SEFAZ-CE – Análise, Desenho e Automação de Processos

Conhecimento Específico para o cargo de Auditor Fiscal de TI

Fernando Escobar


29/05/2021 | 12:26 Atualizado há 117 dias

Olá, Concurseir@!

Primeiramente, temos que reconhecer: o concurso da SEFAZ-CE está movimentando o mercado concurseiro! Afinal, trata-se de excelente certame da área fiscal e, no caso do cargo de Auditor Fiscal de Tecnologia da Informação, com 11 vagas ao total.

Sobretudo, parara este cargo, dentro dos conhecimentos específicos, destaco o tópico de ANÁLISE, DESENHO E AUTOMAÇÃO DE PROCESSOS. Em resumo: BPM (Business Process Management), ou Gerenciamento de Processos de Negócios, conforme detalhado a seguir.

ANÁLISE, DESENHO E AUTOMAÇÃO DE PROCESSOS: 1 BPM (business process management). 1.1 conceitos básicos. 1.2 identificação e delimitação de processos de negócio. 1.3 técnicas de mapeamento de processos (modelos as-is). 1.4 técnicas de análise e simulação de processos. 1.5 construção e mensuração de indicadores de processos. 1.6 técnicas de modelagem de processos (modelos to-be). 1.7 modelagem de processos em BPMN: notação, artefatos e atividades. 1.8 gerenciamento de processos de negócio (BPM).

Análise de Questões

Nesse sentido, para ajudar você na sua preparação, compartilho aqui uma análise das questões de BPM, filtrada pela disciplina de Gerência de Processos e a banca CEBRASPE, desde 2017 até atualmente. O universo de análise foram 57 questões, ressalte-se que nenhum anulada.

Recorte por Ano

Num corte “temporal”, ainda não tivemos questões em 2021. Do total de questões, 15 foram do ano de 2020 – apesar de pandêmico, os concursos ocorreram e a disciplina foi cobrada. No ano de 2019, observamos 15 questões. O ano de 2018 foi “atípico” nesta série, com apenas 9 questões. Finalizando a série, 18 questões em 2017.

Recorte por Assunto

Do universo de 57 questões, quase a metade (47%) diz respeito aos fundamentos e conceitos de BPM. Em seguida, Modelagem de Processos, com 21%. Logo dep[ois, o tópico de Análise de Processos aparece em terceiro, com 14%. Finalmente, fechando os “trend topics”, BPMN, com 10%. Na “zona de rebaixamento”, como os tópicos menos cobrados, Desempenho de Processos, com 2% e Desenho de Processos e Tecnologias de BPM, com 2% cada.

BPM CBOK

Desde já, a grande referência na área de BPM é o BPM CBOK, o Guia para o Gerenciamento de Processos de Negócio – Corpo Comum de Conhecimento, publicado pela ABPMP BPM, sendo cobrado pelas bancas o CBOK V3.0. O CBOK 3 está organizado em 10 capítulos, com 9 áreas de conhecimento. Enfim, CBOK deve ser seu objeto de estudo!

Fundamentos e conceitos

Em primeiro lugar, Fundamentos e conceitos é o tema mais cobrado pelo CEBRASPE e abordado nos Capítulos 1 e 2 do CBOK. O foco desses capítulos iniciais é apresentar os conceitos de BPM, tais como definições-chave, processo ponta a ponta, valor para o cliente, o ponto em que processo e função se juntam e a natureza do trabalho interfuncional. O objetivo desta introdução é definir BPM e fornecer as bases para explorar os demais capítulos.

Modelagem de Processos

Igualmente “bem cobrado”, Modelagem de Processos é o escopo do Capítulo3 do CBOK. Inclui um conjunto-chave de habilidades e técnicas que possibilitam compreender, formalizar e comunicar os principais componentes de processos de negócio. Também fornece uma visão geral e as definições-chave dessas habilidades e técnicas, buscando o entendimento do propósito e benefícios da modelagem de processos.

Análise de Processos

Imediatamente após, no terceiro lugar do ranking, Análise de Processos envolve a compreensão de processos de negócio, incluindo sua eficiência e eficácia para atendimento dos objetivos para os quais foram desenhados. O foco da análise é compreender os processos atuais, conhecidos por AS-IS.

BPMN

Logo, o quarto assunto mais cobrado é BPMN, “nossa” notação de modelagem de processos. BPMN (ou Business Process Model and Notation) é um padrão criado pela Business Process Management Initiative (BPMI), incorporado ao Object Management Group (OMG). Em síntese, BPMN é hoje a notação mais utilizada no mercado e a mais cobrada pelas bancas.

Conclusão

Em suma, espero que com esse post, você tenha elementos para melhor orientar sua preparação.  O CBOK é extenso, mas a banca cobra de forma concentrada.  Olhando o edital voltado pra área da TI, pelo quantitativo de questões específicas e a enormidade de conteúdo cobrado, eu “chuto” umas duas ou três questões sobre o tema na prova.  Com este post, acredito que você tenha insumos para gabaritar essas questões e TURBINAR seu desempenho.

Minhas aulas gravadas

Por último, sempre é válido lembrar que minhas aulas de BPM aqui no GranCursos Online elas são fundamentadas no CBOK, abordando TODOS os 10 capítulos e TODAS as 9 áreas de conhecimento, para que você tenha o melhor e o mais completo material para PERFORMAR com sucesso nas provas que cobram esta disciplina. Além delas, tenha aulas específicas de BPMN, abordando TODOS os elementos da notação.

Bons estudos!

Fernando Escobar

Analista de TI no TRF 1 e professor de Governança, Gestão de TI nas Organizações Públicas e Gestão de Projetos
1

0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *