Carreiras

Concurso PGDF: banca em definição! Previsão de 100 vagas!

Concurso PGDF poderá ofertar chances para Técnico e Analista Jurídico!

Atenção, concurseiros! Neste ano pode acontecer o concurso para a Procuradoria-Geral do Distrito Federal (Concurso PGDF)! Segundo informações da assessoria de imprensa da PGDF, a comissão organizadora está em fase de escolha da banca que será responsável pela próxima seleção do órgão.

A  Secretaria de Estado de Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag DF), já tinha confirmado ao Gran Cursos Online, no dia 21 de fevereiro, que serão ofertadas 100 vagas no próximo certame para a Procuradoria-Geral. (confira na tabela)

Serão 57 vagas para Analista Jurídico e 43 para Técnico Jurídico. Há também possibilidade de ter cinco vagas para Procurador, pois na Lei de Diretrizes Orçamentárias do DF, é reservado orçamento para a carreira.

Concurso PGDF: tabela de vagas fornecida pela Seplag DF.

Concurso PGDF: tabela de vagas fornecida pela Seplag DF.

Se você tem interesse nesse certame, agora é a hora de estudar com afinco! Segundo informações do site da PGDF, o concurso anterior do órgão realizou a convocação de 68 pessoas (ampla concorrência) e 5 (PNE*) para o cargo de Analista Jurídico de todas as especialidades. E para Técnico Judiciário foram 75 pessoas chamadas (ampla concorrência) e ainda 15 (PNE). Vale lembrar que no edital só havia uma única vaga prevista para o cargo de Técnico! Confira a listagem no endereço eletrônico www.pg.df.gov.br/carreiras/.

*Pessoa com deficiência

De acordo com o Portal da Transparência do GDF há 120 cargos vagos dentro da Procuradoria-Geral do Distrito Federal (PGDF), sendo 105 para Técnico Jurídico e 15 para Analista Jurídico.

Concurso PGDF: comissão formada

Os nomes dos cinco membros que irão compor a comissão organizadora do próximo concurso foram divulgados no Diário Oficial do DF, em novembro do ano passado. A comissão possui as seguintes atribuições:

  • Coordenar e acompanhar as atividades pertinentes à realização do Concurso Público para preenchimento das vagas dos cargos de Analista Jurídico e Técnico Jurídico, da Carreira de Apoio às Atividades Jurídicas do Distrito Federal.
  • Realizar estudos e promover os atos com vistas à contratação de pessoa jurídica para a realização do Concurso Público, em observância ao Projeto Básico aprovado.
    Supervisionar a execução do contrato.
  •  Fornecer as informações necessárias à realização do Concurso Público para a pessoa jurídica contratada, bem como para as autoridades competentes.
  • Analisar e propor a aprovação de editais, comunicados, cronogramas e instrumentos correlatos.
concurso PGDF

Concurso PGDF: comissão constituída.

Concurso PGDF: remuneração e benefícios 

A remuneração inicial para Técnico é de R$ 4.720,00 e chega a R$ 5.873,33. Para Analista o inicial é de R$ 7.320,00 e chega a R$ 9.410,06 no teto da carreira.

Os candidatos que ingressarem nas carreiras também terão direito a Gratificação por Habilitação em Apoio às Atividades Jurídicas – GHAAJ, que é concedida quando o profissional possui títulos, diplomas ou certificados.

A remuneração inicial para o cargo de Procurador é de R$ 21.513,89.

Último concurso PGDF – Técnico e Analista

O último concurso foi realizado no ano de 2010. Na época, foram oferecidas 69 oportunidades para cargos de níveis médio e superior, nas carreiras de Técnico Jurídico e Analista Jurídico, respectivamente.

As vagas para Analista foram nas seguintes especialidades: administração; análise de sistemas; arquitetura; arquivologia; biblioteconomia; contabilidade; direito e legislação; engenharia agronômica; e jornalismo. O salário inicial era de R$ 6.198,22.

A única vaga para Técnico foi para apoio administrativo, a remuneração inicial era de R$ 4.013,93.

Fases e provas do último concurso PGDF – Técnico e Analista

Os candidatos de nível médio e superior precisaram realizar prova objetiva composta por 60 questões de múltipla escolha, cada uma com 5 alternativas, nas áreas de conhecimentos básicos e conhecimentos específicos. A pontuação da prova objetiva foi de o (zero) a 90 (noventa) pontos, de acordo com o número de questões e os pesos definidos. Os candidatos a Analista Jurídico também precisaram realizar prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório. A pontuação máxima a receber foi igual a 10 (dez) pontos.

As provas objetivas e discursiva para o cargo de Analista Jurídico teve a duração de 5 horas e para Técnico Jurídico o tempo foi de 4 horas.

Para todos os cargos e especialidades, a prova objetiva foi composta por

  • Conhecimentos Básicos: 30 questões, sendo peso 1 (um); e
  • Conhecimentos específicos: 30 questoes, com peso 2 (dois).

Os candidatos foram avaliados por meio de prova com conteúdo programático de Conhecimentos Específicos do cargo e Conhecimentos básicos: Língua Portuguesa, Atualidades, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional e Legislação aplicada aos servidores da PGDF.

PROVA DISCURSIVA

Os interessados no cargo de Analista Jurídico, exceto especialidade de Direito e Legislação, foram avaliados também por meio de prova discursiva. De acordo com o edital PGDF, o inscrito tinha que redigir um texto de no mínimo 30 linhas e no máximo 50 linhas sobre assunto indicado no conteúdo programático constante no edital.

Já para a ocupação de Analista Jurídico – especialidade Direito e Legislação a prova discursiva foi composta por 4 (quatro) questões discursivas. Cada questão deveria ter a extensão mínima de 10 linha a 15 linhas. O conjunto de questões da prova discursiva teve a pontuação máxima igual a 10,00 (dez) pontos, sendo essa a pontuação máxima. Para cada questão discursiva o valor máximo foi gual a 2,50 (dois vírgula cinquenta) pontos.

AVALIAÇÃO DE TÍTULOS
Esta etapa, de caráter unicamente classificatório, foi aplicada para todas as especialidades do cargo de Analista Jurídico com valor máximo de 5 (cinco) pontos.

Último concurso PGDF – Procurador

Na última seleção, realizada em 2013, foram ofertadas 25 vagas para o cargo de Procurador do Distrito Federal na categoria I, sendo que 5 foram reservadas para candidatos com deficiência. Atualmente o salário inicial é de R$ 21.513,89.

Requisitos para o cargo: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior de graduação em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Os candidatos foram avaliados por meio de:

  • Provas Objetivas,
  • Provas Discursivas,
  • Prova Oral e
  • Avaliação de Títulos.

Detalhes concurso PGDF

WHATSAPP GCO: receba gratuitamente notícias de concursos! Clique AQUI!

CONCURSOS ABERTOS: veja aqui os editais publicados e garanta a sua vaga!

CONCURSOS 2019: clique aqui e confira as oportunidades para este ano!

Estudando para concursos públicos? Prepare-se com quem mais entende do assunto! Cursos completos 2 em 1, professores especialistas e um banco com mais de 920.000 questões de prova! Garanta já a sua vaga! Mude de vida em 2019!

Estude onde, quando, como quiser e em até 12x sem juros! Teste agora por 30 dias!

Matricule-se!

Cheguei Lá

11 Comentários

11 Comentários

  1. Lucas

    24/09/2018 11:36 em 11:36

    Em que banca vocês apostam?

    • Davi

      30/01/2019 21:18 em 21:18

      Cespe

    • Gardenia

      08/02/2019 12:24 em 12:24

      A última banca foi Iades, em 2010. Acredito que possa ser a mesma ou alguma similar, tipo a IBRAE. Não retiro a possibilidade de ser cespe, mas a chance de ser as primeiras já citadas, acredito que seja grande.

      • Victor

        27/03/2019 18:39 em 18:39

        IBRAE não pelo amor de deus

        • Bianca

          01/04/2019 11:30 em 11:30

          Espero que seja uma banca com experiência e com profissionalismo como Cespe ou FCC hihi, bem diferente de certas bancas por aí (Ibrae,Quadrix,Inaz do Pará e Iades…)

          • Hugo Leonardo Prioto

            29/07/2019 15:14 em 15:14

            Obrigado pelo informações abalizadas que o Gran Cursos sempre disponibiliza.

    • FABIANE

      12/02/2019 11:45 em 11:45

      torcendo para ser CESPE

  2. Lorenz Duarte

    08/02/2019 08:30 em 08:30

    Acho que será outra banca.

  3. Michele

    05/03/2019 20:53 em 20:53

    Será que vão ofertar cadastro reserva para Analista Jurídico?

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para o Topo