Erros que te impedem de ter sucesso

A sonhada vaga no serviço público, o que fazer e o que não fazer para alcançá-la? Muitas pessoas sabem, ou ao menos buscam saber, o que fazer para atingir seu objetivo, mas  normalmente não se atêm ao fato do que não se deve fazer, comportamentos que de tão comuns passam despercebidos ao ponto de estarem sempre minando todas as possibilidades e potencialidades, sem que se perceba o que há de fato por detrás quando tanto se busca e nada se atinge.

Assim, muitos são os erros cometidos e que normalmente impedem que se alcance o resultado desejado, ou, ao menos, tornam o caminho bem mais difícil do que deveria ser para quem empreende algo do tipo, ou seja, a sonhada aprovação.

Muitos são os erros que de tão comuns passam despercebidos, podemos listar alguns deles:

Não delimitar a área de atuação:

O primeiro erro a ser cometido por quem deseja uma vaga no serviço público é não saber delimitar em que área deseja assumir uma vaga, tentar passar em vários concursos de diversas áreas, fazendo todas as provas do mundo. Concurseiro não é aquela pessoa que presta concurso para todas as áreas “atirando para todos os lados, mas sim aquela pessoa que estuda com foco na carreira escolhida, de forma sistemática e continuada. Para isso, é necessário abrir mão do “maravilhoso edital” por ele não possuir nenhuma relação com a área escolhida, por mais atraente que seja a carreira. Dessa forma, é necessário maturidade pra não se deixar levar pela emoção e perder o foco todas as vezes em que um certame diferente é publicado.

Falta de planejamento:

Outro grande erro é a falta de planejamento, ainda que se tenha consciência e certeza de onde se quer atuar, pouca valia isso terá se não houver um delineamento de como a coisa será feita; estudar é um processo lento que demanda planejamento e muita disciplina na busca da aprovação para a tão sonhada vaga. Para isso, é necessário pagar o preço, estudar não se trata apenas de simplesmente sentar-se à mesa e começar a ler de qualquer forma, sem objetividade e organização.

Portanto, é necessário planejamento para seguir com foco e passar por todas as fases de uma programação a fim de que o objetivo seja alcançado; certo é que o processo de estudos não pode ser um fim em si mesmo, não se pode ou deve passar mais tempo planejando como fazer que propriamente fazendo, mas não tenhamos a menor dúvida de que a preparação é o caminho certo para diminuir, de forma considerável, a distância entre a atual condição e o atingimento do objetivo.

Portanto, é absolutamente necessário ter a consciência de que não existe a mágica, o que há é muito trabalho, dedicação e adoção de uma postura que conduz à aprovação.

Estudar sem material adequado:

Dizem que estudar é a “arte da guerra”, mas como ir à guerra sem estar munido dos instrumentos que permitirão que se lute pela conquista dos sonhos? Dessa forma, tão importante quanto delimitar uma área e planejar-se, é se armar de material de qualidade. Hoje, é imensa a diversidade de material de estudo para concursos públicos e uma grande parte é de excelente qualidade, em todo tipo de suporte. Portanto, escolha o tipo de material que melhor atenda às suas necessidades, analise a qualidade e siga em frente.

Não conhecer o perfil da banca que realizará a prova:

É ingenuidade não procurar saber qual o perfil de quem fará a prova do concurso para o qual o candidato irá prestar, assim, busque sempre traçar esse perfil, conhecer de que forma o conteúdo é cobrado e procurar treinar por meio de questões, provavelmente elas virão no mesmo formato na sua prova, isso é adotar uma tática que, sem nenhuma dúvida, irá otimizar seus estudos.

Não realizar simulados:

A palavra mais comum para quem não possui o hábito de fazer simulados é medo, medo de não saber resolver questões, medo de não saber aplicar o conhecimento e “se sair mal”, mas o fato é que é impossível sedimentar o conhecimento se não se sabe onde estão suas potencialidades e também suas fraquezas. A realização de simulados permite esse autoconhecimento que é essencial para quem se prepara para uma prova saber em que precisa melhorar, ter segurança e poder observar a própria evolução na apreensão de conteúdo.

Descontinuidade nos estudos:

Sim, é necessário parar e descansar, principalmente quando se vem de um ritmo muito intenso de estudos. Após a realização de uma prova, por exemplo, é necessário um curto lapso de tempo que seja o suficiente para recarregar as energias, mas não para que se esqueça de tudo o que foi estudado, o grande lance é a falta de bom senso em saber quando voltar, o que deve ser feito de forma rápida.

A pausa foi feita apenas para descanso, mas muitas pessoas se enganam ao estenderem demais esse período e não se dão conta de que simplesmente abandonaram todo o plano com isso, retomando essa consciência apenas na publicação de outro edital. Com isso, enganam a si mesmas achando que ainda será possível aproveitar o que foi feito, isso será pouco ou quase nada; o conhecimento é cumulativo, portanto é essencial a continuidade no processo.

Enxergar apenas o lado negativo em uma reprovação:

Erra também aquele que enxerga a reprovação apenas como fracasso, não sabe encarar uma derrota e entender que dela se pode tirar os melhores, se não, os maiores ensinamentos que teremos na vida. Ninguém aprende quando está na sua zona de conforto, crescemos na nossa adversidade e dela tiramos as lições que nos permitirão seguir adiante. Assim, cabe saber que o insucesso fará apenas parte da caminhada e não quem imporá um ponto final a ela.

Desse modo, sabemos que os erros ocorrerão, inevitavelmente de toda ordem, o diferencial estará em quem toma consciência de cada um e adota uma postura de forma a diminuir cada vez mais a suas incidências a fim de caminhar com mais firmeza e cada vez mais rápido em direção ao seu objetivo.


Cristiane Capita

Servidora Pública do Ministério Público da União. Aprovada em 5 concursos: Secretaria de Estado de Educação do DF /SEE-DF, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística-IBGE, Ministério do Planejamento-MPOG, Ministério da Educação-MEC e Ministério Público da União.


CONCURSOS ABERTOS: veja aqui os editais publicados e garanta a sua vaga!

CONCURSOS 2018: confira aqui os certames previstos ainda para este ano!

CONCURSOS 2019: clique aqui e confira as oportunidades para o próximo ano!

Estudando para concursos públicos? Prepare-se com quem mais entende do assunto! Cursos completos 2 em 1, professores especialistas e um banco com mais de 800.000 questões de prova! Garanta já a sua vaga!

Estude onde, quando, como quiser e em até 12x sem juros! Teste agora por 30 dias!

Notícias Relacionadas

Cristiane Capita
Servidora do Ministério Público da União e coach do Gran Cursos Online
1 comentário

1 Comentário

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para o Topo