Concurso PC PB: recursos da discursiva até 23 de março

É muito importante ficar ligado na etapa de recursos da prova discursiva, que acontece a partir do dia 23 de fevereiro – data da publicação das notas preliminares. Destacarei os principais pontos de pedidos para revisão da prova discursiva nos cargos de PERITO CRIMINAL para a PC/PB.

Deixe seu like:

Avatar


17/03/2022 | 23:57Atualizado há 152 dias

Considero a prova da PC/PB uma das melhores oportunidades para a carreira policial do Brasil até o momento no ano de 2022. Muita gente competitiva fez a prova no mês de janeiro e agora essas pessoas estão ansiosas pelo resultado preliminar, principalmente os candidatos a Peritos Criminais, que foram divididos em dez diferentes especialidades.

Os requisitos básicos para o cargo de Perito Criminal foram ter o diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior na área específica em documento reconhecido pelo MEC.

A remuneração inicial de R$ 9.920,99 é muito boa e atrativa, o que faz imaginar que a disputa tem tudo para ser acirrada em todas as fases do concurso.

 

A) OS CRITÉRIOS DA PROVA DISCURSIVA

A prova discursiva para os cargos de Perito Criminal constou de dissertação acerca de tema da atualidade, com o valor de 15,00 pontos, com o limite máximo de até trinta linhas.

Os critérios estão bem claros no edital:

a) A apresentação e a estrutura textuais e o desenvolvimento do tema totalizarão a nota relativa ao domínio do conteúdo (NC), cuja pontuação máxima será limitada ao valor de 15,00 pontos.

b) A avaliação do domínio da modalidade escrita totalizará o número de erros (NE) do candidato, considerando-se aspectos de natureza gramatical, tais como: grafia, morfossintaxe, pontuação e propriedade vocabular.

c) Será desconsiderado, para efeito de avaliação, qualquer fragmento de texto que for escrito fora do local apropriado ou que ultrapasse o número máximo de linhas estabelecido.

d) Será calculada, então, a nota na prova discursiva (NPD) pela fórmula NPD = NC – 20 × NE ÷ TL, em que TL corresponde ao número de linhas efetivamente escritas pelo candidato.

e) Será atribuída nota zero ao texto que obtiver NPD < 0,00.

f) Nos casos de fuga ao tema, ou de não haver texto, o candidato receberá nota igual a zero.

g) Será eliminado o candidato que obtiver NPD inferior a 7,50 pontos.

Os critérios são bem representativos, pois nenhuma outra disciplina do certame teve um impacto tão grande quanto a pontuação das discursivas.

Boa parte dos pontos totais do certame, mais precisamente 12% da nota final, advém da nota da prova discursiva. Por isso, a análise de cada item avaliado pela banca na sua discursiva deve ser feita com bastante calma para saber se você não foi prejudicado(a) em algum critério.

Essa informação está agregada ao número de redações que devem ser corrigidas. Segue a tabela a seguir:

 

 

Isso significa que ao menos 960 provas discursivas foram corrigidas e podem ser alvo de recurso.

O candidato deve saber se expressar de acordo com o estilo de texto de forma que não precise escrever demais, mas também não pode deixar o assunto muito superficial a ponto de não se extraírem exemplos e fatos do texto. Equilíbrio é tudo, como já diriam os grandes mestres de discursivas.

A partir de agora, farei uma análise de como você precisava responder aos itens de prova para gabaritar sua prova discursiva com base nos comentários que faria e, também, levando em consideração o padrão de resposta preliminar divulgado pela banca.

 

B) ENUNCIADO E PEDIDO DA BANCA

Texto motivador:

Como criminosos sempre buscam minimizar o risco de serem presos ao praticar o delito e maximizar o seu retorno, os atuais desenvolvimentos tecnológicos serão incorporados cada vez mais na prática cotidiana dos que praticam crimes. O policial operacional do futuro possivelmente precisará de menos fuzis e mais domínio de ferramentas tecnológicas. Novas tecnologias significam novas oportunidades para práticas criminosas, mas também ensejam novas habilidades dos policiais para lidar com o crime.

Internet: <https://politica.estadao.com.br> (com adaptações).

 

Enunciado:

Considerando que o texto acima tem caráter unicamente motivador, redija um texto dissertativo acerca do seguinte tema.

TECNOLOGIA NO TRABALHO POLICIAL: A INOVAÇÃO COMO INSTRUMENTO NA DEFESA DO DIREITO À SEGURANÇA

No seu texto, aborde, necessariamente, os seguintes aspectos:

1 O uso de tecnologias modernas e inovadoras na atividade policial, para a defesa do direito dos cidadãos à segurança; [valor: 8,00 pontos]

2 O trabalho policial no enfrentamento a crimes praticados com o emprego de tecnologia. [valor: 6,25 pontos]

 

Esse foi um tema que surpreende ninguém que já estuda há um tempo para a área policial. Já é sabido que ferramentas e tecnologia de trabalho policial são assuntos frequentes em provas discursivas. A PC/PB não quis inovar muito para o cargo de Perito Criminal e cobrou uma redação em que aparecessem dois tópicos: as tecnologias na defesa do cidadão e no trabalho do policial.

O padrão resposta diz sobre o tópico 1: espera-se que o candidato aborde a relevância que a tecnologia (e/ou a ciência) tem para que a polícia consiga cumprir sua função constitucional de assegurar aos cidadãos o direito à segurança. O candidato deve construir seu texto no sentido de defender o uso de técnicas ou abordagens que utilizem tecnologia no combate ou na prevenção de ações criminosas.

O candidato pode explorar diferentes ângulos para abordar o assunto. Pode, por exemplo, mencionar a necessidade de investimento no treinamento dos policiais e peritos ou na compra de equipamento e elaboração de banco de dados. Pode, ainda, mencionar a necessidade de que políticos e gestores públicos reconheçam a ligação próxima que deve haver entre os avanços tecnológicos e a polícia.

É possível também que o candidato opte por escrever sobre a evolução histórica da relação entre tecnologia e polícia.

Espera-se que o candidato inclua em seu texto exemplos do uso de tecnologia moderna e inovadora no trabalho policial.

Nesse sentido, não é suficiente apenas mencionar o nome de determinada técnica: o candidato deve indicar como essa técnica pode ser usada na prevenção e no combate a práticas criminosas.

Comentário sobre o padrão do tópico 1: ficou bem em aberto sobre quais são as tecnologias. Um ponto positivo do Cespe/Cebraspe, porque já vi a banca pedir um tópico sobre avanço da ciência e indicar exclusivamente que o candidato deveria falar da Revolução Industrial até os dias atuais. Quem abordasse outra ótica estaria com a nota prejudicada.

Ao que tudo indica, o padrão resposta vai privilegiar quem de alguma forma explicou, detalhou e argumentou sobre tecnologias que atualmente são aplicadas na polícia.

Já com relação ao aspecto 2: espera-se que o candidato indique como a polícia pode empregar medidas para prevenir e combater crimes que são praticados com o emprego de dispositivos tecnológicos, em ascendência no país e no mundo.

Nesse sentido, o candidato pode abordar crimes cibernéticos ou mesmo condutas criminosas possibilitadas pelo uso de tecnologia, destacando como estes poderiam ser combatidos pela polícia também pelo uso de aparatos tecnológicos.

O candidato pode mencionar alguma lei estadual específica ou discorrer sobre características do estado da Paraíba ou do Brasil, de forma a contextualizar a atuação policial nesse sentido.

Comentário sobre o padrão do tópico 2: também achei bem coerente, porque o padrão resposta não fecha exclusivamente a resposta em algum aspecto. Pelo contrário: dá possibilidades para o candidato mencionar leis ou discorrer sobre características de algum estado brasileiro. Bem legal. Porém, há de se destacar a forma como os conceitos de enquadramento de nota foram apresentados:

[0,00 pontos] Conceito 0 – Não abordou o aspecto.

[2,08 pontos] Conceito 1 – Mencionou o aspecto, mas não o desenvolveu.

[4,16 pontos] Conceito 2 – Abordou o aspecto de forma inconsistente e(ou) desconectada do tema.

[6,25 pontos] Conceito 3 – Abordou adequadamente o aspecto, articulando-o com o tema.

Esses conceitos deixam os termos “muito soltos”, pois não é possível saber ao certo o que significa uma abordagem adequada. Outro item é que a avaliação sobre a articulação com o tema vai depender da capacidade de o candidato conseguir fazer as corretas ligações entre os parágrafos e as ideias.

Então, fiquem espertos!

 

C) CASOS DE SUCESSO

Já vi muitos candidatos que estão se programando para o pedido de revisão e outros que não acreditam que a fase de recursos é importante.

A dica é que muitos candidatos que eram céticos sobre essa fase tiveram sucesso e conseguiram subir no ranking. Veja o depoimento de Gabriel Leite, que fez o recurso para o TJ-GO comigo:

Venho comunicar sobre o resultado final da prova discursiva do TJGO. Infelizmente tivemos êxito apenas quanto ao quesito de Clareza na exposição, em que foi majorada a nota em 5,00 pontos. Os demais quesitos, Argumentação e Análise Crítica, permaneceram com a mesma nota, embora ainda discorde tanto da avaliação preliminar quanto do resultado final. Ainda que eu esteja irresignado com o resultado, não posso deixar de te agradecer pelo serviço prestado, pois de fato correspondeu às minhas expectativas.

Outro caso de sucesso é o do Pedro Oliveira, que ganhou 5,33 pontos na prova da PRF. Com a publicação do resultado final, ele disse:

Gostaria novamente de agradecer ao professor Bruno Pimentel pelo excelente trabalho desenvolvido. Adaptou perfeitamente aos quesitos da Cebraspe, focando nos pontos-chaves que alavancaram a nota. O resultado: 5,33 pontos saindo de 30° para 9° colocado, dentro das 13 vagas previstas no edital da PRF. Graças a ele continuo na luta pela realização do sonho. Muito obrigado!!

 

D) DICA FINAL

Caso esteja com dificuldade em entender os motivos da pontuação obtida na prova discursiva ou se estiver tendo dificuldade em encontrar os erros apontados pela banca, há a possibilidade de contratar um especialista para fazer isso por você.

Você pode e deve entrar com recurso quando sentir que foi prejudicado na avaliação preliminar da banca. Seja seu cargo o de Perito Criminal, Delegado, Agente ou Escrivão, você pode e deve fazer seu pedido de recurso para aumento de nota. Não perca essa última chamada para melhorar sua posição no ranking final.

Desde 2017, ajudo candidatos a obterem sucesso e melhorarem sua classificação final por meio de recursos para discursivas. Para qualquer dúvida em relação aos temas ou se tiver a necessidade de conseguir o contato de um especialista em recurso, entre em contato comigo:

– mandando um e-mail para prof.brunopimentel@gmail.com;

– enviando um direct no Instagram em @prof.brunopimentel; ou

– dando um “oi” para mim no Telegram: t.me/profbrunopimentel.

 

Foco na missão, guerreiro! Você é capaz.

Deixe seu like:

Avatar

Equipe do Gran Cursos Online

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.