Concurso TRE AL: sem previsão de novo edital; 15 cargos estão vagos! VEJA!

TSE autorizou o provimento de 5 vagas para concurso TRE AL, porém o Tribunal sinalizou que não possui orçamento; 12 cargos estão vagos. Veja aqui mais informações!

Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (Concurso TRE AL) liberou nota em uma rede social afirmando que mesmo com autorização do Tribunal Superior Eleitoral – TSE não há previsão para realização de um novo certame.

A nota ainda estabeleceu que os cargos vagos serão preenchidos por meio de concurso de remoção e, em seguida, poderá haver provimento de cargos dos candidatos que foram aprovados no último concurso da Justiça Federal.

Em janeiro de 2020, o TSE autorizou o provimento de cinco vagas para os cargos de Analista e Técnico Judiciário, sendo quatro (4) para o cargo de Técnico Judiciário e uma (1) para Analista Judiciário. A autorização veio por meio da portaria n.º 33, de 16 de janeiro de 2020. Atualmente, 12 cargos estão vagos.

Para saber todas as informações do concurso TRE AL navegue pelo índice disponibilizado abaixo:

Concurso TRE AL: situação atual

De acordo com o Presidente do TRE AL, Pedro Augusto, a falta de orçamento é o principal entrave para a realização de uma nova seleção “Entre muitos fatores, a falta de orçamento é o que inviabiliza a realização de um certame público, pelo menos nos próximos meses. A carência de servidores realmente existe, mas estamos impossibilitados, diante deste cenário, de resolver esse problema”, ressaltou Pedro Augusto.

A Portaria do TSE prevê o provimento de cinco vagas. Porém, o quantitativo de cargos vagos é superior, atualmente, o Tribunal possui 15 cargos efetivos vagos, sendo 2 do cargo de Analista Judiciário da Área Judiciária, 13 do cargo de Técnico Judiciário e 1 da área Administrativa com Especialidade em Segurança Judiciária e 1 da área de Apoio Especializado com Especialidade em Enfermagem. Os dados são do portal da transparência e referentes ao mês de abril.

O órgão realizou seu último certame em 2009 e o prazo de validade da seleção já expirou.

Concurso TRE AL: remuneração e benefícios

Conforme o documento da estrutura remuneratória, publicado no portal da transparência, a remuneração atual para Analista Judiciário é de R$ 12.455,30; já para o cargo de Técnico Judiciário o vencimento é de 7.591,37. Esses valores são referentes ao salário básico e a Gratificação de Atividade Judiciária – GAJ.

Benefícios: 

  • Auxílio-Alimentação: R$ 910,08;
  • Assistência pré-escolar: R$ 719,62;
  • Auxílio-Transporte; e
  • Assistência médica e odontológica: R$ 215.

Concurso TRE AL: cargos e atribuições

Atribuições

Analista Judiciário – Área Judiciária: executar atividades privativas de bacharel em Direito, relacionadas com processamento de feitos e apoio a julgamentos.

Analista Judiciário – Área Administrativa: executar atividades de nível superior, relacionadas com as funções de administração de recursos humanos, administração de recursos materiais e patrimoniais, orçamentários e financeiros, de controle interno, bem como as de desenvolvimento organizacional e de suporte técnico e administrativo às unidades organizacionais.

Analista Judiciário – Área Administrativa – Especialidade Contabilidade: executar atividades de nível superior, relacionadas com análise contábil e auditoria.

Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Engenharia Civil: executar atividades de nível superior relacionadas com projetos de edificação, reforma e manutenção de prédios e edifícios; executar atividades para proteção do trabalhador no que se refere à questão de segurança, inclusive higiene do trabalho, e demais atividades previstas na Resolução TSE n.º 20.761, de 19 de dezembro de 2000, e na Resolução n.º 359 do Conselho Federal de Engenharia, Arquitetura e Agronomia, de 31 de julho de 1991.

Técnico Judiciário – Área Administrativa: executar atividades de nível médio, relacionadas com as funções de administração de recursos humanos, materiais e patrimoniais, orçamentários e financeiros, controle interno, bem como as de desenvolvimento organizacional e suporte técnico e administrativo às unidades organizacionais.

Requisitos

Analista Judiciário – Área Judiciária: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior de bacharelado em Direito, fornecido por Instituição de Ensino Superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Analista Judiciário – Área Administrativa: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por Instituição de Ensino Superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Analista Judiciário – Área Administrativa – Especialidade Contabilidade: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Ciências Contábeis, fornecido por Instituição de Ensino Superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) e registro no Conselho Regional da categoria.

Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Engenharia Civil: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Engenharia Civil, fornecido por Instituição de Ensino Superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) e registro no Conselho Regional da categoria.

Técnico Judiciário – Área Administrativa: Certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio, expedido por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação, ou curso equivalente.

Concurso TRE AL: último concurso

No último que foi realizado em 2009 foram ofertadas três vagas, além de formação de cadastro reserva para as carreiras de Analista e Técnico Judiciário.

Para Analista Judiciário as vagas foram nas áreas judiciárias, administrativa e apoio especializado com especialidade em engenharia civil, uma disponível para cada cargo. O cargo exige conclusão de curso de nível superior.

Para o cargo de técnico, foram ofertadas vagas para formação de cadastro de reserva na área administrativa e exigia dos candidatos diplomas de conclusão de ensino médio.

Concurso TRE AL: etapas

Prova objetiva

Todas as provas para analista judiciário foram compostas por 20 questões de conhecimentos básicos e 50 de específicos, além da avaliação discursiva (redação). Já a prova para técnico judiciário na área administrativa foi planejada apenas com 70 questões de conhecimentos básicos e específicos.

Concurso TRE AL

A prova de Conhecimentos Básicos para analista cobrou os conteúdos de Português e Noções de Informática, e em Conhecimentos Específicos cada cargo contou com um conteúdo programático.

Para técnico a prova de Conhecimentos Básicos caíram conteúdos de Português, Noções de Informática e Noções de Arquivologia, já em Conhecimentos Específicos foi cobrado Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Eleitoral, Noções de Direito Administrativo, Normas Aplicáveis aos Servidores Públicos Federais, Regimento Interno do TRE– AL e Noções de Administração Pública.

Concurso TRE AL: critérios para aprovação

Para se classificar, os candidatos precisaram obter pelo menos 50% de acertos nas questões de conhecimentos básicos e 50% em conhecimentos específicos. Aqueles que realizaram a redação tinham que tirar pelo menos 5 pontos, considerando que a prova discursiva valia 10.

Prova discursiva

Já a etapa de prova discursiva foi aplicada para todos os candidatos dos cargos de Analista Judiciário – Área Judiciária, Analista Judiciário – Área Administrativa, Analista Judiciário – Área Administrativa – Especialidade Contabilidade e Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Engenharia Civil.

Nomeações

O edital ofertou três vagas imediatas e outras para formação de cadastro de reserva. No total, no foram nomeados 36 candidatos aprovados. Veja logo abaixo a distribuição de forma detalhada:

  • Analista judiciário – área judiciária: 10 nomeados para ampla concorrência e 1 nomeado para vaga de Pessoas com Deficiência – PCD;
  • Analista judiciários – área Administrativa: 2 nomeados para vagas de ampla concorrência;
  • Analista judiciário – especialidade contabilidade: 3 nomeados para vagas de ampla concorrência;
  • Analista judiciário – especialidade Engenheiro Civil: 1 nomeado para vagas de ampla concorrência; e
  • Técnico Judiciário – área Administrativa: 18 nomeados para vagas de ampla concorrência e 1 nomeado para vaga destinada para Pessoas com Deficiência – PCD.

Resumo do concurso TRE AL

Concurso Tribunal Regional Eleitoral do Alagoas (concurso TRE AL)
Banca organizadora a definir
Cargos Analista e técnico
Escolaridade nível médio e superior
Carreiras
Lotação Estado de Alagoas
Número de vagas a definir
Remuneração de R$ 7.591,37 a R$ 12.455,30
Situação Previsto
Previsão para publicação do edital 2020
Link do último edital

Jaqueliny Botelho
Jaqueliny Botelho
Equipe de Comunicação do Gran Cursos Online

Principais de Alagoas

1 comentário

1 Comentário

  1. Leila Cláudia Martins de Mello

    17/11/2019 09:59em09:59

    Bom dia, já tem algum material para o concurso previsto do TRE/AL?

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para o Topo