Concursos em Destaque

Concurso Polícia Federal: previsão de mais de mil convocações!

Número de nomeações será maior do que previsto no último concurso! Novo certame em análise!

ADPF, Ministério da Justiça e comissão de aprovados solicitam convocação dos excedentes por déficit de pessoal na PF.

ADPF, Ministério da Justiça e comissão de aprovados solicitam convocação dos excedentes por déficit de pessoal na PF.

No dia 15 de fevereiro deste ano, o presidente da ADPF – Associação Nacional dos Delegados da Polícia Federal, Edvandir Paiva, em evento institucional anunciou que apoia a solicitação realizada pela comissão de aprovados do último concurso da PF, em 2018. O pedido versa principalmente para que haja mudanças em itens no edital da qual pode convocar além do número de vagas indicadas no certame, visto que há um déficit no quadro de pessoal do órgão que somam mais de 4 mil!

Com as mudanças e as novas convocações poderão ser formadas duas novas turmas, em junho de 2019 e outra no primeiro semestre de 2020, para os futuros policiais. A associação explica que o assunto também está em pauta no Ministério da Justiça para que seja aprovado o orçamento e se inicie o chamamento dos aprovados.

“Convocando todos os que obtiveram aprovação na primeira fase, a Polícia Federal receberá mais mil policiais até o meio do ano de 2020”, explica o presidente. Edvandir conta ainda que mesmo com tal convocação haverá ainda mais 3 mil e 500 cargos vagos, da qual será necessário um novo concurso para a PF para provimento das vagas.

Confira abaixo o vídeo:

Concurso PF: resultado provisório da avaliação médica

Atenção concurseiros! A banca responsável pelo concurso do Departamento de Polícia Federal (Concurso Polícia Federal), o Cebraspe, divulgou nesta terça-feira (12), o resultado provisório na avaliação médica para todos os cargos. Esta etapa é de caráter eliminatório.

O resultado final desta etapa e a convocação para a avaliação psicológica e perícia médica dos candidatos que se declararam com deficiência será divulgado no dia 11 de março.

Confira AQUI o resultado provisório na avaliação médica!

O concurso é para o preenchimento de 500 vagas nos cargos de Agente (180), Delegado (150), Escrivão (80), Perito (60) e Papiloscopista (30). 

Detalhes sobre quantidade de inscritos no concurso Polícia Federal

A Polícia Federal havia divulgado que a seleção teve um total de 147.744 inscritos para o concurso que está ofertando 500 vagas. Porém, foi registrado que quase 35 mil candidatos não compareceram para realizar as provas. Foram cerca de 30,73% de abstenção para o cargo de delegado e 22,68% para os demais cargos. Os dados são da banca organizadora.  

Para o cargo de delegado foram 17.816 inscritos. Para perito criminal foram 18.142. Para agente de polícia foram 92.671. Para o cargo de escrivão de polícia foram 12.663. Já para papiloscopista foram 6.452 inscritos. 

As provas objetivas e a prova discursiva, exceto para o cargo de Delegado de Polícia Federal, tiveram a duração de 5 horas e foram aplicadas no dia 16 de setembro de 2018, no turno da tarde.

Já para o cargo de Delegado de Polícia Federal, a prova objetiva teve duração de 4 horas e foi aplicada também no dia 16 de setembro de 2018, mas no turno da manhã. A prova discursiva também teve a duração de 4 horas e foi aplicada na mesma data, no turno da tarde.

Concurso Polícia Federal (PF): Requisitos e remunerações

Os cargos de agente e escrivão admitem graduados em qualquer área de formação. Os rendimentos iniciais para esses são de quase R$ 12 mil (também com o auxílio). Para os policiais lotados nas regiões de fronteira, a Lei 12.855 instituiu em 2013 o pagamento de uma indenização no valor de R$ 91 por dia de trabalho, podendo gerar ganhos adicionais de até R$ 2 mil por mês, aproximadamente.

Para delegado, é necessário o bacharelado em Direito, além de experiência mínima de três anos em atividade jurídica ou policial. No caso de perito, a formação exigida varia conforme a área de atuação. A remuneração oferecida para ambos é de R$ 22 mil no início da carreira, incluindo o auxílio-alimentação, de R$ 458. 

Tabela com remunerações para o concurso polícia federal.

Tabela com remunerações para o concurso Polícia Federal.

Tabela com remunerações para o concurso Polícia Federal - cargos de nível médio.

Tabela com remunerações para o concurso Polícia Federal – cargos de nível médio.

Detalhes concurso Polícia Federal:

  • Concurso: Departamento de Polícia Federal (Concurso Polícia Federal)
  • Banca organizadora: Cebraspe
  • Cargos: agente; escrivão; delegado; papiloscopista e perito
  • Escolaridade: nível superior
  • Número de vagas: 500
  • Remuneração: até R$ 22 mil
  • Inscrições: até o dia 13 de agosto 
  • Taxa: R$ 180 ou R$ 250
  • Data da prova objetiva: 16 de setembro de 2018

 

CONCURSOS ABERTOS: veja aqui os editais publicados e garanta a sua vaga!

CONCURSOS 2019: clique aqui e confira as oportunidades para este ano!

Estudando para concursos públicos? Prepare-se com quem mais entende do assunto! Cursos completos 2 em 1, professores especialistas e um banco com mais de 920.000 questões de prova! Garanta já a sua vaga! Mude de vida em 2019!

Estude onde, quando, como quiser e em até 12x sem juros! Teste agora por 30 dias o Gran Sistema de Ensino!

Matricule-se!

Matricule-se!

Cheguei Lá

44 Comentários

44 Comentários

  1. Evila

    12/10/2018 23:10 em 23:10

    O meu nome não saiu no edital dos resultados finais da PF, no site da cespe eu consigo logar e ter acesso aos gabaritos. Alguma sugestão?

  2. PATRICK

    26/10/2018 21:53 em 21:53

    ESSA PROVA PERDEU A CREDIBILIDADE, FORAM 7 ALTERAÇÕES ESTRANHAS APÓS O GABARITO DEFINITVO, FORA A CÓPIA INDEVIDA DEQUESTÕES QUE GEROU UM PROCESSO JUDICIAL. ESPERO QUE PELA TRANSPARENCIA ESSA PROVA DE PERITO SEJA CANCELADA.

  3. Danilo

    20/02/2019 03:34 em 03:34

    Que boa notícia. Estou me preparando para o concurso especificamente da Polícia Federal, não quero outro, tenho uma grande admiração pela Instituição Federal (PF) e irei com certeza fazer parte da mesma.

  4. Guardião

    20/02/2019 17:44 em 17:44

    Basta ler o edital da PF para concluir que o que se pleiteia é totalmente ilegal e, se necessitam recompor seus quadros, faz-se necessário a abertura de novos concursos.

    18.5 com base na lista organizada na forma dos subitens anteriores e observados os critérios de desempate citados no item 19 deste edital, será realizada a convocação para a segunda etapa do concurso público (Curso de Formação Profissional), na forma do item 20 deste edital.

    18.6 somente participará da segunda etapa do concurso público o candidato convocado na forma do subitem anterior, CLASSIFICADO DENTRO DO NÚMERO EXATO DE VAGAS PREVISTO NESTE EDITAL, observando-se o disposto no subitem 20.2.5 deste edital.

    18.7 OS CANDIDATOS NÃO CONVOCADOS PARA A MATRÍCULA NO CURSO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL, EM PRIMEIRA CHAMADA OU NAS CHAMADAS POSTERIORES, ESTARÃO AUTOMATICAMENTE ELIMINADOS DO CONCURSO.

    20.2.5 caso o candidato seja eliminado na forma do subitem anterior deste edital, poderá ser convocado outro candidato aprovado na primeira etapa do concurso público para cumprir as exigências do Curso de Formação Profissional, observada a ordem de classificação, o número de matrículas não efetivadas e o número de vagas previsto neste edital, tendo como limite para a convocação data a ser estabelecida no edital de convocação para o Curso de Formação Profissional.

    Então quer dizer que comentários que mostram que esse pleito é ilegal acaba sendo marcado como SPAM? Leiam os itens 18.5, 18.6 e 20.2.5 do edital para tirar suas próprias conclusões.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para o Topo