IBGE

Concurso IBGE: órgão reforça necessidade de novo certame!

IBGE emite nota falando da urgência em realizar novo concurso! 

Concurso IBGE

Concurso IBGE está previsto para o próximo ano! 

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (Concurso IBGE) publicou uma nota na última segunda-feira (12), alertando sobre a escassez de recursos humanos e da preocupação que esse fato está causando no órgão, e afirma,  “A realização do Censo Demográfico 2020 está ameaçada, diante da avalanche de aposentadorias sem a reposição do quadro. Desde 2017, a direção do IBGE vem empreendendo ações para viabilizar a realização de concurso público para o preenchimento de 1.800 vagas, medida imprescindível para evitar a descontinuidade de atividades essenciais do Instituto. No entanto, até o momento não foram concedidas autorizações para os pleitos apresentados”. 

O IBGE ainda diz que muitos problemas tem sido causados pela falta de pessoal e que há necessidade de um novo concurso urgente. Segundo informações do órgão, desde 2008 foram perdidos mais de 2.400 servidores, “Este quadro pode se agravar ainda mais, chegando a um impasse, pois, hoje, mais de um terço do quadro funcional do IBGE já está apto a requerer aposentadoria. Essa crise ameaça todo o plano de trabalho do Instituto, incluindo a realização do Censo Demográfico 2020, que já se encontra em planejamento”.

Em nota, o instituto ainda conta as consequência que a falta de verba para realização do Censo Demográfico iria trazer para o país, “O Brasil tem obrigações quanto à disseminação de dados junto ao Fundo Monetário Internacional (FMI), à Divisão de Estatística das Nações Unidas (UNSD) e à Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), entre outros, que sofreriam rupturas. Também somos signatários da Agenda 2030 – Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, das Nações Unidas, assinada pelo Brasil, o que exige um grande esforço de estruturação do sistema estatístico nacional, a fim de que se possa atender à demanda por 240 diferentes indicadores sociais, ambientais e econômicos para monitorar o cumprimento de suas metas. A ausência do Censo Demográfico de 2020 inviabilizaria um número considerável desses indicadores”.

O IBGE tem trabalhado junto ao Congresso Nacional para conseguir a aprovação das emendas parlamentares que serão destinadas para recompor o orçamento para reposição de pessoal e para as atividades do Censo 2020.

Número de servidores ativos do IBGE caiu ao longo do anos

 

Esperança de um novo concurso em 2019

O presidente do instituto, Roberto Olinto, em reunião com a Executiva Nacional do Sindicato, na primeira semana de setembro, afirmou que serão autorizadas 2.700 vagas para novos concursos do Poder Executivo federal no ano de 2019, e parte dessas vagas serão destinadas para o IBGE.

Olinto contou que, além dos concurso da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Ministério da Agricultura, o governo vai priorizar concursos específicos, sendo um deles o do IBGE. O presidente ainda disse que também serão autorizados concurso para a Agência Nacional de Águas e a área da saúde, com quem o instituto irá disputar parte das vagas. As informações foram disponibilizadas pelo portal do Sindicato da Nacional dos Trabalhadores do IBGE (Assibge). A expectativa agora será sobre quantidade de vagas que serão autorizadas, já que o IBGE está com urgência de um novo certame.

Andamento da autorização concurso IBGE 

O presidente confirmou na coletiva de imprensa que aconteceu no mês de agosto, na sede do IBGE localizada no Rio de Janeiro, que o pedido para os dois concursos solicitados, efetivos e temporários, está em análise no Ministério do Planejamento e o presidente garantiu que está se esforçando para que sejam autorizados o quanto antes. “Nós ainda estamos aguardando a autorização desses concursos. O pedido está em análise no Ministério do Planejamento e estamos lutando bravamente para conseguir”, afirma Roberto.

Estava presente no evento o ministro de Segurança Pública, Raul Jungmann, e o objetivo da reunião era discutir a inclusão de indicadores de segurança pública no Censo do IBGE.

Reunião do IBEG com a Assibge

Aconteceu no dia 10 de agosto, uma reunião entre o Ministério do Planejamento, IBGE e o Sindicato da Nacional dos Trabalhadores do IBGE (Assibge), e foi discutida a realização do novo concurso. De acordo com informações do sindicato, a Secretaria de Gestão de Pessoas do Planejamento afirmou que o concurso para o Instituto é uma prioridade por causa da urgência pelo Censo Demográfico 2020.

A autorização ainda não tem data para sair apesar da afirmativa do Planejamento do certame ser uma prioridade, mas a expectativa é grande para o novo certame que possui duas solicitações de concurso no Planejamento, uma de 1.800 vagas para efetivos e outra para contratação de temporários voltada para o Censo 2020.

Concurso IBGE – Solicitação é de 1.800 vagas

O IBGE solicitou ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) a realização de um novo concurso público para provimento efetivo de 1.800 vagas, sendo 1.200 de Técnico. Esse cargo é destinado a quem possui o nível médio e tem ganhos de R$ 3.890,87.

As demais 600 vagas solicitadas são para a função de Analista, de nível superior. A remuneração nesse caso é de R$ 8.213,07. Os valores já incluem o auxílio-alimentação de R$ 458.

O pedido de concurso IBGE foi protocolado no Ministério do Planejamento no dia 15 de dezembro. De lá para cá foram registradas 23 movimentações. Hoje a solicitação está na Divisão de Concursos Públicos do Planejamento.

Concurso IBGE aposentadorias reforçam necessidade de novo concurso

Enquanto o IBGE negocia com o governo a possibilidade de realizar o concurso IBGE, o órgão sofre com a carência de pessoal e as aposentadorias. Na medida em que as demandas de pesquisas no país crescem a cada dia, o quadro de pessoal do IBGE diminui a cada mês.

Pedido protocolado para novo concurso IBGE

Pedido protocolado para novo concurso IBGE

Último concurso IBGE para efetivos

O IBGE já nomeou os 600 aprovados dentro das vagas, sendo essa medida um provimento adicional, totalizando 900 vagas no total. Agora, novas autorizações só podem ocorrer por despacho presidencial.

O IBGE recebeu 511.185 inscritos para o concurso que teve as provas aplicadas em abril, segundo a FGV, a organizadora do processo. Foram 476.437 inscritos para as 460 vagas de técnico em informações geográficas e estatística, uma concorrência média de 1.035 candidatos por vaga.

Já para as 140 vagas de analista de planejamento, gestão e infraestrutura em informações geográficas e estatísticas e de tecnologista em informações geográficas e estatísticas foram 34.748 inscritos, uma média de 248,2 candidatos por vaga. Segundo a FGV, o total da remuneração bruta pode chegar a R$ 7.662,49 para os servidores sem titulação, a R$ 8.055,41 para os portadores de certificado de especialização, a R$ 8.448,33 para os portadores de título de mestre e a R$ 9.396,88 para os portadores de título de doutor.

Das 140 vagas, 118 são para o Rio de Janeiro e 22 para os seguintes estados: Amazonas, Amapá, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, além do Distrito Federal, sendo 8 vagas reservadas para pessoas com deficiência e 8 para candidatos negros.

O concurso oferecia oportunidades para os cargos de técnico em informações geográficas e estatísticas (460), de nível médio, 90 para analistas de planejamento, gestão e infraestrutura em informações geográficas e estatísticas e 50 para tecnologistas (ambos de nível superior). 

As provas objetivas do concurso do IBGE ocorreram em 10 de abril, para analistas e tecnologistas, e no dia 17 do mesmo mês, para quem desejava um dos postos de técnico. Para os três cargos, a avaliação foi aplicada das 13h às 17h, exceto o analista da área de Análise de Sistemas/Desenvolvimento, que fará a prova das 13h às 18h. Os candidatos a técnico foram submetidos a 60 questões, sendo dez de Conhecimentos Específicos do IBGE, 15 de Geografia, 15 de Matemática e 20 de Língua Portuguesa.

Os concorrentes a analista e tecnologista foram  submetidos a 70 questões, exceto os da área de Análise de Sistemas/Desenvolvimento, que responderá a 60 e fará uma prova discursiva. O exame objetivo versou sobre Conhecimentos Básicos (Língua Portuguesa, Língua Inglesa e Raciocínio Lógico Quantitativo) e Conhecimentos Específicos. O número de questões por disciplina varia. Para o técnico, foi aprovado quem conseguir, pelo menos, 40% dos pontos da prova, sem zerar nenhuma disciplina. Para analista e tecnologista, estará apto quem alcançar 50% dos pontos da prova, sem zerar nenhuma matéria, além de obter uma pontuação mínima na parte específica, que varia de acordo com a área pretendida.

Sobre o IBGE

O IBGE é uma entidade da administração pública federal, vinculada ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, que possui quatro diretorias e dois outros órgãos centrais.

Para que suas atividades possam cobrir todo o território nacional, o IBGE possui a rede nacional de pesquisa e disseminação, composta por:

  • 27 Unidades Estaduais (26 nas capitais dos estados e 1 no Distrito Federal)
  • 27 Supervisões de Documentação e Disseminação de Informações (26 nas capitais e 1 no Distrito Federal)
  • 583 Agências de Coleta de dados nos principais municípios.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE se constitui no principal provedor de dados e informações do País, que atendem às necessidades dos mais diversos segmentos da sociedade civil, bem como dos órgãos das esferas governamentais federal, estadual e municipal.

O IBGE oferece uma visão completa e atual do País, através do desempenho de suas principais funções:

  • Produção e análise de informações estatísticas
  • Coordenação e consolidação das informações estatísticas
  • Produção e análise de informações geográficas
  • Coordenação e consolidação das informações geográficas
  • Estruturação e implantação de um sistema da informações ambientais
  • Documentação e disseminação de informações
  • Coordenação dos sistemas estatístico e cartográfico nacionais

Detalhes concurso IBGE efetivos:

  • Concurso: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística  (Concurso IBGE)
  • Banca organizadora: a definir
  • Cargos: Técnico; Analista; 
  • Escolaridade: níveis médio e superior
  • Estados: nacional
  • Número de vagas: 1.800 solicitadas 
  • Remuneração: até R$ 8,2 mil
  • Situação: SOLICITADO!
  • Previsão para publicação do edital: 2019
  • Link do último edital: Analista e Tecnologista  – Técnico

CONCURSOS ABERTOS: veja aqui os editais publicados e garanta a sua vaga!

CONCURSOS 2018: confira aqui os certames previstos ainda para este ano!

CONCURSOS 2019: clique aqui e confira as oportunidades para o próximo ano!

Estudando para concursos públicos? Prepare-se com quem mais entende do assunto! Cursos completos 2 em 1, professores especialistas e um banco com mais de 800.000 questões de prova! Garanta já a sua vaga!

Estude onde, quando, como quiser e em até 12x sem juros! Teste agora por 30 dias!

Matricule-se!

Cheguei Lá

11 Comentários

11 Comentários

  1. ismael pereira leite filho

    27/05/2018 14:48 em 14:48

    aguardados mais informações do concurso.

  2. ismael pereira leite filho

    27/05/2018 14:49 em 14:49

    aguardados mais informações do concurso. IBGE

  3. ismael pereira leite filho

    27/05/2018 14:51 em 14:51

    MAIS INFORMAÇÕES.

  4. Nayara Ramos

    29/05/2018 20:21 em 20:21

    Boa noite, gostaria de saber se o concurso e para efetivos ou temporário?

  5. gisele

    15/09/2018 15:14 em 15:14

    o concurso ja aconteceu?

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para o Topo