Gabarito TCE AM: confira a correção da prova nesta quarta!

Gabarito TCE AM: Órgão oferta 40 vagas para cargos de nível superior e remuneração de R$ 8,3 mil.

Avatar


25/08/2021 | 12:17 Atualizado há 350 dias

A prova discursiva do concurso TCE AM foi aplicada hoje, dia 25 de agosto de 2021, para os cargos de Auditoria governamental e Ministério Público de Contas. A prova discursiva do TCE AM será corrigida pelo nosso time de Gran Professores ao vivo. Acompanhe a transmissão, que começa a partir das 13h30 no nosso canal do Youtube.

Na semana anterior foram aplicadas as provas objetivas. O Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE AM) está ofertando 40 vagas para as carreiras de Auditoria Governamental, Auditoria de Obras Públicas, Auditoria de Tecnologia da Informação e Ministério Público de Contas. A remuneração, um dos principais atrativos, é de R$ 8.328,77.

Navegue pelo índice e saiba todos os detalhes sobre o Gabarito TCE AM:

Destaques:

Gabarito TCE AM: gabarito extraoficial

Prova Discursiva aplicada em 25/08/2021

Confira abaixo a correção da prova discursiva do concurso TCE AM:

Prova Objetiva aplicada em 18/08/2021

Confira no vídeo abaixo a correção da prova do TCE AM realizada pela superequipe de professores do Gran Cursos Online:

Volte ao topo

Gabarito TCE AM: gabarito preliminar

O gabarito oficial preliminar e os resultados preliminares da Prova Escrita Objetiva e Discursiva serão divulgados no endereço eletrônico https://conhecimento.fgv.br/concursos/tceam21 provavelmente no dia seguinte à realização das provas.

Volte ao topo

Gabarito TCE AM: recursos

O candidato que desejar interpor recurso disporá de dois dias úteis para fazê-lo, a contar do dia subsequente ao da divulgação destes. Para recorrer contra o gabarito oficial preliminar da Prova Escrita Objetiva e o resultado preliminar da Prova Escrita Objetiva o candidato deverá usar formulários próprios, encontrados no endereço eletrônico https://conhecimento.fgv.br/concursos/tceam21, respeitando as respectivas instruções.

Em nenhuma hipótese será aceito pedido de revisão de recurso ou recurso de gabarito oficial definitivo, bem como contra o resultado final das provas.

Confira os fundamentos de recursos elaborados por nossos mestres:

Auditoria Pública Governamental (provas aplicadas em 18/08/2021)

Contabilidade Geral – Professor Feliphe Araújo

Questão 1 – Na estrutura de apresentação da Demonstração do Resultado do Exercício (DRE) há uma série de gastos que devem ser classificados como despesas operacionais. Um exemplo de item classificável nesse grupo é:

(A) custo dos serviços prestados;

(B) devoluções e abatimentos;

(C) mão de obra operacional;

(D) pesquisa e publicidade;

(E) variações monetárias e cambiais.

Resolução:

Recurso.

O gabarito preliminar foi a letra D. Porém, não concordamos.

As despesas operacionais vêm após o lucro bruto.

Vamos analisar cada alternativa:

  1. a) incorreta. O custo dos serviços prestados vem antes do lucro bruto e não é despesa operacional.
  2. b) incorreta. Devoluções e abatimentos são deduções da receita de vendas, logo, não são despesas operacionais.
  3. c) correta. Mão de obra é um gasto ligado, geralmente, as indústrias. Logo, seria um custo da produção. Caso o gasto da mão de obra fosse em uma empresa comercial, temos que ela seria uma despesa de salários. A questão não informa se o gasto trata de uma indústria ou comércio. Diante disso, esta resposta seria a menos errada e o gabarito seria a letra C. A mão de obra operacional é uma despesa operacional.
  4. d) incorreta. A despesa com publicidade é operacional.

Porém, a despesa com pesquisa é do tipo “outras despesas”. Vamos analisar.

As despesas operacionais são as despesas pagas ou incorridas que estão relacionadas diretamente com as atividades normais da empresa. Possuem como características a habitualidade e permanência.

Neste caso, temos a despesa com propaganda.

As outras despesas, antigamente denominadas de despesas não operacionais, registram despesas extraordinárias cujos eventos são não habituais e aleatórios.

Segundo o CPC 04 – Ativo Intangível, pesquisa é a investigação original e planejada realizada com a expectativa de adquirir novo conhecimento e entendimento científico ou técnico. A pesquisa aqui definida trata de procedimento com a intenção de desenvolver um produto no futuro. Com base no mesmo pronunciamento, os gastos com pesquisas são registrados como despesas.

Como as pesquisas são despesas extraordinárias cujos eventos são não habituais e aleatórios, temos que as despesas com pesquisa são classificadas como outras despesas e não despesas operacionais, tornando o item incorreto.

O examinador quis utilizar o nome pesquisa no sentido de “pesquisa de mercado e opinião”, o que tornaria o item correto.

Porém, não temos informação clara de qual pesquisa o examinador queria que classificasse o gasto, prejudicando o julgamento objetivo da alternativa, além do que entendemos que a expressão somente “pesquisa” leva ao conceito do CPC 04.

Diante disso, entendemos que o item está incorreto.

  1. e) incorreta. As variações monetárias e cambiais são despesas financeiras.

Diante disso, solicitamos a mudança do gabarito da letra D para a letra C ou, caso seja melhor, a anulação da questão.

Contabilidade Pública – Professor Rodrigo Machado

O registro patrimonial da contratação de uma operação de crédito por uma entidade pública implica um lançamento:

(A) a crédito na conta Receita a Realizar;

(B) a crédito na conta Receita Realizada;

(C) a débito na conta Crédito Disponível;

(D) a débito na conta Empréstimos a pagar;

(E) a débito na conta Caixa e Equivalentes de Caixa.

Solicita-se a anulação da questão por falta de opção de resposta. Embora a Douta banca examinadora tenha apontado como gabarito preliminar a letra “e”, o registro contábil de débito na conta caixa e equivalentes de caixa será realizado quando ocorrer o ingresso dos recursos no caixa da entidade que reporta a informação. Esse registro contábil é realizado em obediência aos princípios da competência e da oportunidade.

Segundo o Manual de Contabilidade Aplicada ao Setor Público (MCASP), elaborado pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN) que é o órgão central de contabilidade pública no Brasil, no momento da contratação da operação de crédito há registros em contas de controle:

3.1.3. Relação com as Informações Fiscais

O conteúdo deste capítulo é complementar às disposições do Manual de Demonstrativos Fiscais (MDF), publicado pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN). Deste modo ambos os manuais (MCASP e MDF) devem ser analisados de forma integrada, permitindo, assim, a padronização das rotinas contábeis e dos demonstrativos fiscais.

Embora a fase de contratação da operação de crédito não impacte o patrimônio, seu controle é importante, pois evidencia aspectos que potencialmente afetarão o patrimônio público e registra informações necessárias ao preenchimento dos demonstrativos fiscais, inclusive para fins de cálculo de limites. Assim, a contratação de operações de crédito deve ser evidenciada em contas de controle, como demonstrado adiante. (Grifamos)

Ante o exposto e, em atendimento às orientações previstas no MCASP – item do edital apresentado pela Douta banca examinadora, solicita-se a anulação da questão, por falta de opção de resposta.

Auditoria e Controle da Administração Pública – Professor Marcelo Aragão

PROPOSIÇÃO DE RECURSO – TCE/AM
DISCIPLINA DE AUDITORIA E CONTROLE DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – PROVA TIPO 4

Questão 54 – Os procedimentos adotados em um ente público estadual para garantir que os recursos recebidos de um convênio com a União sejam aplicados ao objeto do termo de convênio estão intrinsecamente associados à seguinte finalidade do controle interno:
(A) inibição da corrupção;
(B) obediência às políticas traçadas;
(C) promoção da eficiência operacional da entidade;
(D) proteção dos ativos;
(E) segurança quanto ao ato praticado.

Gabarito Preliminar: E.

RECURSO: As duas referências apresentadas no programa da disciplina para controle interno
foram:

  • Guidelines for Internal Control Standards for the Public Sector – The International Organization of Supreme Audit Institutions (INTOSAI); e
  • Internal Control – Integrated Framework – The Committee of Sponsoring Organizations of the Treadway Commission (COSO).

Mas a banca ignorou as referências expressamente apontadas no edital e elaborou a questão com base em livro de Domingos Poubel de Castro, Auditoria e Controle Interno na Administração Pública, em que o autor apresenta finalidades do controle interno, conforme sua concepção e experiência, sem qualquer menção e relação com a norma da INTOSAI e com o estudo do COSO.

Portanto, a questão deve ser anulada.

Por outro lado, se tomarmos como referência as normas e estudos da INTOSAI e do COSO, o objetivo ou finalidade do controle interno mais adequado seria a eficiência e eficácia operacional, na medida em que havendo segurança de os recursos recebidos de um convênio sejam efetivamente aplicados ao objeto do termo de convênio, propicia maior segurança quanto à sua execução e alcance das metas financeiras e/ou operacionais estabelecidas no plano de trabalho do convênio.

Logo, além da fuga ao edital, a alternativa mais adequada é a letra C.

Questão 56 – A Secretaria de Fazenda de um Estado da Federação mantém um volume significativo de informações sensíveis armazenado em seus sistemas informatizados. Porém, há indícios de que os controles de tecnologia da informação (TI) têm sido negligenciados, resultando em diversas deficiências no controle de TI.

Tendo em vista a salvaguarda dos ativos do ente, procedimentos de revisão periódica dos registros de tentativas de acessos e comandos (não autorizados), com comunicação dos resultados ao gestor competente, podem ser associados ao seguinte componente do controle interno:
(A) ambiente de controle;
(B) avaliação de risco;
(C) atividades de controle;
(D) atividades de monitoramento;
(E) informação e comunicação.

Gabarito Preliminar: E.

RECURSO: De acordo com o COSO, o componente de informação e comunicação está relacionado à informação necessária para que a entidade cumpra responsabilidades de controle interno a fim de apoiar a realização de seus objetivos. A administração obtém ou gera e utiliza informações importantes e de qualidade, originadas tanto de fontes internas quanto externas, a fim de apoiar o funcionamento de outros componentes do controle interno. A comunicação é o processo contínuo e iterativo de proporcionar, compartilhar e obter as informações necessárias. A comunicação interna é o meio pelo qual as informações são transmitidas para a organização, fluindo em todas as direções da entidade. Ela permite que os funcionários recebam uma mensagem clara da alta administração de que as responsabilidades pelo controle devem ser levadas a sério.

Repare que o enunciado da questão diz que os controles de tecnologia da informação (TI) têm sido negligenciados, resultando em diversas deficiências no controle de TI, e que foram em resposta implementados procedimentos de revisão periódica de tentativas de acessos, com a comunicação do resultado ao gestor. Portanto, a banca não foi feliz no enunciado da questão, já que ficou assente que essa avaliação periódica que é comunicada ao gestor tem o propósito de corrigir as deficiências e melhorar a eficácia do sistema de controle interno, estando relacionada ao componente de atividades de monitoramento e não ao componente de informação e comunicação.

Um dos princípios relacionados ao componente atividades de monitoramento é o de que a organização avalia e comunica deficiências no controle interno em tempo hábil aos responsáveis por tomar ações corretivas, inclusive a estrutura de governança e alta administração, conforme aplicável.

Pelo exposto, solicita-se a alteração do gabarito para a letra D.

Volte ao topo

Gabarito TCE AM: próximas etapas

Após a aplicação das provas objetivas no dia 18 de agosto de 2021, acontecerá a segunda etapa do concurso TCE AM, a prova discursiva em 25 de agosto de 2021.

Após a segunda etapa seguirão os prazos para recursos e divulgação do resultado final do concurso.

Os candidatos aprovados serão convocados obedecendo à ordem classificatória por cargo, observado o preenchimento das vagas existentes. Os candidatos aprovados terão sua convocação publicada veículo de comunicação dos atos oficiais do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas.

Volte ao topo

Gabarito TCE AM: cronograma

  • Prova Escrita Objetiva: 18 de agosto de 2021
  • Gabarito Preliminar da Prova Objetiva: 19 de agosto de 2021
  • Prova Escrita Discursiva: 25 de agosto de 2021
  • Gabarito Preliminar da Prova Discursiva: 26 de agosto de 2021

Prova TCE AM: análise

Fez a prova do TCE AM nos dias 18 e 25 de agosto? Deixe nos comentários a sua análise sobre a prova.

• O que você achou do nível de dificuldade da prova?
• O conteúdo cobrado na prova estava de acordo com o previsto no edital?
• A banca trouxe alguma inovação na cobrança do conteúdo?
• Havia muitos candidatos ausentes na sua sala?

Volte ao topo

Resumo do Concurso TCE AM

Concurso TCE AM  Tribunal de Contas do Estado do Amazonas – TCE AM
Banca organizadora Fundação Getúlio Vargas (FGV)
Cargos Auditoria Governamental e Ministério Público de Contas
Escolaridade Nível superior
Carreiras Controle e Gestão
Lotação Amazonas
Número de vagas 40 vagas
Remuneração  R$ 8.328,77
Inscrições de 21 de maio a 22 de junho de 2021
Taxa de inscrição de R$ 185,00
Data da prova Prova objetiva 18 de agosto de 2021 (quarta-feira)
 Prova discursiva 25 de agosto de 2021 (quarta-feira)
Clique aqui para ver o edital TCE AM nº 2

Clique aqui e confira o edital TCE AM nº 3

Retificação de edital

Retificação de edital


Quer ficar por dentro dos concursos públicos abertos e previstos pelo Brasil?
Clique nos links abaixo:

CONCURSOS ABERTOS

CONCURSOS 2021

CONCURSOS 2022

Receba gratuitamente no seu celular as principais notícias do mundo dos concursos!
Clique no link abaixo e inscreva-se gratuitamente:

TELEGRAM

Avatar

Equipe do Gran Cursos Online
1

0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.