Edital TST 2017: Edital é publicado! VEJA AQUI!

edital TST 2017

O edital TST 2017 ofertará oportunidades para técnicos e analistas! Saiba mais sobre os cargos, salários e muito mais!

Edital TST 2017: edital é publicado!

O edital TST 2017 (Tribunal Superior do Trabalho) para nível médio e superior foi enfim publicado, com oportunidades para carreiras de técnico e analista judiciário. É uma excelente chance para quem deseja ingressar no serviço público federal, com direito a uma boa remuneração e a tão almejada estabilidade.

São ofertadas 52 vagas imediatas (veja distribuição das vagas abaixo). O concurso TST é organizado pela Fundação Carlos Chagas, e as inscrições abrem no próximo dia 17 (veja análise abaixo e baixe o documento oficial).

Cargos no edital TST 2017

Cargos confirmados no edital TST 2017!

Cargos do edital TST 2017!

  • Analista Judiciário – Área Judiciária

Requisitos: diploma ou certificado, devidamente registrado, de curso de Graduação em Direito, reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

Atribuições: prestar assistência em questões que envolvam matéria de natureza jurídica emitindo informações e pareceres; proceder aos estudos e pesquisas na legislação, na jurisprudência e na doutrina para fundamentar análise de processo e tomada de decisão; suporte técnico e administrativo aos magistrados e/ou órgãos julgadores; redação, digitação e conferência de expedientes diversos; executar outras tarefas da mesma natureza e grau de complexidade.

  • Analista Judiciário – Área Administrativa

Requisitos: diploma ou certificado, devidamente registrado, de curso de Ensino Superior em qualquer área de formação, inclusive licenciatura plena, reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

Atribuições: prestar assistência em questões que envolvam matéria de natureza administrativa emitindo informações e pareceres; examinar e elaborar fluxogramas, organogramas e demais esquemas ou gráficos de informações; entre outras.

  • Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Taquigrafia

Requisitos: diploma ou certificado, devidamente registrado, de curso de Ensino Superior em qualquer área de formação, inclusive licenciatura plena, reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

Atribuições: executar o apanhamento taquigráfico de sessões e outros eventos determinados pela Presidência ou pela Secretaria-Geral Judiciária; executar as ligações dos “quartos” de serviço, incluir as leituras e proceder a revisão; entre outras.

  • Técnico Judiciário – Área Administrativa

Requisitos: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo 2º grau) ou de curso técnico equivalente, expedido por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Atribuições: prestar suporte técnico e administrativo às unidades organizacionais, magistrados e órgãos judicantes; executar trabalhos de redação e digitação de natureza variada, revisando-os antes de sua entrega definitiva; entre outras.

  • Técnico Judiciário – Área Administrativa – Especialidade Segurança Judiciária

Requisitos: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo 2º grau) ou de curso técnico equivalente, expedido por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e Carteira Nacional de Habilitação, categoria D ou E.

Atribuições: atuar na segurança pessoal dos senhores Ministros e outras autoridades, em âmbito interno, com vistas a assegurar a integridade física; realizar investigações preliminares; entre outras.

Distribuição das vagas pelo edital TST 2017

3 – Analista Judiciário – Área Administrativa
3 – Analista Judiciário – Área Judiciária
1 – Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Análise de Sistemas
1 – Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Contabilidade
1 – Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Suporte em Tecnologia da Informação
2 – Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Taquigrafia
22 – Técnico Judiciário – Área Administrativa
2 – Técnico Judiciário – Área Administrativa – Especialidade Segurança Judiciária
17 – Técnico Judiciário – Área Administrativa – Especialidade Programação

Etapas do edital TST 2017

Analista Judiciário – Provas objetivas (questões divididas em conhecimentos básicos – 30 itens – e específicos – 40 itens); discursiva (sobre os conhecimentos específicos aplicados) e prática para o cargo de Analista Judiciário, Área Apoio Especializado, Especialidade Taquigrafia.

Técnico Judiciário – Provas objetivas (questões divididas em conhecimentos básicos – 30 itens – e específicos – 40 itens) e redação para o cargo de Técnico Judiciário, Área Administrativa, e prova prática de aptidão física para a Especialidade Segurança Judiciária.

Horário de aplicação das provas do edital TST e local

As provas serão aplicadas o dia 19 de novembro de 2017, apenas em Brasília, sendo pela manhã para a carreira de técnico e à tarde para analista. A aplicação do teste prático e do TAF para técnico – segurança está previsto para 15 de abril de 2018.

A estimativa do quantitativo final de candidatos aprovados e do quantitativo de provas discursivas, redações e provas práticas a serem corrigidas são as informadas abaixo:

Quantitativo de aprovados no próximo edital TST!

Quantitativo de aprovados no edital TST!

“Como passar” no TST? Dicas de estudos e análise edital TST. Confira abaixo:

Edital Verticalizado Gratuito TST

Essencial para preparação, o conteúdo programático do concurso TST foi organizado pela equipe do Gran Cursos Online. Baixe gratuitamente nos links abaixo:

Técnico Judiciário || Analista Judiciário – Área Administrativa || Analista Judiciário – Área Judiciária

Saiba mais sobre a carreira de Técnico Judiciário oferecida no edital TST com o nosso Gran Carreiras 

No programa abaixo, a técnica judiciária Andrea Moscardini explica como é o dia a dia de uma servidora do Tribunal Superior do Trabalho.

Segundo a entrevistada, ela estabeleceu uma rotina de estudos e, com disciplina, estudou de segunda à sábado para o concurso do edital TST. Ela, formada em química, se adaptou ao novo conteúdo que precisava estudar através da consulta de provas anteriores e acionando seus professores sempre que ficava com dúvidas.

Não é necessário abdicar de sua vida social, diz Andrea, mas é necessário ter disciplina, pois ela vai impedir que o concurseiro deixe de estudar ou aumente sua carga horário para além de seu limite diário saudável.

Clique abaixo e veja o vídeo completo com todas as dicas de estudo de uma servidora e seu trabalho no TST.

 

Turbine sua preparação com 100 dicas para o edital TST

O concurso do edital TST será um dos maiores do ano e sua tradição de nomeação é impressionante: em 2012, foram 998 convocados; já em 2007, foram 998 foram chamados para assumir seus cargos no Tribunal Superior do Trabalho.

Para passar no concurso TST, é importante manter foco na preparação e seguir o máximo de dicas possíveis para conquistar sua vaga. A série “Concurso TST 2017 (Área Jurídica) – 100 dicas” cai como uma luva, pois é o pontapé inicial para estudos na área jurídica da prova do TST antes mesmo do edital ser lançado.

São dicas sobre a estabilidade de gestantes no setor público, prescrição sobre danos da administração a particulares, contrato de aprendizagem, demissão por justa causa em caso de desídia no desempenho das funções de trabalho, prescrição para a ação de repetição de débito e diversas outras. Veja abaixo o vídeo da primeira dica de estudo e a lista com todas as disciplinas abordadas na série:

Confira abaixo a lista das dicas separadas por disciplina e turbine a sua preparação:

 

 

 

Veja AQUI o depoimento de nosso ex-aluno aprovado em 1º lugar no último concurso TST!

 

 

 

 

=

Progressão

O candidato aprovado no próximo concurso para as carreiras de técnico e analista do TST terá as atribuições da Classe A. Mas além das classes, os candidatos são postulados a um outro título dentro de uma classe, ou seja, ingressarão na Classe A padrão 1, conforme abaixo.

Quadro de progressão para o edital TST.

Quadro de progressão para o edital TST.

Entendendo…

Explicando melhor, cada ano equivale a um padrão. Anualmente os candidatos que ingressarem, serão avaliados e caso isso ocorra de forma positiva, acontecerá a progressão para o padrão posterior. Cada classe é composta por padrões e, ao final de alguns anos, os aprovados passarão de uma classe para outra. Isso acontecerá até que se chegue última classe e padrão, cerca de 13 anos, quando o servidor fará parte da Classe C – Padrão 13.

A promoção é a movimentação do servidor do último padrão de uma classe para o primeiro padrão da classe seguinte, observado o interstício de uma ano em relação à progressão funcional imediatamente anterior, dependendo, cumulativamente do resultado de avaliação formal de desempenho e da participação em curso de aperfeiçoamento oferecido, preferencialmente, pelo órgão, na forma prevista em regulamento.

Evolução remuneratória: consequentemente, os valores da remuneração aumentarão. Ganhando inicialmente até R$ 12 mil, o servidor chega a classe especial com mais de R$ 19, conforme abaixo.

Tabela de evolução remuneratória dos cargos referentes ao edital TST.

Tabela de evolução remuneratória dos cargos referentes ao edital TST.

Somado aos vencimentos, temos, ainda, o auxílio-alimentação, que hoje é R$ 884, auxílio-saúde, atualmente de R$ 300, e auxílio-natalidade, de R$ 700.

Histórico de nomeações através do edital TST

O concurso sempre nomeia um grande quantitativo de candidatos aprovados. Trazemos mais uma vez como base os dois últimos editais (2012 e 2007).

Concurso TST 2012:

Lista de nomeações do edital TST de 2012.

Lista de nomeações do edital TST de 2012.

Concurso TST 2007:

Lista de nomeações do edital TST de 2007.

Lista de nomeações do edital TST de 2007.

Concorrência do último edital TST

Sempre muito disputados, os concursos para técnicos e analistas publicados pelo edital TST atraem muitos candidatos. Veja, abaixo, a relação de inscritos nos dois últimos concursos:

2012 (FCC): um total de 77.887 pessoas se inscreveram para participar da primeira fase do concurso, sendo 1.076 como portadores de deficiência. O cargo de técnico da área administrativa conta com o maior número de concorrentes: 41.337 em ampla concorrência e 583 às vagas reservadas. O concurso foi para preenchimento de 37 vagas nas funções de técnico e analista. A primeira tem remuneração de R$ 4.762 e a segunda, de R$ 7.321,39, para carga de 40 horas semanais, em regime estatutário.

2007 (Cespe): a concorrência foi alta. Para nível superior, dos 63.546 candidatos que se inscreveram para disputar as 205 vagas, gerando uma demanda de 217 candidatos por vaga. Já para nível médio, foram 87.499 inscritos para as 107 vagas oferecidas, promovendo uma demanda de 624 candidatos por vaga. No total, foram oferecidas 312 vagas no Tribunal Superior do Trabalho (TST). Os aprovados receberam a época remuneração de R$ 5.104,64 para nível superior e de R$ 3.085,70 para nível médio. 


Simulado TST para o concurso 2017 e correção ao vivo

Técnico

Acesse AQUI o caderno de provas 

Analista

Acesse AQUI o caderno de provas 


Detalhes edital TST 2017:

  • Concurso: Tribunal Superior do Trabalho (Edital TST)
  • Banca organizadora: FCC
  • Cargos: Analista; técnico
  • Escolaridade: Níveis médio e superior
  • Número de vagas: 52 + CR
  • Remuneração: R$ 8 mil Técnico e R$ 13 mil analista
  • Inscrições: Entre 17 de agosto e 22 de setembro de 2017
  • Taxa: R$ 120 (analista) ou R$ 80 (técnico)
  • Data da prova: 19 de novembro de 2017

Edital

Gostou desta oportunidade? Prepare-se com quem tem tradição de aprovação e mais de 27 anos de experiência em concursos públicos. Cursos online  com início imediato, visualizações ilimitadas e parcelamento em até 12x sem juros

Matricule-se!

 

Willian Chimiti
Willian Chimiti
Equipe de Comunicação do Gran Cursos Online
40 Comentários

40 Comentários

  1. Antonio rodrigues da silva caetano

    14/11/2017 18:23 em 18:23

    pode fazer sim,desde que no dia de pedido de toda a documentação vc esteja apta com todos e inclusive seu diploma.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para o Topo