Atributos para ser bem-sucedido em provas e concursos

Gabriel Granjeiro


12/12/2016 | 15:50 Atualizado há 1467 dias

atributos-artigo-2“Em todas as coisas, o sucesso depende de uma preparação prévia. Sem tal preparação, o falhanço [fracasso] é certo.” Confúcio

Na vida, devemos nos espelhar nos melhores. Quando se trata da carreira profissional e, em particular, da preparação para concurso público, temos menos tempo ainda a perder com ensaio e erro, com tentativas e insucessos. A concorrência é fortíssima e exige de nós sabedoria para ir direto ao que interessa.

Pensando nisso, reunimos a seguir cinco atributos que nossa experiência mostrou serem comuns entre os concurseiros de sucesso. Nosso conselho é que você os desenvolva o quanto antes, para aumentar significativamente suas chances de sucesso como candidato a uma vaga no serviço público.

 

1. Ambição suficiente para ser merecedor da vaga

Você não pode se contentar em ser medíocre, na acepção objetiva do termo. Manter-se na média é condenar-se a aprovações sem classificação. Em outras palavras, é condenar-se ao insucesso ou, no mínimo, à recorrente sensação de “morrer na praia”.

Não há esperança de sucesso para o candidato que é indiferente e apático, que não faz questão de crescer na vida nem está disposto a pagar o preço que a vitória cobra. Como você sabe, no  nosso caso, ser vitorioso significa ser aprovado e classificado dentro do número de vagas do edital, e o preço que o candidato deve pagar para alcançar essa meta não costuma ser barato. A maioria das pessoas não conseguem o que querem por lhes faltar motivação e um pontapé inicial que as empurre em direção ao alvo. Esse impulso inicial é a ambição, que, ao contrário do que muitos pensam, é saudável e necessária.

 

“…as conquistas não surgem do nada; você deve trabalhar por elas com paciência, persistência e ambição.”

 

Em outro artigo, escrevemos um pouco mais sobre a importância de mentalizar os seus sonhos e usar isso como força motriz para seguir adiante. O fato é que as conquistas não surgem do nada; você deve trabalhar por elas com paciência, persistência e ambição. Comece devagar, como se estivesse pisando em ovos ou se movimentando em areia movediça, mas mantenha o foco de avançar sempre e mais. Quanto antes você fizer isso e se dedicar de corpo e alma a sua meta, melhor, pois conseguirá se beneficiar do poder conferido aos justos, dedicados e pacientes.

2. Muita – mas muita mesmo – disciplina

A disciplina só é alcançada depois de desenvolvido o autocontrole. Isso significa que você precisa ficar de olho em suas características negativas e aprender a controlar a si próprio. Se você não conseguir, dificilmente será bem-sucedido em qualquer atividade que se proponha executar, seja estudar para concurso público, seja praticar uma atividade esportiva, seja, ainda, alavancar a carreira profissional.

 

“A disciplina só é alcançada depois de desenvolvido o autocontrole. Isso significa que você precisa ficar de olho em suas características negativas e aprender a controlar a si próprio.”

 

Na equação da disciplina, entram vários fatores. Você precisa ser disciplinado o bastante para planejar bem as ações, organizar bem o material disponível, resistir a tudo que possa distraí-lo de sua meta, controlar bem o tempo e dirigir o método de estudo para que a preparação avance como planejado. Apesar de muito simples e óbvio, esse roteiro não é seguido pela maior parte das pessoas, talvez por excesso de confiança ou até de arrogância.

O candidato disciplinado consegue incluir até mesmo atividades físicas em seu plano de preparação. E engana-se quem pensa que elas são dispensáveis. Além de serem fundamentais para a oxigenação do cérebro, elas aumentam a sensação de satisfação com os estudos. O resultado é um candidato motivado e com ampla vantagem em relação à maioria das pessoas, que enxergam na dedicação aos estudos apenas um grande sacrifício.

Quem consegue administrar bem esses processos durante a preparação para o concurso, por certo, quando estiver no exercício do cargo, também será um excelente servidor. Com um perfil como esse, é alta a probabilidade de vir a ser indicado para ocupar cargos de chefia, assessoramento e direção superior. Essa é outra consequência positiva de desenvolver a disciplina e a capacidade de se preparar bem, ajustando os processos para que o tempo disponível seja suficiente para tudo que precisa ser feito.

3. Humildade para reconhecer a necessidade de investir na preparação

Só o diploma universitário não basta. Conhecimento é apenas poder potencial e não se tornará algo útil enquanto não for aplicado de fato. A preparação de valor não é a que se baseia em conhecimento estritamente teórico, mas, sim, a que impõe conhecimento aplicado, praticado, simulado, repetido.

 

“As pessoas que passam em concurso não são aquelas que sabem; são sobretudo aquelas que sabem fazer as coisas certas no tempo certo, com as pessoas certas, ouvindo as pessoas certas e estudando com o método certo.”

 

As pessoas que passam em concurso não são aquelas que sabem; são sobretudo aquelas que sabem fazer as coisas certas no tempo certo, com as pessoas certas, ouvindo as pessoas certas e estudando com o método certo. Às vezes, esse “certo” demora a chegar e, na maioria dos casos, vem depois de muitas reprovações e algumas desistências ou saídas da “fila”. Não se contamine com isso. Assimile bem as lições impostas pelos insucessos e corrija as táticas rumo à vitória.

4. Capacidade de não procrastinar

Em poucos dias, 2016 terá terminado. É quando terão lugar as promessas de ano novo: perder peso, fazer um curso de idiomas, praticar uma atividade física, começar a preparação para concurso etc. É sempre assim, e as turmas de cursos presenciais lotam, aumentam as matrículas e assinaturas para cursos online… Entra ano, sai ano, o ciclo se repete.

Procrastinar é uma das causas mais comuns do insucesso. Muitos concurseiros – em particular os inscritos em turmas de edital na praça –, acabam por passar pela vida de estudante ou de concurseiro como mais exemplos de fracasso. O problema desses candidatos é ficar sempre aguardando o momento ideal para fazer algo que compense o esforço. Meu conselho é: não espere, pois esse momento “perfeito” não existe.

Já ensinamos aqui, mas cabe sempre repetir, que se deve escolher a carreira com base na vocação e imediatamente dar início à luta pela vaga. A maioria das pessoas que passaram em um concurso começaram a preparação ao apenas ouvir o boato de que o edital seria publicado. Aliás, essas pessoas nem chegam a se estressar quando o edital não sai ou quando a publicação dele atrasa. Elas simplesmente aproveitam a preparação, desenvolvem o hábito do estudo, entregam-se bem mais ao caminho do que à chegada.

Quanto mais cedo você começar – qualquer coisa –, mais vai tirar proveito da preparação e do planejamento antecipado. Isso vale para quem quer passar em vestibular, no Enem, no exame para obter a CNH, em concurso público, etc.

5. Persistência

Muitos de nós somos bons em começar algo, mas péssimos em terminar. As pessoas tendem a desistir de prestar concurso público nos primeiros sinais de reprovação ou quando chegam àquela fase em que não são nem reprovadas nem classificadas dentro das vagas.

Lembre-se de que o nosso lema é nunca, jamais desistir daquilo que queremos. Se queremos o governo como patrão, é ele que será em breve o nosso chefe. Vamos sempre em frente e, quando tivermos de dar alguns passos para trás, será simplesmente para pegar impulso e dar o salto que nos permitirá chegar ao destino.

 

“…o nosso lema é nunca, jamais desistir daquilo que queremos.”

 

Como também já ensinamos em outras mensagens, as pessoas mais bem-sucedidas do mundo eventualmente tiveram de lidar com fracassos sérios ao longo da carreira. A diferença é que elas perseveraram. Aprenda com os seus erros, supere-os e siga adiante, sabendo que conta com a nossa companhia e o nosso apoio até a posse no cargo dos seus sonhos.

“Nas grandes batalhas da vida, o primeiro passo para a vitória é o desejo de vencer!” Mahatma Gandhi

PS: Siga-me em minha recém-lançada página do Facebook e em meu perfil do Instagram. Lá, postarei pequenos textos de conteúdo motivacional. Serão dicas bem objetivas, mas, ainda assim, capazes de ajudá-lo em sua jornada rumo ao serviço público.

Gabriel Granjeiro


GabrielDiretor-Presidente e Fundador do Gran Cursos Online. Vive e respira concursos há quase 10 anos. Formado em Administração e Marketing pela New York University, Leonardo N. Stern School of Business. Fascinado pelo empreendedorismo e pelo ensino a distância.

 

 


Gabriel Granjeiro

Presidente e sócio-fundador do Gran Cursos Online
0

62

Comentários (62)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *