Como potencializar o cérebro

Avatar


12/07/2021 | 16:00 Atualizado há 398 dias

No dia em que a ciência conseguir fazer com que os neurônios sejam regenerados, chegaremos a um ponto milagroso para muita doenças e para a potencialização cerebral. Enquanto isso, contamos com a neuroplasticidade neuronal, que seriam novos caminhos percorridos pelo cérebro. Os estudos da neurociência a respeito desse assunto são amplos e promissores.

Ações e hábitos simples podem te ajudar a ser mais produtivo e a usar melhor suas sinapses, as conexões neurais, que são a base do raciocínio. Nesse caso, as pesquisas científicas podem indicar caminhos seguros para realizar suas metas em termos de aumento na capacidade cognitiva.

Sabemos que, em níveis altos, a ansiedade intoxica o nosso cérebro. Uma forma de deixá-lo mais “limpo” é fazer o nosso mindfulness. Temos alguns Divãs sobre o assunto. Desligar de vez em quando também é muito bom para potencializar o nosso cérebro. Imagine fazer uma faxina daquelas na sua casa. Descansar também é estudar – é claro que em níveis normais e de acordo com a necessidade de cada um. Inclusive, desligar-se aciona a rede padrão dos neurônios, que é responsável pela memória.

O sono também é importante, mas sabe-se que dormir pouco ou dormir muito pode ser nocivo. Se possível, é importante acordar com a luz natural. Caso você acorde com pressa, pulando da cama, você iniciará o dia com o hormônio do estresse, o cortisol, o que é péssimo para os estudos e a aprendizagem.

Existem alimentos inteligentes que ajudam a melhorar o funcionamento cerebral, além da atividade física, um verdadeiro potencializador para nosso corpo e mente.

Cientistas dizem[1] que, mesmo quando você deixa de fazer determinada tarefa, parte de seu cérebro continua focada nessa atividade, podendo ocupar atenção e memória de maneira prejudicial para seu desempenho. Logo, se você não concluir suas atividades, sua capacidade de se concentrar e de usar seu cérebro acaba ficando prejudicada.

Você sabia que, ao estudar em movimento, uma pessoa pode absorver mais informações? Que, por exemplo, usar a mão contrária para escovar os dentes nos ajuda a estabelecer um fluxo neuronal diferente (essa é a neuróbica, eu vou te passar mais de dez exercícios sobre ela)? E aprender coisas novas? Sim, ao fazê-lo, você também potencializa suas capacidades.

No nosso Divã de terça, falaremos sobre mais de quarenta formas de potencializarmos o cérebro, dentre outras ações, que são verdadeiras ginásticas cerebrais para esse órgão tão importante. Venha comigo!

 

[1] Fonte: Cientistas treinam ‘distraídos’ a se focar em tarefas – BBC News Brasil

Avatar

Psicóloga clínica e neuropsicóloga com mais de 20 anos de experiência em psicoterapia
4

0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.