MUITA FÉ (e um gole de café). Por: Elias Santana

MUITA FÉ (e um gole de café)No dia 24 de maio, celebra-se o dia nacional do café – produto de extrema importância para a economia nacional (sobretudo no século XIX). O café, que faz parte da alimentação de muitos brasileiros, possui diversas significações para diferentes circunstâncias sociais: para o trabalhador, a bebida é sinônimo de uma breve pausa; para o estudante, a energia que parecia estar se esvaindo; para os amigos, uma oportunidade de encontro.

Para mim, amante da língua, olhar para a palavra “café” e automaticamente pensar em acentuação gráfica é inevitável. Esse vocábulo é acentuado em razão de ser uma oxítona (última sílaba tônica) terminada com E (a regra, a propósito, diz que se acentuam as oxítonas terminadas em A, E, O e EM – seguidas ou não de S). Pelo mesmo motivo também são acentuadas cajá, cipó e além.

Além de um gole de café diário, o brasileiro faz questão de manter em si a fé. Poucas nações do mundo conseguem nutrir tanto esse sentimento diante de tantas dificuldades. Nós temos “a arte de viver da fé”, mesmo quando, aparentemente, nada nos é confiável.

A despeito da mesma sílaba, a palavra “fé” não é acentuada conforme a regra que apresentei no segundo parágrafo do texto. Este vocábulo encaixa-se em uma nova justificativa: os monossílabos tônicos terminados em A, E e O. Pela mesma razão, acentuam-se e .

Veja que, entre as duas regras, há uma diferença: a terminação em EM, que está presente apenas na primeira. Certamente você pode se perguntar: Elias, e a palavra “têm”? Este vocábulo está em uma terceira regra, a dos acentos diferenciais. Originalmente, “tem” (3ª pessoa do singular) não possui acento; ele só é colocado para mudar o número do verbo, que passa, com o acento, a representar a terceira pessoa do plural!

Então, meu querido amigo leitor, durante esta semana, dê a seu corpo café (se for a bebida do seu agrado) e abasteça a sua alma com muita fé! A combinação entre energia – para superar as dificuldades – e esperança – para acreditar em dias melhores – é capaz de mudar o mundo!


Elias Santana

Licenciado em Letras – Língua Portuguesa e Respectiva Literatura – pela Universidade de Brasília. Possui mestrado pela mesma instituição, na área de concentração “Gramática – Teoria e Análise”, com enfoque em ensino de gramática. Foi servidor da Secretaria de Educação do DF, além de professor em vários colégios e cursos preparatórios. Ministra aulas de gramática, redação discursiva e interpretação de textos. Ademais, é escritor, com uma obra literária já publicada. Por essa razão, recebeu Moção de Louvor da Câmara Legislativa do Distrito Federal.

 


Estudando para concursos públicos? Prepare-se com quem tem tradição de aprovação em concursos públicos.

Cursos online com início imediato, visualizações ilimitadas e parcelamento em até 12x sem juros!

garantia-de-satisfacao-30

Notícias Relacionadas

Avatar
Lucas Gomes
1 comentário

1 Comentário

  1. Avatar

    Laudivone

    26/05/2018 16:21em16:21

    Elias, o garoto sorriso e prodígio do Gran!

    Suas dicas são sempre pertinentes, oportunas e com um toque de doçura levando-nos a ter Fé, Força e Coragem para prosseguir.

    Muito obrigada.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para o Topo