História de Sucesso: Concursado supera desafios e ingressa no serviço público! Motive-se concurseiros/as!

História de Sucesso: Concursado supera desafios ingressa no serviço público! Motive-se concurseiros/as!

Passar em concurso público exige muito mais do que simplesmente estudar – e muito. Para enfrentar e vencer a banca examinadora, é preciso ter atitude, é preciso tomar decisões, é preciso fazer escolhas que serão decisivas na hora da prova. Em síntese, há aspectos de natureza comportamental que o concurseiro/a precisa conhecer para ser bem-sucedido, como uma boa estratégia e orientação para os estudos.         

No caso do Leidson Pereira, não foi diferente. Mas apesar de toda dificuldade, ele não abriu mão de conquistar o tão sonhado cargo público. Esse baiano ainda não alcançou sua aprovação no concurso dos seus sonhos, mas com apenas 26 anos já obteve algumas aprovações em concursos como Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) e Polícia Militar do Estado da Bahia (PM-BA), onde hoje atua. Ele acredita que com muito foco, dedicação, persistência e equilíbrio sua vez está próxima, o alvo é  o curso de formação de oficiais da PMDF.

Confira a narrativa desse concursado de sucesso e motive-se a conquistar o seu tão sonhado cargo público. A história é uma boa dose de bom ânimo para você que busca a tão sonhada vaga no setor público.

Sou Leidson Pereira de Souza, natural de Serra Dourada (BA), tenho 26 anos. Fui criado por meus avós maternos e pela minha mãe, família humilde e de excelente estrutura afetiva.

Terminei o 2º grau (magistério) em 2006, aos 16 anos de idade. Não tinha perspectiva nenhuma do que eu queria ser, pois sempre tirei notas baixas no colegial e minha vida era baseada em academia e diversão. Ainda em 2006, fui convidado a dar aula em Águas Lindas do Goiás (GO), ou seja, uma luz no fundo do túnel para quem quer vencer. Mesmo não tendo pleno conhecimento de todos os conteúdos das disciplinas fundamentais, aceitei de prontidão o convite e encarei esse desafio – introduzindo, para tanto, mais leitura e estudos à minha rotina. Comecei a ministrar aulas para crianças nos períodos matutino e vespertino, mantendo o hábito da leitura no tempo livre.

Diante das constantes indagações sobre o porquê de não ter feito nenhum concurso, comecei a fazer as provas dos certames públicos. Com o pouco conhecimento que tinha, fui abraçado pela decepção que muitos candidatos têm quando fazem os primeiros concursos. Percebi então que, mesmo estudando de vez em quando, ainda ocupava muito do meu tempo com academia e festas nos finais de semana e, assim, não obteria êxito na aprovação em cargo público.

O contrato das aulas ministradas em Águas Lindas do Goiás (GO) era temporário, de dois anos não renováveis; quando faltavam 5 meses para findá-lo, fui demitido sem aviso prévio ou levantamento de FGTS. Logo, me deparei com o caos, sem trabalho e sem ter como me manter. Meu padrinho, concursado estável do GDF, aconselhou-me a estudar diariamente para concurso. Espelhado nele e em outros exemplos vindos da minha cidade, resolvi tomar partido no meu destino.

À época, tinha dificuldade em Direito Constitucional, Direito Administrativo e Português, matérias básicas para qualquer concurso; foi quando saiu o edital do concurso MTE, ao final de 2007. Sabendo que meu método de estudo autodidata só me desmotivaria nos próximos concursos, fui ao prédio do antigo Obcursos, que eu sempre avistava no centro de Taguatinga, e me inscrevi na Faculdade dos Concursos (Gran Cursos).

Acostumado a ser autodidata, sem estímulo algum, me deparei com o formato do cursinho. Lá, fui motivado pelos professores, por meio das histórias de vida de cada um, ou mediante as videoaulas. Estudava 8 horas diárias, além das horas que passava na sala do cursinho; percebi que, para vencer em concursos, era necessária muita dedicação, um bom método de leitura e a ajuda do cursinho, claro. Resolvia muitos exercícios das disciplinas que sentia mais dificuldade e me dedicava mais ainda às disciplinas as quais não tinha visto. Fui preparado até emocionalmente para o dia da prova, no qual estava bastante tranquilo. Quando saiu o resultado, vi que, apesar de não classificado, pela primeira vez meu nome estava na lista dos aprovados; foi uma felicidade imensa. Entendi, então, que a Faculdade dos Concursos (Gran Cursos) faz jus à fama de nº 1 em aprovação.

Posteriormente, saiu o concurso para praça da PMBA; fiz a prova aos 19 anos, com a mesma dedicação e método de ensino que aprendi no Gran Cursos. Fui aprovado e classificado em 130º; há seis anos, atuo no cargo.

Fiz as provas dos certames para Agente Administrativo do FNDE em 2012, Agente Administrativo do TST em 2012, Agente Administrativo do DPF em 2013 – e fui aprovado em todos.

Hoje, estou no 8º semestre do curso de Direito. Mesmo sendo universitário, nunca deixei de ter apreço pelos concursos, sabendo conciliar meu tempo entre os dois. Não pretendo advogar, mas, sim, traçar metas mais altas nos concursos públicos. Almejo conquistar minha vaga no Curso de Formação de Oficiais da Polícia Militar do Distrito Federal (CFOPMDF), motivo pelo qual ainda estudo diariamente. Quando sair o edital, pretendo solicitar à administração da PMBA a homologação da licença-prêmio/capacitação, voltar com muito orgulho às cadeiras do Gran Cursos e dar mais um passo rumo aos meus objetivos.

Aconselho, tanto aos que estudam há algum tempo e ainda não obtiveram êxito, quanto aos iniciantes em concursos, que nunca desistam! Invistam intensamente no seu aprendizado, não percam o foco. Lembrem-se que há dificuldades a serem vencidas, mas, em breve, você terá o sonhado emprego/cargo que sempre desejou!

Gostou do que você leu? Conheça mais histórias de aprovados AQUI.

Mude seu futuro também! Conheça nossos cursos online e matricule-se agora mesmo.

– Mais de 2.000 cursos por pacote, por matéria ou extensivos; 25 anos de tradição em concursos.

Gran Cursos Onlineg online

.

.

.

Participe dos nossos grupos de estudos no facebook e fique por dentro de todas as novidades do mundo dos concursos.

grupos gran 2015

 

Willian Chimiti
Willian Chimiti
Equipe de Comunicação do Gran Cursos Online
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para o Topo