Centro-Oeste

Que tal ser servidor da Câmara Legislativa do DF? Confira a história de quem chegou lá e prepare-se!

 

Que-tal-ser-servidor-da-Câmara-Legislativa-do-DF-Confira-a-história-de-quem-chegou-lá-e-prepare-se!

Concurseiro, que tal ser servidor público da Câmara Legislativa do DF? Então, prepare-se, pois sua oportunidade está cada vez mais perto. A Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) planeja abrir um processo seletivo. No momento, uma comissão está levantando dados para verificar o número de vagas que serão abertas e as carreiras a serem contempladas. 

– O responsável pelo departamento de comunicação ainda informou que não tem previsão de quando que o concurso será lançado. Espera-se que isso aconteça no final deste ano, entretanto, o órgão pretende fazer uma mudança no plano de carreira – que precisa de autorização; por conta disso, o processo seletivo pode ficar para 2015.

De acordo com a assessoria de imprensa, para o orçamento de 2014 foi aprovada a abertura de 40 postos, sendo 20 de nível médio e 20 com exigência de ensino superior. Porém, a seleção poderá ter outras oportunidades, já que só após o levantamento serão definidas as ofertas e os cargos. Na atual tabela de remuneração da CLDF, com vigência até agosto de 2014, os vencimentos iniciais são de R$ 3.972,61 para auxiliar; R$ 5.923,17 para assistente; R$ 8.831,46 para técnico; e R$ 13.167,71 para consultor, consultor técnico e procurador. Como benefícios, o órgão oferece auxílio pré-escolar no valor de R$ 657,59 e vale-alimentação de R$ 1.034,59.

Ele chegou lá!

Emerson Douglas, 1º lugar no último concurso da Câmara Legislativa do DF

EMERSON

Emerson Douglas veio para Brasília adolescente. É formado na UnB em Comunicação Social. Fez parte de outros cursos da UnB como Odontologia, Relações Internacionais e Física. Sempre por vestibular universal. Não queria ser servidor público, mas achou que a iniciativa privada era insegura, e nem sempre reconhecedora do talento e mérito. Para ele concursos públicos, em suma, têm como atrativo o respeito ao mérito e competição.

Conquistas

TCU 2007/ACE – Comunicação Social, 1º lugar; CLDF 2006/Consultor Legislativo – Sociedade e Minorias, 1º lugar (1º geral); CLDF 2006/Consultor-Técnico Legislativo – Jornalista, 2º lugar; CLDF 2006/Técnico Legislativo, 10º lugar (4º na prova objetiva); ABIN 2004/Analista de Informações, 4º lugar; Polícia Federal 2004/Papiloscopista, 5º lugar, entre outros concursos.

Preparou-se durante toda a sua vida e é curioso nato. Gosta aprender de tudo. Adora matemática, física, direito, saúde, filosofia, literatura… Mas, se fosse para indicar algo que julga essencial para melhorar o raciocínio e a compreensão, seria a boa e velha matemática. Quem aprende, de verdade, matemática básica (do ensino fundamental), tem as portas abertas para a percepção. No cargo público destaca a segurança, remunerações razoáveis, e o prazer de trabalhar em prol do interesse público.

Métodos

Emerson explica que o melhor método para alcançar uma boa classificação é aprender durante toda a vida:

– Estudar com prazer e curiosidade;

– Não se conformar em decorar nada;

– Sempre procurar compreender os mecanismos e a lógica de cada assunto;

Ficar tranquilo na prova.

“Quanto mais preparado você é, mais tranquila será a inserção no mundo dos concursos. Não existe essa história de “vou me preparar para concursos”. Você deve se preparar para a vida, compreendendo o mundo em que se vive. Se você não entende seu mundo, como aprender coisas tão abstratas? ”

Dica!

A dica que Emerson dá aos colegas concurseiros é sempre ter uma meta. Mas ela nunca deve ser única. “Para mim, ter um Plano B, uma válvula de escape, é essencial. As coisas podem dar errado. Devemos estar preparados para o fracasso, mas confiantes no sucesso”.

 

Gostou do que você leu? Conheça mais histórias de aprovados AQUI.

Mude seu futuro também! Conheça nossos cursos online e matricule-se agora mesmo.

– Mais de 10.000 videoaulas sob demanda; 1.500 cursos por pacote, por matéria ou extensivos; 25 anos de tradição em concursos.

Gran Cursos Onlineg online

.

.

.

Participe dos nossos grupos de estudos no facebook e fique por dentro de todas as novidades do mundo dos concursos.

grupos gran 2015

 

Cheguei Lá

11 Comentários

11 Comentários

  1. Eliene

    10/11/2014 07:33 em 07:33

    Parabéns

  2. felipe

    12/01/2015 11:32 em 11:32

    Sempre por vestibular universal? Que comentário mais desnecessário, hein, grancursos?

    • Felipe

      12/01/2015 11:42 em 11:42

      Achei pertinente o “vestibular universal”, pois cota para mim é uma bolsa família melhorado.

      • Paulo

        13/01/2015 20:19 em 20:19

        Tenho colegas aprovados por meio de cotas no vestibular e que hoje são juízes, promotores, etc. Alguns foram primeiros lugares em concursos muito árduos. A concorrência pelas cotas também é bastante acirrada e o fato de ter passado pelas cotas não desmerece ninguém.

      • Gustavo

        12/03/2015 16:23 em 16:23

        Bolsa Família, cotas raciais ou qualquer política assistencial de Estado de cunho educacional é bem vinda. Totalmente impertinente a utilização do termo “universal”. Só não mais impertinente, que o infeliz penúltimo comentário. Por terem oportunidades e amplo acesso a direitos e bons serviços, os defensores da “meritocracia” têm discursos bem ferinos. Boa parte de nossa classe média e da classe alta continua alheia a isso, pois as mazelas sociais não as atingem e diante de tudo isso, continuam a dizer que todos são iguais e todos são capazes. Também não sabem ou finge não saber que todos não tem a mesma oportunidade. Meritocracia em meio a tanta desigualdade? Isso é burrocracia.

    • Muhasebeci

      30/01/2015 00:02 em 00:02

      Acho que estavam querendo dizer que todas as formas de ingresso foram por vestibular tradicional, e não pela PAS…

      • Muhasebeci

        30/01/2015 00:03 em 00:03

        *pelo

    • Moises

      24/03/2015 17:52 em 17:52

      Nada de desnecessário. É a opção da pessoa em tela.
      Sou negro, porém discordo dessas cotas raciais, que só denigrem a imagem do negro.
      Nós, negros, temos plena capacidade de aprender e de sermos competitivos.
      Também dispenso as cotas…

      Para com esse mimi…

      Negro tem que ter vergonha, sair da inércia, trabalhar e perseguir seus ideais…

  3. Emerson Gonçalves de Brito.

    19/05/2016 14:40 em 14:40

    kkk… a hlera não perdoa mesmo, critica tudo… Parabéns o muleki aiii…

  4. Renata

    25/07/2016 18:21 em 18:21

    Parabéns ao Emerson e a vc tb, Moisés! Virei sua fã! Tb concordo que os negros são plenamente capazes de concorrer a qualquer coisa por sua própria capacidade. Não são “bichos”, nem qualquer outra espécie para que tenham que ter tratamento diferente dos outros. São seres humanos e ponto final! Vamos para com esse “mimimi” de segregação racial!

  5. Márcia

    15/02/2018 17:34 em 17:34

    Pelo visto logo teremos vagas para homem, mulheres, idosos, brancos, LGBT… e eu aqui na torcida por um mundo mais UNIVERSAL.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para o Topo