Não adicione complexidade onde não é preciso

Certa vez, Charlie Munger afirmou: “Temos uma paixão por manter as coisas de maneira simples”.  Nesse sentido, Confúcio já fazia uma reflexão similar: “A vida é realmente simples, mas insistimos em complicá-la”. Pode não parecer, mas essas falas carregam um significado enorme. Nós, seres humanos em geral, buscamos sempre adicionar alguma complexidade às coisas ao nosso redor, pois isso nos dá a sensação de maior robustez e confiabilidade. Porém, vários pensadores desconstroem esse pensamento defendendo que a simplicidade é uma maneira de melhorar o desempenho, pois ela permite ao indivíduo entender melhor o que está fazendo.

O ideal, portanto, é dividir problemas naturalmente complexos em vários problemas simples; já os simples, não devemos de forma alguma complicá-los. Acredito que devemos manter as coisas simples também nos estudos e explicarei algumas sugestões para que possamos seguir dessa maneira.

  1. Tenha um plano bem definido

Um plano bem traçado, uma meta bem estabelecida, é vital para qualquer empreendimento. Embora imprevistos possam acontecer ao longo do caminho, um plano te dá segurança e conforto porque antevê (pelo menos na maior parte das vezes) os problemas que podem surgir.

  1. Estabeleça metas

Ninguém consegue conquistar e manter algo simplesmente pelo acaso. Uma meta é o que te coloca no jogo e te faz permanecer focado. Sem uma meta, o fantasma da procrastinação já bate à porta e começa a soar em seus ouvidos como um canto da sereia tão sedutor que até mesmo os mais fortes de nós se perdem em seus caminhos. Por isso, crie uma meta. Porém, esta deve ser factível, concreta. Real. Não ouse mais do que suas pernas. Conheça suas forças e suas fraquezas. Avance, mas com cautela. Passo a passo. Dia a dia.

  1. Organize sua agenda

De nada adianta ter plano e meta bem traçados sem um tempo adequado para realizá-los. E o tempo vem com a organização. Pegue uma folha de papel e anote todas as suas tarefas diárias. Coloque ali tudo que você tem para fazer. Organize seu dia de forma que possa tirar o máximo de seu aproveitamento. Cada segundo conta e deve ser aproveitado.

  1. Confie em seu material

O seu material de estudos está correto. Confie nele. Se você fez uma boa pesquisa antes de comprá-lo, não há razão para achar que ele é insuficiente. Isso são tudo desculpas criadas por sua mente para você achar motivos para procrastinar. Ignore-as. Faça o que tem de fazer e acredite.

  1. Estude de maneira contínua e rotineira

Já falei diversas vezes: o caminho do concurso é uma maratona, e não uma corrida de 100 metros. É a rotina, a repetição que te levará a passar, não a intensidade. Mesmo três horas diárias são capazes de fazer milagres quando realizadas todo dia. TODOS OS DIAS. Faça sua tarefa. A água é mais suave do que a pedra, mesmo assim, os rios cortam as montanhas.

  1. Faça revisões

Sua memória não é eterna, e sua mente não é uma máquina. Todos nós estamos sujeitos a algo chamado “curva do esquecimento”. As revisões te ajudam a superar seu esquecimento. Faça revisões. Volte atrás em alguns assuntos. Existem vários métodos para realizar essa atividade, mas eu recomendo que, após vencer determinado conjunto de conteúdo, volte um pouco atrás e revisite o que você já viu, dando ênfase àquilo que não foi assimilado de forma satisfatória.

  1. Resolva questões

Fazer questões é algo essencial em seu caminho para a aprovação. Qualquer esportista sabe que existe o momento de se colocar o conhecimento em prática e treinar. A teoria é uma coisa, e a prática é outra. Fazer questões te coloca mais próximo da prova e faz você conhecer as bancas as quais te questionarão. Essa prática te prepara para o momento de fazer prova e, além disso, te faz estudar e revisar. Fazendo questões de forma correta, você não só revisa o conteúdo, como também o estuda. Se não tem o hábito de resolver exercícios, pare e coloque essa tarefa tão essencial em sua meta.

  1. Leia jurisprudência (quando for necessário)

O Direito não é algo estático e deve evoluir conforme o tempo. A jurisprudência é uma forma de evolução da disciplina, bem como de aplicação e verificação da lei no caso concreto. Já foi o tempo em que não caía jurisprudência em concurso. Hoje, tudo mudou. Nas carreiras jurídicas, é essencial que o candidato possua um conhecimento forte sobre os entendimentos dos tribunais.

  1. Leia a lei seca

A lei é a fonte primária do Direito – todo o conhecimento vem dela. Não só isso, várias bancas adoram cobrar lei seca em seus enunciados. A leitura dos dispositivos legais é requisito essencial para sua aprovação. Não lê-los é igual a dar um tiro no pé.

  1. Não entre em pânico (não se desespere quando sair um edital)

É normal que fiquemos ansiosos para passar, ou que criemos uma expectativa tão grande que, quando finalmente sai o edital, entramos em pânico. Relaxe. O edital é uma etapa natural no concurso. Você se preparou, veio estudando com regularidade, seguindo todo o cronograma e, se o seu procedimento estiver adequado, não há porquê ter medo. Siga sua rotina. Essa é só mais uma etapa que te deixará mais perto de sua aprovação.

  1. Evite os barulhos!

Existe muito nervosismo no ar no mundo dos concursos e, como já dizia minha avó: quando muitos falam, pouco se ouve. Respire. Siga seu plano, sua meta. Eles servem para isso: para te deixar tranquilo quando tudo o mais está no desespero. Faça sua parte, e te garanto que vai dar tudo certo.

Essas e outras grandes dicas e artigos nós temos aqui no Gran Cursos Online. Para você que ainda não os nossos serviços, aqui nós temos uma equipe capacitada, da qual tenho orgulho de fazer parte, composta por profissionais altamente habilitados e preparados, nossos GranXperts. Nosso trabalho é exatamente traçar para você a melhor forma de atingir seus objetivos. Nós te orientamos e acompanhamos seus estudos para que você atinja seu potencial máximo e, com isso, venha obter o melhor resultado em sua prova. Venha conhecer nossos serviços!

Quer conquistar a sua aprovação em concursos públicos?
Prepare-se com quem mais entende do assunto!
Comece a estudar no Gran Cursos
Thiago Paixão
Delegado de Polícia Civil do Distrito Federal. Coach e professor de Direito Processual Penal.
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer conquistar a sua aprovação em concursos públicos?
Prepare-se com quem mais entende do assunto!
Comece a estudar no Gran Cursos
Para o Topo