Concurso TRE MS: Portaria TSE prevê provimento de cargos!

A Portaria de n.º 33 prevê o provimento de 9 vagas para os cargos de Técnico e Analista Judiciário. Veja aqui mais informações sobre o certame!

O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (Concurso TRE MS) não publica edital desde 2012. No dia 21 de janeiro de 2020, foi publicada, no Diário Oficial da União-DOU, a Portaria de n.º 33 de autoria do Tribunal Superior Eleitoral – TSE. 

O documento altera a Portaria publicada em 2019  e autoriza o provimento de 9 vagas destinadas aos cargos de Técnico e Analista. Saiba tudo sobre o certame e, para facilitar, navegue pela matéria utilizando o índice abaixo:

Concurso TRE MS: situação atual

De acordo com o portal da transparência, o quadro de pessoal possui 16 cargos que não estão ocupados. Já a Portaria do TSE autoriza 9 vagas, sendo 2 para o cargo de Analista e outras 7 para o cargo de Técnico.

Anteriormente, a portaria de n.º 602, de 6 de agosto de 2019, havia autorizado 6 vagas, ou seja, a atual ampliou com acréscimo de três cargos. Veja logo abaixo na íntegra:

Portaria n.º 33, 6 de agosto de 2019

Sem publicar editais há cerca de oito anos, no último comunicado do Tribunal foi informado que não há previsão para realização de um novo concurso.

Concurso TRE MS: cargos vagos

Os últimos dados do Portal da Transparência são referentes ao mês de dezembro de 2019, de forma detalhada, são 3 cargos de Analista Judiciário vagos e outros 13 cargos de Técnico Judiciário que não estão ocupados. Totalizando 16.

Concurso TRE MS: remuneração e benefícios

A estrutura remuneratória disponibilizada no portal da transparência do TRE MS, atualmente o salário inicial de Analista Judiciário é de R$ 12.455,30. Já a remuneração para o cargo de técnico judiciário é de R$ 7.591,37.

Concurso TRE MS: cargos e vagas

  • Analista Judiciário – Área Judiciária

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Atribuições: executar atividades privativas de bacharel em Direito relacionadas com processamento de feitos e apoio a julgamentos.

  • Analista Judiciário – Área Administrativa

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer área de formação, exceto licenciatura curta, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Atribuições: executar atividades de nível superior relacionadas com as funções de administração de recursos humanos, materiais e patrimoniais, orçamentários e financeiros, controle interno, bem como as de desenvolvimento organizacional e de suporte técnico e administrativo às unidades organizacionais.

Áreas especializadas, como a de Análise de Sistemas e outras, poderão ser contempladas no certame.

  • Técnico Judiciário – Área Administrativa

Requisitos: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau) ou curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Atribuições: executar atividades de nível intermediário relacionadas com as funções de administração de recursos humanos, materiais e patrimoniais, orçamentários e financeiros, controle interno, bem como as de desenvolvimento organizacional e suporte técnico e administrativo às unidades organizacionais.

Último concurso TRE MS

O último edital do Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Mato Grosso do Sul foi publicado no ano de 2012, o documento ofertou 14 vagas imediatas e outras para formação de cadastro de reserva.

Etapas

Organizado pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos Universidade de Basília (Cespe), atual CEBRASPE, o último concurso TRE MS ofereceu 14 vagas para Analista Judiciário nas áreas:

  • Administrativa;
  • Judiciária; e
  • Apoio Especializado (Análise de Sistemas).

Para este cargo o salário inicial ofertado no edital foi de R$6.611,39 com a jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Para Técnico Judiciário, de nível médio, houve vagas nas áreas Administrativa e de Apoio (Programação de Sistemas e Operação de Computadores). A remuneração foi de R$ 4.052,96.

A seleção era composta de provas objetivas e discursivas de redação.

Prova objetiva

Analista judiciário (exceto para as áreas judiciária e administrativa) e Técnico Judiciário

  • P1 – Objetiva – Conhecimentos básicos – 30 questões – Eliminatório e classificatório;
  • P2 – Conhecimentos específicos – 40 questões – Eliminatório e classificatório.

Analista judiciário – áreas: judiciária e administrativa 

  • P1 – Objetiva – Conhecimentos Básicos – 30 questões – Eliminatório e classificatório.
  • P2 – Objetiva – Conhecimentos específicos – 40 questões – Eliminatório e classificatório.

Prova discursiva

Analista judiciário – áreas: judiciária e administrativa: prova discursiva – 1 texto dissertativo – Eliminatório e classificatório.

Nomeações

Conforme dados do Tribunal, no último concurso foram nomeados 57 aprovados, reforçando que o edital estabeleceu a oferta de 14 vagas imediatas e mais formação de cadastro de reserva.

Com destaque para o cargo que mais nomeou aprovados, o de Técnico Judiciário – área: administrativa. Veja logo abaixo a distribuição dos nomeados:

  • Onze nomeados para o cargo de Analista Judiciário – área: atividade judiciária;
  • Três nomeados para o cargo de Analista Judiciário – área: atividade Administrativa;
  • Um nomeado para o cargo de Analista Judiciário – área: apoio especializado na especialidade de análise de sistemas;
  • Trinta e nove nomeados para o cargo de Técnico Judiciário – área: Administrativa;
  • Dois nomeados para o cargo de Técnico Judiciário – área: apoio especializado – especialidade: programação de sistema; e
  • Um nomeado para o cargo de Técnico Judiciário – área: administrativa – especialidade: contabilidade.

Demanda

O concurso de 2013 teve 12.631 inscritos, sendo que a demanda final foi de 842,07 por vaga.

O cargo de analista Judiciário foi o mais concorrido, com o total de 1560 inscritos a demanda por vaga foi de 1560. Já o segundo mais concorrido foi o cargo de Técnico Judiciário, com mais inscritos, o total de 9616, a demanda por vaga foi de 1 068,44.

Resumo do concurso TRE MS:

Concurso Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (Concurso TRE MS)
Banca organizadora A definir
Cargos Analista e Técnico Judiciário
Escolaridade Níveis médio e superior
Carreiras A definir
Lotação Mato Grosso do Sul
Número de vagas A definir
Remuneração de R$ 7.591,37 a R$ 12.455,30
Situação Autorizado! 
Link do edital Clique AQUI para fazer o download do edital
Quer conquistar a sua aprovação no concurso do TRE MS?
Prepare-se com quem mais entende do assunto!
COMECE A ESTUDAR NO GRAN
Jaqueliny Botelho
Jaqueliny Botelho
Equipe de Comunicação do Gran Cursos Online

Principais de TRE MS

5 Comentários

5 Comentários

  1. Joarez

    02/04/2017 18:14em18:14

    Olá, boa tarde.
    Este curso vai em cima da banca ou é pra qualquer banca?

  2. ANTONIO

    02/05/2017 23:34em23:34

    SÓ UMA DUVIDA CAÍREDAÇÃO?

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer conquistar a sua aprovação no concurso do TRE MS?
Prepare-se com quem mais entende do assunto!
COMECE A ESTUDAR NO GRAN
Assinatura Ilimitada
Para o Topo