Correios: seleção suspensa temporariamente. Aproveite e estude mais!

correios-app-sro-mobile-2Anunciada na última sexta-feira, 09 de outubro, a suspensão temporária do concurso da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) para os cargos de carteiro e operador de triagem e transbordo (cargos de nível médio) pegou de surpresa milhares de pré-candidatos em todo o país, os preparativos do concurso se encontravam bastante adiantados e a expectativa de publicação do edital era ainda para este mês.

Nota de suspensão temporária da Dest

Segundo nota divulgada pela Assessoria de Imprensa dos Correios, a suspensão do concurso teve como base a determinação do Departamento de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (Dest), do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) e o cancelamento do certame não afeta a qualidade e a eficiência operacional, uma vez que desde 2011 o efetivo da empresa foi aumentado em 13 mil novas vagas. Com isso, os Correios passaram de 107 mil trabalhadores em 2010 para os 120 mil atuais. No entanto, segundo esclarecimento prestado pelo Dest, houve apenas uma orientação as estatais para que não ampliassem o efetivo durante o ano de 2016. O MPOG destacou ainda que não determinou a suspensão de nenhum concurso das estatais e que casos particulares serão analisados.

Críticas a suspensão temporária

A afirmação por parte da ECT de que o cancelamento do concurso não afetará a eficiência e a qualidade operacional foi rebatida pelo secretário-geral da Fentect, José Rivaldo, segundo ele a situação do quadro pessoal da estatal é crítico. “A empresa está precisando contratar mais pessoas. Ela abriu uma programa de demissão incentivada. Saíram mais de milhares de pessoas, e a empresa precisa repor essa mão de obra”, disse ele. Em entrevista no ano passado, o ex-secretário-geral da federação José Rodrigues afirmou que em torno de 9 mil trabalhadores deixariam a estatal por meio do programa. Além disso, a própria decisão de realizar concurso público para 2 mil vagas imediatas mais cadastro de reserva, em 12 estados e no Distrito Federal prova a necessidade de contratação de profissionais para compor o quadro de funcionários da empresa.

José Rivaldo rejeitou a afirmação de que a qualidade dos serviços não será afetada pela suspensão do concurso. “Não vai manter o mesmo padrão. Por mais que se tenham trabalhadores comprometidos com a empresa, isso vai sobrecarregar ainda mais o serviço”, apontou. “A gente vai contestar isso, vai tentar abrir negociação com a empresa. Há necessidade de manter a qualidade do serviço dos Correios e isso passa pela contratação de pessoal”, afirmou.

Segundo ele, a federação tentará negociar junto ao Planejamento, ao Ministério das Comunicações, ao qual a empresa é vinculada, e até mesmo junto à Secretaria-Geral da Presidência da República.

Vale lembrar ainda que os Correios possuí receita própria e é capaz de custear, por si só, o acréscimo na folha de pagamento, e com um quadro melhor de pessoal, prestaria melhores serviços, atraindo mais clientes e, portanto, aumentando a arrecadação.

Sobre o concurso dos Correios

Confirmado em 29 de julho de 2012, o concurso abriu 2.000 vagas diretas para os cargos de carteiro e operador de triagem e transbordo, sendo 10% destas vagas destinadas a pessoas com deficiência e 20% a pessoas pretas ou pardas. As oportunidades foram distribuídas entre os estados do Rio de Janeiro, Amazonas, Bahia, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pernambuco, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, além do Distrito Federal. Segundo os Correios, os demais estados não serão incluídos por ainda contarem com cadastro de reserva do último concurso, realizado em 2011.

O salário inicial para carteiro é de pelo menos R$ 2.592,46, já incluindo a Gratificação de Incentivo à Produção (GIP), adicional de distribuição e vale alimentação/refeição. Para operador, os ganhos iniciais são de, no mínimo, R$ 2.255,96 (nesse caso, não há adicional de distribuição). Com a variação dos vale alimentação/refeição, os valores podem chegar a R$ 2.712,98 para carteiro e R$ 2.376,48 para operador.

Somando tudo, o salário gira em torno dos R$ 3 mil, considerando-se se também benefícios como vale-transporte, auxílio-creche ou auxílio-babá e vale-cultura, além de outros adicionais (de acordo com o plano de cargos e salários) e a possibilidade de adesão ao plano de previdência complementar, assim como o custeio do plano médico e odontológico.

Déficit de funcionários

Segundo a Fentect oito mil funcionários deixaram os Correios entre o ano passado e este ano, totalizando um déficit no quadro de 78 mil funcionários – em 2014 a defasagem era de 70 mil funcionários -, inclusos os 30 mil terceirizados a serem substituídos e a reposição desse pessoal ainda não foi feita.
Devemos nos lembrar ainda dos funcionários que estão afastados por problemas de saúde ocupacional, no cargo de carteiro, por exemplo, estima-se que de 8 a 9 mil pessoas estejam afastadas por doenças na coluna no joelho e até câncer de pele. Totalizando uma defasagem de 87 mil funcionários.
O impacto gerado pela ausência de profissionais pode ser sentido na qualidade do serviço prestado, atualmente as correspondências levam até 10 dias para serem entregues em certas localidades, quando a média deveria ser de, no máximo, quatro dias.

Projeto de Expansão

Em 2014 a primeira parte do Projeto 2020 – que busca a melhoria em todos os setores de atuação dos Correios – entrou em ação “Esse projeto renova os Correios de um modo geral, alteração com inovações do seu estatuto, onde entra a parte internacional, com tudo significando um grande salto de qualidade para melhorar os serviços prestados”, explica, Eduardo Rodrigues, o gerente nacional de negociações.

O projeto significa, acima de tudo, a expansão dos Correios em todo o território nacional, através de projeto estratégico, destacando-se a melhora dos serviços. Conforme o gerente, nesse projeto entra ainda a construção de novas agências quando houver necessidade em qualquer canto do País.

O Projeto 2020 soma-se ao déficit de funcionários e a alta demanda dos serviços, mencionados anteriormente, na lista de razões para que a suspensão temporária do concurso dos Correios seja revogada em breve.

Motive-se, prepare-se e garanta o seu cargo

Segundo o texto publicado pelo especialista William Douglas, o governo não tem como evitar os concursos por muito tempo e quem continuar estudando irá enfrentá-los melhor do que aqueles que, entristecidos, pararem de se esforçar. Para quem continuar estudando, sob certo aspecto, há até uma boa notícia: os menos persistentes sairão da fila.

William afirma ainda que é necessário se reorganizar, se remotivar e seguir em frente, as vagas continuarão lá e mais cedo ou mais tarde precisarão ser preenchidas. Esse é o momento de respirar fundo, pedir ajuda a Deus, rever o conteúdo, treinar muito e se preparar com calma e esforço redobrados.

Já sabemos que o concurso compreenderá prova objetiva, com 50 questões sobre Língua Portuguesa, Matemática e Conhecimentos Gerais, que entra para substituir Informática. Os habilitados na avaliação escrita serão submetidos a  teste de esforço físico – que em 2011 foi composto pelos testes de barra fixa, corrida de 12 minutos e dinamometria (força muscular) – e, por fim, aqueles que forem convocados passarão por exame médico admissional.

Confira abaixo o provável programa do concurso

LÍNGUA PORTUGUESA: 1 Compreensão e interpretação de textos. 2 Ortografia oficial. 3 Acentuação gráfica. 4 Emprego das classes de palavras: nome pronome, verbo, preposições e conjunções. 5 Emprego do sinal indicativo de crase. 6 Sintaxe da oração e do período. 7 Pontuação. 8 Concordância nominal e verbal. 9 Regência nominal e verbal. 10 Significação das palavras. 11 Formação de palavras.

MATEMÁTICA: 1 Números relativos inteiros e fracionários, operações e propriedades. 2 Múltiplos e divisores, máximo divisor comum e mínimo múltiplo comum. 3 Números reais. 4 Expressões numéricas. 5 Equações e sistemas de equações de 1o grau. 6 Sistemas de medida de tempo. 7 Sistema métrico decimal. 8 Números e grandezas diretamente e inversamente proporcionais. 9 Regra de três simples. 10 Porcentagem. 11 Taxas de juros simples e compostas, capital, montante e desconto. 12 Princípios de geometria: perímetro, área e volume.

CONHECIMENTOS GERAIS: 1.Organização das administração pública no Brasil a partir da Constituição Federal de 1988. 2.Conceitos relativos às administrações direta e indireta. 3.Diferenças entre autarquias, fundações e empresas públicas. 4.Agentes públicos. 5.Estatuto da ECT.

Detalhes:

  • Concurso: Correios 2015 (Concurso Correios 2015)
  • Banca organizadora: Em definição
  • Cargos: Diversos
  • Número de vagas: 2 mil
  • Remuneração: Até R$ 3 mil
  • Situação: Adiado
  • Link do último edital

Antecipe sua preparação e saia na frente!

Gostou desta oportunidade? Prepare-se com o Gran Cursos Online e conquiste a sua vaga. Ao longo de 25 anos foram mais de 600 mil aprovados em concursos públicos.

matricule-se agora mesmo

Apostila em versão digital por apenas R$ 9,99

correios apostila 15

Depoimentos de alunos aprovados AQUI.

CHEGUEI-LÁ2 CHEGUEI-LÁ

Anna Rodrigues
Equipe Gran Cursos Online
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para o Topo