CACD 2020: conte conosco a partir de agora!

Nós brasileiros temos a mania de deixar tudo para a última hora. Isso é bom! Mas para quem não deixa, evidentemente, e concorre com candidatos que deixam! Quem quer ser diplomata não pode se planejar apenas para o curto prazo. Até porque a trajetória da carreira é longa, como já afirmei em artigos anteriores. Mas nosso tema de hoje é o Concurso de Admissão à Carreira Diplomática (CACD) 2020, mesmo ainda distante da publicação do edital de abertura do certame. Parece que está longe, porém o tempo passa muito mais rapidamente do que podemos imaginar. Saiba aproveitar cada dia de sua nova preparação. Lembre-se de que quase todas (ou todas) as regras do último CACD serão repetidas na próxima edição.

Nesse contexto, lançaremos em breve uma série de artigos que ajudarão os candidatos ao CACD 2020 a se planejarem adequadamente a partir de agora. Nossos professores do time de preparação para o CACD do Gran Cursos Online (www.grancursosonline.com.br/concurso/diplomata-cacd), assim como outros convidados que reforçarão a equipe, darão preciosas dicas para o adequado aproveitamento de seu tempo.

Enquanto você não recebe esse “guia de estudos” dividido em capítulos publicados neste nosso blog, sugiro pensar em seu plano geral de estudos. O que é isso? É a divisão adequada de seu tempo de acordo com suas necessidades. Preparação para concurso depende não apenas de dedicação, mas de esforço organizado e focado. Como dizem os economistas ao recomendar o modo de aplicar dinheiro entre as opções de investimento: não coloque todos os ovos em uma mesma cesta. O muito que eventualmente você saiba de Geografia não vai te ajudar a compensar uma nota baixa em História do Brasil, por exemplo.

Defina sua estratégia. Não estude aleatoriamente, sem saber a razão de uma leitura. Tive um amigo que estudava absurdamente e não trabalhava (sua profissão era ser CACDista). Nunca foi aprovado, pois lhe faltava foco. Na cabeça dele, um diplomata precisava ser culto e, por isso, lia muito sobre filosofia, artes e ciência política. Não tinha um cronograma de preparação, não seguia uma ordem de tratamento dos temas. Isso ocorria especialmente no momento em que era reprovado em um exame e pensava na edição do ano seguinte. Achava que 365 dias seriam suficientes para abraçar o mundo. Frustração previsível.

Mas e quem trabalha e tem pouca disponibilidade de tempo para estudar? Isso não inviabiliza a preparação, só aumenta a necessidade de planejamento. Costuma-se dizer, e acredito ser verdade, que quanto menos tempo se tem, mais tempo se arruma para novas atividades. Prova disso são as mães que trabalham, cuidam de casa, dos filhos, estudam e ainda conseguem frequentar academia, sair com amigas etc. Quem não conhece alguém assim?

Outra boa analogia é a do início de uma atividade física. Quando estamos fora de forma, qualquer caminhada leve de 20 minutos nos apresenta considerável dificuldade. Basta manter o ritmo de exercícios por uma ou duas semanas e já é possível correr diariamente, sem preguiça e mais: o próprio corpo passa a sentir necessidade daquele movimento rotineiro.

Para os que ainda não passaram por isso e vão iniciar agora sua preparação para o CACD, saibam que é exatamente assim que funciona. No começo, ao tomar conhecimento do programa de cada uma das oito disciplinas, parece que nunca será possível dar conta de estudar tudo como se deve. Mas esse concurso é como uma melancia, não se pode comer toda de uma vez só; é necessário fatiá-la e ir digerindo os pedaços em vários dias.

Sugiro, assim, que divida o tempo que você tem de agora até meados do ano, quando provavelmente será publicado o edital do CACD 2020, e pense em estudar os temas das matérias aos poucos, com calma, mas com previsibilidade. Comece devagar e vá acelerando o ritmo de preparação. Procure não dedicar muitas horas de leitura nos primeiros dias, pois se cansará com mais facilidade. É preciso preparar o organismo para uma carga horária mais intensa.

Converse com quem já passou e você ouvirá que na medida em que começar a estudar com maior vigor, sentirá mais ânimo para acelerar e perceberá que sua meta de tornar-se diplomata estará cada dia mais próxima. De repente, verá que o ano passará bem depressa, mas seu preparo intelectual e psicológico o permitirá fazer parte do grupo que realmente disputará as vagas oferecidas. E logo, tenho certeza, chamarei você de colega!

Quer conquistar a sua aprovação em concursos públicos?
Prepare-se com quem mais entende do assunto!
COMECE A ESTUDAR NO GRAN

Notícias Relacionadas

Jean Marcel
Jean Marcel
Coordenador-científico do projeto Gran Diplomata, Primeiro-Secretário e Chefe da Divisão de Operações de Promoção Comercial (MRE).
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer conquistar a sua aprovação em concursos públicos?
Prepare-se com quem mais entende do assunto!
COMECE A ESTUDAR NO GRAN
Assinatura Ilimitada
Para o Topo