Como estudar farmacologia? Veja 5 dicas valiosas

Avatar


05/02/2021 | 13:42 Atualizado há 556 dias

Você já se sentiu perdido em meio a tanto conteúdo de farmacologia, sem saber exatamente por onde começar e como estudar? Leia o artigo até o fim que vamos te dar cinco dicas de como melhorar seus estudos de farmacologia!

Não há como negar que a farmacologia é uma das disciplinas que mais “assombram” os estudantes da área da saúde.  A grande extensão do conteúdo, as centenas de termos específicos, os milhares de mecanismos de ação, acabam tornando a disciplina um “gigante indestrutível” aos olhos dos concurseiros. No entanto, o uso de técnicas assertivas e maneiras adequadas de estudo otimizam o aprendizado e tornam o processo mais dinâmico.  Quer aprender todas as dicas? Então, vamos lá!

 

  1. Conheça sua banca

 

O primeiro passo para você, concurseiro, é conhecer o estilo de questões da sua banca, o que costuma cair de farmacologia, como cobram, qual porcentagem de questões. Como descobrir tudo isso? Analise as provas anteriores, faça um “raio x” das questões, anote os assuntos e crie uma lista de prioridades.  Avalie a forma como a banca estrutura as questões… a banca cobra mais mecanismo de ação? Sempre tem uma questão de interação medicamentosa e farmacocinética? Abordam classes mais conhecidas ou temas mais específicos?

Com essa análise você conseguirá direcionar seus estudos de forma eficiente e não perderá tempo estudando assuntos que não costumam cair nas provas, foque em ter uma boa base nos assuntos que mais caem.

 

  1. Domine os assuntos básicos

Para construir um grande edifício, é necessário investir tempo e recursos na fundação e, só após isso, cada andar vai sendo adicionado.  Na construção do conhecimento não é diferente, ter uma boa base dos princípios da farmacologia  é essencial  para que você vá escalonando o conhecimento. Dominar farmacocinética e farmacodinâmica facilitará o aprendizado de temas mais específicos e complexos no futuro, pois trazem conceitos essenciais a todo o estudo de farmacologia. Portanto, invista um bom tempo no estudo desses temas.

 

  1. Utilize ferramentas para memória visual

Sabe-se que a memória visual é uma excelente aliada dos concurseiros. Para consolidar o conhecimento e ajudar na memorização, solte a criatividade e construa mnemônicos, fichas e tabelas, faça associações. As tabelas são uma excelente forma de memorizar as classes terapêuticas e seus representantes, construa uma tabela para cada classe farmacológica, coloque colunas para: representantes, mecanismo de ação, interações com outros fármacos/alimentos e eventos adversos específicos. Assim, você compila as principais informações de cada classe, isso facilita o aprendizado e as revisões futuras.

 

  1. Resolva questões

Um atleta, por exemplo um nadador, precisa de treinamento físico, musculação e aeróbico, para ganhar condicionamento, mas se ele não nadar, não irá aprimorar suas habilidades no esporte. Da mesma forma é com o concurseiro, você precisa estudar a teoria para ampliar o seu conhecimento, mas para treinar para o dia da prova é preciso resolver MUITAS questões! Ao final de cada sessão de estudos, resolva questões do tema. Um dica valiosa é: ao resolver questões objetivas, comente cada item, o porquê de estar certo ou errado cada um, assim você fixa o conhecimento.

 

  1. Revise sempre

Farmacologia é uma disciplina rica em muitos detalhes e possui um grande volume de informações a serem memorizadas, por isso, revise sempre! Se você negligenciar esse ponto, toda matéria que você gastou horas estudando irá evaporar com o passar do tempo e na hora da prova você terá a sensação que já viu o assunto mas não lembra… Revisões periódicas são essenciais para o processo de aprendizado, você pode intercalar a revisão do material que você produziu (tabelas, fichas e mnemônicos)  com resolução de questões.

 

Por fim, estude com motivação, certamente o conhecimento de farmacologia irá te colocar na frente de muitos candidatos, otimize seu tempo de estudos com as dicas dadas acima e foque na sua aprovação!

Bons estudos!

 

Avatar

Farmacêutica, Especialista em Farmacologia, Professora Universitária e Analista da Fundação Hemocentro de Brasília.
0

0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.