Tenha sempre esperança, do verbo esperançar

Gabriel Granjeiro


15 de Maio de 2017 3 min. de leitura

“Não ache um culpado; ache uma solução.” Henry Ford

Eu esperanço, ele esperança, eles esperançam. E você, esperança?

Há algo que quem que não tem nada ou quase nada na vida não pode perder jamais: é a esperança. Refiro-me ao substantivo cognato do verbo esperançar, que, por sua vez, significa “levantar-se e ir atrás; agir; construir alternativas e soluções; levar adiante uma ideia, um projeto; nunca desistir”. Esperançar é almejar, sonhar, agir, buscar. É o contrário de esperar, apesar de muitos associarem esperança a esse verbo.

Mário Sérgio Cortella, teólogo, filósofo e professor – que, aliás, já citamos neste espaço –, nos ensina que “é preciso esperançar, olhar e reagir a tudo aquilo que não tem saída”. Ele sempre nos incentiva a “deixar a zona de conforto para nos lançar em novas perspectivas e provocar as mudanças que se fizerem necessárias”.

É claro que nunca é fácil fazer isso, e é natural ter medo. Mas quem tem esperança, mesmo que esteja embebido em receio e em insegurança, não se deixa dominar por esses sentimentos. Ao contrário, enfrenta com coragem os entraves, os problemas, os obstáculos, os inimigos. Encara de frente o que quer que esteja atrapalhando o caminho em direção à realização dos seus projetos. Pessoas assim têm consciência de que, em uma cabeça cheia de medos, não há espaço para sonhos.

Uma pessoa que tem esperança está longe de se julgar invulnerável. Ela nunca baixa a guarda, mesmo em momentos de mar manso e de plenitude. Quem tem esperança – do verbo esperançar – compreende a dificuldade que é mudar, mas também entende que, em certos momentos, precisa alterar o que deve ser alterado. É flexível sem ser inconsequente. Em outras palavras, muda quando tem de mudar, seja os seus pensamentos, seja os seus projetos, seja os seus métodos, seja as suas técnicas de estudo, seja as suas metas.

Mas algumas coisas não devem ser mudadas, e o esperançoso – do verbo esperançar – sabe disso. No meu caso, por exemplo, mesmo que eu tenha sido acometido pelo medo e que ainda esteja enfrentando inúmeros problemas, não vou me acovardar e deixar de ousar e de criar produtos. Faça chuva ou faça sol, não vou abrir mão da minha prática diária de atividades físicas, não vou mudar minha rotina de leitura, não vou parar de escrever minhas mensagens semanais. Não importa a circunstância, continuarei firme em minhas orações e sempre estarei presente para curtir a minha família e o meu lar.

Ninguém ignora que o nosso país vive um mau momento e que muitas brasileiras e muitos brasileiros já praticamente perderam a esperança – do verbo esperançar. O otimismo dessas pessoas “apodreceu”. Elas acreditam que não há mais jeito, que não há mais solução, e, letárgicas, aguardam que alguém faça algo para que a crise termine.

Infelizmente, há muitos concurseiros entre essas pessoas sem esperança – do verbo esperançar –, e o problema é que eles estão tão desanimados com os problemas pelos quais passamos no Brasil, que só pretendem retomar os estudos quando alguém tiver combatido a corrupção que paralisou a Administração Pública. Somente quando eles tiverem certeza de que há mais recursos para investimentos e contratação de pessoal no serviço público, sentir-se-ão encorajados a retomar a jornada da preparação para concurso. Enquanto isso, apenas aguardam, apenas esperam que os outros resolvam tudo. Lavam as mãos, bem como fez Pôncio Pilatos. Note que isso não é esperança; é espera!

Amiga leitora e amigo leitor, já houve quem dissesse que toda caminhada de cem quilômetros começa com o primeiro passo. Não espere que os problemas se resolvam sozinhos para você começar algo novo; não fique inerte enquanto aguarda ter tempo ou condições financeiras para iniciar o seu projeto de conquista da carreira pública. Não fique esperando. Comece a esperançar, a agir com esperança.

E lembre que ninguém nasce pronto. Somos capazes de nos reinventar a todo o tempo, mesmo quando não conseguimos, num primeiro momento, enxergar a luz no fim do túnel. Então, movimente-se! Levante-se, sacuda a poeira e avance! Não importa se você terá de começar agora ou se é o caso de apenas continuar o que já havia iniciado; o que importa é não desistir. E não pense em parar enquanto não tiver alcançado o seu propósito. Não descanse enquanto não chegar o dia da posse no cargo público dos seus sonhos. Aconteça o que acontecer no caminho, não pare! Você é capaz. Você é confiante. Você consegue.

Veja bem: sou um jovem empreendedor brasileiro que prefere a esperança dos tímidos, mas passos diários, à vergonha de ficar esperando, esperando, esperando… Sei que você também é assim.

Entendida a mensagem, vamos todos, movidos pela esperança – do verbo esperançar – e com muita atitude e confiança, em busca dos nossos sonhos.

“Lembremo-nos de que o homem interior se renova sempre. A luta enriquece-o de experiência, a dor aprimora-lhe as emoções e o sacrifício tempera-lhe o caráter.” Chico Xavier


Gabriel Granjeiro – Diretor-Presidente e Fundador do Gran Cursos Online. Vive e respira concursos há quase 10 anos. Formado em Administração e Marketing pela New York University, Leonardo N. Stern School of Business. Fascinado pelo empreendedorismo e pelo ensino a distância.

Depoimentos relacionados

Em busca de estabilidade e conforto para a família, Isabella Modesto estudou por três anos para conquistar uma vaga para…

Natural de Aracaju, a professora Érika Ramos decidiu ingressar na conquista pelo cargo público por 2 principais razões: a busca…

Persistência e dedicação sempre foram palavras que permearam a vida de Elisa da Silva Gomes Lana, natural de Costa Verde…

Daniele Laís saiu de seu emprego no SENAC DF aproveitando um momento de mudança no seu cargo, hoje extinto, e…

Evelyn Rodrigues é natural de Brasília/DF, mas hoje mora em Aracaju/SE, onde realizou e foi aprovada no Concurso Prefeitura Barra…

Qual é o seu grande objetivo de vida? Para Raul Marcelo da Silva o foco estava em ingressar na carreira…

Natural da cidade de Poço Verde/ SE, Aialla Suelem Andrade de Souza escolheu a carreira pública não só pela estabilidade…

Dedicando-se ao estudos por cerca de 3 anos, José Roberto Ferreira conquistou não apenas a aprovação no Concurso BRB para…

Gabriel Granjeiro

Presidente e sócio-fundador do Gran Cursos Online

42

Comentários (42)

Avatar carlos Roberto Luz 30 de Maio de 2017

Muito bom os artigos, traz muito ânimo e motivação a todos Nós,Show.
Carlos Luz -Poções-ba

 Responder

Gabriel Granjeiro Gabriel Granjeiro 5 de Junho de 2017

Prezado Carlos,

Muito obrigado. Sucesso em sua trajetória!

 Responder

Avatar Elisangela Cogo 1 de Junho de 2017

Muito Obrigada….estava precisando muito disso!

 Responder

Gabriel Granjeiro Gabriel Granjeiro 5 de Junho de 2017

Prezada Elisangela,

Obrigado. Estamos juntos rumo à aprovação.

 Responder

Avatar Érica crystina 28 de Junho de 2017

Obrigada pelo lindo texto,motivação é sempre bom, devemos sempre persistir nos sonhos e seguir em frente com cabeça erguida,muito obrigada mesmo,muito sucesso a você.

 Responder

Avatar Eunice Cândida Gomes 21 de Dezembro de 2017

Os artigos têm sido a minha inspiração para continuar lutando na esperança de conquistar meu tão sonhado emprego público. E, quando vejo que quero desanimar, procuro ler suas mensagens motivadoras, que tem sido de grande alento para os concurseiros. Tenho aprendido muito com elas, têm sido um bálsamo para mim. Obrigada Gabriel Granjeiro por essa iniciativa.

 Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *