Centro-Oeste

Concurso TST está com inscrições abertas! Clique e veja editais otimizados, simulados e mais!

concurso TST

Concurso TST tem edital publicado! Veja análise e prepare-se!

O Tribunal Superior do Trabalh(Concurso TST) abriu concurso público com oferta de 52 vagas para carreiras de analista e técnico judiciário, sendo a maioria para quem possui nível médio completo, para lotação na sede do órgão, em Brasília. 

Cabe destacar que existe a possibilidade de realizar, futuramente, permuta com servidores de Tribunais Regionais do Trabalho de outras localidades, possibilitando que candidatos de outros estados venham realizar as provas na capital federal.

Outro ponto a ser destacado é a possibilidade quase certa de nomeações além das chances imediatas. Conforme alertou o próprio presidente do órgão, ministro Ives Gandra, há um déficit de até 5 servidores por gabinete, fora as demais áreas do TST e do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT). A validade será de dois anos, podendo dobrar.

Inscrições abertas

As inscrições para o concurso TST 2017 seguem até 14h de 22 de setembro, pelo site da organizadora, a Fundação Carlos Chagas (FCC). As taxas estão fixadas no valor de R$ 80 ou R$ 120, devendo ser pagas até o fim do período de inscrições.

Análise completa do edital TST

Editais verticalizados do concurso TST 2017

Edital verticalizado TST – Técnico Judiciário

Edital verticalizado TST – Analista Judiciário – Área Administrativa

Edital verticalizado TST – Analista Judiciário – Área Judiciária

Simulado TST para o concurso 2017 e correção ao vivo

Técnico

Acesse AQUI o caderno de provas 

Técnico

Acesse AQUI o caderno de provas 

Número de aprovados no concurso TST 

O edital TST 2017 informa que 1.530 candidatos serão aprovados e permanecerão à disposição do órgão. A maior parcela é para as funções de Técnico Judiciário – Área Administrativa e Analista Judiciário – Área Judiciária, com 500 classificados para cada (veja a tabela completa abaixo).

Número de aprovados no concurso TST 

Quadro de aprovados no concurso TST

 

Etapas concurso TST 2017

As provas serão aplicadas no dia 19 de novembro de 2017, apenas em Brasília, sendo pela manhã para a carreira de técnico e à tarde para analista. A aplicação do teste prático e do TAF para técnico – segurança está previsto para 15 de abril de 2018.

Analista Judiciário – Provas objetivas (questões divididas em conhecimentos básicos – 30 itens – e específicos – 40 itens); discursiva (sobre os conhecimentos específicos aplicados) e prática para o cargo de Analista Judiciário, Área Apoio Especializado, Especialidade Taquigrafia.

Técnico Judiciário – Provas objetivas (questões divididas em conhecimentos básicos – 30 itens – e específicos – 40 itens) e redação para o cargo de Técnico Judiciário, Área Administrativa, e prova prática de aptidão física para a Especialidade Segurança Judiciária.

Etapas concurso TST 2017

Etapas concurso TST 2017

Sobre a Justiça do Trabalho brasileira

A Justiça do Trabalho concilia e julga as ações judiciais entre trabalhadores e empregadores e outras controvérsias decorrentes da relação de trabalho, bem como as demandas que tenham origem no cumprimento de suas próprias sentenças, inclusive as coletivas.

Os órgãos da Justiça do Trabalho são o Tribunal Superior do Trabalho (TST), os Tribunais Regionais do Trabalho (TRTs) e os Juízes do Trabalho.

Os Juízes do Trabalho atuam nas Varas do Trabalho e formam a 1ª instância da Justiça do Trabalho.

Os vinte e quatro (24) Tribunais Regionais do Trabalho são compostos por Desembargadores e representam a 2ª Instância da Justiça do Trabalho.

  • Sobre Brasília

Fundada em 1950 pelo presidente Juscelino Kubitschek, Brasília atende à profecia de Dom Bosco: ele sonhou ter visto entre os paralelos 15 e 20 o surgimento de uma grande civilização onde correria leite e mel e ficaria junto de um grande lago. A cidade tem 31 regiões administrativas e abriga 2,91 milhões de pessoas.

  • Índice de desenvolvimento;

Brasília tem um índice de desenvolvimento considerado muito alto, de acordo com classificação no nível de desenvolvimento. É o terceiro colocado, considerando as capitais brasileiras, atrás apenas de Florianópolis e Vitória.

  • Qualidade de vida na região;

Em termos de qualidade de vida, Brasília é apontada como a cidade com maior taxa do país e 106ª do mundo em ranking divulgado pela consultoria Mercer. A empresa diz elaborar o ranking “para auxiliar empresas multinacionais e outras organizações a remunerar de maneira justa seus empregados enviados em transferências internacionais” e tem como referência dez critérios, subdivididos em 39 categorias, como acesso a moradia, qualidade do ar, problemas de transporte, educação e entretenimento.

  • Lazer;

Nesse quesito, quem vem a Brasília tem variadas opções. Entre eles, o planetário da capital, pontão do lago sul, ponde se avisar o eleito mais bonito pôr do sol do Brasil, lago Paranoá, boliche, paintball, kart, parque da cidade Sarah Kubitschek, parque nacional (água mineral), zoológico, chapada imperial e mar de Brasília.

  • História da construção da cidade.

Brasília foi construída (as obras começaram em novembro de 1956, depois de Juscelino sancionar a lei nº 2.874) a fim de ser a nova capital do Brasil. A ideia era transferir a capital do Rio de Janeiro para o interior do país. Ao transladar a capital para o interior, o governo pretendia povoar aquela região. Pessoas de todo o país, especialmente do nordeste (chamadas de candangos, que quer dizer ordinários), foi contratada para a construção da cidade, inaugurada no dia 21 de abril de 1960 por Juscelino Kubitschek. Nesta época, o centro cívico da cidade já tinha sido totalmente construído (Palácio do Governo, Catedral, Edifícios dos Ministérios, Parlamento, Palácio da Justiça, etc.).

construção de Brasília demorou quase quatro anos, mas depois de três anos a maioria dos seus principais edifícios estava pronta, dentre os quais o Palácio da Alvorada, primeiro prédio da capital construído em concreto armado, a primeira construção de estrutura metálica (material trazido dos Estados Unidos) foi o Brasília Palace Hotel.

  • Em comparação com a média salarial brasileira, o TST oferece bons salários?

O TST, assim como a maioria dos órgão públicos federais e estaduais, oferece uma das melhores remunerações em início de carreira para cargos que exigem o nível médio e superior de escolaridade. Além disso, a evolução na carreira é extremamente atrativa, chegando um servidor ao grau mais alto da carreira em oito anos recebendo R$ 19 mil.

  • É cobrada experiência para os cargos de nível médio e superior?

Para os cargos com maior atrativo, não. Estamos nos referindo as funções de Analista Judiciário – Área Administrativa, Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Taquigrafia e Técnico Judiciário – Área Administrativa.

Há ainda chances para graduados em direito, contabilidade e Tecnologia da Informação.

  • Existe necessidade de contratação de servidores no TST?

Muita. Conforme alertou o próprio presidente do órgão, ministro Ives Gandra, no mínimo, são necessários de quatro a cinco servidores por gabinete. Atualmente, o órgão conta com 75 cargos vagos, que aumenta a cada dia com aposentadorias e falecimento.

  • A carreira no TST é interessante financeiramente?

Sim, conforme tabela acima, em quinze anos os servidores alcançam o topo da carreira. Nessa situação, a remuneração é de R$ 12 mil (técnico) e R$ 20 mil (analista).

  • Como funciona a estabilidade e qual benefício ela dá para o servidor?

Servidores públicos contratados por concurso no Brasil têm estabilidade: só podem ser demitidos após um processo disciplinar. O desligamento ocorre se for comprovada alguma infração grave, como abandonar o trabalho ou receber propina. O servidor tem direito a ampla defesa, a decisão é tomada por um comitê disciplinar e ao final do processo ele pode recorrer à Justiça.

Detalhes concurso TST 2017

  • Concurso: Tribunal Superior do Trabalho (Edital TST)
  • Banca organizadora: FCC
  • Cargos: Analista; técnico
  • Escolaridade: Níveis médio e superior
  • Número de vagas: 52 + CR
  • Remuneração: R$ 8 mil Técnico e R$ 13 mil analista
  • Inscrições: Entre 17 de agosto e 22 de setembro de 2017
  • Taxa: R$ 120 (analista) ou R$ 80 (técnico)
  • Data da prova: 19 de novembro de 2017

Edital

Gostou desta oportunidade? Prepare-se com quem tem tradição de aprovação e mais de 27 anos de experiência em concursos públicos. Cursos online  com início imediato, visualizações ilimitadas e parcelamento em até 12x sem juros

Matricule-se!

 

Cheguei Lá

3 Comentários

3 Comentários

  1. Ramires Telles dos Santos

    10/08/2017 15:51 em 15:51

    uma duvida, no edital o cargo de Analista Taquigrafia é o unico cargo de analista que tem 40 questões de conhecimentos basicos e 30 de especifico, queria saber se foi um erro de digitação ou se realmente está certo. Caso esteja certo, vai esta havendo erros de informações, pois as informações que são passadas e de que para todos os cargos de analista são 30 questões basicas e 40 especificas. Se alguem puder tirar essa duvida desde ja agradeço.

  2. MAXWEL

    14/08/2017 16:35 em 16:35

    Comprei o curso ilimitado de vcs,gostaria de saber se disponibilizarão, também, o edital verticalizado para Técnico Judiciário – Segurança, tendo em vista que nos ajudará na organização dos estudos

  3. Roberto

    18/08/2017 12:21 em 12:21

    Mais concursos, menos desemprego, Material para Concursos você encontra em https://www.rtconcursos.com.br/rateio-para-concursos

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para o Topo