11 Lições que Kobe Bryant nos ensina para os concursos públicos

Se você ainda não conhece um dos maiores jogadores de basquete da história do Los Angeles Lakers, Kobe Bean Bryant, saiba que ele sempre soube qual era o seu sonho desde muito cedo, ganhou cinco campeonatos da NBA, duas medalhas olímpicas de ouro, 18 seleções All-Star e quatro prêmios All-Star Game MVP.

Entre muitas outras conquistas, ele descobriu também a paixão em ensinar suas lições sobre a sua forma de pensar e de agir para alcançar seu sonho e ainda chegar à grandeza deste. Infelizmente, em 26 de janeiro de 2020, faleceu em um acidente trágico de helicóptero em Calabasas. Porém, deixou uma legado incrível que podemos aprender e usar em qualquer área da vida, inclusive nos concursos públicos.

Kobe tinha o apelido de Black Mamba, pois a mamba negra é uma das cobras mais venenosas e velozes do mundo. Seu veneno causa a morte de um ser humano em menos de 45 minutos. Assim era visto o jogador: rápido e letal. No início ele levava o apelido como uma brincadeira das redes sociais, porém isso se tornou um mantra, uma filosofia de vida, que fez com que ele escrevesse o livro Mamba Mentality.

 

 

MENTALIDADE MAMBA

A mentalidade de Kobe não era encarada de forma normal pela sociedade e por alguns colegas, pois, para muitos, ele era egoísta e egocêntrico na busca de ser o melhor jogador do mundo. Para outros, seus adoradores e amigos, sua força mental era determinante.

Para o jogador, a “mentalidade mamba” era um estilo de vida através do qual, para se alcançar o objetivo, você deve ser melhor a cada dia. Para tanto, deve-se seguir os seguintes pilares: dedicação, tempo, foco e aperfeiçoamento. Ele não se baseava em dom, e sim em estar no limite e gostar disso, pois o sacrifício não deve existir.

Quando você estuda para concursos públicos, há sacrifícios? Quando há abdicação de algumas coisas para alcançar um sonho, você está se sacrificando? Se sua resposta foi sim, vou te explicar por que, na concepção da “mentalidade mamba”, você está equivocado!

A Mamba Mentality é focada no processo e confiada no trabalho árduo. (…) É o mantra definitivo para o espírito competitivo. Começou exatamente como uma hashtag que chegou até mim um dia e se transformou em algo que atletas – e até não atletas – abraçam como uma mentalidade. (Kobe Bryant)

A primeira coisa que temos de ter em mente é que o trabalho árduo não é “gostosinho”, não é fácil, mas te leva a transformações, vitórias e conquistas. Se chegar à vitória é prazeroso, o caminho que te leva até ela também deve ser encarado dessa forma. Tudo está na sua mente.

Suas condições fisiológicas de cansaço aparecererão. Quando isso acontecer, descanse e recomece! Não se deixe vencer, mentalize a realização, curta o caminho até o sucesso. Viva seus fracassos, porque eles existirão e serão a forma de você se tornar uma versão melhor a cada “treino”. O esforço te torna forte.

O combustível para vencer, além da autoconfiança de que não terá outra solução a não ser chegar à aprovação no concurso do seu sonho, é a paixão. Poderia eu dizer “Encare sua jornada com amor”, mas o amor é calmo e sereno, e não é assim que eu quero que você vislumbre essa jornada. Veja seu cargo com paixão. Apaixone-se pelo seu concurso e por toda a trajetória que você vai passar até chegar a ele. Seja convicto de todo seu coração de que o cargo será seu. Fazendo isso, aquilo que anteriormente era visto como sacrifício passará a ser visto como a conquista de uma paixão.

Utilizemos a metáfora do apaixonar-se da seguinte forma: imagine seu cargo como aquela pessoa que você precisa conquistar; seu coração acelera só de pensar nela… O sentimento é inexplicável e, a todos os momentos, o pensamento é dominado por ela. É assim que o concurso deve ser para você. E a parte difícil? Aquela que você denominava sacrifício?

Agora imagine a conquista dessa pessoa. O que você tem de fazer para conquistar o coração dela? Para que ela te queira na mesma proporção? Esse é o trajeto que você percorrerá. Esse será o sacrifício. Após essa reflexão, quero que imagine que sua jornada para conquistar o cargo seja denominada de: “FAÇO TUDO POR VOCÊ!”

Quando há algo na nossa vida que nos torna felizes, não queremos que isso acabe e fazemos tudo por isso. Se sua jornada for encarada dessa forma, findam-se os dias de sacrifício, e o que era ruim torna-se prazer, a luta vira conquista, o caminho é a jornada e tudo leva ao seu sonho.

Bryant percebeu que deveria agir diferente dos demais, treinar intensivamente, descansar menos, exigir mais o seu melhor todos os dias. Ainda assim, respeitava seus limites, mas sempre fazendo de tudo para estar à frente dos demais, tendo como parâmetro realizar o possível dentro de sua realidade.

Quando você é mais jovem, trabalha com coisas explosivas e, à medida que envelhece, seu foco muda para medidas preventivas. O único aspecto que não pode mudar, porém, é essa obsessão. Você precisa participar de todas as atividades, todas as vezes, com um desejo e precisa fazê-lo da melhor maneira possível. (Kobe Bryant)

Para saber mais sobre a “Mamba Mentality”, sugiro que assista ao vídeo: https://youtu.be/_3WhMawddWE.

 

MEDO DAS DERROTAS

Falar em treino nos concursos públicos remete à ação de simular provas e fazer questões; muitas vezes, ao fazer a correção desses exercícios, percebe-se que ocorreram muitos erros. Por medo, a atitude comum do estudante é não fazer mais as questões. Entretanto, a melhor forma de treinar é fracassando. O fracasso é o aprendizado para não mais vivenciar o erro. A junção de todos os fracassos fará de você o vencedor de amanhã, porque com eles você elimina as chances de errar da próxima vez.

Todas as pessoas de sucesso fracassaram antes de alcançá-lo. Na “mentalidade mamba” não há outro resultado se não o vencer. Seja obcecado pelo seu sucesso.

O que o grande companheiro e mentor de Kobe Bryan entendia por fracasso também tem grande relação como a mentalidade de vencedores. Esse ícone de quem estamos falando é Michael Jordan, que entende o fracasso dessa forma: “Eu perdi quase 300 jogos. Eu falhei várias vezes na minha vida. E é por isso que eu tenho sucesso”.

Depois de analisar toda a trajetória desse fenômeno do basquete e exemplo de dedicação e de obstinação, apresento a você, que sonha com a aprovação, as 11 lições que o mantra de Kobe deixou para os amantes de concursos públicos:

  1. Defina qual será sua meta-fim. Para chegar a ela, você sabe que terá uma jornada, então, a sugestão é que você insira nesse caminho submetas para que a caminhada não seja tão exaustiva e se torne prazerosa. Todo dia, essas submetas te farão sentir mais perto do seu sonho;
  2. Trabalhe forte na construção da base e dos fundamentos, não queira acertar as questões difíceis de início. Passa quem faz o simples. Não queira saber tudo, mas saiba fazer provas. Entenda o que se pede no seu concurso e não vá além do edital. Não transforme seu estudo num monstro;
  3. Treine todos os dias. Não importam as circunstâncias, mantenha a frequência sempre. Vão aparecer empecilhos; se não cumprir sua meta, perdoe-se, mas não deixe de estudar, não abandone essa atividade por nada. Seus estudos devem ser um hábito como acordar, dormir e trabalhar;
  4. A confiança vem da preparação. Leão anda com leão. Quanto maior a preparação, mais confiante você fica. Trabalhe intensidade, frequência, método e sua preparação emocional;
  5. Prioridades: defina o que é mais importante, jogue limpo consigo mesmo. Execute suas prioridades, faça uma faxina em sua mente e em sua vida, dando a verdadeira importância ao que te aproxima de seu sonho. Delete o que puder ou deixe em stand by (pausa) o que não puder, aquilo que te desfoca do objetivo;
  6. Não deixe problemas mal resolvidos. Resolva o que te atrapalha na concentração e os que não puder resolver, desapegue-se deles;
  7. Tente melhorar a cada dia: 1% melhor a cada dia, sem se cobrar demais e sem procrastinar, sempre com equilíbrio. Procure sua melhor versão todo dia;
  8. Faça tudo da maneira mais bem feita que puder, sabendo que nunca será perfeito;
  9. Mergulhe fundo em seus sonhos, não pelos outros, mas por você mesmo;
  10. Procure fazer tudo certo agora para que, no futuro, não haja arrependimentos. Vá atrás de mecanismos que tragam frequência de estudo. Não perca tempo!
  11. Entenda que os fracassos fazem parte do processo e tire vantagens deles, pois eles ajudam a identificar suas fraquezas. Feito isso, identifique seus pontos fracos e vença-os.

A reprovação é um ponto forte da sua jornada que te faz identificar o que deve ser melhorado e proporciona sua evolução. Essa é a grande jornada da aprovação.

Pessoas de sucesso não se importam com o lugar onde estão, e sim para onde vão.

Olhe no espelho, veja seu potencial e vá atrás de seu sonho. Cresça!

No esporte, os atletas são guiados por seus treinadores com ferramentas adequadas, treinamentos. Até mesmo a forma que devem direcionar seus pensamentos para conquista da vitória é induzida.

É de grande importância, no concurso, buscar orientação guiada de um profissional, pois isso fará toda a diferença em sua trajetória. Não é o material sem orientação adequada que fará a diferença.

Busque ajuda de um mentor, de um coach, para conquistar seu sonho. A jornada é solitária e só você pode enfrentá-la, mas ter alguém como apoio é primordial para essa tão sonhada conquista. Por isso, temos vários GranXperts que podem te ajudar a chegar na desejada aprovação em concursos públicos. Não perca mais tempo, entre em ação agora!

 

Yuri Lima

11 LIÇÕES QUE KOBE BRYANT NOS ENSINA PARA OS CONCURSOS PÚBLICOS

https://youtu.be/LC9appdPiCI

Quer conquistar a sua aprovação em concursos públicos?
Prepare-se com quem mais entende do assunto!
Comece a estudar no Gran Cursos

Notícias Relacionadas

Yuri Lima
Aprovado em diversos concursos de alto nível e coach do Gran Cursos Online
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer conquistar a sua aprovação em concursos públicos?
Prepare-se com quem mais entende do assunto!
Comece a estudar no Gran Cursos
Para o Topo