Técnica dos Ganchos – melhore seu percentual de acertos e desvende a banca!

Avatar


19/08/2021 | 14:59 Atualizado há 354 dias

“Uau” – você deve estar pensando – “será este o milagre que eu precisava para a minha aprovação?”. Talvez não seja essa a solução, afinal, não fazemos milagres. Mas, certamente, esta técnica fará diferença na sua jornada, aumentará seu percentual de acertos e te trará a clareza necessária para enxergar e superar os platôs. Mais do que isso, quero te tirar dessa história de estudar e não saber se passa ou não passa na prova. Quero te tornar um candidato real à vaga com a qual você sonha. Para isso, você precisa assumir a responsabilidade e vestir a capa de herói da própria vida. Além disso, claro, você deve colocar o conhecimento de hoje em prática. Vamos lá?

A Técnica dos Ganchos, em conjunto com outras técnicas da metodologia O Estudo em Camadas, vai permitir que você construa o conhecimento na sua mente de forma ordenada e direcionada. Assim, você poderá realizar revisões com base em um material realmente diferenciado!

– Mas Priscilla, o que faz um material de revisão ser realmente diferenciado?

Ótima pergunta! Vou te responder nos tópicos a seguir.

 

  • O material precisa ser pessoal.

Não é interessante você utilizar material de terceiros. É extremamente necessário que, ao assistir às videoaulas ou ler um PDF, você produza o seu conteúdo. Mas não pode ser um conteúdo copia e cola. Você deve realmente se esforçar para processar a informação que o professor está falando.

 

  • O material precisa ser direcionado por QUESTÕES.

Questões são a alma do negócio. Um concurseiro que não usa desse recurso com eficiência está um passo atrás. Além disso, você, meu herói, minha heroína, precisa ter clareza de que não é apenas “resolver questões”. Existem formas e objetivos diferentes que podem ser explorados usando as questões como ferramenta. Elas não são um fim em si mesmas. Elas são ferramentas para você chegar a um objetivo específico. Para te ajudar mais, em artigos futuros, falarei de maneira direcionada sobre esse assunto.

 

A Técnica dos GANCHOS

Essa técnica consiste em estabelecer conexões entre as questões resolvidas e o seu material pessoal, favorecendo o mapeamento da banca, quais tópicos são mais relevantes em cada disciplina. Além disso, você consegue destacar os pontos em que você mais tem sentido dificuldade e os peguinhas da banca.

Com isso, você consegue perceber que a Técnica dos Ganchos é aplicada com o objetivo de direcionar o seu material às questões e torná-lo mais diferenciado. Agora, preciso aprofundar com você mais alguns conceitos sobre o material de revisão, porque eles são a “base” em que serão construídos os nossos ganchos, certo? Vamos entender o formato mais proveitoso do material de revisão, de forma que a Técnica dos Ganchos seja mais poderosa.

Existem pessoas que gostam de produzir tudo à mão, mas eu, pessoalmente, não recomendo. Um dos fatores mais relevantes para isso é a matéria-prima do estudo: o TEMPO. Ao tentar produzir tudo à mão, você gasta tempo demais. Acredite, eu já fui assim. Perdi tempo demais tentando produzir o material “perfeito” à mão. Que ilusão! Isso pode ter funcionado na escola ou na faculdade. Mas aqui, no mundo dos concursos, a batalha é diferente: o volume de conteúdo é infinitamente maior. Reconheço que escrever com papel e caneta é importante, tem suas vantagens, como a melhoria das conexões neurais e da retenção. Porém, quando levamos em conta o tempo e a energia gastos para avançar no conteúdo, percebemos que existem opções melhores. Segundo O Estudo em Camadas®, não existe técnica ineficaz, todas têm o seu momento certo de “brilhar”, momento em que o custo-benefício terá seu ponto ótimo, o momento mais estratégico. Com base nisso, certamente essa técnica será utilizada em fases mais avançadas – e pontuais – do estudo, mas ela não é adequada para os iniciantes na jornada.

Existe também o material digital. Ele abre uma janela de infinitas possibilidades. Certamente é a opção que melhor se adéqua ao Estudo em Camadas® e torna muito mais simples a aplicação da Técnica dos Ganchos.

Além do ganho de tempo e da facilidade para aplicar a Técnica dos Ganchos, outro ponto importante é o fato de o material de revisão digital ser editável. Em um primeiro contato com a matéria, você fez o seu resumo. Avançando, em uma revisão, você percebe que todo aquele assunto pode ser sintetizado em uma tabela – mais visual, colorida, favorecendo o aprendizado. Nada te impede de fazê-la. Você vai no seu arquivo, pega o texto, transforma-o em tabela e pronto. Não importa quantas revisões você faça e precise de melhorias.

Você não permanecerá estudando da mesma forma ao longo de toda a jornada. Certamente evoluirá muito, transformará também a maneira como estuda e terá necessidade de preparar materiais cada vez mais objetivos. Essa dinamicidade só é harmônica quando se tem resumos digitais. Flexibilidade dificilmente será encontrada em resumos de papel.

Bom, após optar por usar materiais de estudos digitais, consuma o material da sua aula, seja em vídeo ou em PDF, e, depois de consumi-lo e processá-lo produzindo o material de revisão, é hora de ir para as questões. Afinal, elas são o direcionamento da Técnica dos Ganchos. Você vai precisar ter a habilidade de encontrar a “essência da questão”. Essa essência é como se fôssemos fazer um suco de laranja. A questão é a laranja: nós vamos extrair dela o suco, deixando de lado a casca e todo o resto.

Essa habilidade de síntese nas questões ditará todo o processo de formação dos ganchos. No começo, será um pouco difícil, como tudo na vida. Porém, com o passar do tempo, com o exercício diário, você pega o jeito e torna tudo mais fluído. São necessárias horas de estudo e “investimento” nessa ferramenta. É um processo! Mas garanto que essa habilidade vai valer o esforço. Ela te ajudará a resolver questões com muito mais celeridade, além de ajudar até no poder de síntese dos resumos. Confia em mim, meu herói, minha heroína!

Agora sim, com a essência das questões, podemos dar início ao processo dos ganchos. É literalmente localizar dentro do seu resumo aquilo que foi cobrado na questão e fazer uma marcação – como essa, rs. É colocar em evidência, dar destaque para aquela informação. Assim, você consegue separar, visualmente, o joio do trigo; o que cai mais, o que cai menos; o que já foi cobrado e o que não foi.

Simples, mas poderoso. E assim temos a máxima: o simples feito com excelência faz a diferença.

Bom, espero que o conteúdo de hoje, preparado com muito conhecimento e carinho, te ajude a ter um material de estudos direcionado por questões. Se permanecerem algumas dúvidas, escreva aqui nos comentários e/ou me procure no meu perfil no Instagram, @prilaconcursos. Será uma satisfação te ajudar um pouco mais, meu herói, minha heroína.

Antes de encerrar, quero te convidar para conhecer o serviço de Mentoria e Coaching do Gran Cursos Online: somos uma equipe capacitada (da qual tenho orgulho de fazer parte) formada por profissionais altamente habilitados e preparados, os GranXperts. Nosso trabalho é te ajudar nessa jornada de estudos, te tornar um candidato de alto desempenho, te ajudar a ser o melhor estudante que você pode ser, para, assim, atingir sua tão sonhada aprovação. Nós orientamos e acompanhamos seus estudos para que atinja seu potencial máximo. Venha conhecer nossos serviços!

Obrigada pelo seu tempo e atenção. Até a próxima aventura.

Avatar

Equipe do Gran Cursos Online
4

0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.