Coaching para Concursos

Mindset & Concursos Públicos

Vamos começar nossa leitura de hoje com uma pergunta:

Você tem dificuldade em manter o foco nos estudos?

Provavelmente sim, certo? Eu imagino. Mas fique tranquilo(a), pois essa é a realidade da maioria – inclusive a do seu professor!

Na verdade, é muito comum que tenhamos problemas em manter o foco ao nos dedicar a alguma atividade e, no caso de concursos públicos, esse problema se torna ainda maior, haja vista que estudar não é lá a mais divertida das tarefas.

Com o objetivo de ajudar você a lidar com esse problema, hoje vamos falar um pouquinho sobre um termo muito importante e que está diretamente relacionado a esse fenômeno: o chamado “mindset”.

Segundo a teoria da decisão, o mindset é um conjunto de premissas e métodos adotados por uma pessoa ou por um conjunto de pessoas. Alguns inclusive adicionam um ponto extra ao conceito, entendendo o mindset como uma decorrência de uma filosofia de vida desses indivíduos.

De um modo bastante grosseiro, podemos “simplificar” o mindset como um modo de pensar inerente a uma determinada filosofia de vida, que nos leva a agir em prol de tal modo de viver.

Traduzindo: quando você tem sua vida voltada a um objetivo, normalmente seu jeito de ser e de tomar decisões vai se alinhar às suas metas. Você estará “pensando certo” e tomando decisões orientadas da forma correta, por assim dizer. E é nessa maneira de pensar e agir que está um dos grandes diferenciais daqueles que alcançam êxito em suas metas.

Sabe aquele seu amigo que respira concursos? E aquele outro que só fala de academia e suplementação? Então: essa é uma das consequências de um mindset voltado com muita força para um determinado estilo de vida. Você fica CHATO e isso não é necessariamente ruim!

Não estou, é claro, defendendo que você fique “bitolado” e absolutamente preso a um único objetivo na sua vida (o que não é nada saudável). Mas fato é que, se você acompanha qualquer tipo de conteúdo motivacional em qualquer área que envolva competitividade (concursos, negócios, esportes), com certeza já notou esse padrão de comportamento totalmente focado!

E é aqui que mora o nosso problema como concurseiros, estudantes, candidatos: pensamos naturalmente em curto prazo, e não em longo prazo. Com isso, tomamos decisões erradas, fruto de um mindset inadequado para os nossos objetivos. Com decisões imediatistas, e não orientadas para o que queremos conquistar, sempre vamos lidar com a dificuldade de fazer o que é necessário, e não aquilo que desejamos imediatamente.

Ressalte-se: é preciso entender que um bom mindset reflete um estilo de vida que ao mesmo tempo permite que você tenha foco, mas sem perder o equilíbrio com as demais atividades que não tem relação com as nossas metas pessoais.

Este talvez seja o maior desafio do concurseiro: manter o equilíbrio. Seu estado mental tem de permitir trabalhar tanto quanto possível, caminhar na direção do seu objetivo, lidar com distrações e, ao mesmo tempo, saber a hora de parar e descansar a cabeça.

Definitivamente, não é um objetivo fácil, e normalmente passamos meses “batendo cabeça” e sofrendo por estar operando em um “piloto automático” que nos leva a uma eterna batalha perdida contra nossa falta de foco.

Beleza, professor. Mas como eu resolvo isso na prática?

Uma das práticas para lidar com o nosso problema é buscar, de forma consciente, uma mudança de mindset para um modelo mais equilibrado e focado. De forma saudável, cobrar-nos respostas racionais e tomar decisões sempre com base em nosso objetivo e em nosso estilo de vida – o qual envolve, primariamente, a aprovação em um concurso público.

Uma vez que você “sai do automático” e começa a tomar decisões conscientes e não instintivas, sempre alinhadas ao seu objetivo, seu mindset irá se ajustar naturalmente à sua nova realidade. Quando menos esperar, você não vai mais precisar se policiar, e seus novos hábitos vão criar um novo piloto automático – mas, dessa vez, com um plano de voo correto e que te ajudará a chegar aonde deseja!

Por isso, a partir de hoje, faça um compromisso consigo mesmo. Mude propositalmente seu modo de pensar e tente sempre tomar decisões que você acredita estarem alinhadas às de um concurseiro do mais alto nível. Cobre-se como um e trabalhe como um. Todos temos esse concurseiro dentro de nós, só precisamos “ativar esse modo” de forma consciente!

Em uma última nota, vale citar a célebre frase do personagem Harvey Specter, do seriado Suits:

“Eu não tenho sonhos, tenho metas.

É hora de partir para a próxima!”

Que possamos ser, a cada dia, um pouquinho mais Harvey Specter, e despertar esse concurseiro impecável que deixamos adormecido unicamente por força de maus hábitos e de um mindset inadequado para alcançar nossos objetivos.  

Um forte abraço a todos os alunos!

Douglas Vargas

Douglas de Araújo Vargas é Agente da Polícia Civil do Distrito Federal, aprovado em 6º lugar no concurso realizado pelo CEBRASPE em 2013. Iniciou sua jornada em concursos públicos ao ser aprovado no certame para escriturário do Banco de Brasília, aos 17 anos de idade. Após decidir dedicar-se às carreiras policiais, logrou aprovações em diversos certames, merecendo destaque para as aprovações na PMDF – Soldado (2012), Polícia Federal – Escrivão (2013), Polícia Civil do Distrito Federal – Escrivão (2013), Polícia Civil do Distrito Federal – Agente (2013) , PRF – Agente (2013), Ministério da Integração, Ministério da Justiça, PMDF – Oficial (2017).

É atualmente um dos professores responsáveis pela autoria do material em PDF de Direito Penal e Direito Processual Penal do Gran Cursos Online.


Prepare-se com quem tem tradição de aprovação e anos de experiência em concursos públicos. Cursos online com início imediato, visualizações ilimitadas e parcelamento em até 12x sem juros!

Para o Topo