Elias Santana

Como namorar? Por: Elias Santana

Como namorar? Por: Elias SantanaOlá, querido (a)! Na próxima segunda-feira, celebraremos o dia dos namorados! Algumas pessoas comemoram com amor; outras, com “recalque” (rs). Independentemente da forma como você passará esse dia, vamos aprender a namorar?

Você já deve ter ouvido aquela música da dupla Henrique e Juliano que diz assim:

  • “Vai namorar comigo sim! ”

Essa construção, apesar de afirmar o sério compromisso que o eu lírico deseja ter com sua amada, está gramaticalmente incorreta. A tradição gramatical diz que o verbo “namorar” é transitivo direto. Em outras palavras, quem namora, namora alguém, e não com alguém. É agramatical dizer “eu namoro com a Maria”. O correto é “eu namoro a Maria”. O pronome oblíquo “comigo” apresenta a preposição “com”, o que impede a adequada regência. Para que a música fique gramaticalmente correta, o recomendado é:

  • Vai me namorar sim!

Obs.: o emprego da frase gramaticalmente correta na música prejudicaria a métrica e o ritmo da composição. Por isso existe a famosa “licença poética”, ok? Não sejamos intransigentes!

Todavia, se você quiser encantar seu (sua) amado (a) com músicas gramaticalmente corretas, vou apresentar algumas opções:

  • “Eu vou te namorar” (Sandy e Junior)

Eu sei que o primeiro amor da sua vida foi embalado com uma canção dessa dupla!

  • “Cansei de namorar a solidão. ” (Gian e Giovani)

Então, deixe “mil corações” pregados no portão do seu amor!

  • “Eu conheci o samba antes de te namorar” (Thiaguinho)

Para casais possessivos.

  • “Vem me namorar, vou te namorar também. ” (Tribalistas)

Porque o namoro exige reciprocidade.

  • “Fiquei louco de amor, vem me namorar, girl! ” (Banda Magníficos)

Um estrangeirismo sempre deixa uma boa impressão!

Para que não haja uma desilusão amorosa de cunho gramatical, não são recomendadas as seguintes canções:

  • “Me namora! ” (Natiruts)

A não ser que o pronome seja colocado depois do verbo!

  • “Quer namorar comigo? ” (Edson e Hudson)

Não se namora com ninguém.

  • “Namora eu! ” (Asa de Águia)

Quando a música acabar, é só dizer: perdoa eu! Nunca falhou!

Apesar das brincadeiras, desejo que o seu dia dos namorados seja excelente! A compreensão do amor está além da prescrição gramatical! Dê valor a quem está ao seu lado!

P.S.: o objetivo do artigo não é tratar com demérito músicas famosas de artistas consagrados; o meu objetivo foi justamente exaltá-las!


Elias Santana

Licenciado em Letras – Língua Portuguesa e Respectiva Literatura – pela Universidade de Brasília. Possui mestrado pela mesma instituição, na área de concentração “Gramática – Teoria e Análise”, com enfoque em ensino de gramática. Foi servidor da Secretaria de Educação do DF, além de professor em vários colégios e cursos preparatórios. Ministra aulas de gramática, redação discursiva e interpretação de textos. Ademais, é escritor, com uma obra literária já publicada. Por essa razão, recebeu Moção de Louvor da Câmara Legislativa do Distrito Federal.


Estudando para concursos públicos ? Prepare-se com quem tem tradição de aprovação e 27 anos de experiência em concursos públicos. Cursos online com início imediato, visualizações ilimitadas e parcelamento em até 12x sem juros!

garantia-de-satisfacao-30

Cheguei Lá

6 Comentários

6 Comentários

  1. Marina

    08/06/2017 09:48 em 09:48

    ”Namora comigo?” pode ser substituído por?

    • Juliana Andrade

      10/06/2017 10:11 em 10:11

      Acho que é por “Me namora ” rsrs acho que não né rs.

  2. Luismar

    09/06/2017 18:24 em 18:24

    Muito bom professor

  3. Larissa

    11/06/2017 20:58 em 20:58

    E em relação ao verbo “casar”?
    O correto é quer casar comigo?

    • Elias Santana

      12/06/2017 13:13 em 13:13

      Olá Larissa,

      É certo sim! Tanto “quer casar comigo” quanto “quer se casar comigo”.

      Um abraço,

      Elias Santana

  4. Alex

    13/06/2017 09:50 em 09:50

    Senti falta de um comentário sobre a principal frase dos namorados que não é gramaticalmente correta: “te amo”.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para o Topo