Edital Ministério da Economia: 100 vagas e iniciais de até R$ 6 mil

Edital Ministério da Economia: provas foram aplicadas em junho

O edital de processo seletivo do Ministério da Economia destinado à contratação de 100 profissionais para desenvolver atividades relacionadas à prestação de contas e à tomada de contas especial no âmbito das Secretarias Especiais de Produtividade, Emprego e Competitividade; e Políticas Públicas de Emprego foi publicado na manhã do dia 08 de fevereiro de 2021 no Diário Oficial da União.

O certame está sob a responsabilidade do Instituto de Desenvolvimento Institucional Brasileiro – IDIB.

Este já é o terceiro edital de processo seletivo publicado pelo Ministério da Economia. Em 2020, foram publicados os seguintes editais:

  • edital de processo seletivo simplificado do Ministério da Economia destinado à contratação de 350 profissionais da área da tecnologia da informação, publicado no dia 21 de agosto de 2020.
  • O edital de processo seletivo destinado à contratação temporária de 39 profissionais para desenvolver atividades técnicas especializadas no âmbito da Comissão Especial de Extintos Territórios Federais de Rondônia, Amapá e Roraima, publicado no dia 09 de outubro de 2020.

Confira AQUI todos os detalhes sobre o concurso Ministério da Economia

Confira ao longo desta matéria mais informações sobre o processo seletivo, para facilitar a sua leitura, navegue utilizando o índice abaixo:

Edital Ministério da Economia: situação atual

  • 07/06/2021: Gabaritos preliminares

Confira aqui os gabaritos preliminares de acordo com o tipo de prova

Gabarito preliminar – Tipo A

Gabarito preliminar – Tipo B

Gabarito preliminar – Tipo C

Gabarito preliminar – Tipo D

  • Retificação

3ª Retificação

A Diretoria de Gestão de Pessoas da Secretaria de Gestão Corporativa da Secretaria Executiva do Ministério da Economia tornou pública a terceira retificação do processo seletivo do Ministério da Economia. 

Segundo o documento, os horários de aplicação das Provas Objetivas para os cargos de Atividades Técnicas de Suporte foram alterados.

2ª Retificação

A Diretoria de Gestão de Pessoas da Secretaria de Gestão Corporativa da Secretaria Executiva do Ministério da Economia tornou pública a segunda retificação do processo seletivo do Ministério da Economia.

De acordo com o documento, foram alterados o período de inscrições e data de aplicação das provas objetivas. Agora, as inscrições poderão ser realizadas até o dia 08 de abril de 2021, e as provas serão aplicadas no dia 06 de junho de 2021.

1ª Retificação

No dia 11 de fevereiro foi publicada a primeira retificação do edital. De acordo com o documento, a data da aplicação da prova foi alterada para o dia 04 de abril de 2021.

Edital Ministério da Economia: remuneração e benefícios

O novo edital do Ministério da Economia oferta as seguintes remunerações:

R$ 6.130,00 para o perfil profissional: Administração, Economia, Contabilidade ou Direito;

R$ 3.800,00para  nível superior em qualquer área de formação; e

R$ 1.700,00 para o perfil profissional: Técnico em Administração, Contabilidade ou Informática.

Edital Ministério da Economia: cargos, vagas e requisitos

A seleção oferta vagas para:

  • Atividades Técnicas de Complexidade Intelectual – Administração, Economia, Contabilidade ou Direito
    Vagas: 4
    Requisitos: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior na área de administração, economia, contabilidade ou direito, e fornecido por instituição reconhecida pelo Ministério da Educação. Experiência profissional superior a três anos em organizações públicas ou privadas na sua área de atuação; ou possuir título de pós graduação lato sensu, mestrado ou doutorado na área.
  • Atividades Técnicas de Formação – Específica – nível intermediário
    Vagas: 8
    Requisitos: Certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível médio técnico em Administração, Contabilidade ou Informática, ou nível superior equivalente, fornecido por instituição de ensino superior reconhecido pelo MEC.
  • Atividades Técnicas de Suporte – Nível Superior – I
    Vagas: 48
    Requisitos: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer área de formação, e fornecido por instituição reconhecida pelo Ministério da Educação.
  • Atividades Técnicas de Suporte – Nível Superior II
    Vagas: 40
    Requisitos: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer área de formação, e fornecido por instituição reconhecida pelo Ministério da Educação.

Volte ao topo

Edital Ministério da Economia: inscrições

As inscrições estiveram abertas entre os dias 08 de fevereiro e 08 de abril de 2021, no endereço eletrônico: www.idib.org.br.

As taxas de inscrições custam:

  • R$ 36,00 para os cargos de nível superior; e
  • R$ 38,00 para os cargos de nível médio.

Edital Ministério da Economia: etapas de prova

Os candidatos serão avaliados por meio de:

  • prova objetiva;
  • prova de títulos.

Prova objetiva

A prova objetiva foi aplicada no dia 06 de junho de 2021 e teve a duração de 4 horas.

Os candidatos tiveram seus conhecimentos avaliados nas disciplinas de:

  • Língua portuguesa – 15 questões
  • Ética na Administração Pública e Legislação – 5 questões
  • Informática Básica – 10 questões; e
  • Conhecimentos Específicos – 30 questões.

Avaliação de Títulos

Para a prova de títulos, serão aceitos os seguintes títulos abaixo:

a) Diploma de curso de pós-graduação em nível de doutorado (título de doutor) no perfil profissional a que concorre, exceto o eventualmente utilizado como requisito para o perfil profissional pretendido. Também será aceito certificado/declaração de conclusão de curso de Doutorado, desde que acompanhado de histórico escolar, no qual conste o número de créditos obtidos, as áreas em que foi aprovado e as respectivas menções, o resultado dos exames e do julgamento da tese ou da dissertação. Caso o histórico ateste a existência de alguma pendência ou falta de requisito de conclusão do curso, o certificado/declaração não será aceito(a). Todos os documentos devem ser expedidos por expedido por instituição reconhecida pelo MEC.

b) Diploma de curso de pós-graduação em nível de mestrado (título de mestre) no perfil profissional a que concorre, exceto o eventualmente utilizado como requisito para o perfil profissional pretendido. Também será aceito certificado/declaração de conclusão de curso de Mestrado, desde que acompanhado de histórico escolar;

c) Certificado do curso de pós-graduação em nível de especialização, com carga horária mínima de 360 h/a no perfil profissional a que concorre, exceto o eventualmente utilizado como requisito para o perfil profissional pretendido, atestando que o curso atende às normas da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996 (Lei de Diretrizes e Bases da Educação), do Conselho Nacional de Educação (CNE) ou está de acordo com as normas do extinto Conselho Federal de Educação (CFE). Também será aceita a declaração de conclusão de curso de pós-graduação em nível de especialização, desde que acompanhada de histórico escolar, no qual conste a carga horária do curso, as disciplinas cursadas com as respectivas menções e a comprovação da apresentação e aprovação da monografia, atestando que o curso atende às normas da Lei nº 9.394/1996, do CNE ou está de acordo com as normas do extinto CFE;

d) Exercício de atividade profissional de nível superior na Administração Pública, em empregos/cargos/funções na temática a que concorre, exceto a eventualmente utilizada como requisito para o perfil profissional.

Último concurso Ministério da Economia

O Ministério da Economia ainda não publicou edital de concurso para pasta.

Mas os extintos ministérios da Fazenda, do Trabalho, do Desenvolvimento e Comércio Exterior e do Planejamento que agora compõem o Ministério da Economia realizaram concursos anteriormente.

Em 2020, foram publicados dois editais de processos seletivos para a contratação temporária de 389 profissionais para área da tecnologia e para desenvolver atividades técnicas especializadas no âmbito da Comissão Especial de Extintos Territórios Federais de Rondônia, Amapá e Roraima.

Motivos para fazer o concurso Ministério da Economia

  • A seleção oferta 100 vagas.
  • Remuneração atrativa.
  • Oportunidade de estar inserido no mercado de trabalho.

 

Assinatura Ilimitada do Gran Cursos Online

Adquira a assinatura ilimitada do Gran Cursos Online e tenha acesso aos melhores professores e materiais para sua preparação. Potencialize sua aprendizagem.

Lembrando que diversas promoções já foram lanças em nossa plataforma. Veja a que melhor se encaixa para atender as suas necessidades. Queremos que você seja mais um vitorioso no mundo dos concursos públicos.

Clique aqui e adquira sua assinatura!

Saiba mais sobre o concurso do Ministério da Economia acessando AQUI

Resumo do edital Ministério da Economia

Concurso Ministério da Economia Ministério da Economia
Banca organizadora Instituto de Desenvolvimento Institucional Brasileiro – IDIB
Cargos diversos
Escolaridade nível médio e superior
Carreiras Administrativa
Número de vagas 100 vagas
Remuneração de R$ 1.700,00 a R$ 6.130,00
Inscrições  de 08/02/2021 a 08/04/2021
Taxa de inscrição de R$ 36,00 a R$ 38,00
Data da prova objetiva 06/06/2021
Link do edital Clique aqui para ver o edital Ministério da Economia
Quer conquistar a sua aprovação no concurso Ministério da Economia?
Prepare-se com quem mais entende do assunto!
Comece a estudar no Gran Cursos
Avatar
Lorena Martins
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer conquistar a sua aprovação no concurso Ministério da Economia?
Prepare-se com quem mais entende do assunto!
Comece a estudar no Gran Cursos
Para o Topo