Ranking BRB Extraoficial: confira sua colocação na prova objetiva!

Veja a colocação e notas do resultado preliminar do concurso BRB!

O Instituto Americano de Desenvolvimento – IADES acaba de divulgar o resultado preliminar da prova objetiva do concurso público que preencherá 100 vagas no cargo de Escriturário.

Com o resultado do certame divulgado, nós, do Gran Cursos Online, elaboramos um ranking completo dos aprovados com a possível colocação no concurso!

Clique AQUI e confira o ranking!

Sobre o concurso BRB

O Banco de Brasília publicou três editais de concurso. Ao todo, são ofertadas 113 vagas,  distribuídas entre os empregos de Escriturário, Analista de Tecnologia da Informação, Engenheiro de Segurança do Trabalho, Médico do Trabalho e Advogado.

Para participar do concurso, os candidatos devem possuir ensino médio completo ou nível superior na área de interesse.

Detalhes do Concurso BRB

  • Concurso: Banco de Brasília (Concurso BRB)
  • Banca organizadora: Instituto Americano de Desenvolvimento – IADES
  • Cargos: Escriturário, Advogado, Analista de Tecnologia da Informação, Engenheiro de Segurança do Trabalho e Médico do Trabalho
  • Escolaridade: nível médio e nível superior
  • Número de vagas: 113 vagas
  • Remuneração: até R$ 19.530,67 + benefícios
  • Data das inscrições: 9 de junho a 15 de julho de 2019 (Escriturário e demais empregos); 23 de junho a 29 de julho de 2019 (Advogado)
  • Taxa de inscrição: R$ 56,00 e R$ 80,00
  • Data da prova objetiva: 18 de agosto de 2019 (Escriturário); 25 de agosto de 2019 (demais empregos); 8 de setembro de 2019 (Advogado)
  • Link do Edital (Escriturário)
  • Link do Edital (demais empregos)
  • Link do Edital (Advogado)
Anna Rodrigues
Anna Rodrigues
Equipe de Comunicação do Gran Cursos Online
2 Comentários

2 Comentários

  1. Cadetepobre

    14/09/2019 11:41 em 11:41

    Só eu que achei esse gabarito da IADES uma piada de mau gosto? Eles anularam quatro questões (que por sinal, eu havia acertado) e não mantiveram o gabarito de questões claramente erradas.

    • Jusika

      18/09/2019 07:18 em 07:18

      Tb achei um absurdo! Fui prejudicada com essas anulações. Será se essa situação é passível de recurso?

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para o Topo