me deixou êxtase!

 Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *