Concurso FUNAI: solicitado certame com provimento de 826 vagas

Concurso FUNAI: novo certame da Fundação Nacional do Índio tem previsão para o primeiro semestre de 2021

A Fundação Nacional do Índio protocolou, junto ao Ministério da Justiça e Segurança PúblicaMJSP,  pedido de autorização para realização do concurso FUNAI com provimento de 826 vagas em diversos cargos e níveis. O órgão possui déficit de servidores e, atualmente, trabalha com menos da metade do quadro efetivo de pessoal, apresentando cerca de 2.000 cargos vagos.

De acordo com a Fundação Nacional do Índio, a solicitação foi embasada em Informação Técnica elaborada por um grupo de trabalho da Diretoria de Administração e Gestão da Funai. Caso seja autorizado, o concurso tem previsão de acontecer no primeiro semestre de 2021. As vagas serão distribuídas entre as unidades descentralizadas, o Museu do Índio, as Frentes de Proteção Etnoambiental e a sede da FUNAI.

Veja abaixo o menu com informações sobre o edital FUNAI:

Concurso FUNAI: Situação atual

O pedido do concurso FUNAI foi realizado no dia 29 de abril e continua sob análise do MJSP. A solicitação da Fundação Nacional do Índio visa o  provimento de 826 vagas em diversos cargos e níveis. As vagas solicitadas são para os cargos de:

Nível Superior

  • Administrador,
  • Antropólogo,
  • Arquiteto,
  • Arquivista,
  • Assistente Social,
  • Bibliotecário,
  • Contador,
  • Economista,
  • Engenheiro,
  • Engenheiro Agrônomo,
  • Engenheiro Florestal,
  • Estatístico,
  • Geógrafo,
  • Indigenista Especializado,
  • Médico Veterinário,
  • Pesquisador,
  • Psicólogo,
  • Sociólogo,
  • Técnico em Assuntos Educacionais,
  • Técnico em Comunicação Social e
  • Zootecnista.

Nível Médio

  • Agente em Indigenismo.

A Fundação Nacional do Índio possui déficit de servidores e, atualmente, trabalha com menos da metade do quadro efetivo de pessoal, apresentando cerca de 2.000 cargos vagos. Caso o concurso FUNAI seja autorizado, o certame tem previsão de acontecer no primeiro semestre de 2021. As vagas serão distribuídas entre as unidades descentralizadas, o Museu do Índio, as Frentes de Proteção Etnoambiental e a sede da FUNAI.

Existe uma orientação do Ministério da Justiça e Segurança Pública para que todos os órgãos e entidades apresentem propostas visando o fortalecimento da capacidade institucional de cada um eles, entre elas, a solicitação de autorização, que deverá ser encaminhada ao Ministério da Economia, para a realização de concurso público.

Em relação a última solicitação do concurso FUNAI, a Secretaria de Gestão e Desempenho de Pessoal do Ministério da Economia informou que as atuais diretrizes do Poder Executivo Federal apontavam a impossibilidade de autorização de novos concursos públicos em face da situação fiscal do País, limitando a atuação da Administração em ações que acarretassem impactos orçamentários e financeiros de longo prazo, especialmente aquelas despesas relativas a custeio de pessoal.

O Quadro de Pessoal da Fundação Nacional do ÍndioFUNAI, tem o seguinte dispositivo – Lei nº 11.907, de 2 de fevereiro de 2009:

Art. 1o-B.  Ficam criados, no Quadro de Pessoal da Fundação Nacional do Índio – FUNAI, os seguintes cargos integrantes do PGPE:

I – 600 (seiscentos) cargos de Indigenista Especializado;

II – 1.800 (mil e oitocentos) cargos de Agente em Indigenismo; e

III – 700 (setecentos) cargos de Auxiliar em Indigenismo.”

Ao todo, são 3.100 cargos específicos para a atividades indigenistas.

Em dezembro de 2019, a FUNAI contava com 1.761 servidores, fechando o mês de março de 2020 com 1.701 servidores, onde se computam não só aqueles voltados para a atividade indigenistas, que seriam 3.100, mas, também, aqueles que ocupam outros cargos nas atividades-fim e atividades-meio. Confira:

Concurso FUNAI: Quadro de Fundação Nacional do índio

Concurso FUNAI - Fundação Nacional do Índio 2017Concurso FUNAI: Quadro de Fundação Nacional do índio 2018Concurso FUNAI: Quadro de Fundação Nacional do índio 2019

Concurso FUNAI: Percepção das contínuas perdas em pessoal da Fundação Nacional do Índio desde o ano 2013

Concurso FUNAI: Quadro de Fundação Nacional do índio - perda desde 2013

 

Concurso FUNAI: crescente diminuição da quantidade de servidores da FUNAI

Concurso FUNAI - Fundação Nacional do índio tem crescente perda de servidores

Em 2015, o Relatório de Levantamento no Acórdão nº 2626/2015 – TCUPlenário no Processo nº TC 008.223/2015-7, do Tribunal de Contas da União, chegou a consignar o seguinte sobre a situação de pessoal da FUNAI:

” F17 – Potencial redução do quadro de servidores em razão de aposentadorias (64% de servidores com idade acima de 51 anos; 20% com abono de permanência) sem existência de concursos regulares;

 F33 – Alta taxa de evasão dos servidores, especialmente os recém ingressados.

  1. O quadro demonstra que, atualmente, 1.465 (64%) do total de servidores da Funai encontram-se com idade superior a cinquenta anos e 473 (20,66%) estão recebendo o abono de permanência, ou seja, é um grupo que deverá se aposentar em breve. Apenas 8,3% dos servidores possuem idade igual ou inferior a trinta anos.
  2. Os dados revelam os efeitos da baixa frequência de realização de concursos públicos num período de trinta anos, especialmente durante a década de noventa até 2004. O envelhecimento do quadro implica redução significativa da capacidade operacional da Funai, indicando o curso de um processo de enfraquecimento institucional.
  3. A carência quantitativa e qualitativa de pessoal é um problema crônico na Fundação e, há muito, vem sendo encarado internamente como a principal fraqueza da instituição. Cumpre destacar que a própria Funai já reconhecia em 2004 que ‘o problema principal da Fundação consiste na ausência de reposição de mão-de-obra para assistir os povos indígenas’ (trecho do relatório de auditoria operacional TC 011.202/2002, que tratou de avaliar o desempenho da entidade na implementação do Programa de Etnodesenvolvimento).
  4. O envelhecimento do quadro sem reposição tempestiva, resulta, além de perda da capacidade operacional, uma perda de conhecimento técnico que se agrava pela já mencionada ausência de política interna de qualificação e atualização dos servidores. Mencionou-se como fator que compromete a atratividade e a retenção de pessoal a inexistência de um plano de carreira específico, com progressão funcional associada à qualificação dos servidores.”

As informações referente ao concurso FUNAI foram com base no contato realizado entre a equipe de comunicação do Gran Cursos Online e a Assessoria de Comunicação da Fundação Nacional do Índio:

Concurso FUNAI - Fundação Nacional do índio

Concurso FUNAI: Remuneração e benefícios

A remuneração inicial para os futuros aprovados no Concurso FUNAI é de :

  • Nível MédioR$5.349,07.
  • Nível SuperiorR$6.420,87.

De acordo com Edital FUNAI 2016, o certame previsa o provimento para os cargos de Contador, Engenheiro Agrônomo, Engenheiro Agrimensor, Engenheiro Civil e Indigenista Especializado. Veja as remunerações:

  • Contador – R$ 5.345,02.
  • Engenheiro Agrônomo – R$ 6.330,31.
  • Engenheiro Agrimensor – R$ 6.330,31.
  • Engenheiro Civil – R$ 6.330,31.
  • Indigenista Especializado – R$ 5.345,02.

Confira quadros de remunerações:

Nível Superior – Quadro de Pessoal da FUNAI 

Concurso Fundação Nacional do Índio: nível superior!

Nível intermediário – Quadro de Pessoal da FUNAI 

Concurso Fundação Nacional do Índio: nível intermediário!

Concurso FUNAI: Cargos e vagas

A solicitação da Fundação Nacional do Índio visa o  provimento de 826 vagas em diversos cargos e níveis. As vagas solicitadas são para os cargos de:

Nível Superior

  • Administrador,
  • Antropólogo,
  • Arquiteto,
  • Arquivista,
  • Assistente Social,
  • Bibliotecário,
  • Contador,
  • Economista,
  • Engenheiro,
  • Engenheiro Agrônomo,
  • Engenheiro Florestal,
  • Estatístico,
  • Geógrafo,
  • Indigenista Especializado,
  • Médico Veterinário,
  • Pesquisador,
  • Psicólogo,
  • Sociólogo,
  • Técnico em Assuntos Educacionais,
  • Técnico em Comunicação Social e
  • Zootecnista.

Nível Médio

  • Agente em Indigenismo.

Atribuições Concurso FUNAI

  • NÍVEL MÉDIO

CARGO: AGENTE EM INDIGENISMO

DESCRIÇÃO SUMÁRIA: Atribuições voltadas ao planejamento, organização, execução, avaliação e apoio técnico e administrativo especializado a atividades inerentes ao indigenismo.

ATRIBUIÇÕES DO CARGO:

  • Atribuições voltadas ao planejamento, organização, execução, avaliação; apoio técnico e administrativo especializado a atividades inerentes ao indigenismo;
  • Execução de atividades de coleta, seleção e tratamento de dados e informações especializadas;
  • Orientação e controle de processos voltados à proteção e à defesa dos povos indígenas;
  • Acompanhamento e fiscalização das ações desenvolvidas em terras indígenas ou que afetem direta ou indiretamente os índios e suas comunidades, bem como atividades administrativas e logísticas, de nível intermediário, inerentes às competências institucionais e legais de seu órgão de lotação.

 

  • NÍVEL SUPERIOR

CARGO: INDIGENISTA ESPECIALIZADO

DESCRIÇÃO SUMÁRIA: Atribuições voltadas às atividades especializadas de promoção e defesa dos direitos assegurados pela legislação brasileira às populações indígenas, a sua proteção e melhoria de sua qualidade de vida.

ATRIBUIÇÕES DO CARGO:

  • Atribuições voltadas às atividades especializadas de promoção e defesa dos direitos assegurados pela legislação brasileira às populações indígenas, a sua proteção e melhoria de sua qualidade de vida;
  • Realização de estudos voltados à demarcação, regularização fundiária e proteção de suas terras;
  • Regulação e gestão do acesso e do uso sustentável das terras indígenas;
  • Formulação, articulação, coordenação e implementação de políticas dirigidas aos índios e suas comunidades;
  • Planejamento, organização, execução e avaliação de atividades inerentes à proteção territorial, ambiental, cultural e dos direitos indígenas;
  • Acompanhamento e fiscalização das ações desenvolvidas em terras indígenas ou que afetem direta ou indiretamente os índios e suas comunidades; estudos e pesquisas; bem como atividades administrativas e logísticas, de nível superior, inerentes às competências institucionais de seu órgão ou entidade de lotação.

Concurso FUNAI: Último concurso

Na última seleção do concurso Funai foram oferecidas 220 vagas para o quadro de pessoal, sendo 12 reservadas para candidatos com deficiência e 44 para negros.

De acordo com o Edital FUNAI as oportunidades foram para os seguintes cargos:

  • Contador  – 06 vagas;
  • Engenheiro Agrônomo  – 05 vagas;
  • Engenheiro na área de Agrimensura – 04 vagas;
  • Engenheiro Civil – 03 vagas; e
  • Indigenista Especializado – 202 vagas.

O salário inicial para as funções de engenheiro foi de R$ 6.330,31. Para os outros cargos o valor foi de R$ 5.345,02.

Os candidatos foram avaliados por meio de prova composta por questões de múltipla escolha nas áreas de conhecimentos, comum para todos os cargos, e conhecimentos específicos.

Concurso Funai

Para ser considerado aprovado no certame foi necessário obter, no mínimo, 50% da pontuação em cada uma das áreas, e 60% no total dos pontos.

Concurso FUNAI: Nomeações

Em 2017, a Fundação Nacional do Índio recebeu autorização do ainda então Ministério do Planejamento, atualmente, chamado de Ministério da Economia, para nomear 213 candidatos aprovados no concurso FUNAI realizado em 2016. A informação foi publicada no Diário Oficial da União do dia 13 e novembro de 2017. Segundo a portaria nº 365, a FUNAI pode contratar 02 engenheiros agrônomos, 03 engenheiros civis ou de agrimensura, 06 contadores e 202 indigenistas especializados.

Concurso Funai

 

Concurso FUNAI: Materiais gratuitos

Confira as videoaulas gratuitas do Gran Cursos Online e prepare-se para o certame da FUNAI:

 

Concurso FUNAI: Motivos para fazer o concurso

A Fundação Nacional do Índio visa a realização do concurso FUNAI com provimento de 826 vagas em diversos cargos e níveis. O órgão possui déficit de servidores e, atualmente, trabalha com menos da metade do quadro efetivo de pessoal, apresentando cerca de 2.000 cargos vagos. Ou seja, são muitas oportunidade para níveis médio e superior. E as remunerações são:

  • Nível MédioR$5.349,07.
  • Nível SuperiorR$6.420,87.

Concurso FUNAI: Depoimentos de aprovados

Conheça a história de Alessandro Moletta de Freitas. Ele foi aprovado no concurso da Funai para o cargo de Indigenista:

Veja também como foi a preparação da aprovada Tatiana Silva Hiramatsu. Ela conquistou a vaga de Indigenista Especializado:

Resumo do Edital FUNAI

Concurso Fundação Nacional do Índio (concurso FUNAI)
Banca organizadora A definir
Cargos Diversos
Escolaridade Níveis Médio e Superior
Carreiras Diversas
Lotação Nacional
Número de vagas 826 vagas (previstas)
Remuneração de R$ 5.349,07 a R$ 06.430,87
Situação Solicitado
Link do edital FUNAI Clique AQUI para fazer o download do último edital FUNAI
Quer conquistar a sua aprovação em concursos públicos?
Prepare-se com quem mais entende do assunto!
Comece a estudar no Gran Cursos
Priscila Almeida
Equipe de Comunicação do Gran Cursos Online

Principais de Funai

3 Comentários

3 Comentários

  1. Luiz Carlos

    23/11/2016 15:18em15:18

    Bom dia! Estou tentando consultar minha prova, mas o link oferecido do site da ESAF não contém informações, tampouco a página de acompanhamento. Será que esqueceram de divulgar?

    • Maria Costa

      26/12/2016 15:04em15:04

      A prova discursiva tem que ser cancelada porque existe ILEGALIDADE, PROVAS TINHAM O NOME DO CANDIDATO, PROVA DE CONCURSO PRECISA SER SIGILOSA, NAO HOUVE LISURA NO CERTAME A PROVA INDIGENISTA DA FUNAI. CANCELAMENTO DA 2a. FASE JÁ. VAMOS RECORRER JÁ!Responder

  2. Maria Costa

    26/12/2016 15:00em15:00

    A prova discursiva tem que ser cancelada porque existe ILEGALIDADE, PROVAS TINHAM O NOME DO CANDIDATO, PROVA DE CONCURSO PRECISA SER SIGILOSA, NAO HOUVE LISURA NO CERTAME A PROVA INDIGENISTA DA FUNAI. CANCELAMENTO DA 2a. FASE JÁ. VAMOS RECORRER JÁ!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer conquistar a sua aprovação em concursos públicos?
Prepare-se com quem mais entende do assunto!
Comece a estudar no Gran Cursos
Para o Topo