Propósito de vida e os estudos para concurso público

Olá, servidor público, tudo bem? Como estão seus estudos? Meu nome é Nelson Marangon, sou concursado há sete anos e passei em quatro certames antes dos 24 anos. Tenho déficit de atenção (TDAH) diagnosticado, estudei em escolas públicas, nunca fui “referência” em minha vida escolar e cheguei a reprovar o meu ano escolar no Ensino Médio.

Nunca fui promessa nos concursos nos quais me inscrevi, bem como também senti medo e insegurança por incontáveis vezes. Inicio esse artigo assim, com muita humildade, para que você perceba que o sol nasce para todos, bem como que os aprovados são pessoas exatamente iguais a você: eles não desistiram após acumular reprovações.

“Espera, Professor Nelson, você começou esse artigo me chamando de Servidor Público, sendo que eu não sou, afirmou suas várias aprovações, e, ao final, expôs seus pontos fracos e suas dificuldades. Com qual propósito você fez isso?”.

Caro leitor, chegamos ao ponto que talvez esteja faltando para você alcançar a alta produtividade em seus estudos, obter os maiores picos de concentração, adentrar numa imersão de conhecimento com a máxima concentração e memorização dos conteúdos: QUAL É O SEU PROPÓSITO DE VIDA? Você tem clareza sobre a sua real missão funcional? Sabe qual profissão ou atividade extrairiam a sua melhor versão? Enumerarei alguns questionamentos que você responderá através de um intenso processo de autoconhecimento. Vamos nessa?

  1. Você pode escolher a profissão/o cargo que quiser e será empossado nesse momento. Qual cargo você escolheria?
  2. Busque entender o “motivo do motivo”, o “porquê do porquê”: o que te faria continuar estudando para concurso quando todos desistissem?
  3. Quem sentirá orgulho de você após a sua aprovação? Quem será beneficiado com a sua boa remuneração e estabilidade financeira?
  4. Imagine como estará a sua vida daqui cinco anos caso você estude com afinco e se torne servidor público ou continue com sua atual realidade. Você estará satisfeito?
  5. Qual ofício você exercerá pelo resto da sua vida? Qual atividade você exercerá praticamente metade do tempo em que estiver “acordado”, tendo em vista que cumprirá um expediente de sete horas e ficamos acordado em média 15 horas por dia?!

Pronto, agora eu quero que você escreva as respectivas respostas em uma folha em branco e reflita, sinceramente, sobre as suas conclusões. Saiba que no início, tal atividade produzirá um desconforto, uma sensação de que você está longe dos seus objetivos. Viva essa frustração, esse estresse positivo, essa inquietude mental que levará você a mudar a sua conduta.

Meu amigo(a), o meu objetivo é aumentar a sua congruência, ou seja, fazer com que suas metas estejam conexas com suas ações – literalmente, que você possua congruência entre sua “boca e seu braço”, faça exatamente aquilo que fala e que almeja. Entendeu? Isso faz sentido com o aumento de seus rendimentos nos estudos? Total, né? Espero que sim!

Prosseguindo e demonstrando a importância da clareza e aproximação ao seu propósito, tocarei um ponto muito sensível, um sentimento latente que será desenvolvido após você refletir sobre tudo que foi escrito até aqui: seu sistema de crenças e comportamentos sabotadores, que insistem em atrapalhar a sua preparação para concursos.

Hoje, após treinar mais de 300 alunos e ultrapassar as 1.000 horas de atendimento individual, percebo que muitos alunos não são aprovados por acreditarem que não possuem capacidade, ou, mesmo sonhando em ocupar determinado cargo público, ouviram desde sempre “Você não tem perfil para ser Policial”. Não acredite nas etiquetas colocadas em você sem consentimento.

Percebo constantemente a importância da manutenção do seu propósito. Apenas alimentando os inputs que você recebe lendo esse artigo, assistindo a videoaulas e vivenciando experiências novas estudando para concurso público, conseguirá transformar a sua postura, o seu foco e diminuirá o trajeto até a aprovação.

Noutro giro, após explicar detalhadamente a relação do propósito com a sua preparação em alto rendimento, colocaremos a “mão na massa”: vou contar como eu utilizei o meu propósito para ser aprovado, antes dos 25 anos, nos certames para PMDF, PRF, PCDF, TST e OAB. Visando facilitar o seu entendimento, também enumerarei os meus “propósitos inabaláveis” para seguir firme nos estudos:

  1. Por intermédio dos meus estudos, eu tinha o objetivo de conseguir alcançar uma qualidade de vida satisfatória, viver com maior segurança e desfrutar dos benefícios do serviço público;
  2. Eu olhava as fotos dos meus pais e familiares (as que ficavam em minha carteira). A ideia era sempre estar “em contato” com o orgulho que eles sentiriam de mim. Saiba que, em muitos momentos, você continuará estudando para beneficiar a quem você ama;
  3. Eu alimentava minha convicção de que, na Polícia, eu conseguiria ajudar os indefesos. Poderia ser um instrumento para a Justiça e um obstáculo aos autores de crimes violentos;
  4. Eu fazia um exercício muito difundido no mundo do coaching: a visualização. Imaginava-me exercendo o cargo tão almejado e sendo remunerado por isso, com extrema felicidade por ter alcançado meu objetivo.

Quanta informação profunda! Isso é caminhar em segunda camada e em contato com um propósito. Eu pensava nos quatro pontos retromencionados, literalmente, 24 horas por dia; batia as minhas metas diárias lendo e relendo essas frases, visualizando o “Nelson Policial”, olhando para o retrato dos meus pais; fechava os olhos e imaginava o dia em que estaria algemando um autor de homicídio ou um ladrão contumaz.

Percebeu como eu conectava a teoria com a prática? Faça isso e observará a constância e a elevação de seus estudos. Pare por um tempo, escriture os pontos que constroem o seu real propósito e externalize tais fatos. Coloque-os em um ambiente no qual você possa visualizá-los constantemente enquanto estuda e siga firme.

Creio que, após essa pausa técnica em sua preparação, com o fito de buscar autoconhecimento, você esteja apto a minorar os dias de baixo rendimento e, principalmente, a procrastinação em seus estudos.

Então é isso, espero que você consiga alcançar a sua aprovação o mais breve possível. Estou, juntamente com o time de GranXperts, pronto para te auxiliar diariamente nesse processo.

Estamos juntos, grande abraço!

 

Nelson Marangon

Quer conquistar a sua aprovação em concursos públicos?
Prepare-se com quem mais entende do assunto!
Comece a estudar no Gran Cursos

Notícias Relacionadas

Nelson Marangon
Advogado-Colaborador da DP-DF e coach do Gran Cursos Online
1 comentário

1 Comentário

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer conquistar a sua aprovação em concursos públicos?
Prepare-se com quem mais entende do assunto!
Comece a estudar no Gran Cursos
Para o Topo