Mães narcisistas

Juliana Gebrim


12/10/2021 | 09:09 Atualizado há 11 dias

Você já imaginou uma mãe que não elogia as conquistas do seu filho? Que tem sentimentos de inveja ou raiva pelo ser que colocou no mundo? Vive criticando tudo que você faz? Em um primeiro momento achamos que estamos loucos. Como uma mãe sente tais emoções pelo próprio filho?

Isso é muito mais comum do que você pensa. E como isso atrapalha de uma forma bem pesada a trajetória da pessoa. Se você duvida, existem mães desequilibradas emocionalmente. Algumas procuram ajuda e a grande maioria não irá buscar nunca um psicólogo. Justamente devido ao transtorno gerar o sentimento de que NUNCA está errada.

Existe um  Transtorno de Personalidade que se chama narcisista, que torna a vida das pessoas muito difícil para quem convive e que é difícil dar um veredito quando essa é a sua mãe.

Tal relação tem muitos atritos e discussões, por motivos pífios e se torna uma convivência difícil e saudável. Provocações sào a tônica para que o filho reaja. Muitas vezes a única solução é sair de casa e procurar a sua independência.

Quem tem esse transtorno, acha que merece tudo para ela, trata os filhos como uma propriedade, procura a atenção de uma forma negativa, com chantagens, acha tudo ao seu redor ruim. Se associam com o filho mais frágil para desqualificar os outros e criar rivalidade entre irmãos. Não possuem nenhuma empatia, e o choro são lágrimas de crocodilo.

Parece uma pessoa forte? Não ! São pessoas frágeis, com uma carência e baixíssima autoestima. Normalmente estão dando aquilo que receberam.

No sentido de se exaltarem, podem ser grandiosas vítimas em que se vitimizam. Frases como: você vai ver quando eu morrer, você conseguiu isso por minha causa ou você nunca será ninguém.

Quer saber mais sobre esse transtorno, como ele pode acabar com a vida dos filhos, de que forma podem prejudicar os seus estudos e como lidar com essa situação? Dia 12 estaremos juntos no nosso divã, VENHA COMIGO!

Juliana Gebrim

Psicóloga clínica e neuropsicóloga com mais de 20 anos de experiência em psicoterapia
0

0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *