Concurso CRF MA será retomado após previsão orçamentária

Concurso CRF MA: Decisão de suspensão do certame foi tomada em sessão ordinária e publicada no Diário Oficial da União

Atenção, concurseiro! Publicado no Diário Oficial da União (10/02) nova decisão do Conselho Regional de Farmácia do Estado do Maranhão (concurso CRF MA): suspenso concurso público para o provimento de cargos efetivos e cadastro de reserva, regido pelo Edital nº 01/2019, publicado em 12 de dezembro de 2019. Em sessão ordinária o plenário do conselho levou em consideração os seguintes critérios para tomar essa decisão:

  • “… as impugnações ao edital promovidas por outros conselhos profissionais do Estado do Maranhão, aduzindo a identidade de atribuições”.
  • “… a determinação da Lei de Responsabilidade Fiscal (LC 101/00), prevista no art. 21, Parágrafo único, que é nulo de pleno direito o ato de que resulte aumento de despesa com pessoal expedido nos 180 (cento e oitenta) dias anteriores ao final do mandato do titular do respectivo Poder ou órgão referido no art. 20”.
  • “… a inexistência de previsão orçamentária para o custeio, no ano de 2020, de mais 8 (oito) servidores”.

O CRF do Maranhão publicou ainda que o certame será retomado assim que for regularizada a previsão orçamentária.

Navegue pela matéria utilizando o índice abaixo:

 

Situação atual

CRF Maranhense publica no Diário Oficial da União (10/02/2020) suspensão do concurso público. Confira a publicação:

Concurso CRF MA: Suspenso!

Concurso CRF MA: Suspenso!

O edital havia sido publicado no dia 12 de dezembro de 2019 para o preenchimento de vagas para cargos de nível superior. O novo edital previa contemplar as áreas: administrativa, tecnologia e farmácia.

Em 4 de novembro de 2019 foi divulgado o extrato do contrato entre a Fundação Sousândrade e o concurso CRF MA. Confira a publicação que traz o valor do contrato  de R$27.803,24, que formaliza a contratação da empresa.

 

A autorização do novo concurso CRF MA foi divulgado no dia 8/10/2019, com a publicação no Diário Oficial da União.

 

Concurso CRF MA: carreira

Requisitos

Confira abaixo os requisitos exigidos para investiduras nos cargos ofertados:

Analista Administrativo: Graduação de Bacharelado em qualquer área.

Analista Administrativo – Contábil:Graduação de Nível Superior em Contabilidade ou em Economia ou em Administração.

Analista Administrativo – Recursos Humanos: Graduação de Nível Superior em Psicologia ou Graduação em Administração com especialização na área de gestão de pessoas com carga horária mínima de 360h ou Graduação em Gestão de Recursos Humanos com especialização na área de gestão de pessoas com carga horária mínima de 360h.

Analista de Tecnologia: Graduação de Nível Superior em Análises de Sistemas ou Ciências da Computação ou Tecnologia em Processamento de Dados ou Engenharia da Computação e Sistemas da Informação.

Consultor de Licitações e Contratos: Graduação de Bacharelado em qualquer área e Curso de Pregoeiro.

Contador: Graduação em Contabilidade

Farmacêutico Consultor: Graduação de Nível Superior em Farmácia.

Farmacêutico Fiscal: Graduação de Nível Superior em Farmácia e CNH categoria “b”.

Atribuições

Abaixo pode-se conferir as atividades que cada cargo desenvolve no novo concurso CRF MA. Veja as atribuições das vagas ofertadas.

  • Analista Administrativo:Planeja, organiza, controla e assessora as organizações nas áreas de recursos humanos, patrimônio, materiais, processos, informações financeiras, tecnológicas, entre outras; implementam programas e projetos; elaboram planejamento organizacional; promovem estudos de racionalização e controlam o desempenho organizacional. Executam análises administrativas da organizações e pessoas.
  • Analista Administrativo – Contábil: Analisa e estabelece o estudo de todo patrimônio da organização, orienta e executa atividades relativas a análises, classificações e conciliações contábeis e financeiras para gerar o processo de pagamento e recebimento, interpretar todos os dados obtendo o valor econômico da instituição, obter informações aos dirigentes da empresa que auxiliam na tomada de decisão, acompanhar os processos relacionados aos pagamentos e recebimentos de empresa para manutenção, preparar balanços e balancetes, elaborar relatórios de contabilidade fazendo a análise vertical e horizontal de despesas e contas patrimoniais relacionadas ao ativo imobilizado, atender auditoria interna e externa, preparar documentação e relatórios auxiliares e disponibilizar documentos com controle, analisar e conciliar as contas patrimoniais e de resultado do balanço, garantindo a veracidade das informações, sob supervisão visando atender solicitações de órgãos fiscalizadores e reguladores.
  • Analista Administrativo – Recursos Humanos:  Graduação de Nível Superior em Psicologia ou Graduação em Administração com especialização na área de gestão de pessoas com carga horária mínima de 360h ou Graduação em Gestão de Recursos Humanos com especialização na área de gestão de pessoas com carga horária mínima de 360h.
  • Analista de Tecnologia: Desenvolver e implantar sistemas informatizados, dimensionando requisitos e funcionalidades do sistema, especificando sua arquitetura, escolhendo ferramentas de desenvolvimento, especificando programas, codificando aplicativos. Administrar o ambiente informatizado, prestando suporte técnico. Estabelecer padrões, coordenar projetos e oferecer soluções para ambientes informatizados. Pesquisar tecnologias em informação. Definir infraestrutura de hardware, software e rede, e implantar sistemas. Identificar e corrigir as falhas no sistema. Executar outras atribuições afins.
  • Consultor de Licitações e Contratos: Elabora edital de licitações e contratos; esclarece dúvidas do Pregoeiro, do Presidente da Comissão Especial de Licitações e do Leiloeiro quanto à legislação relacionada às compras públicas, especialmente sobre as Leis 8.666/93 e 10.520/02, assim como outros atos legislativos relacionados ao certame ou consulta; atua como Pregoeiro ou membro de equipe de apoio em sessões públicas de licitação; participa das sessões públicas de licitação; efetua atendimento ao público interno e externo, fornecendo informações e esclarecendo dúvidas sobre licitações; elabora a motivação quando houver inexigibilidade ou dispensa de processo licitatório e todas as atividades referentes à área.
  • Contador: Legaliza empresas, elaborando contrato social/estatuto e notificando encerramento junto aos órgãos competentes, administram os tributos da empresa, registram atos e fatos contábeis, controlam o ativo permanente, gerenciam custos, administram o departamento pessoal quando necessário, preparam obrigações acessórias, tais como: declarações acessórias ao fisco, órgãos competentes e contribuintes e administra o registro dos livros nos órgãos apropriados, elaboram demonstrações contábeis, prestam consultoria e informações gerenciais, realizam auditoria interna e externa, atendem solicitações de órgãos fiscalizadores e realizam perícia.
  • Farmacêutico Consultor: Atende usuários e presta informações sobre assuntos de sua área; relata e avalia resultados das ações desenvolvidas; desenvolve atividades em equipe; participa do desenvolvimento de projetos e estrutura dados para análise; participa de reuniões internas e externas; participa de eventos representando o Órgão; propõe melhorias para o funcionamento da sua área de trabalho; elabora materiais técnicos, ofícios e respostas a questionamentos recebidos pela instituição; emite pareceres, realiza estudos e elabora relatórios técnicos; analisa materiais e dá pareceres sobre assuntos relativos à sua área de atuação; apresenta propostas de melhorias na qualificação profissional do farmacêutico; atua em questões éticas que se fizerem necessárias.
  • Farmacêutico Fiscal: Atende e orienta profissionais e empresas quanto aos procedimentos, a legislação farmacêutica e aos trâmites administrativos relativos à atividade farmacêutica; fiscaliza o exercício da profissão de farmacêutico e os estabelecimentos farmacêuticos de acordo com a legislação vigente, fazendo cumprir os preceitos legais e éticos pertinentes, bem como os demais estabelecimentos correlatos. Faz cumprir as deliberações, determinações e portarias, normas e instruções da Diretoria; atua em análise processual e cadastral; constata o ilícito disciplinar; lavra os documentos fiscais pertinentes; verifica as condições do exercício profissional do farmacêutico; orienta os profissionais quanto à legislação vigente; orienta os usuários quanto ao trâmites internos; elabora relatórios e planilhas; solicita apoio das autoridades sanitárias e policiais, se necessário; participa de eventos quando delegado pela Diretoria; informa e dá encaminhamento às denúncias das quais tenha conhecimento; emite pareceres, realiza estudos e elabora relatórios técnicos e demais que se fizerem necessários.

Etapas de prova

O novo concurso CRF MA seria dividido em 2 (duas) etapas, sendo composta de prova objetiva e avaliação de títulos para todos os cargos.

Prova Objetiva

A prova objetiva estava prevista para ser aplicada no dia 17 de maio de 2020 e seria de caráter eliminatório e classificatório, com questões de múltipla escolha com 5 (cinco) opções de resposta.

Os candidatos fariam prova de conhecimentos gerais e específicos para todos os cargos. Confira abaixo:

Conhecimentos gerais

  • Língua Portuguesa
  • Noções de Informática

Conhecimentos específicos

  • Analista Administrativo – Funções administrativas: planejamento, organização, liderança, execução e controle. Teorias da Administração. Visão das principais áreas funcionais de uma organização: marketing, finanças, recursos humanos e produção. Negociação. Processo decisório. Estrutura e processos organizacionais. Planejamento Estratégico. Gestão de Projetos. Tecnologia e inovação. Processos relacionados à Gestão de Pessoas: recrutamento e seleção, desenho, descrição e análise de cargos. Avaliação de desempenho. Treinamento e desenvolvimento. Gestão de conflitos. Qualidade de vida no trabalho. Sistemas de informação em recursos humanos. Administração de recursos materiais e patrimoniais: padronização, normalização, classificação e inspeção de materiais. Compras: especificações, seleção de fornecedores e análise de valor. Gestão de estoques. Logística. Administração de sistemas de informação: tipos e usos de informação, tratamento das informações, conceitos e propriedades dos sistemas de informação, tipos de sistemas de informação, custos e benefícios de um sistema de informações. Administração Pública: princípios da Administração Pública, administração direta, administração indireta, concessão e permissão de serviços públicos. Lei de Responsabilidade Fiscal. Contratos administrativos. Ato administrativo: conceito, requisitos, atributos, classificação, espécies, invalidação, anulação e revogação. Orçamento Público: princípios orçamentários, receita pública, despesa pública. Licitação: conceito, princípios, modalidades; dispensa e inexigibilidade; procedimento, anulação e revogação. Controle na Administração Pública.
  • Analista Administrativo – Contábil – Estrutura conceitual da Contabilidade: objetivos e características qualitativas da informação contábil; postulados, princípios e convenções contábeis. Normas Brasileiras de Contabilidade. Ativo: reconhecimento e mensuração. Passivo: reconhecimento e mensuração. Despesas, Receitas, Perdas e Ganhos: reconhecimento e mensuração. Configuração dos diferentes estados patrimoniais. Função e funcionamento das contas. Método das partidas dobradas. Escrituração contábil. Livros obrigatórios e auxiliares. Estudo do Capital Social: formação, aumento e outros eventos; formação e contabilização de reservas. Ajustes de avaliação patrimonial. Operações envolvendo ingressos e dispêndios de disponibilidades. Estoques e seus métodos de apuração. Desconto de duplicatas, aplicações financeiras, apropriação de encargos e de receitas e despesas financeiras. Constituição e Contabilização de Provisões. Custos: terminologia contábil. Classificação. Custeio direto e custeio por absorção. Custos fixos e variáveis. Custos na avaliação de estoques. Alocação de custos com departamentalização. Sistemas de custeio por processo e por ordem. Custeio baseado em atividades (ABC). Análise das demonstrações contábeis: composição e estrutura das demonstrações contábeis; objetivos e critérios da análise das demonstrações contábeis; análise horizontal e vertical; análise por indicadores (liquidez, endividamento e rentabilidade); alavancagem operacional e financeira e taxas de retorno; análise do capital de giro; ciclo operacional; elaboração e análise de fluxos de caixa. Métodos para reconhecimento e mensuração de participações societárias. Conceitos e principais tributos diretos e indiretos. Incidência dos tributos diretos e indiretos na formação do preço de venda dos bens e na apuração dos resultados. Normas gerais aplicáveis aos tributos. Contabilidade Pública: Legislação básica (Lei n° 4.320/1964); Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas ao Setor Público; registro de atos e fatos nos subsistemas contábeis orçamentário, patrimonial, de custos, de compensação; Princípios de Contabilidade sob a Perspectiva do Setor Público; composição do Patrimônio Público e as
    variações patrimoniais quantitativas e qualitativas; Balanço Orçamentário; Balanço Financeiro; Balanço Patrimonial; Demonstração das Variações Patrimoniais; Demonstração dos Fluxos de Caixa; Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido; Notas Explicativas; Avaliação e Mensuração de Ativos e Passivos em Entidades do Setor Público. Orçamento Público: Princípios Orçamentários; orçamento na Constituição Brasileira; receitas e despesas públicas; classificação orçamentária das despesas e receitas conforme o Manual Técnico Orçamentário
  • Analista Administrativo – Recursos Humanos – Organizar e atualizar os dados de funcionários; Atendimento aos funcionários; Controle das chamadas dos candidatos de Processos Seletivos Públicos; Procedimentos para admissões e desligamentos de pessoal; Contrato de Trabalho: registro do empregado, documentos admissionais, anotações na CTPS, recolhimento de documentos, controles e registros obrigatórios, alterações no contrato, bem como a interrupção e a suspensão do mesmo; Controlar e gerar relatórios de cartão‐ ponto de todos os funcionários e estagiários, repassando a situação dos mesmos aos superiores; Gerenciar o planejamento de férias, atualizando o cronograma das mesmas; Orientar, encaminhar e monitorar os funcionários que se encontram em auxílio doença, acidente de trabalho e licença maternidade; Controle e atualização do PCS e benefícios; Controle do PPRA, LTCAT, PPP e PCMSO; Controle disciplinar dos funcionários referentes às advertências (verbais e escritas), suspensões, bem como as devidas anotações; Manter atualizados os controles de cobrança de convênios e impostos; Apoiar o setor financeiro nas questões referentes à folha de pagamento e encargos. Rotinas de folha de pagamento: preparação e manutenção; Cadastros de tabelas, funcionários, horários e diversos parâmetros; Cálculos de: folha de pagamento, 13º salário 1ª e 2ª parcela, férias, rescisão; Relatórios necessários para folha de pagamento, controles e documentos emitidos pela folha; Encargos Sociais: INSS, FGTS, imposto de renda, contribuição sindical e assistencial, CAGED; Confecção de relatórios anuais: RAIS, DIRF, informe de rendimentos; Realizar atividades relacionadas ao E-Social; Fechamento mensal da folha de pagamento e encargos sociais; Gerar e enviar arquivo de pagamento dos funcionários; Manutenção, controle e distribuição dos benefícios; Controle dos pagamentos dos estagiários junto à agência de estágio; Executar outras tarefas semelhantes em complexidade e natureza às anteriormente descritas, por necessidades de trabalho e/ou por solicitação superior; Deverá ter disponibilidade para viagens.
  • Analista de Tecnologia – Componentes e arquiteturas de sistemas computacionais: hardware e software. Representação de dados e sistemas numéricos. Processamento paralelo e distribuído. Fundamentos de sistemas operacionais. Gerenciamento de processos, memórias e sistemas de entrada e saída. Sistemas Windows XP e superiores. Sistemas baseado no kernel do Linux. Virtualização. Algoritmos e pseudocódigos; Programação Estruturada e Orientada a Objetos; Operadores e Estruturas de controle de fluxo; Tipos de dados primitivos e estruturados; Procedimentos e Funções; Estrutura de dados: listas, pilhas, filas, árvores, arquivos e registros; Métodos de ordenação, pesquisa e hashing; Conceitos de orientação a objetos: classes, objetos, métodos, mensagens, sobrecarga, herança, polimorfismo, interfaces e pacotes, tratamento de exceção; Tradução, análise léxica, sintática, semântica, montagem, compilação, ligação e interpretação e interoperabilidade entre sistemas; Desenvolvimento Web: Conceitos básicos e aplicações. HTML, CSS, JavaScript, JQuery, Ajax, JSON, XML, REST, SOAP, UDDI, WSDL. Linguagens C, Java, PHP e Python. Arquiteturas: cliente-servidor, MVC, Web Services e microsserviços; Desenvolvimento para dispositivos móveis nas Plataformas iOS e Android: Conceitos, IDEs, Android SDK, iOS SDK; Aplicativo nativo, híbrido e para web; PlayStore e Apple Store; Banco de dados: Fundamentos, Modelo Relacional: Conceitos, Relações, Domínios, Atributos, Tuplas, Restrições e seus tipos, Integridade, Integridade Referencial e Chaves Primárias e Estrangeiras; SQL: Padrão SQL ISO/IEC 9075:2008. Implementações Oracle Database Server, Postgree SQL Server e MySQL Server. Linguagens de definição (DDL), manipulação (DML) de dados em SGBDs relacionais. Conceito de transação. Objetos de Bancos de Dados: tabelas, triggers, índices, views, constraints, sequences, procedures, packages, functions, synonyms, types e Jobs. Engenharia de Software: Conceitos Básicos. Ciclo de vida do Software. Padrões de Projetos. Análise e Projeto orientado a objetos com UML: diagramas, notações, metodologia para utilização e ferramentas. Metodologias ágeis: Scrum e XP. Testes de Software: TDD, refatoração, tipos e estratégias de testes. Versionamento de software: Subversion e Git. Desenvolvimento ágil: Gerenciamento de dependências: Maven. Deploy automatizado e Integração Contínua: Conceitos e aplicações: Jenkins. Redes de computadores: Fundamentos, meios físicos de transmissão; elementos de interconexão de redes de computadores (gateways, switches e roteadores); estações e servidores; redes LAN, WAN e Wireless; arquitetura, protocolos e serviços de redes de comunicação; arquitetura TCP/IP; conceitos de Internet e Intranet. Segurança da informação: políticas, técnicas e ferramentas. Criptografia, Certificação Digital: Noções sobre certificação digital e sua utilização; ICP-Brasil. Malwares: tipos, segurança e prevenções. Invasão e outras ameaças. Gestão de mudanças, Vulnerabilidade, risco e ameaça. Política de segurança da informação. Backup, RAID, SAN, NAS, Fibre Channel, FCP, CIFS e NFS. Ética profissional.
  • Consultor de Licitações e Contratos – Comissões de licitação: forma de designação, composição, duração, atribuições e responsabilidades. Pregoeiro e equipe de apoio. Condução de pregão na forma eletrônica e na forma presencial. Bens e serviços comuns e serviços comuns de engenharia que podem ser realizados por pregão. Fases do processo licitatório; pesquisa de mercado e pesquisa de preços; termo de referência, projeto básico e projeto executivo. Procedimentos da Comissão/Pregoeiro e equipe nas Licitações. Necessidade da existência de recursos orçamentários e financeiros. Modalidades de licitação e fracionamento de despesas. Definição do objeto: direcionamento lícito e ilícito; cuidados na definição do objeto. Dispensas e inexigibilidades: situações possíveis; formalização do processo. Elaboração de atos convocatórios; editais e convites. Recursos, prazos e procedimentos. Processo de habilitação dos licitantes. Sistema de Cadastramento de Fornecedores – SICAF. Sistema de Registro de Preços – SRP; Ata de Registro de Preços; órgão gerenciador e órgão participante. Pregão Presencial e Eletrônico: responsabilidades do pregoeiro; procedimentos da sessão pública presencial e eletrônica; pedidos de esclarecimentos e prazos de interposição de recursos. Alterações inseridas nas contratações pela Lei Complementar nº 123/2006. Fiscalização e gestão de contratos administrativos: noções básicas sobre contratos administrativos, cláusulas obrigatórias; garantia contratual; alterações contratuais (termos aditivos e apostilamentos); acréscimos e supressões alterações quantitativas e qualitativas ; recebimentos do objeto e pagamentos em contratos; acompanhamento, controle, fiscalização e gestão da execução contratual; aditivos contratuais e seus limites; direitos e obrigações do contratado; excludentes de responsabilidade do contratado; ocorrências contratuais (faltas, falhas e irregularidades) e seus tratamentos. Sanções, suas modalidades e aplicação. Declaração de inidoneidade e abrangência da suspensão do direito de licitar. Lei n° 8.666/1993 (e alterações posteriores), que institui normas para licitações e contratos da Administração Pública. Lei n° 11.707/2005 (e alterações posteriores), que dispõe sobre normas gerais de contratação de consórcios públicos. Noções de convênios, contratos de repasse e noções da Lei n° 9.790/1999 (e alterações posteriores), que institui e disciplina o Termo de Parceria. Lei n 10.520/2002, que institui a modalidade de licitação denominada pregão, para aquisição de bens e serviços comuns. Decreto n° 7.892/2013, que regulamenta o Sistema de Registro de Preços. Decreto n° 10.024/2019, que regulamenta a licitação, na modalidade pregão, na forma eletrônica, para a aquisição de bens e a contratação de serviços comuns, incluídos os serviços comuns de engenharia, e dispõe sobre o uso da dispensa eletrônica. Jurisprudências, decisões e acórdãos do Tribunal de Contas da União.
  • Contador – Elaboração de Planejamento Orçamentário – Proposta Orçamentária; Acompanhamento mensal do orçamento; Análise e elaboração de reformulações orçamentárias ou transposições; Elaboração e análise mensal do balancete; Controlar a situação orçamentária, financeira e patrimonial; Elaboração junto a outros setores de prestação de contas anual ao CFF e TCU;Alimentar e manter atualizado o Portal Transparência; Emissão de empenhos, pré‐ empenhos, liquidação e pagamentos; Lançamentos de receitas e despesas em sistema específico; Elaboração de prestação de contas mensal; Controle de impostos; Envio de Declaração Mensal de ISSQN e DCTF à Receita Federal; Elaboração anual da DIRF; Elaboração e envio de informações ao E-Social; Envio de declarações aos órgãos competentes; Confecção de pareceres e esclarecimentos para a diretoria; Conciliação bancária; Conferência de balanços; Realização de cálculos de atualizaçãode valores para processos judiciais; Contabilizar as operações financeiras em sistema específico; Registrar as operações bancárias em sistema específico; Analisar documentos referentes à restituição de valores de pagamento indevido. Analisar os cálculos aplicados ao pagamento de sucumbências relativas aos honorários advocatícios; Realizar fechamento movimentação de cobrança e contabilizar as receitas recebidas; Promover a conferência e controle dos suprimentos de fundos; Fechamento de Balanços; Acompanhamento e controle da Dívida Ativa; Acompanhar a gestão dos recursos públicos; Exercer demais atividades reconhecidas como do profissional de Ciências Contábeis.
  • Farmacêutico Consultor – Central de Abastecimento Farmacêutico: organização de almoxarifados, avaliação da área física e condições adequadas de armazenamento. Controle de estoques de medicamentos e material de consumo. Padronização dos itens de consumo; sistema de compra; sistema de dispensação de medicamentos e materiais de consumo; sistema de distribuição de medicamentos. Comissão de Farmácia e Terapêutica. Farmácia hospitalar: estrutura, conceito, objetivos, manipulação de fórmulas oficiais e magistrais, controle de qualidade, métodos de esterilização; Misturas intravenosas, nutrição parenteral. Controle de qualidade dos produtos farmacêuticos – métodos físicos, químicos, físico-químicos, biológicos e microbiológicos. Farmacoepidemiologia. Farmacologia clínica e terapêutica; vias de administração, absorção, metabolismo, biotransformação e eliminação. Farmacodependência e Farmacovigilância. Serviços/centros de informação de medicamentos. Participação do Farmacêutico dentro da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar. Legislação Farmacêutica: Portarias MS 3.916, de 30/10/1998; 2.616, de 12/05/1998; 344, 12/05/1998; Lei 6.360, de 23/09/1976; Código de Ética Farmacêutica (Resolução CFF 596, de 21/02/2014); Resoluções do CFF 579, 26/07/2013; 300, de 30/01/1997; 308, de 02/05/1997. Organização dos serviços de saúde no Brasil. Organização e princípios do SUS, Constituição Federal artigos 196 a 200. Pesquisa e desenvolvimento de produtos farmacêuticos.
  • Farmacêutico Fiscal – Leis Federais: nº 3.820/1960; nº 5.991/1973; nº 6.360/1976; nº 6.480/77; nº 6.839/1980; nº 8.078/1990 e alterações (artigos 6º, 31, 37 e 39); nº 9.120/1995; nº 9.294/1996 e alterações; nº 9.677/1998; nº 9.695/1998; nº 9.787/1999 e alterações; nº 10.357/2001; nº 10.406/2002; Código Civil (artigos 927 a 951); nº 11.343/2006 e alterações (Título IV, Capítulos I e II); nº 11.903/2009 e alterações; nº 13.021/2014; Lei nº 9.965/2000, Lei nº 13.043/2014 e Lei nº 13.410/2016. Decreto-Lei: nº 2.848/1940 Código Penal e alterações (artigos 273 a 280 e 282 a 285). Decretos Federais: nº 20.377/1931; nº 20.931/1932; nº 74.170/1974 e alterações; nº 85.878/1981; nº 3.181/1999; nº 8.077/2013. 3 Medida Provisória: nº 2.190-34/2001, artigo 11. Portarias do Ministério da Saúde: nº 344/1998 e alterações; nº 802/1998 e alterações; nº 06/1999 e alterações; nº 4.283/2010. Portaria Conjunta SVS/MS nº 01/2013. 6 Resoluções e Instruções Normativas da Anvisa: RDC nº 220/2004; RDC nº 50/2002 e alterações; RDC nº 53/2007; RDC nº 199/2006 e alterações; RDC nº 44/2009 e alterações; IN nº 09/2009; RDC nº 17/2013 (Concessão e Alteração – AFE e AE); RDC nº 17/2012; RDC nº 96/2008 e alterações; RDC nº 320/2002; RDC nº 17/2010 e alterações; RDC nº 306/2004; RDC nº 302/2005 e alterações; RDC nº 80/2006; RDC nº 204/2006 e alterações; RDC nº 16/2007 e alterações; RDC nº 17/2007 e alterações; RDC nº 25/2007; RDC nº 58/2007 e alterações; RDC nº 67/2007 e alterações; RDC nº 52/2009 e alterações; RDC nº 20/2011 e alterações; RDC nº 10/2011; RDC nº 11/2011; RDC nº 47/2013; RDC nº 48/2013; RDC nº 07/2015; RDC nº 157/2017; RDC nº 16/2014 (Capítulos III, IV e V); RDC nº 22/2014; RDC nº 50/2014 e alterações; RDC nº 58/2014; RDC nº 98/2016; IN nº 11/2016; RDC nº 63/2009; RDC nº 220/2004; RDC nº 16/2013; RDC nº 185/2001 e alterações; RDC nº 11/2012; RDC nº 39/2013 e alterações, RDC nº 275/2019, RDC nº 300/2019, RDC nº 304/2019, RDC nº 319/2019. Noções sobre o Sistema Único de Saúde – SUS (Lei nº 8.080/1990 e alterações). Resoluções do Conselho Federal de Farmácia: nº 288/1996 e alteração pela nº 565/2012; nº 292/1996; nº 296/1996; nº 349/2000; nº 354/2000; nº 357/2001 e alterações pela 416/2004 e 597/2014; nº 361/2000; nº 365/2001 e alteração pela nº 515/2009; nº 387/2002 e alteração pela 584/2013; nº 406/2003; nº 415/2004; nº 433/2005; nº 486/2008; nº 437/2005; nº 442/2006, nº 448/2006; nº 463/2007; nº 467/2007; nº 470/2008; nº 477/2008; nº 481/2008; nº 492/2008 e alteração pela nº 568/2012; nº 499/2008 e alteração pela nº 505/2009 e nº 602/2014; nº 500/2009; nº 504/2009; nº 509/2009; nº 516/2009; nº 520/2009; nº 530/2010; nº 538/2010; nº 539/2010; nº 542/2011 e alterações pela nº 545/2011 e nº 571/2013; nº 549/2011; nº 555/2011; nº 566/2012; nº 570/2013; nº 576/2013; nº 578/2013; nº 579/2013 nº585/2013; nº 586/2013; nº 596/2014; nº612/2015; nº 616/2015 e alteração pela nº 645/2017; nº 617/2015; nº 618/2015 nº 619/2015; nº 623/2016 e alterações pela no 641/2017; nº 624/2016 e alterações pela no 666/2018; nº 625/2016; nº 626/2016; nº 635/2016; nº 648/2017, nº 654/2018 nº 656/2018, nº 658/2019, nº 661/2018, nº 672/2019 nº 673/2018. Atualidades na área de saúde (políticas de saúde, política de medicamentos, assistência e atenção farmacêutica e farmacovigilância. Conteúdo de Análises Clinicas).

Avaliação de títulos

A prova de títulos teria unicamente caráter classificatório e consistiria na análise de documentação que comprovasse a titulação. Os candidatos que fossem participar do concurso CRF MA seriam convocados por meio de Edital.

Concurso CRF MA: Remuneração e Benefícios

As remunerações das carreiras do Conselho Regional de Farmácia variam de acordo com os cargos ofertados. Confira abaixo a remuneração para cada carreira ofertada no novo edital.

  • Analista Administrativo – R$ 2.508,00 40h semanais
  • Analista Administrativo – R$ 2.508,00 40h semanais
  • Analista Administrativo – R$ 2.508,00 40h semanais
  • Analista de Tecnologia – R$ 2.508,00 40h semanais
  • Consultor de Licitações e Contratos – R$ 2.700,00 40h semanais
  • Contador  – R$ 3.457,00 40h semanais
  • Farmacêutico Consultor – R$ 4.800,00 40h semanais
  • Farmacêutico Fiscal – R$ 5.287,00 40h semanais

Além dos vencimentos básicos os servidores também podem contar com os benefícios de Gratificação de Função e Assistência Médica.

Concurso CRF MA: Cargos e Vagas

O concurso CRF MA ofertará 8 vagas de preenchimento imediato mais 31 vagas para formação de cadastro de reserva. Todos os cargos ofertados no concurso CRF MA  são de escolaridade de nível superior.

Confira a tabela abaixo dos cargos e quantidade de vagas ofertadas

CargoQuantidade de vagas
Analista Administrativo (Balsas)3 vagas
Analista Administrativo
(Imperatriz)
4 vagas
Analista Administrativo (São Luís)7 vagas
Analista Administrativo Contábil (São Luís)4 vagas
Analista Administrativo - Recursos Humanos3 vagas
Analista de Tecnologia
(São Luís)
3 vagas
Consultor de Licitações e
Contratos
(São Luís)
4 vagas
Contador (São Luís)1 vaga
Farmacêutico Consultor
(São Luís)
3 vagas
Farmacêutico Fiscal
8 vagas

Concurso CRF MA: Último Concurso

No edital de 2014, organizado pelo Instituto Ludus, foram contempladas, em sua maioria, vagas para nível médio e nível fundamental. A exceção foi o cargo de Farmacêutico Fiscal, que também será contemplado no edital eminente. Naquele concurso, a remuneração inicial para o esse cargo em questão foi de R$ 4.419,91.

No concurso anterior, o foram oferecidas vagas para os cargos de Auxiliar Administrativo, Assistente Administrativo – Geral, Assistente Administrativo – Tecnologia da Informação, Assistente Administrativo – Telefonista e Farmacêutico Fiscal.

Para o cargo de Farmacêutico Fiscal, além do cargo superior em farmácia e o registro regular no CRF, era requisito para o cargo a CNH B definitiva. As provas objetivas foram compostas de 50 questões de múltipla escolha, além da prova de títulos. O valor das inscrições a época foi de R$ 70.

Disciplinas cobradas

  • Língua Portuguesa
  • Conhecimento Específicos relativos à área
  • Noções Direito Administrativo
  • Código de ética farmacêutico
  • Direito Civil
  • Noções de Auditoria
  • Noções de Informática
  • Legislação Geral e Específica

Clique aqui e confira mais informações

Resumo do Concurso CRF MA

Concurso Conselho Regional de Farmácia do Estado do Maranhão (concurso CRF MA)
Banca organizadora Fundação Sousândrade
Cargos Farmacêutico Fiscal, Farmacêutico Consultor, Consultor de Licitações e Contratos, Contador,

Analista Administrativo – Recursos Humanos, Analista Administrativo – Contábil,

Analista de Tecnologia, Analista Administrativo

Escolaridade  Nível Superior
Carreiras Administrativa, Tecnologia
Lotação Maranhão
Número de vagas 8 vagas + 31 de cadastro de reserva
Remuneração R$ 2.508,00 até R$ 5.287,00
Situação Suspenso
Edital Clique aqui e confira e o último edital
Priscila Almeida
Equipe de Comunicação do Gran Cursos Online

Principais de Maranhão

Principais de Saúde

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para o Topo