Concurso INSS previsto para 2022; déficit de 21 mil! CONFIRA

Concurso INSS solicitado para repor profissionais na área de saúde, sendo para o cargo de perito médico previdenciário

Um dos concursos públicos mais aguardados é o do Instituto Nacional do Seguro Social. A autarquia teve uma redução drástica no quadro de pessoal nos últimos anos. Sem concurso INSS, o total de vacâncias chega a mais de 21 mil. Porém, o órgão lançou, no dia 30 de abril, um edital INSS que visou a seleção de 8.230 profissionais para atender temporariamente na análise de processos e no atendimento ao público em caráter emergencial.

A medida foi repudiada pela Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social – Fenasps que saiu em defesa da realização de um concurso efetivo e melhorias da situação trabalhista dos colaboradores da autarquia. No dia 05 de novembro de 2020, a instituição reforçou mais uma vez sobre o déficit no quadro e o atraso gerado no atendimento aos usuários.

Na segunda quinzena do mês de novembro de 2020, foi divulgada uma solicitação de novo concurso público para reposição de profissionais no cargo de Perito Médico Previdenciário. A informação consta em despacho da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia. A partir de agora é necessário aguardar pela autorização da pasta.

Anteriormente, no dia 13 de maio de 2020, a autarquia federal em resposta ao Gran Cursos Online informou sobre a possibilidade de um novo concurso INSS. Primeiro será feito um estudo de dimensão de pessoal do quadro efetivo que deverá ser concluído até maio de 2021. Com isso, em 2022, o órgão poderá iniciar o planejamento de um novo certame que é quando irá encerrar  o contrato do pessoal temporário (saiba mais aqui).

CORONAVÍRUS – Atualmente, a autarquia registra mais de 1,5 milhão de pendências processuais. Com a pandemia do novo Coronavírus (COVID-19), as agências físicas foram fechadas em todo o Brasil para evitar a disseminação da doença e como medida de enfrentamento. Contudo, alguns atendimentos continuaram de forma remota. Em setembro deste ano, o Governo Federal decidiu pela reabertura dos espaços.

Confira nesta matéria TUDO sobre a situação da autarquia e detalhes do último edital INSS. Utilize o índice abaixo:

Concurso INSS: remunerações e cargos

Veja abaixo, a lista de remunerações e cargos do concurso INSS.

Técnico do INSS

  • Remuneração: R$ 5.344,87.
  • Requisito: diploma de nível médio completo.
  • Atribuições:
    • realizar atividades internas e externas relacionadas ao planejamento, à organização e à execução de tarefas de competências constitucionais e legais do INSS que não demandem formação profissional específica;
    • coletar informações, executar pesquisas, levantamentos e controles, emitir relatórios e pareceres;
    • e exercer, mediante designação da autoridade competente, outras atividades relacionadas às finalidades institucionais do INSS.

Analista do INSS

  • Remuneração: R$ 7.954,09.
  • Requisito: diploma de nível superior na área com vagas disponibilizadas em edital.
  • Atribuições:
    • prestar atendimento e acompanhamento aos usuários dos serviços prestados pelo INSS nas Agências da Previdência Social – APS e aos seus servidores, aposentados e pensionistas;
    • elaborar, executar, avaliar planos, programas e projetos na área de Serviço Social e Reabilitação Profissional;
    • supervisionar e homologar os programas profissionais realizados por terceiros ou instituições conveniadas;
    • realizar avaliação social para fins de concessão de direitos previdenciários e benefícios assistenciais;
    • promover estudos sociais e socioeconômicos, pesquisa e levantamento de informações visando à emissão de parecer social para subsidiar o reconhecimento e a manutenção de direitos previdenciários e benefícios assistenciais, bem como à decisão médico pericial;
    • e exercer, mediante designação da autoridade competente, outras atividades relacionadas às finalidades institucionais do INSS.

Os cargos de Analista podem ser para profissionais de diversas áreas. Em editais anteriores já foram ofertadas carreiras para:

  • Estatística;
  • Ciências Contábeis;
  • Direito;
  • Administração;
  • Engenharia Civil;
  • Engenharia Mecânica;
  • Engenharia Elétrica;
  • Engenharia de Telecomunicações;
  • Engenharia com especialização em Segurança do Trabalho e Serviço Social.

Médicos Peritos do INSS

  • Remuneração: R$ 10.616,14.
  • Requisito: diploma de nível superior em Medicina e registro regular no Conselho Regional de Medicina (CRM).
  • Atribuições (atividades Médico-Periciais inerentes ao Regime Geral da Previdência Social de que tratam as Leis nº 8.212, de 24 de julho de 1991, e nº 8.213, de 24 de julho de 1991, e à Lei nº 8.742, de 7 de dezembro de 1993):
    • I – emissão de parecer conclusivo quanto à capacidade laboral para fins previdenciários;
    • II – inspeção de ambientes de trabalho para fins previdenciários;
    • III – caracterização da invalidez para benefícios previdenciários e assistenciais; e
    • IV – execução das demais atividades definidas em regulamento. Os ocupantes do cargo de Perito Médico Previdenciário poderão executar, ainda, nos termos do regulamento, as atividades Médico-Periciais relativas à aplicação da Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990.

SAIBA MAIS

Foi publicado na edição do dia 17 de fevereiro de 2021, no Diário Oficial da União, uma Instrução Normativa (IN) que versa sobre a Gratificação por Encargo de Curso ou Concurso – GECC. A gratificação trata-se da contrapartida à atuação eventual de servidor público federal, quando atuarem para o Instituto Nacional do Seguro Social, em atividades de instruções, treinamentos, participação em bancas examinadoras ou de comissão de exames e atividades diversas em concursos públicos.

O pagamento da GECC será devido aos servidores que realizarem as atividades citadas no documento desde que a previsão do custo tenha sido registrada no Projeto de Ação de Desenvolvimento validado e aprovado por todas as áreas envolvidas.

Confira na íntegra a Instrução Normativa: Gratificação por Encargo de Curso ou Concurso

Concurso INSS: cargos vagos

Em 09 de março de 2020, o Sistema de Informações ao Cidadão, e.SIC, informou para o Gran que atualmente o INSS possui o total de 22.275 vacâncias.

Quantitativo Cargo
19.943 Técnico do Seguro Social
2.332 Analista do Seguro Social
22.275 Total

Volte ao topo

Concurso INSS para peritos

Boa notícia para os concursandos da área da saúde. Foi realizado o pedido de um novo concurso público para reposição no cargo de perito médico previdenciário. A relação de vagas e as localidades de atuação não foram divulgadas.

A informação da solicitação foi dada em resposta à Procuradoria da República no município de Sete Lagoas – MG sobre a situação do atendimento na agência e que indica a aposentadoria do único servidor médico perito. Confira abaixo um trecho do documento:

“(…) Esclarece-se que o atual quadro de peritos médicos federais se encontra gradativamente diminuto, enquanto a demanda de serviços médico periciais se apresenta significativamente crescente, desconstituindo a realização de concurso de remoção de peritos como uma ferramenta gerencial apta a solucionar a problemática, razão pela qual esta Subsecretaria da Perícia Médica Federal priorizou o requerimento de realização de concurso público, conforme supra delineado.”

Concurso INSS: contratação temporária em 2020

SINDICATO APONTA IRREGULARIDADES

O Sindicato dos Trabalhadores do Seguro Social e Previdência Social no Estado de São Paulo – SINSSP ajuizou, no início de junho deste ano, uma Ação Popular com pedido de liminar para suspender contratação de profissionais militares para atuação na INSS. De acordo com representantes do sindicato da categoria, o edital possui critérios que beneficia os candidatos das Forças Armadas, como: divergências quanto à remuneração, critérios de pontuação na avaliação por pontos e outros apontamentos.

Leia aqui a matéria na íntegra e entenda!

TCU MANTÉM SELEÇÃO

Em sessão do plenário, o TCU decidiu manter a seleção temporária que o INSS organiza. O ministro da Corte de Contas, Bruno Dantas, por meio de parecer pediu a suspensão da seleção.

“Para o TCU, no entanto, não há necessidade de suspender a contratação neste momento. A utilização de pessoal aposentado há no máximo cinco anos, com experiência técnica na área, poderá diminuir o tempo e os custos com treinamento e aumentar a segurança do serviço que será prestado à população”, destacaram por meio de nota oficial no site do Tribunal.

Decisão TCU sobre seleção INSS temporários (saiba mais aqui)

EDITAL INSS TEMPORÁRIOS

Edital publicado. São 8.230 vagas contempladas somente para aqueles que se enquadrem dentro dos requisitos: ser aposentado federal ou militar da reserva.

A inscrição, a divulgação das informações e os resultados de todas as etapas do processo seletivo simplificado e a convocação dos candidatos selecionados será feita pela internet, no endereço eletrônico https://www.inss.gov.br/temporarios/.

Clique AQUI e confira o edital de chamamento público temporários

Remunerações e benefícios

As remunerações dos profissionais serão de R$ 2.100,00 a R$ 4.200,00. Além disso haverá pagamento de verbas indenizatórias: diárias (por deslocamento), auxílio-transporte e auxílio-alimentação.

Aos aposentados pelo regime próprio de previdência social da União contratados do grupo E.1 será devido o valor de R$ 57,50 por processo concluído.

Aos aposentados pelo regime próprio de previdência social da União contratados do grupo E.2 será devido o valor de R$ 61,72 por perícia realizada.

Aos militares inativos das Forças Armadas contratados do grupos G.1 a G.8 será devido o adicional previsto no art. 18 da Lei nº 13.954, de 2019, e no art. 8º do Decreto nº 10.210, de 2020.

Requisitos para as candidaturas

Cada candidato irá concorrer para um grupo, sendo vedada a inscrição para mais de um grupo.

As atividades classificadas como “específicas” são de concorrência exclusiva para os aposentados das carreiras do Seguro Social (Grupo E.1) e de Perito Médico Federal, Perito Médico Previdenciário e Supervisor Médico-Pericial (Grupo E.2.).

Os militares inativos das Forças Armadas poderão se inscrever para as atividades classificadas como gerais (grupos G.1. a G.8.), observados o posto ou a graduação máximos indicados.

Relação de inscritos

No dia 11 de maio de 2020 foi divulgado o quantitativo de pessoal inscrito para participar do chamamento público. O INSS por meio de nota indicou que recebeu, durante os sete dias de inscrição, 17.277 pessoas interessadas em trabalhar na autarquia federal de forma temporária.

Saiba mais sobre as inscrições recebidas no chamamento público

Volte ao topo

Novas medidas de produtividade

O presidente do INSS, Leonardo Rolim, anunciou que haverá medidas de aumento de produtividade com metas individuais para a análise dos pedidos. Por meio de reorganização interna, o dirigente pontuou que mais servidores estarão fazendo a análise de requerimentos. “Colocamos como meta, no mínimo, 40% dos profissionais do INSS estarem na análise. Mas não adianta só ter mais pessoas. Elas têm de produzir mais e melhor”. O dirigente concedeu as informações por meio de entrevista ao Estadão.

A Federação Nacional dos Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social repudiou as declarações dadas pelo presidente da autarquia. A Fenasps não aceita a culpabilidade dada aos servidores pelos processos que aguardam análise e nem pelos demais problemas estruturais. “Os servidores merecem respeito”, reforçou.

“A FENASPS e Sindicatos filiados em todo o país lutam por melhores condições de trabalho, por concurso público e contra o desmonte do órgão. Unindo forças com demais setores da classe trabalhadora, vamos continuar na luta para assegurar o direito dos trabalhadores aos direitos previdenciários”, publicou por meio de nota oficial no site da Federação.

Proposta Transforma INSS

Os servidores do quadro efetivo se reuniram e criaram o Transforma INSS, cujo projeto estimula pela valorização da autarquia federal e dos colaboradores por meio de uma reestruturação saudável interna. Eles pedem reorganização nos mais diversos setores, processos e no plano de carreira dos profissionais.

Além disso, o texto indica que seja realizado um concurso público – a cada dois anos. Mesmo que sejam ofertadas poucas vagas em comparação com as edições anteriores. A atitude visa repor pessoal fruto das vacâncias desde o ano de 2016.

Quer saber mais? Clique aqui e confira

Concurso INSS em 2022

A equipe de comunicação do Gran Cursos Online questionou o órgão sobre a possibilidade de um novo concurso e obteve a seguinte resposta:

“Prezados,

O INSS não protocolou solicitação de concurso público junto ao Governo Federal em 2020. Entretanto, como o próprio presidente já destacou, em diversas ocasiões, o INSS passa, neste momento, pela maior transformação de sua história, que findará em novos rumos para a autarquia, com prestação de serviço com mais agilidade, qualidade e segurança. Destacamos que, neste momento de transformação, estão sendo realizados profundos estudos no órgão, no sentido de mapear, considerando o novo cenário em que a Casa se encontra, qual a real necessidade de pessoal e suas qualificações para, futuramente, ser apresentado ao governo federal pedido de recomposição da mão de obra, com base na nova realidade do INSS.
Além disso, informamos, neste momento o INSS está em processo da contratação de temporários para atuação no atendimento e análise de benefício, o que ajudará a zerar o estoque de requerimentos à espera de análise há mais de 45 dias. A estimativa é, até maio de 2021, ter concluído o dimensionamento e planejamento de recursos humanos de médio e longo prazo, que permitirá a programação de concursos a partir de 2022, quando acabam os contratos dos temporários.
Att.,
ACS – INSS”

Volte ao topo

Medida provisória assinada

A  medida provisória que permite a contratação de mão de obra temporária, sendo os militares da reserva e servidores aposentados do próprio quadro de pessoal do governo federal, foi assinada pelo presidente da república, Jair Bolsonaro. A publicação do ato será oficializada por meio de publicação no Diário Oficial da União no início do mês de março!

Leia o documento na íntegra (clicando neste link) – Medida Provisória n.º 922

Determinação do TRF 2 para o INSS

O Tribunal Regional da 2ª Região, que abrange os Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo, determinou que o Instituto Nacional do Seguro Social providencie medidas efetivas para análise dos requerimentos de concessão de benefícios previdenciários e assistenciais. O TRF 2 deu o prazo de até no máximo 90 dias para ter profissionais que auxiliem nos atendimentos presenciais. A multa diária é no valor de R$ 20 mil, caso não cumpra a decisão.

A autarquia federal deverá contratar pessoal capacitado para serem os prestadores de serviços no atendimento físico de todos os segurados que não consigam usar ou desconhecem como usar o MEU INSS (sistema informatizado do órgão). Porém, não prolongou se será por meio de um concurso INSS ou por profissionais que estão cedidos no Instituto.

Clique aqui e confira a matéria na íntegra

Volte ao topo

Excedentes do último concurso INSS

Os candidatos aprovados que ficaram no cadastro de reserva pedem, por meio de ação coletiva na justiça, que a autarquia realize nomeações. O último certame do INSS teve a validade encerrada já.

Os requerentes indicam que por terem sido aprovados por seleção pública legal há a possibilidade de convocação. Além desse indicativo, eles apontam que há déficit para ser suprido, visto que o governo federal tomou diversas medidas para melhorar a situação de atendimento do órgão. Leia na íntegra a matéria abaixo.

Concurso INSS: aprovados ajuízam ação pedindo nomeações

MP que revoga Assistência Social afeta concurso INSS?

De acordo com o professor do Gran Cursos Online e profissional que atuou há 10 anos como Procurador Federal do INSS, Carlos Mendonça, explica que não houve extinção do cargo e sim na prestação de serviços assistenciais pela autarquia aos beneficiários e assegurados.

“Ainda é cedo para falar sobre o objetivo da medida, é muito radical afirmar sobre a extinção do cargo. Pois, para que isso ocorra, é necessário ter uma lei específica sobre a extinção do cargo de Analista – área de Serviço Social e dizer o que as pessoas que atuam nesta na função irão fazer”, afirma.

A Medida Provisória nº 905/2019 versa sobre o Contrato de Trabalho Verde e Amarelo e traz alterações na legislação trabalhista.

Entenda mais sobre o assunto na matéria (clique aqui)

Volte ao topo

Ação civil pública do MPF suspensa

No dia 4 de dezembro de 2019, o processo referente à ação civil pública aberta pelo Ministério Público Federal – MPF contra o Instituto Nacional do Seguro Social – INSS foi suspensa. A decisão foi tomada após acordo de mediação entre as partes e a autarquia federal tomar medidas para melhorar o funcionamento do órgão.

Ficou acordado sobre o remanejamento de servidores (da Infraero para o INSS) e que o Instituto deverá enviar mensalmente relatório de desempenho de eficiência para saber se houve melhorias nos processos internos.

Confira a resposta dada à equipe de comunicação do Gran Cursos Online Blog:

concurso INSS: resposta do MPF questionados sobre a suspensão.

Concurso INSS: resposta do MPF questionados sobre a suspensão.

Decisão da audiência de mediação entre MPF e INSS

A audiência ocorreu, no dia 02 de outubro de 2019, na 2ª Vara Federal Cível do TRF da 1ª Região. No encontrou ficou firmado que haverá o remanejamento de servidores da empresa pública Infraero para a autarquia. Serão 324 colaboradores que irão auxiliar nos serviços do INSS.

Confira o documento abaixo:

concurso inss infraero servidores

Concurso INSS: remanejamento de servidores.

Por conta da transferência, o Ministério Público Federal irá cobrar que o órgão elabore relatórios mensais sobre o desempenho dos realocados e irá monitorar a situação trabalhista: demandas, pendências e demais ações internas.

O professor Carlos Mendonça, que atuou como procurador federal do INSS, fez uma análise sobre a decisão. Leia:

“Eu penso que não foi uma boa decisão, pois os servidores da Infraero não podem atuar na atividade fim, apenas na atividade meio. Ou seja, os novos empregados públicos remanejados não podem analisar os benefícios. Então, isso na prática, não vai resolver. Só vai evidenciar a falta de servidores! E o pior é que o INSS terá que manter o juiz informado sobre as estatísticas de atendimento, o que pode servir como prova da falta de servidores e do volume de processos represados. Acredito que antes dos 6 meses, o Juiz já tenha a convicção de que o concurso é necessário”.

Quer saber os detalhes da audiência? Clique ao lado e confira na matéria (Concurso INSS).

Clique AQUI e confira a ata da reunião!

Volte ao topo

Ministério da Economia irá analisar ação civil

Apesar da confirmação de avaliação da medida do MPF dada pelo Ministério da Economia, o órgão também relembrou que para que seja elaborada um novo certame para o INSS, é necessário que o projeto atenda aos novos procedimentos para realização de concursos públicos federais estabelecido pelo Decreto 9.739/2019.

Além do mais, o Ministério também relembrou que o INSS é um dos órgãos federais focados na modernização dos sistemas de atendimento ao público, algo que está sendo reforçado pelo governo atual.

Apesar disso, segundo a própria ação civil encaminhada pelo MPF, tais medidas de transformação digital não dão conta das demandas do Instituto já que as novas tecnologias não dispensam o trabalho dos servidores em questões relacionadas a análise e decisão nos processos em tramitação.

Ação Civil Pública elaborada pelo MPF

No começo de junho, o Ministério Público Federal já tinha afirmado que estava elaborando uma ação civil pública para que um novo concurso INSS fosse realizado. De acordo com a matéria publicada no site do Ministério, no dia 01 de agosto, a medida agora ajuizada foi enviada à União e ao INSS e corre em caráter de urgência, isto é, deve tramitar com prioridade.

Na ação, o Ministério pede para a contratação de novos funcionários por meio de um novo edital INSS. Além disso, sabendo da atual situação de descaso e falta de atendimento à população, o MPF pediu para que o Instituto recrute em caráter temporário agentes públicos com número suficiente para suprir as demandas urgentes da autarquia.

A ação civil pública é uma resposta a negativa do Ministério da Economia que não autorizou a criação do novo certame. Além do mais, essa não é a primeira vez que o Ministério se manifesta à respeito da falta de novos servidores no Instituto. A primeira vez foi em abril, quando o MPF recomendou que a autorização fosse feita em até 30 dias.

Volte ao topo

Concurso INSS 2020: recomendação do MPF

Anteriormente, o MPF já tinha enviado uma recomendação ao Ministério da Economia e ao INSS para que as instituições se manifestassem a respeito do novo certame. De acordo com o documento, os órgãos tinham o prazo de até 30 dias para autorizar a realização de novo concurso para o INSS.

O prazo expirou no dia 05 de junho. O documento foi recebido pelo presidente do INSS, Renato Vieira, conforme ofício divulgado no próprio site do MPF.

Nele, o Ministério enumera diversos tópicos que indicam a urgência da autorização e realização de um novo edital INSS. Dentre vários apontamentos, os mais importantes são: déficit de mais de 10 mil servidores no quadro de pessoal da autarquia, sobrecarga nas tarefas aos colaboradores e outros.

Ademais, um dos maiores transtornos visíveis é a demora no atendimento dos serviços aos cidadãos. O resultado disso resulta em início de processos na justiça. Inclusive, para reforçar o pedido, a Procuradoria da República no Rio de Janeiro instaurou, na época, uma ação civil pública que reitera a recomendação do MPF para que a Pasta cumprisse o prazo legal estabelecido.

Confira AQUI a íntegra da recomendação do MPF

Audiência na Câmara sobre situação trabalhista

Sob o tema “Estratégia Nacional de Atendimento Tempestivo no Âmbito do INSS”, aconteceu uma audiência pública, no dia 24 de setembro de 2019, na Câmara dos Deputados, solicitada pelo deputado Carlos Veras (PT/PE).

O coordenador geral de reconhecimento de direitos do INSS, Fábio Nascimento, esteve representando o presidente da autarquia e trouxe os principais dados sobre o cenário do órgão.

Em painel, ele destaca que são 3,8 milhões de atendimentos realizados por mês de forma presencial. Sobre os números de servidores, atualmente há somente 24 mil servidores por todo o Brasil e que há um déficit de 19 mil.

Ao ser questionado sobre a possibilidade de um novo concurso INSS, Veras comunicou, no fim do evento, que o certame está ainda sob análise do Ministério da Economia.

Volte ao topo

Economia confirma estudos para novo edital

O concurso para o INSS foi pauta da reunião realizada entre o Diretor de Relações de Trabalho do Ministério da Economia, Cleber Izzo, e a Fenasps, sindicato da categoria, no dia 17 de julho de 2019.

De acordo com o ofício que traz o detalhamento dos assuntos abordados durante a reunião, foi reivindicado a realização de um novo edital INSS. Sobre essa pauta, o diretor da pasta informou que “estão estudando as diversas formas de contratação e os reflexos da mesma no desempenho das funções do trabalhador”.

A Fenasps questionou os diversos contratos existentes hoje na saúde, principalmente as Organizações Sociais, nas quais quem executa é o trabalhador que recebe o menor salário, sem continuidade do trabalho.

O INSS apresenta um déficit de 22.613 cargos desocupados. Para se ter uma ideia, somente no mês de junho, foram 3.520 pedidos de aposentadoria por parte de profissionais técnicos do órgão. Com isso, a atual falta de servidores é preocupante e pede um novo concurso com urgência.

Anteriormente, o órgão já tinha solicitado um novo concurso para provimento de 7.888 vagas. Agora, o INSS aguarda, após o pedido de urgência ao órgão competente responsável pela autorização do concurso, o Ministério da Economia.

“O INSS atende de forma analógica no dia de hoje, como atendeu nos últimos 20 anos. Se continuar desta forma, precisaremos não apenas recompor a força de trabalho, decorrente das aposentadorias, mas também dobrar e triplicar a força de trabalho do Instituto Nacional do Seguro Social – INSS. A população tem envelhecido e, cada vez mais, nós recebemos requerimentos. São cerca de 1 milhão todos os meses”, explica o presidente do órgão, Renato Rodrigues Vieira.

Volte ao topo

MP divulga regras para autorização do concurso INSS

O Ministério do Planejamento divulgou um ofício que consta o parecer sobre os trâmites necessários para realizar a autorização do concurso INSS.

O ofício informa quais são os critérios que estão sendo seguidos para analisar o certame e assim definir sobre a autorização. O Instituto solicita 7.888 vagas para nível médio e superior por meio de edital INSS – Instituto Nacional do Seguro Social.

O Planejamento formulou esse ofício para esclarecer à Federação Nacional de Sindicatos de Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social (Fenasps) sobre o andamento da autorização do concurso, que necessita de urgência para sua realização.

O sindicato tem cobrado constantemente o aval do Ministério Planejamento.

No documento é explicado que os meios para autorizar o concurso INSS dependem de aspectos variados. Segundo o Planejamento, estão considerando o atual déficit no órgão, que passa dos 16 mil servidores, considerando as aposentadorias previstas. Confira abaixo alguns dos critérios que são considerados para autorização:

  • Necessidade do órgão demandante, confrontando-a com a de outros
  • Previsão orçamentária e financeira da Administração
  • Conveniência e oportunidade do atendimento da demanda

Diante dos critérios estabelecidos, o Instituto Nacional do Seguro Social segue como prioridade, pois segundo dados do Planejamento o órgão tem necessidade de pessoal maior do que os outros órgãos que solicitaram concurso público. No momento, o único impedimento para a autorização do certame é a previsão orçamentária.

Veja AQUI o ofício divulgado pelo Ministério do Planejamento!

Volte ao topo

Sobre o pedido do concurso INSS

O órgão solicitou 7.888 vagas ao Ministério do Planejamento para um novo concurso INSS. Dessas vagas, 3.984 são para o cargo de técnico, que exige o nível médio e tem ganhos de R$ 5.186,79.

Foram pedidas ainda 1.692 vagas para analista, que exige nível superior em áreas ainda não informadas, que tem ganhos de R$ 7.659,87.

O pedido também solicita 2.212 para perito médico, que tem inicial de R$ 12.638,79. Os rendimentos já contam com o auxílio-alimentação de R$ 458,00.

Fenasps tem cobrado concurso INSS ao Planejamento

Na primeira semana de agosto de 2018 aconteceu uma audiência na Secretaria de Gestão de Pessoas do Ministério do Planejamento, em que representantes da Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social (Fenasps) estavam presentes para discutir a abertura de um novo concurso para o INSS.

O sindicato frisou a necessidade do concurso INSS por conta do déficit de pessoal e o Planejamento não descartou a autorização do certame neste ano, mas afirmou que para cumprir as metas estabelecidas pela Emenda dos Gastos Públicos n°95, a seleção poderia ficar para o novo governo.

A informação foi dada pelo diretor do Departamento de Relações de Trabalho no Serviço Público, Paulo Campolina.

Volte ao topo

Último concurso INSS (2016)

Foram oferecidas 950 vagas, sendo 800 são de técnico (nível médio) com remuneração de R$ 5.344,87 e 150 de analista (graduados em Serviço Social) com inicial de R$ 7.954,09. Os selecionados são contratados pelo regime estatutário, que assegura a estabilidade empregatícia.

O INSS poderá convocar excedentes, caso solicite o adicional de 50% das vagas ao extinto Ministério do Planejamento. Se isso for pedido e autorizado pelo governo, serão mais 475 vagas, sendo 400 de técnico e 75 de analista.

No total, seriam 1.425 contratações. Segundo dados do Instituto Nacional do Seguro Social – INSS, dos 33 mil servidores, 11 mil estão em abono de permanência e podem se aposentar a qualquer momento. Esse quadro preocupante fortalecerá a pressão ao governo de nomear mais servidores para a autarquia.

Em 2011, quando ocorreu o último concurso INSS de técnico e perito, houve 5.020 convocações, de 6.881 aprovados, ou seja, 133% além da oferta prevista em edital. Os mais de 33 mil servidores prestam atendimento presencial aos quase quatro milhões de cidadãos que procuram as agências mensalmente.

Volte ao topo

Último concurso INSS: etapas

Os candidatos a Técnico do Serviço Social no último concurso INSS responderam a 50 questões de Conhecimentos Básicos e 70 questões de Conhecimentos Específicos, conforme abaixo:

Conhecimentos Básicos

Ética no Serviço Público,
Regime Jurídico Único,
Noções de Direito Constitucional,
Noções de Direito Administrativo,
Língua Portuguesa,
Raciocínio Lógico,
Noções de Informática.

Conhecimentos Específicos

  • Direito Previdenciário

A prova do concurso INSS para Analista do Serviço Social teve a mesma estrutura, mas outras disciplinas. Confira:

Língua Portuguesa,
Raciocínio Lógico,
Noções de Informática,
Direito Constitucional,
Direito Administrativo,
Legislação Previdenciária,
Legislação da Assistência Social,
Saúde do Trabalhador e da Pessoa com Deficiência.

Volte ao topo

Concurso INSS: baixe o edital verticalizado do último concurso!

O concurso INSS pode ter novo edital publicado e para ajudar na sua preparação o Gran Cursos Online desenvolveu o edital verticalizado do último concurso, um documento que organiza todo o conteúdo programático de forma vertical, facilitando a visualização das disciplinas, de modo simplificado, dinâmico e prático.

Além de poder visualizar o conteúdo de maneira mais simples, o material ainda traz outras ferramentas para você garantir mais organização e orientação do que estudar no dia a dia e, assim, maximizar o seu desempenho na hora da prova do Instituto Nacional do Seguro Social.

No mesmo arquivo, você poderá conferir os tópicos de cada disciplina em abas separadas, fazer anotações, controlar os seus horários e calcular o progresso do estudo.

Preencha o formulário e baixe o seu edital INSS verticalizado:

 

Edital verticalizado: Técnico do Seguro Social 2015


 

Edital verticalizado: Analista do Seguro Social 2015

 

Minicurso gratuito para o concurso INSS

Pensando em você, o Gran Cursos Online montou um curso INSS gratuito e atualizado. O preparatório contempla videoaulas, materiais em PDFs e conteúdos complementares elaborados por uma equipe de professores especializados para te ajudar no início ou como reforço dos seus estudos para você ingressar na autarquia como servidor público.

Clique AQUI e faça sua inscrição no minicurso INSS

Volte ao topo

100 dicas para o Concurso INSS

A equipe de professores do Gran Cursos Online elaborou uma série de dicas para otimizar a sua preparação de acordo com o edital INSS. Confira abaixo!

Veja aqui a série de vídeos sobre o concurso INSS!

 

Concurso INSS em Foco

Os mestres do Gran Cursos Online ministraram dois aulões ao vivo com foco total no INSS – Instituto Nacional do Seguro Social. As disciplinas abordadas são essenciais para aprovação no concurso INSS:

  • Raciocínio Lógico;
  • Noções de Direito Constitucional;
  • Língua Portuguesa;
  • Noções de Direito Administrativo.

 Veja aqui o vídeo sobre Raciocínio Lógico, Noções de Direito Constitucional!

 Veja aqui o vídeo sobre Língua Portuguesa e Noções de Direito Administrativo!

Concurso INSS: Direito Previdenciário Esquematizado

Para você iniciar a preparação para o concurso INSS com o pé direito, o professor do Gran Cursos Online Carlos Mendonça esquematizou o conteúdo de Direito Previdenciário.

Preencha o formulário e faça agora o download gratuito!

Volte ao topo

Concurso INSS: simulado

Em atenção as novas movimentações quanto ao concurso INSS – Instituto Nacional do Seguro Social e a ação civil pública em análise no Ministério da Economia, a Equipe do Gran Cursos Online preparou um simulado para Técnico do Seguro Social com base em provável edital INSS.

Clique aqui e saiba como participar do Simulado INSS

Curso Gratuito para Concursos

Você é imparável? Tem um sonho grande em mente que te motiva a seguir em frente em busca de uma vida melhor, mesmo com as dificuldades que aparecem no caminho (falta de tempo, desafios de conciliar a rotina, insegurança)? Se sim, então este curso é para você!

Organizamos de forma objetiva e prática em um só material algumas das principais disciplinas e conteúdos cobrados em concursos públicos para intensificar as suas chances de aprovação, tudo preparado por nossa equipe de colaboradores e professores especialistas no assunto. E o melhor: todo o conteúdo é totalmente gratuito! Mesmo se você ainda não começou a estudar, não deixe essa oportunidade passar. Nunca é tarde! Garanta a sua oportunidade no Curso Gratuito Imparável!

Clique AQUI para se inscrever gratuitamente!

 

Resumo do concurso

Concurso Instituto Nacional do Seguro Social
Banca organizadora A definir
Cargos Técnico e Analista do Seguro Social
Médico Perito
Escolaridade Níveis médio e superior
Carreiras Diversas
Lotação Nacional
Número de vagas 7.888 (solicitadas)
8.230 (seleção temporária)
Remuneração de R$ 5.184,79 a R$ 12.683,79 (efetivo)
de R$ 2.100,00 a R$ 4.200,00 (temporários)
Situação PREVISTO PARA 2022 (efetivo)
EDITAL PUBLICADO (seleção temporária)
Clique nos links abaixo e confira os editais:
Clique AQUI e confira o edital INSS 2020 para temporários

Avatar
Lanna Sant'Anna

Principais de Acre

Principais de Alagoas

Principais de Amapá

Principais de Amazonas

Principais de Bahia

Principais de Ceará

Principais de Distrito Federal

Principais de Goiás

Principais de Maranhão

Principais de Mato Grosso

Principais de Minas Gerais

Principais de Pará

Principais de Paraíba

Principais de Pernambuco

Principais de Piauí

Principais de Roraima

Principais de Santa Catarina

Principais de Sergipe

Principais de Sudeste

61 Comentários

61 Comentários

  1. Avatar

    paulo

    25/09/2017 22:08em22:08

    Não acredito

    • Avatar

      João Rodrigues

      29/11/2017 16:16em16:16

      Sabe a diferença entre um pedido de vagas e o que é liberado pelo planejamento? Então, todos pedem muitas vagas sempre, nenhum motivo para duvidar da notícia…

  2. Avatar

    Jakson

    11/12/2017 13:25em13:25

    Boa tarde.
    Gran cursos você acham que há possibilidade do edital ser lançado no ano de 2018?

    Atenciosamente,
    Jakson.

  3. Avatar

    Roberto

    14/12/2017 08:58em08:58

    Pelo menos uma dessa tem que ser minha! 2018 promete!

  4. Avatar

    Lyn

    08/01/2018 19:20em19:20

    Com tantos aprovados excedentes seria um grande desperdício de tempo e dinheiro realizar um novo concurso sem antes nos nomear!! E a vigência vai só até o meio desse ano…

    • Avatar

      Alvaro

      10/01/2018 16:41em16:41

      Tem nada a ver..pode ser realizado um novo concurso, contemplando as Gerências executivas que não foram listadas no último Edital, diga-se de passagem, com mais mais déficit de servidores. Mas vamos torcer que nos nomeie logo né?……kkkk

  5. Avatar

    Wanderton Moraes Alves

    09/01/2018 16:51em16:51

    perai, quer dizer que das 16.000 vagas, 11.000 eles vão chamar do ultimo concurso? acho que eles vão acabar chamando até quem não passou

    • Avatar

      Valdir Soares

      12/01/2018 06:57em06:57

      Onde você viu isso? Cada maluco que me aparece kkkk

    • Avatar

      Regina Joanas dos Santos

      02/07/2018 00:00em00:00

      Então que chame eu que acertei mais da metade mais pelas que errei nem apareci na lista, injustiça esse modo de correção, mas tudo bem, fazer o que.
      Protesto assim mesmoooo.

  6. Avatar

    Wanderton Moraes

    09/01/2018 16:53em16:53

    ué, então quer dizer que de 17.000 vagas eles vão chamar 11.000 do ultimo concurso? se for assim acho que vão chamar até quem não passou…

    • Avatar

      CBO

      21/01/2018 16:40em16:40

      Burro

  7. Avatar

    Alvaro

    10/01/2018 16:50em16:50

    A meu ver, um outro concurso é inevitável, no entanto, é tradição do governo trabalhar com Déficit de servidores, acho meio difícil chamar todos os excedentes e ainda homologar mais aprovados do Edital 7, o que daria a totalidade solicitada na nota técnica. Acredito que irão nomear mais a metade dos excedentes e outro concurso será realizado, no mesmo esquema do último certame, edital aberto no final do ano de 2018 com realização no 1º semestre de 2019.

    • Avatar

      Luan

      11/01/2018 10:10em10:10

      Acredito que possivelmente irã chamar poucos ou mais nenhum excedente, claro, com toda certeza irã realizar um novo concurso (mesmo que seja em 2019), pois o deficit de servidores só aumenta pelo fato de que existem muitos com abono de permanência mas com direito de se aposentar (tirando os q já aposentaram e exonerações/mortes) e com todas essas mudanças nas regras de aposentadoria muitos irão “pendurar as chuteiras” o mais rápido possível.
      E sim, compartilho da sua ideia, acredito que um novo concurso irá sair ainda este ano com realização mais para o final de 2018 ou no começo de 2019, mesmo com o atual ainda estando válido.

  8. Avatar

    Concurseiro INSS

    13/01/2018 10:44em10:44

    Que venha o concurso INSS 2018! Já vou comprar meu curso aqui no Gran Cursos Online.

  9. Avatar

    cleiton

    13/01/2018 13:24em13:24

    Pessoal acordem! Eu vi muita gente que estudou 2 anos pra esse concurso e ficou distante no cadastro reserva, pois as notas de corte foram bem altas. Outra coisa, Já pesquisaram quantas nomeações ocorreram? Um cadastro reserva enorme e nomeações quase inexistentes. Esse concurso foi semelhante ao da Defensoria Pública da União. Esqueçam esse concurso e foquem em outro concurso, pois não teremos um grande número de nomeações. Estamos cansados de saber que o governo não realizará nomeações em massa.

    • Avatar

      Valdir Soares

      16/01/2018 08:36em08:36

      Só lí verdades nesse comentário. Posso até fazer o concurso do inss, mas, não vou focar nele, pois me parece mais uma matéria desesperada por vendas de cursos do que uma possibilidade real de contratação acima de duas mil pessoas.

      • Avatar

        Alisson Tavares de Souza

        19/04/2018 08:57em08:57

        Fiz pra técnico em 2011 ou 2012, fiquei em 8° lugar para uma cidade do interior de Alagoas e nunca fui chamado.
        2 anos depois, 2013, fiz pra analista – Informatica – Brasília

        Fiquei em 37, chamaram todos os aprovados (até o 52) e AINDA sobraram 2 vagas, já saíram mais 4 colegas em 2 anos pra concursos melhores.

        Então fica a dica:
        Faça concurso pra algum lugar que realmente chama muito
        É MUITA BURRICE ESTUDAR ANOS PARA UM CONCURSO QUE CHAMA 2 OU 3 CANDIDATOS, nao adianta tr 1.000 vagas no Brasil, se a seleção é feita por polo e cada polo tem 1 ou 2 vagas e chamam no máximo 5 pessoas
        ou seja, É BURRICE ESTUDAR ANOS PRA UM CONCURSO QUE CHAMA 3 CANDIDATOS

    • Avatar

      Thaiana

      21/09/2018 08:45em08:45

      Sabe o que acho que vc quer menos concorrentes por isso está falando essas coisas.

    • Avatar

      renato

      16/10/2018 19:54em19:54

      É só estudar para ficar em 1° que vc é chamado. Então, é possível.

  10. Avatar

    anderson

    14/01/2018 18:19em18:19

    Se o ultimo concurso foi realizado em 2016 ele tem validade até 2018 e pode ser prorrogado por mais 2 anos ou seja até 2020… Sera mesmo que vão realizar outro concurso em 2018/2019 ?

    • Avatar

      Eudes Junior

      15/01/2018 10:12em10:12

      – O Concurso é de 2015.
      – Resultado foi homologado em 2016.
      – O prazo dele acabou em 2017.
      – Foi prorrogado para 2018.

  11. Avatar

    Carleone

    30/01/2018 11:12em11:12

    É fico só com a vontade…

  12. Avatar

    Felipe Abreu

    07/02/2018 16:53em16:53

    Quanto mais cedo começar a estudar, maiores as chances de ser aprovado. Recomendo muito o curso online do Gran Cursos !

  13. Avatar

    Aurindo

    09/02/2018 18:52em18:52

    E porque não chamam os aprovados no último certame?

  14. Avatar

    Aurindo

    09/02/2018 18:53em18:53

    Vou me candidatar a deputado federal para mudar a Lei. Concurso deve ter prazo de validade de 10 anos kkk

  15. Avatar

    Jesusmar

    15/04/2018 15:50em15:50

    Não entendo porque não chamam os aprovados no último concurso.

  16. Avatar

    antonia cruz

    17/04/2018 15:58em15:58

    Boa é verdade a uma grande falta de servidores, pois aqui em SALVADOR fui na agencia e tinha uma grande fila e muita falta de informação as pessoas ficam perdida sem saber onde se informar ,portanto é preciso ver o lado das pessoas que necessita do atendimento e principalmente quando a empresa divulgar que vai começar as pericia o povo fica aflito pensando que vai perde a aposentaria.

  17. Avatar

    mucio dantas

    24/04/2018 01:21em01:21

    Há alguma possibilidade desse concurso ser realizado ainda em 2018 ?

  18. Avatar

    daniel

    24/04/2018 21:05em21:05

    Será que sai Analista (Qualquer área de formação)?

  19. Avatar

    Jefferson

    06/06/2018 17:44em17:44

    Deveriam mesmo é privatizar o atendimento das agências, a cada ano que passa é mais decadente a incompetência desse pessoal que estuda anos para atender a população e fazer um atendimento horrível e sem empatia. Sem mais.

  20. Avatar

    MILENE GUIÇARDI FERNANDES

    08/06/2018 15:51em15:51

    Fiz o último concurso e fiquei em 30º na minha gex, que só tinha três vagas, temos que entender que estas milhares de vagas são distribuídas por todo o Brasil, cada gex tem sua quantidade de vagas disponíveis, daí vc tem que ir muito bem, na minha gex para ficar como excedente, por exemplo, tinha que ficar entre os 18, ou seja nem cheguei a ficar como excedente, até agora só houve as 3 nomeações que eram disponíveis, nenhum excedente foi chamado, é preciso analisar se realmente vale a pena, os cursos não destacam que estas vagas são distribuídas por gex. Na minha gex foram mais de 12000 candidatos para disputar estas 3 vagas…

  21. Avatar

    Aline Péres

    18/06/2018 12:01em12:01

    É um tanto covarde a atitude do Governo em se omitir em relação aos excedentes, mas é covardia dos cursinhos fomentar a esperança de pessoas que foram cortadas por força do Decreto e apostar em um novo concurso. O INSS está com um procedimento virtual bastante avançado. Faço requerimentos de benefícios sem sair do escritório. Dificilmente os dados estão errados. Praticamente não há necessidade de atendimento pessoal. Se houver um concurso será para reposição e não essa massa de vagas publicadas pelos cursos…

  22. Avatar

    Sávio

    04/08/2018 23:13em23:13

    Como este tipo de concurso é muito concorrido, quanto antes começar a estudar de forma organizada melhor, vou deixar aqui um link de um coach muito bacana para se organizar nos estudos
    https://go.hotmart.com/Y8470987H

  23. Avatar

    thiago

    10/08/2018 21:26em21:26

    sempre fala isso que tem mais de mil vagas e tudo e esse pessoal num aprova nem a metade disso, e essa história de que o inss vai parar por falta de pessoal, eu não acredito.

  24. Avatar

    Earl

    21/08/2018 16:14em16:14

    Tudo indica que não haverá concursos para o INSS, a atual carência de servidores somada a aposentadoria certa de muitos com a entrada em vigor das novas regras em 2019 será remediada com a implantação do INSS digital, o que haverá será uma grande terceirização dos protocolos através dos Acordos de Cooperação Técnica já assinado com a OAB, assim, todos os servidores que atuam nessas áreas passaram a analisar processos sem falar da grande eficiência que resultará da flexibilização na distribuição da demanda por todo o território nacional que será possível com o novo modelo digital.

  25. Avatar

    EZEQUIAS SOUSA SILVA

    15/10/2018 13:35em13:35

    ANTES DE QUAISQUER COISAS VAMOS ESCLARECER UMA COISA.
    EM 2018 NÃO TERÁ EDITAL PARA O INSS, PODEM ESQUECER ESSA HIPÓTESE.
    SEGUNDO, NA LDO CONSTA QUE NÃO HAVERÁ NOMEAÇÕES EM 2019 ENTÃO NEM ESPEREM INSS E OUTRA, O INSS NÃO COSTA NEM MESMO NAS EXCEÇÕES PREVISTAS PARA 2019.
    ENTÃO POR QUE TANTA EXPECTATIVAS PARA OS CONCURSEIROS SE NA LDO NÃO CONSTA PARA 2019 NEM MESMO NAS EXCEÇÕES?

  26. Avatar

    Celso Lopes

    24/10/2018 23:05em23:05

    Controle de estudo para o Concurso do INSS: https://www.meusestudos.com.br/produto/inss-tecnico-do-seguro-social

  27. Avatar

    CRFS

    18/11/2018 12:47em12:47

    Só não entendi essa pressa para realizar concurso e sequer chamaram todos os aprovados no concurso, em 2016, até o momento.

  28. Avatar

    Jorge Machado de Almeida

    06/12/2018 20:08em20:08

    Estou estudando desde o começo do ano para o INSS emprego dos sonhos que DEUS nós ilumine

  29. Avatar

    José

    17/12/2018 13:15em13:15

    Gostaria de comprar um pacote completo para o concurso INSS nível médio.

  30. Avatar

    Luis Henrique Ferreira da Silva

    26/12/2018 10:57em10:57

    Gostaria de saber sobre as vagas do INSS para o Paiui.

  31. Avatar

    Toni Santos (Antonio S. Santos)

    27/01/2019 15:43em15:43

    Olá, estava pesquisando um material para o concurso do INSS 2019 e vi no site do Gran Cursos um combo com teoria e prática. Minha pergunta é, esse material é suficiente para minha preparação ou terei que comprar algo adicional? Se não, gostaria de comprar o combo à vista, terei algum desconto por isso? Obrigado!

  32. Avatar

    Nilton Renato Heidler

    12/02/2019 21:53em21:53

    Estou interessado a obter endereços de email de concursos públicos na finalidade de me candidatar nas melhores proportunidades de trabalho …

  33. Avatar

    Marcos Vinicius

    22/02/2019 10:34em10:34

    Bom Dia Gran, gostaria de saber em relação a esta suspensão dos concursos federais, prejudica o concurso do INSS?
    Sei que é federal mas, apesar de tantos andamentos quer dizer que será arquivado?

  34. Avatar

    Josinete Vieira Leite Abreu

    03/03/2019 15:25em15:25

    Estou interessada em receber o material para o concurso do INSS 2019

  35. Avatar

    Marcelle

    16/04/2019 00:10em00:10

    Qual questionario tem que preencher pra ter acesso ao edital verticalizado?

  36. Avatar

    Cátia Dalla Lasta

    02/05/2019 18:46em18:46

    Estou interessada em receber material para o concurso do INSS 2019

  37. Avatar

    Maria de Lourdes da silva

    21/05/2019 07:42em07:42

    Bom-dia para quem vai fazer o concurso de técnico seguro social é obrigatório ter algum corso profissonalizante ou precisa ter só o ensino medio

  38. Avatar

    Gislene Soares

    18/06/2019 12:35em12:35

    É possivel que para o cargo de Analista seja semelhante ao edital de 2007, onde alem das formações especicas, teve formação em qualquer area?

  39. Avatar

    Antônio Reginaldo

    08/07/2019 09:24em09:24

    Olá sou Antônio Reginaldo gostaria de me escrever no concurso do INSS pra vaga de técnico mas não sei por onde começar

  40. Avatar

    Sueli de Souza Lessa

    02/08/2019 11:47em11:47

    Muito obrigada pelas informações.Além disso assisto ás aulas maravilhosas dos professores do Gran. Essas aulas incentiva qualquer pessoa a estudar, pois cada aula que assisto adquiro conhecimentos. Obrigada professor Carlos Mendonça, professor Luiz Telles, professor Cleito Natal,professor Ravan Leão, professor Rodrigo, professor Márcio Flávio e a todos os professores e equipe do Gran curso On line. Vocês são EXCELENTEEEEEEES.

  41. Avatar

    Osni José (BOKA)

    20/02/2020 13:18em13:18

    Excelente orientação sobre todos os quesitos relacionados ao INSS, parabéns ao idealizador do curso.
    Um grande abraço.
    Osni José.

  42. Avatar

    Ana Clara

    02/03/2020 14:57em14:57

    Acho interessante não especificarem entre os cursos superiores a aptidão de profissionais de Economia também. Entram os de Engenharia, mas não entram economistas, como assim???? Economista é E.T.?

  43. Gabrielly Kristian

    Gabrielly Kristian

    06/03/2020 15:38em15:38

    Obrigada, Bruno!

    Vamos corrigir 😉

    Atenciosamente,
    – Comunicação Gran Cursos Online

  44. Avatar

    Almir

    04/05/2020 09:44em09:44

    Nossa, esse concurso é muito esperado

  45. Avatar

    Jorge

    30/12/2020 20:15em20:15

    Acho que não será nesse governo, vão esperar a reforma para poder terceirizar, por isso a importância da luta de todos contra pec 32

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para o Topo