#PergunteaoGG

#PergunteaoGG (3): como estudar para diversos concursos da mesma área ao mesmo tempo?

concursos da mesma área#PergunteaoGG (3)

“Estudo para concursos da área fiscal. Tenho como meta os fiscos estaduais de Santa Catarina, de São Paulo e do Rio de Janeiro, além da Secretaria da Receita Federal do Brasil. A cada hora, sai uma novidade sobre a proximidade desses concursos. Como não tenho preferência por um ou por outro – qualquer um deles é um grande objetivo para mim –, pergunto: é possível otimizar meu tempo e estudar para todos eles simultaneamente? Em outras palavras, como estudar para concursos para o mesmo cargo, mas com editais e conteúdos diferentes em pontos específicos? O que priorizar na preparação?”

Rodrigo Lacerda, Guarulhos – SP

 

Prezado Rodrigo,

De fato, concursos da mesma área tendem a cobram um núcleo de matérias comuns, e não é diferente no caso da área fiscal. Nos editais de concursos para a Fazenda, seja a federal ou as estaduais, há seis matérias principais que geralmente representam de 60% a 70% da prova. São elas:

  1. Língua Portuguesa;
  2. Contabilidade;
  3. Direito Constitucional;
  4. Direito Administrativo;
  5. Direito Tributário; e
  6. Raciocínio Lógico, que engloba as disciplinas de Exatas, como Matemática Financeira e Estatística.

Como essas matérias são as mais importantes, comece estudando-as de maneira cíclica (confira AQUI o que isso quer dizer). Faça isso até sair a autorização para a realização de um desses concursos e, então, comece a estudar as disciplinas específicas pendentes, que representarão de 30% a 40% de sua prova.

As nossas professoras e auditoras-fiscais da Receita Federal, Karine Waldrich e Paula Gonçalves, concordam com essas sugestões.“Se o aluno está fazendo um estudo genérico para vários concursos de cargos com atribuições similares, deve focar nas matérias afins. No caso dos concursos citados, ele terá de estar craque – quase um doutor – em Direito Constitucional, Direito Administrativo, Língua Portuguesa, Direito Tributário e Contabilidade. Não tem para onde fugir”, reforça a professora Paula.

Se você quiser se aprofundar no tema, sugiro a leitura do livro “Como Estudar para Concursos Fiscais”, de autoria de Alexandre Meirelles.

Vale ressaltar que nada impede que essa tática seja adaptada para concursos de outras áreas, como tribunais, carreiras jurídicas e carreiras policiais, entre outras. Em todas elas, há um grande núcleo comum de matérias cujo estudo pode e deve ser adiantado enquanto não há definição do cargo específico a ser disputado pelo candidato.

Espero ter ajudado,

Bons estudos e GRAN sucesso,

 


Gabriel Granjeiro – Diretor-Presidente e fundador do Gran Cursos Online e da GG Educacional. Sempre soube que a sua missão de vida era ser empreendedor. Por força do destino, ingressou no mercado de concursos muito novo, há mais de 10 anos. Acumulou experiências de grande valia ao acompanhar as atividades empresariais de seus pais, ambos ex-servidores com quase 3 décadas de experiência no mercado de concursos. Em 2013, decidiu que queria montar sua própria empresa e convidou o amigo Rodrigo Calado, também muito experiente na área, para ser o seu sócio. Nasceu ali a GG Educacional, uma organização totalmente dedicada à educação a distância, cujo lema é: “Ensino aliado à tecnologia”. Esse foco, em conjunto com o trabalho de colaboradores e professores dedicados e altamente especializados, resultou em crescimento exponencial ao longo dos últimos 2 anos. Atualmente, o Gran Cursos Online, principal marca da empresa, está entre as maiores do País e é referência em sua esfera de atuação.

É formado em Administração e Marketing pela New York University Stern School of Business, instituição de grande destaque no mundo corporativo. Nela, estudaram empreendedores de sucesso, como Jack Dorsey (fundador do Twitter) e John Paulson (fundador e presidente de um dos maiores fundos de investimento do mundo). Lá, participou de projetos desafiadores, interagindo com alunos do mundo inteiro e de visões muito diferentes da sua. Essa educação global e empreendedora hoje faz parte do DNA de Gabriel e da empresa que ele lidera, onde busca oferecer aos alunos o que há de melhor; tudo para ajudá-los a atingir os seus objetivos e a mudar de vida.

 

 

Para o Topo