Você sabe produzir um bom resumo?

Olá, meu caro leitor e aluno do Gran!

Israel Suhet


5 de Novembro de 2020 4 min. de leitura

Hoje vamos conversar um pouco sobre resumo e como produzi-lo de maneira eficiente e clara. Afinal, resumos bem feitos são grandes aliados para quem deseja ser aprovado em concursos públicos.

Além de facilitar a compreensão e a memorização do conteúdo, o resumo é uma ferramenta extremamente importante na hora de realizar revisões, pois propicia ao aluno agilidade na leitura e direcionamento sobre os pontos mais relevantes da matéria.

Perceba que o resumo, em regra, deve conter cerca de 30% do material didático original – isso porque o objetivo principal dele é justamente identificar e destacar as informações mais relevantes sobre determinado assunto.

Nesse sentido, fazer resumos não é tão simples assim. Organizar o conteúdo de maneira coesa, produzir com suas próprias palavras e abordar os pontos principais do conteúdo são as maiores dificuldades em se produzir um bom material.

No artigo de hoje, vou apresentar alguns passos para que você tenha condições de elaborar um ótimo resumo.  Vamos lá!

 

Primeiro contato com o conteúdo

A primeira coisa que você deve saber é que o resumo tem de ser ativo, multifacetado e elaborado de maneira estrutural, ou seja, com a finalidade de identificar a essência do conteúdo. Aqui é atenção total!

Outro ponto a se observar é a maneira como você organiza os tópicos a serem estudados; na maioria das vezes, os assuntos de uma matéria são interligados e seguem uma sequência lógica para construção do aprendizado.

Então, você deve inicialmente realizar uma leitura ou assistir a uma videoaula referente ao assunto, objetivando construir um conhecimento superficial e geral do tema.

É previsível que, no primeiro momento, você não consiga identificar detalhes importantes, mas calma! Essa é uma leitura introdutória, lembra? É o primeiro contato com o conteúdo. Então vamos para o próximo passo.

 

Releia o texto principal

Releia o texto principal e, caso esteja assistindo a uma videoaula, não se preocupe em pausar ou voltar os vídeos. Se não entendeu alguma parte, reveja-a até que o conceito esteja claro.

Você deve estar pensando: “Isso é perder tempo”, “Vou ver novamente?”, “Não vai dar tempo”. Pois bem, esse é um erro que muitos estudantes cometem. De nada adianta avançar no conteúdo sem o ter compreendido.

Colocar aquilo que não entendeu no seu material não fará sentido algum. Então, para passar para a fase de produção do seu resumo, você precisa compreender o que foi visto, nem que para isso seja necessário reler várias vezes o material.

 

Produzindo o resumo

Após a compreensão do conteúdo, você já é capaz de identificar as palavras e os tópicos importantes dele.

Sublinhe as palavras-chave do seu texto ou anote-as em uma folha à parte, caso esteja assistindo a uma videoaula. Aqui, muita gente se empolga e vai grifando… escrevendo… e quando vê, acaba destacando o texto quase todo. Haja marca-texto e caneta, não é?

O pior é quando o resumo fica maior que o texto original. Não se trata de colocar, mas de tirar, reunir aquilo que é essencial para a compreensão do assunto.

Um exemplo prático disso é quando você vai narrar um filme para alguém. Note que você não explica o filme todo, com riqueza de detalhes, sons e falas. Na verdade, você narra de maneira lógica, interligando os pontos chaves, percorrendo toda a história do início ao fim, de maneira objetiva. Isso é um exemplo clássico! Em minutos, você resume um filme que durou horas, de maneira clara e objetiva, e o melhor, do seu jeito e com suas palavras.

 

Escreva à mão

É importante que você escreva à mão. Isso pode parecer algo meio antiquado/ultrapassado, considerando a quantidade de tecnologia à nossa disposição.

Vários estudos revelam que alunos que escrevem à mão têm melhores resultados do que aqueles que usam o computador.

Mais uma vez, você pode questionar: “Mas escrever à mão demora mais”. Eu concordo com você, mas, muito embora esse processo seja mais lento, ele irá favorecer a interpretação do conteúdo e a memorização deste, e é isso que precisamos para alcançar bons resultados nas provas de concurso.

O ato de escrever é um ótimo exercício cognitivo e exercita a memória. O professor Paulo Henrique Lyma descreveu que “ao escrever à mão, ficamos mais focados e trabalhamos melhor nosso sistema cognitivo, o que estimula a assimilação das informações”. Paulo destaca, ainda, que o ato de escrever ajuda a manter a concentração e o foco.

 

Produza seu resumo com suas próprias palavras

Não adianta nada simplesmente copiar trechos do texto original. O resumo deve ser de sua autoria, ou seja, ele é algo personalizado, que reflete o seu conhecimento, assim, deve ter a “sua cara”.

Escreva aquilo que você compreendeu de forma mais simples, não deixando de lado os detalhes quando estes forem necessários.

Fique atento àqueles conceitos principais e às exceções à regra, que os examinadores adoram usar nas questões. Informações de destaque devem ser pontuadas no seu material.

Outro ponto importante ao escrever é que as informações não podem estar soltas, mas sim ordenadas, interligadas e conectadas com os conteúdos que estão sendo estudados. Acredite, no final do seu resumo, as coisas ficarão bem mais claras.

 

Insira informações pontuais

Ufa! Seu material foi produzido com toda dedicação, usando suas próprias palavras, descrevendo todo o conteúdo que você entendeu e julgou importante. Mas, em algum momento, principalmente ao resolver questões, você vai se deparar com um conhecimento que não está em seu material.

Pronto! Agora o aluno se desespera e quer voltar a ver todo material original, assistir novamente às videoaulas ou até mudar de curso, enfim, desespero total!

Tenha calma! O seu resumo não é imutável – pelo contrário, pequenas observações podem e devem ser inseridas nele ao longo dos seus estudos e revisões, pois isso ajuda a fixar ainda mais o conteúdo. Lembre-se de fazer tudo com a máxima organização e clareza.

Muito cuidado para não poluir o seu resumo com informações irrelevantes ou desnecessárias.

Assim, concluímos que produzir um resumo eficaz demanda tempo e dedicação, mas comprovadamente é de grande efetividade nos seus estudos.

Por isso, tenha atenção e carinho ao produzir o seu material, pois esse certamente é um caminho que precisa ser percorrido e, com o tempo de estudo e as revisões, você entenderá que não existe nenhum material melhor do que aquele que você produziu. Acredite!

 

Energia alta e acredite em você.

Um grande abraço e força em busca de suas vitórias.

Estamos juntos nessa caminhada.

Israel Suhet

Quer conquistar a sua aprovação em concursos públicos?

Prepare-se com quem mais entende do assunto!

Comece a estudar no Gran Cursos

Depoimentos relacionados

Diante de uma reprovação, muitas pessoas desistem. Esse não foi o caso de Fernando Henrique M. que mesmo após 12…

Natural de Goiânia, Gustavo Rodrigues escolheu a carreira pública por dificuldade em encontrar um emprego bom na área privada. Com…

A nossa Gran Aluna Larissa, aprovada no último Concurso DEPEN para o cargo de Agente Federal, optou pela carreira pública…

Estudando de 3 a 4 horas por dia antes do edital e dedicando todo o seu tempo após a publicação…

“É incrível e emocionante, dá um frio na barriga, o coração dispara, e a ficha demora a cair. Faltam palavras…

Quando Henrique Passamani Tamanini decidiu que conquistaria o cargo público, nenhum obstáculo foi forte o suficiente para desmotivá-lo. Chegando a…

Rafaela Pereira sempre esteve inserida no mundo do serviço público. Dentro de casa, a mãe, o pai e o padrasto…

Natural de Palmas/ TO, Reydner Mamud Pereira Alves começou a sonhar com o cargo público desde o seu ingresso na…

Israel Suhet

Equipe do Gran Cursos Online
0

0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *