Recursos ICMBio por questão! Prazo encerra às 18h de 10/02! VEJA

Recursos ICMBio: confira aqui as questões que cabem alteração de gabarito

Avatar


10/02/2022 | 17:16 Atualizado há 181 dias

Os recursos do concurso ICMBio começaram no dia 9 de fevereiro às 10 horas, e vão até o dia 10 de fevereiro de 2022 às 18h.

As provas objetiva e discursiva do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos recursos Naturais Renováveis aconteceram no dia 6 de fevereiro. São ofertadas 171 vagas para cargos de níveis médio e superior.

Destaques:

Concurso ICMBio: recursos para a prova de Analista Ambiental

QUESTÃO NÚMERO 27

GABARITO PRELIMINAR: E

GABARITO EXTRAOFICIAL ELABORADO PELO PROFESSOR GLAUBER MARINHO: C

RECURSO: De acordo com o art. 3º do Código, figura como objetivo, V – promover a efetividade e o profissionalismo na gestão ambiental pública, com foco no bem comum. Apesar de o item não utilizar a expressão bem comum em sua redação, ele elenca formas de se consolidá-lo. Por exemplo, o próprio ICMBIO, por meio de publicação na Revista Bio Brasil, aponta “A biodiversidade é um bem comum essencial para a sobrevivência da humanidade na Terra” https://revistaeletronica.icmbio.gov.br/BioBR/article/view/92

Diante do apresentado, requer-se a alteração do gabarito de E para C.

QUESTÃO NÚMERO 31

GABARITO PRELIMINAR: C

GABARITO EXTRAOFICIAL ELABORADO PELO PROFESSOR GLAUBER MARINHO: E

RECURSO: De acordo com o Art. 12, § 2° Para fins deste Código não caracteriza presente: I – prêmio em dinheiro ou bens concedidos ao agente público por entidade acadêmica, científica ou cultural em reconhecimento por sua contribuição de caráter intelectual. Ocorre que a questão não aponta que a bolsa de 3 mil reais seria uma maneira de conceder um bem em decorrência da contribuição intelectual de Maria, como palestrante, na ação educacional  em tela. Desse modo, por exceder o valor de 100 reais estabelecido pela omissão de ética Pública, a bolsa figura como presente e, assim, constitui uma vedação ética aceitá-la. Nesse sentido, requer-se a alteração do gabarito de C para E.

QUESTÃO NÚMERO 50

GABARITO PRELIMINAR: C

GABARITO EXTRAOFICIAL ELABORADO PELO PROFESSOR CLARA WANDENKOLCK: E

RECURSO: Recurso solicitando alteração de gabarito para ERRADO

Solicito alteração do gabarito para ERRADO, conforme justificativa a seguir: 

De fato, conforme o Decreto n° 4.339/2002, um dos objetivos específicos da Diretriz 4 do Componente 2 da Política Nacional da Biodiversidade é “ Desenvolver, promover e apoiar estudos e estabelecer metodologias para conservação e manutenção dos bancos de germoplasma das espécies nativas e exóticas de interesse científico e comercial.” 

Do Componente 2 da Política Nacional da Biodiversidade – Conservação da Biodiversidade

11. Objetivo Geral: Promover a conservação, in situ e ex situ, dos componentes da biodiversidade, incluindo variabilidade genética, de espécies e de ecossistemas, bem como dos serviços ambientais mantidos pela biodiversidade.

11.4. Quarta diretriz: Conservação ex situ de espécies. Consolidação de ações de conservação ex situ de espécies e de sua variabilidade genética, com ênfase nas espécies ameaçadas e nas espécies com potencial de uso econômico, em conformidade com os objetivos específicos estabelecidos nas diretrizes do Componente 5.

Objetivo específico:      

11.4.2. Desenvolver, promover e apoiar estudos e estabelecer metodologias para conservação e manutenção dos bancos de germoplasma das espécies nativas e exóticas de interesse científico e comercial.

Contudo, a questão traz o termo PRESERVAÇÃO ao invés de CONSERVAÇÃO, conforme Decreto n° 4.339/2002. Conforme as bases do Direito Ambiental, existe uma diferença substancial entre os dois termos, que NÃO são sinônimos. A preservação está relacionada à proteção da natureza, com a manutenção da integridade dos recursos naturais, sem considerar seu uso e valor econômico. Já a conservação visa o uso sustentável dos recursos naturais, integrando o ser humano. 

Para fundamentar o entendimento, o artigo “Conservação ou Preservação”,  de Pádua, S. et. al , disponível em http://www.redeambiente.org.br/NossoAmb/Opiniao/textos/conservapreserva1.htm, :, dispõe claramente sobre as diferenças entre os dois termos, em que, PRESERVAÇÃO é:

“…é  a ação  que  visa  garantir  a  integridade  e  a  perenidade  de  algo.  É  empregado  quando  se refere  à  proteção  integral,  garantindo  a  “intocabilidade”.”

ao passo que, conforme esse artigo comparativo, CONSERVAÇÃO  é:

“Conservação  pode  ser  entendida,  então,  quando  se  permite  a intervenção  humana,  inclusive  na  exploração  de  qualquer  recurso  natural:  hídrico, mineral,  solo,  flora  e  fauna.  Conservação,  em  termos  ambientais  para  as  leis brasileiras,  significa  proteção  dos  recursos  naturais,  com  a  utilização  racional, garantindo  sua  sustentabilidadade  e  existência  para  as  futuras gerações.”

 

Concurso ICMBio: recursos para a prova de Técnico Ambiental

QUESTÃO NÚMERO 48

GABARITO PRELIMINAR: C

GABARITO EXTRAOFICIAL ELABORADO PELO PROFESSOR JEFERSON BOGO: E

COMENTÁRIO: Quando um navegador é definido como padrão, então todos os links para páginas web que se clicar serão abertos por ele. Entretanto, a questão diz que “todos os links que se clicar serão abertos por ele”, o que está errado, pois existem links para endereços de e-mail e tais links são abertos por aplicativos de e-mail, não por navegadores. Portanto, solicito alteração de gabarito para ERRADO.

QUESTÃO NÚMERO 76

GABARITO PRELIMINAR: C

GABARITO EXTRAOFICIAL ELABORADO PELO PROFESSOR NILTON COUTINHO: E

COMENTÁRIO: Contudo, a alternativa está INCORRETA, pois o art. 29, § 2º, do código florestal (lei 12.651/2012) é claro no sentido de que o cadastramento NÃO será considerado título para fins de reconhecimento do direito de PROPRIEDADE  ou POSSE, tampouco elimina a necessidade de cumprimento do disposto no art. 2º da Lei nº 10.267, de 28 de agosto de 2001.

Deste modo, o gabarito da referida questão deve ser alterado para INCORRETO.

QUESTÃO NÚMERO 94

GABARITO PRELIMINAR: C

GABARITO EXTRAOFICIAL ELABORADO PELO PROFESSOR HENRIQUE ARAKAWA: E

COMENTÁRIO: Segundo a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), o fogo é formado pela união de três elementos: calor, comburente e combustível. Esta união é conhecida como “Triângulo do Fogo”.

O combustível, é o material que alimenta o fogo e serve de campo para propagação.

Compreende quase todos os materiais que possamos imaginar (papel, madeira, folhagem, gasolina).

De acordo com o Corpo de Bombeiros do Estado do Goiás, os combustíveis vivos têm umidade muito elevada, podendo, às vezes, funcionar como retardante do incêndio (cortinas de segurança). Abaixo de 75 % de sua umidade absoluta, o perigo de incêndio torna-se iminente.

Porém, o fato de ser úmido e retardante não significa que deixa de ser um material combustível, como pode ser visto logo abaixo.

Os Combustíveis podem ser classificados de acordo com à condição orgânica, diretamente relacionada à umidade da vegetação, ou seja, teremos o combustível morto ou verde (vivo):

  1. a) combustível morto é constituído pela vegetação morta. Apresenta maior poder de propagação por possuir menor porcentagem de umidade; e
  2. b) combustível vivo ou verde são todos os combustíveis em normal crescimento e possuem umidade elevada, ou seja, possui menor poder de propagação.

Sabe-se que as espécies vegetais possuem absorção hídrica diferente, bem como, as partes vegetativas de um vegetal. Ou seja, na natureza existem espécies que possuem umidade

distinta mas que habitam áreas comuns. Ademais, os vegetais possuem diferentes materiais que podem ser considerados combustíveis para um incêndio florestal, como as folhas e a parte mais externa do caule (epiderme). 

Logo, verifica-se que a vegetação tem forte relação com os incêndios florestais, sendo considerado material combustível (um dos elementos indispensáveis para a formação do fogo). Mesmo que a vegetação esteja relativamente úmida, ela ainda será um material combustível, mas com um menor poder de propagação.

Ou seja, mesmo em regiões úmidas, como na floresta amazônica, a atividade de incêndios será determinada pelas condições climáticas E pelo material combustível disponível para queima.

Resumo do concurso ICMBio

Concurso ICMBio Instituto Chico Mendes de Conservação e Biodiversidade (ICMBio)
Situação Atual edital publicado
Banca organizadora Cebraspe
Cargos Analista Ambiental e Técnico Ambiental
Escolaridade Níveis médio e superior
Carreiras Administrativa
Lotação Nacional
Número de vagas 171 vagas
Remuneração de R$ 3.605,34 a R$ 8.089,64
Inscrições 03/12 a 23/12/2021
Taxa de inscrição de R$ R$ 72,80 a R$ 104,00
Data da prova objetiva 06/02/2022
Clique aqui para ver o edital ICMBio

Quer ficar por dentro dos concursos públicos abertos e previstos pelo Brasil?
Clique nos links abaixo:

CONCURSOS ABERTOS

CONCURSOS 2022

Receba gratuitamente no seu celular as principais notícias do mundo dos concursos!
Clique no link abaixo e inscreva-se gratuitamente:

TELEGRAM

Avatar

Equipe do Gran Cursos Online
1

0


Tudo que sabemos sobre:

edital publicado


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.