Concurso AGRAER MS: resultado preliminar da segunda fase. Veja

Concurso AGRAER MS oferta 92 vagas de nível médio e superior com remuneração inicial de R$ 6,6 mil. Saiba mais

Avatar


20/06/2022 | 13:16 Atualizado há 6 dias

Novidades sobre o concurso AGRAER MS! Foi divulgado o resultado preliminar da Prova de Título. A Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural de Mato Grosso do Sul está ofertando um total de 92 vagas para Gestor de Desenvolvimento Rural, Pesquisador, Gestor Sócio-Organizacional Rural, Técnico de Desenvolvimento Rural e Agente de Serviços Sócio-Organizacionais.

O concurso AGRAER MS foi organizado pelo IDECAN. Veja os Gabaritos Preliminares da Prova Escrita Objetiva ao longo desta matéria, em “situação atual”.

Veja abaixo o índice com informações sobre o Concurso AGRAER MS:

Destaques:

Concurso AGRAER MS: situação atual

Volte ao topo

Concurso AGRAER MS: Remuneração e benefícios

As remunerações previstas no edital de abertura para cada um dos cargos são as seguintes:

CARGO

REMUNERAÇÃO INICIAL

Gestor de Desenvolvimento Rural R$ 6.655,08
Pesquisador R$ 6.655,08
Gestor Sócio-Organizacional Rural R$ 6.655,08
Técnico de Desenvolvimento Rural R$ 2.900,22
Agente de Serviços Sócio-Organizacionais R$ 2.645,65

Volte ao topo

Concurso AGRAER MS: Inscrições encerradas

As inscrições foram aceitas entre às 8 horas do dia 12 de abril às 23 horas e 59 minutos do dia 2 de maio de 2022, devendo o interessado acessar o site Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional – Idecan, no endereço www.idecan.org.br.

O valor da taxa de inscrição foi de R$ 181,32  para os cargos de nível superior e de R$ 113,32 para os cargos de nível médio.

Isenção da taxa de inscrição

O pedido para a isenção do pagamento da taxa de inscrição foi entre às 8 horas do dia 12 de abril às 23 horas e 59 minutos do dia 17 de abril de 2022.

Só puderam fazer o pedido, os candidatos amparados pela Lei Estadual n. 2.557, de 13 de dezembro de 2002, regulamentada pelo Decreto Estadual n. 11.232, de 27 de maio de 2003, ou ainda pelas Leis Estaduais n. 2.887, de 21 de setembro de 2004, n. 4.827, de 10 de março de 2016, ou n. 5.386, de 30 de agosto de 2019.

Volte ao topo

Concurso AGRAER MS: Cargos e Vagas

De acordo com o edital de abertura, as vagas disponibilizadas são as seguintes:

Cargo Número de Vagas
Gestor de Desenvolvimento Rural 33
Pesquisador 6
Gestor Sócio-Organizacional Rural 10
Técnico de Desenvolvimento Rural 26
Agente de Serviços Sócio-Organizacionais 17
Total de Vagas 92

É importante destacar que cada um dos cargos, tem vagas disponíveis para diversas especialidades.

Volte ao topo

Concurso AGRAER MS: Carreira

Acompanhe a seguir, o detalhamento de cada um dos cargos:

Concurso AGRAER: Gestor de Desenvolvimento Rural

Requisitos:

(ÁREA 1) Curso de ensino superior em nível de graduação em Zootecnia, comprovado mediante a apresentação de diploma, declaração, ou certidão de conclusão, todos acompanhados do respectivo histórico escolar, fornecidos por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação – MEC.

(ÁREA 2) Curso de ensino superior em nível de graduação em Engenharia de Agrimensura ou em Engenharia Cartográfica, comprovado mediante a apresentação de diploma, declaração, ou certidão de conclusão, todos acompanhados do respectivo histórico escolar, fornecidos por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação – MEC.

(ÁREA 3) Curso de ensino superior em nível de graduação em Engenharia Civil, comprovado mediante a apresentação de diploma, declaração, ou certidão de conclusão, todos acompanhados do respectivo histórico escolar, fornecidos por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação – MEC. 

(ÁREA 4) Curso de ensino superior em nível de graduação em Engenharia Agronômica, comprovado mediante a apresentação de diploma, declaração, ou certidão de conclusão, todos acompanhados do respectivo histórico escolar, fornecidos por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação – MEC.

(ÁREA 5) Curso de ensino superior em nível de graduação em Medicina Veterinária, comprovado mediante a apresentação de diploma, declaração, ou certidão de conclusão, todos acompanhados do respectivo histórico escolar, fornecidos por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação – MEC.

Atribuições:

Aos ocupantes do cargo de Gestor de Desenvolvimento Rural compete: planejar, coordenar e gerenciar programas e projetos especiais de fomento à produção agropecuária e participar de pesquisas em áreas prioritárias para o desenvolvimento de atividades agropecuárias, fundiárias e cartográficas; formular e implementar políticas públicas e programas na área de desenvolvimento agrário, e atuar nas atividades de planejamento estratégico avaliando as políticas governamentais de impacto direto e indireto sobre as atividades de desenvolvimento rural; desenvolver estudos ambientais, realizar auditorias ambientais, atuar como educador ambiental nas comunidades rurais e de agricultura familiar e realizar pesquisa das condições socioeconômicas do homem rural; elaborar publicações técnicas especializadas na área de agropecuária e de desenvolvimento local sustentável, bem como realizar diagnósticos adotando o processo dialético como forma de resolução dos problemas com a visão holística dos processos da produção agropecuária e do meio ambiente; coordenar atividades gerenciais, de consultoria e de capacitação na respectiva área de formação profissional e ou de especialização técnica e científica, e atuar na aplicação de normas e no controle de atividades que visem a melhorar a vida do homem no meio rural; desenvolver ações de políticas públicas relativas à agricultura familiar, aos indígenas e às comunidades negras rurais; promover a articulação, coordenar e liderar grupos de trabalhos multidisciplinares voltados ao desenvolvimento comunitário no meio rural e nos pequenos núcleos urbanos; elaborar projetos técnicos e de viabilidade econômico-financeira para custeio e investimento em propriedades de agricultores, em associações e cooperativas, bem como auxiliar na elaboração e no desenvolvimento de projetos de ações organizacionais e comunitárias, visando ao resgate da cidadania das famílias no meio rural; assessorar na formação de comissões, comitês e conselhos municipais de desenvolvimento rural, associativismo e cooperativismo objetivando acelerar o desenvolvimento sustentável da agricultura familiar, bem como promover reuniões, seminários, exposições, feiras, oficinas e conferências para divulgação e comercialização de produtos das agroindústrias e da agricultura familiar; promover e executar treinamentos de capacitação incentivando a ampliação de oportunidades de geração de emprego e renda e de qualidade de vida das famílias da agricultura familiar, bem como, orientar a aplicação de leis, regulamentos e normas técnicas relacionadas com a produção agropecuária e o desenvolvimento de comunidades; desenvolver estudos e pesquisas econômicas, antropológicas, socioambientais e culturais; elaborar relatórios sobre agricultura familiar, indígena e comunidades negras rurais e atividades afins, bem como atuar na realização de fotointerpretação e sensoriamento remoto para fins agrícolas e de regularização fundiária; realizar visitas de assistência técnica às propriedades rurais, visitas de vistoria à regularização fundiária, às atividades agropecuárias e não agropecuárias e agroindustriais; emitir laudos de vistoria de projetos de custeio e de investimento agropecuário e não agropecuário; gerenciar e coordenar programas, projetos e atividades voltados à cartografia, ao geoprocessamento e à regularização das terras devolutas, ao excesso de títulos provisórios expedidos pelos Estados de Mato Grosso do Sul e de Mato Grosso, bem como à manutenção da geração de bases cartográficas e de dados cartográficos digitais e analógicos; esponsabilizar-se pelas questões territoriais pertinentes à divisão político-administrativa do Estado; planejar, coordenar e acompanhar projetos de assentamentos rurais do Estado de Mato Grosso do Sul; planejar, supervisionar, estabelecer normas e manter atualizados os cadastros rural e fundiário do Estado e sua estatística imobiliária, mantendo os processos de regularização fundiária em acervo próprio, garantindo a segurança e a longevidade destes, com o intuito de preservar a memória fundiária de Mato Grosso do Sul; prestar assistência técnica, elaborar parecer ou realizar perícias técnicas e ações que envolvam questões agrárias sempre que solicitado pelo Poder Judiciário; planejar, implantar e regularizar as ações fundiárias de áreas urbanas, por meio de contratos, acordos, convênios e ajustes com as prefeituras municipais;
desenvolver projetos de engenharia civil, planejar, orçar e executar obras, fiscalizar, coordenar a operação e a manutenção, desenvolver estudos ambientais, realizar investigações e levantamentos técnicos, periciar e supervisionar perícias judiciais, nas obras de construção civil; desenvolver atividades relativas à área de segurança do trabalho, propondo normas e medidas corretivas e preventivas contra acidentes, indicando equipamentos de segurança; planejar atividades e coordenar equipes de treinamento; representar a AGRAER no Município, no Estado e País, nos conselhos, comitês, comissões, redes e eventos (congressos, seminários, workshops, feiras, encontros técnicos) municipais, regionais, territoriais, estaduais, nacionais, internacionais, temáticos e similares, cumprindo as normas e os procedimentos da entidade; executar qualquer outra atividade que, por sua natureza, esteja inserida no âmbito das atribuições do cargo.

Concurso AGRAER: Pesquisador

Requisitos:

(ÁREA 1) Curso de ensino superior em nível de graduação em Engenharia Agronômica, comprovado mediante a apresentação de diploma, declaração, ou certidão de conclusão, todos acompanhados do respectivo histórico escolar, fornecidos por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação – MEC, acrescido de titulação de mestrado, doutorado ou pós-doutorado em Agronomia, ou áreas afins, com área de concentração em Fruticultura, e de experiência comprovada de mais de 3 (três) anos em atribuições similares às da função.

(ÁREA 2) Curso de ensino superior em nível de graduação em Engenharia Agronômica, comprovado mediante a apresentação de diploma, declaração, ou certidão de conclusão, todos acompanhados do respectivo histórico escolar, fornecidos por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação – MEC, acrescido de titulação de mestrado, doutorado ou pós-doutorado em Agronomia, ou áreas afins, com área de concentração em Olericultura, e de experiência comprovada de mais de 3 (três) anos em atribuições similares às da função.

(ÁREA 3) Curso de ensino superior em nível de graduação em Engenharia Agronômica, comprovado mediante a apresentação de diploma, declaração, ou certidão de conclusão, todos acompanhados do respectivo histórico escolar, fornecidos por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação – MEC, acrescido de titulação de mestrado, doutorado ou pós-doutorado em Agronomia, ou áreas afins, com área de concentração em Produção Vegetal ou em Agricultura, e de experiência comprovada de mais de 3 (três) anos em atribuições similares às da função.

(ÁREA 4) Curso de ensino superior em nível de graduação em Engenharia Agronômica, comprovado mediante a apresentação de diploma, declaração, ou certidão de conclusão, todos acompanhados do respectivo histórico escolar, fornecidos por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação – MEC, acrescido de titulação de mestrado, doutorado ou pós-doutorado em Agronomia, ou áreas afins, com área de concentração em Melhoramento de Plantas, e de experiência comprovada de mais de 3 (três) anos em atribuições similares às da função.

(ÁREA 5) Curso de ensino superior em nível de graduação em Engenharia Agronômica ou em Engenharia Florestal, comprovado mediante a apresentação de diploma, declaração, ou certidão de conclusão, todos acompanhados do respectivo histórico escolar, fornecidos por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação – MEC, acrescido de titulação de mestrado, doutorado ou pós-doutorado em Agronomia, ou áreas afins, com área de concentração em Silvicultura, e de experiência comprovada de mais de 3 (três) anos em atribuições similares às da função

(ÁREA 6) Curso de ensino superior em nível de graduação em Medicina Veterinária, comprovado mediante a apresentação de diploma, declaração, ou certidão de conclusão, todos acompanhados do respectivo histórico escolar, fornecidos por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação – MEC, acrescido de titulação de mestrado, doutorado ou pós-doutorado em Ciência Animal, ou áreas afins, com área de concentração em Bovinocultura do Leite, e de experiência comprovada de mais de 3 (três) anos em atribuições similares às da função

Atribuições:

Aos ocupantes do cargo de Pesquisador compete: elaborar, coordenar e executar projetos de pesquisa científica para as áreas de agropecuária, antropológicas, socioambientais e de condições socioeconômicas das comunidades rurais; prestar consultorias e auditorias na respectiva área de formação profissional e de especialização técnica ou científica e participar da implementação e da avaliação de políticas públicas, sob o aspecto de seus impactos na produção agropecuária de agricultores familiares; elaborar publicações técnico-científicas para o setor de agropecuária, agricultura familiar e de atividades socioeconômicas voltadas ao desenvolvimento local sustentável, e divulgá-las à comunidade científica e a outros; contribuir para a captação de recursos em órgãos de fomento para a execução dos projetos, respondendo pelo cumprimento de prazos e de objetivos a serem alcançados, avaliando tendências e monitorando fatores internos e externos; proferir palestras relacionadas à sua área de especialidade e atuar e ou coordenar comissões técnico-científicas internas e externas, participar na organização de eventos técnico-científicos de interesse institucional; orientar e supervisionar alunos de graduação, mestrado, doutorado e pós-doutorado, bem como pesquisadores de instituições parceiras nacionais e internacionais, e treinar outros profissionais que atuam no setor agropecuário e áreas afins, promovendo e participando de atividades de intercâmbio de conhecimentos e de experiências na área de atuação e de especialidade; elaborar normas, laudos e pareceres, divulgando-os por meio de publicações nacionais e internacionais e assessorar a elaboração de processos para a obtenção de direitos de propriedade intelectual; participar na definição de diretrizes e estratégias institucionais de atuação buscando a colaboração interinstitucional e interdisciplinar na elaboração e execução de programas e projetos de pesquisa científica e tecnológica; executar qualquer outra atividade que, por sua natureza, esteja inserida no âmbito das atribuições do cargo.

Concurso AGRAER: Gestor Sócio-Organizacional Rural

Requisitos:

(ÁREA 1) Curso de ensino superior em nível de graduação em Administração, comprovado mediante a apresentação de diploma, declaração, ou certidão de conclusão, todos acompanhados do respectivo histórico escolar, fornecidos por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação – MEC.

(ÁREA 2) Curso de ensino superior de tecnologia em Administração Rural, comprovado mediante a apresentação de diploma, declaração, ou certidão de conclusão, todos acompanhados do respectivo histórico escolar, fornecidos por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação – MEC.

(ÁREA 3) Curso de ensino superior em nível de graduação em Ciências Contábeis, comprovado mediante a apresentação de diploma, declaração, ou certidão de conclusão, todos acompanhados do respectivo histórico escolar, fornecidos por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação – MEC.

(ÁREA 4) Curso de ensino superior em nível de graduação em Engenharia da Computação, comprovado mediante a apresentação de diploma, declaração, ou certidão de conclusão, todos acompanhados do respectivo histórico escolar, fornecidos por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação – MEC.

(ÁREA 5) Curso de ensino superior em nível de graduação em Jornalismo, comprovado mediante a apresentação de diploma, declaração, ou certidão de conclusão, todos acompanhados do respectivo histórico escolar, fornecidos por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação – MEC. 

(ÁREA 6) Curso de ensino superior em nível de graduação em Economia Doméstica, comprovado mediante a apresentação de diploma, declaração, ou certidão de conclusão, todos acompanhados do respectivo histórico escolar, fornecidos por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação – MEC.

(ÁREA 7) Curso de ensino superior em nível de graduação em Nutrição, comprovado mediante a apresentação de diploma, declaração, ou certidão de conclusão, todos acompanhados do respectivo histórico escolar, fornecidos por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação – MEC.

(ÁREA 8) Curso de ensino superior em nível de graduação em Serviço Social, comprovado mediante a apresentação de diploma, declaração, ou certidão de conclusão, todos acompanhados do respectivo histórico escolar, fornecidos por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação – MEC.

Atribuições:

As ocupantes do cargo de Gestor Sócio-Organizacional Rural compete: participar da formulação e execução do planejamento estratégico, da elaboração, da implementação e avaliação de políticas e programas governamentais de impacto direto e indireto nas comunidades rurais de agricultura familiar; atuar na coordenação e na formação de grupos de trabalhos multidisciplinares, comissões, comitês e conselhos municipais de desenvolvimento rural, associativismo e cooperativismo e auxiliar na promoção de reuniões, seminários, exposições, feiras, oficinas e conferências para divulgação e comercialização de produtos das agroindústrias e da agricultura familiar; prestar serviços de orientação de pessoas, famílias, comunidades e instituições sobre normas, códigos e legislação trabalhista, previdenciária, de direitos sociais, bem como elaborar diagnóstico da realidade das famílias rurais, nos aspectos físico, social, cultural, gênero e renda, envolvendo agricultura familiar e comunidades indígenas e negras rurais; prestar serviços de orientação para a organização de produtores em associações e cooperativas, para a formação de comissões, e atuar como membro de comitês e conselhos municipais de desenvolvimento rural e outros conselhos correlatos; desenvolver estudos para a realização de pesquisas sociais, econômicas, antropológicas, socioambientais e culturais e apoiar os trabalhos de produção de publicações técnicas especializadas em agropecuária e em atividades socioeconômicas voltadas ao desenvolvimento local e comunitário sustentável; coordenar, implementar e executar projetos pedagógicos, cursos de capacitação e treinamento que visem à facilitar o processo comunicativo com as associações, comunidades rurais e o homem rural, incentivando a agregação de valor aos produtos e a ampliação de oportunidades de geração de emprego e renda e qualidade de vida das famílias das comunidades e assentamentos rurais; gerenciar e coordenar projetos especiais de fomento e financiamento à produção agropecuária e pesquisas em áreas prioritárias para o desenvolvimento de
atividades agropecuárias, fundiárias e cartográficas e promover a divulgação de resultados de pesquisa agropecuária e a transferência de tecnologias geradas nas pesquisas; supervisionar e monitorar a realização de levantamento de necessidades de organização da infraestrutura de apoio técnico e administrativo para a execução das atividades da entidade, e acompanhar o desempenho de estagiários; atuar na organização e na execução de trabalhos de recenseamento, estatística e cadastramento rural e em atividades de apoio aos serviços e às atividades de assistência técnica e extensão rural compatíveis com a respectiva formação profissional, bem como, prestar orientação às populações rurais quanto à nutrição, à higiene pessoal, à saúde e à prevenção de doenças infectocontagiosas, utilizando metodologias apropriadas; apoiar os Gestores de Desenvolvimento Rural, no desenvolvimento de trabalhos vinculados às respectivas atribuições; executar o planejamento estratégico e de curto prazo e a avaliação dos resultados dos programas e projetos desenvolvidos para as comunidades rurais, e supervisionar a realização de levantamento de necessidades de infraestrutura de apoio técnico e administrativo; implementar e orientar a aplicação de leis, regulamentos e normas técnicas relacionadas com as atividades previstas em lei e na administração pública, bem como aplicar princípios éticos e de relações humanas no trabalho, contribuindo para o crescimento profissional da equipe e para a melhoria dos processos organizacionais; realizar diagnóstico, estudos setoriais e orientar a execução de análises de resultados de pesquisas e projetos para formulação e elaboração de planos, programas, estudos e pareceres de avaliação do desempenho institucional, preparando relatórios, gráficos e tabelas para subsidiar a tomada de decisão; gerenciar e coordenar atividades técnicas, operacionais e administrativas e participar de projetos e ações para a manutenção de clima favorável a mudanças organizacionais, exercendo, complementarmente, atribuições de apoio aos serviços de assistência técnica e extensão rural; implantar, coordenar e aperfeiçoar sistemas, métodos, instrumentos e procedimentos que requeiram conhecimentos de caráter administrativo, técnico ou científico, objetivando a melhoria de processos gerenciais, organizacionais e administrativos; planejar, assessorar, controlar e gerenciar para atendimento às unidades organizacionais a aquisição, a guarda e a distribuição de suprimentos, o gerenciamento de serviços prestados aos usuários, a gestão de recursos humanos e a administração financeira, orçamentária, contábil e de planejamento setorial; controlar, supervisionar e orientar as atividades administrativas de patrimônio, arquivo, protocolo e comunicações administrativas, bem como o atendimento de usuários dos serviços prestados na área de desenvolvimento agrário; coordenar e executar atividades de desenvolvimento de aplicativos eletrônicos e de apoio à implementação de novas tecnologias de comunicação e de disseminação e tratamento de informações e desenvolvimento institucional; coordenar, supervisionar, gerenciar e orientar equipes de trabalho, bem como o desempenho de estagiários; elaborar documentos para a formalização de termos de parcerias, contratos, convênios e ajustes, objetivando a captação de recursos financeiros necessários ao alcance dos resultados esperados nos programas e nos projetos de sua responsabilidade, auxiliando a gerência na prospecção e na manutenção de convênios e contratos nos municípios; elaborar a prestação de contas anual, por meio de balanços patrimoniais, financeiros e orçamentários e a demonstração das variações patrimoniais; os balancetes mensais, os relatórios de resultados e demais peças exigidas para apuração da situação econômico-financeira da AGRAER; elaborar normas, orientar e assessorar os trabalhos da AGRAER desenvolvidos com comunidades indígenas e negras rurais, cujas condições sociais, culturais e econômicas os distingam de outros setores da coletividade nacional, e que estejam regidos total ou parcialmente por seus próprios costumes ou tradições ou por legislação especial; participar do planejamento, implantação, execução e gestão dos projetos das Unidades de Alimentação e Nutrição (UANs); representar a AGRAER nos conselhos, comitês, comissões, redes e eventos (congressos, seminários, workshops, feiras e encontros técnicos) municipais, regionais, territoriais, estaduais, nacionais, internacionais, temáticos e similares, cumprindo as normas e os procedimentos da entidade; programar, organizar e ministrar cursos, palestras, seminários para os agricultores familiares dentro da sua área de atuação; executar qualquer outra atividade que, por sua natureza, esteja inserida no âmbito das atribuições do cargo.

Concurso AGRAER: Agente de Serviços Sócio-Organizacionais

Requisitos:

(ÁREA 1) Curso de ensino médio completo, acrescido de curso de nível técnico de Técnico em Agropecuária ou de Técnico em Agricultura, ou curso de ensino médio profissionalizante de Técnico Agropecuário Técnico em Agropecuária ou de Técnico em Agricultura, comprovado mediante a apresentação de diploma, declaração, ou certidão de conclusão, todos acompanhados do respectivo histórico escolar, fornecidos por instituição de ensino reconhecida, na forma da legislação pertinente.

(ÁREA 2) Curso de ensino médio completo, acrescido de curso de nível técnico de Técnico de Laboratório, ou curso de ensino médio profissionalizante de Técnico de Laboratório, comprovado mediante a apresentação de diploma, declaração, ou certidão de conclusão, todos acompanhados do respectivo histórico escolar, fornecidos por instituição de ensino reconhecida, na forma da legislação pertinente.

Atribuições:

Aos ocupantes do cargo de Agente de Serviço Sócio-Organizacional compete: apoiar a execução dos serviços e atividades de assistência técnica e extensão rural e participar de projetos e ações para a manutenção de clima favorável a mudanças organizacionais; executar serviços de apoio administrativo e técnico nas áreas gráfica, de comunicação, de patrimônio, de aquisição, de guarda e de distribuição de material, de arquivo e protocolo, de comunicações administrativas, de administração de recursos humanos, financeira, orçamentária e contábil; levantar e registrar informações administrativas para a elaboração de relatórios, planilhas e previsão orçamentária; conduzir veículos para transporte de bens, documentos e pessoas e zelar pela sua conservação e manutenção; executar atividades de desenho cartográfico, de mapas e fotografias e serviços gráficos e de apoio às atividades de tecnologia da informação e divulgações pela internet; auxiliar na implantação e na capacitação de mão de obra de produção, beneficiamento e comercialização, e em outras atividades de geração de renda nas comunidades rurais; atuar na realização de diagnósticos, estudos setoriais e relatórios sobre as ações desenvolvidas na área social em comunidades de agricultura familiar, em comunidades negras e indígenas, visando ao planejamento estratégico, ao acompanhamento e ao desenvolvimento; participar de estudos e pesquisas para a permanente avaliação dos processos de recrutamento e seleção, treinamento e aperfeiçoamento de pessoal; executar atribuições e atividades administrativas correlatas, nos prazos e condições estabelecidos, de acordo com a sua área de atuação; executar qualquer outra atividade que, por sua natureza, esteja inserida no âmbito das atribuições do cargo.

Volte ao topo

Concurso AGRAER MS: Etapas de prova

De acordo com o edital de abertura do concurso AGRAER MS, as fases do concurso serão as seguintes:

Para os cargos de Gestor de Desenvolvimento Rural, Pesquisador e Gestor Sócio-Organizacional, o certame será composto por duas etapas, sendo:

  • Prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Prova de Títulos, de caráter unicamente classificatório, da qual participarão apenas os candidatos considerados aprovados na prova objetiva.

Para os cargos de Técnico de Desenvolvimento Rural e de Agente de Serviços Sócio-Organizacionais, o certame será composto por fase única, que será a prova objetiva.

Prova objetiva concurso AGRAER MS

Para os cargos de Gestor de Desenvolvimento Rural, de Pesquisador e de Gestor Sócio-Organizacional Rural, a Prova Escrita Objetiva foi avaliada de 0,00 (zero) a 100,00 (cem) pontos e constou de 80 (oitenta) questões objetivas de múltipla escolha, distribuídas da seguinte maneira:

  • Língua Portuguesa (15 questões – 1,0 ponto)
  • Noções de Informática (10 questões – 1,0 ponto)
  • Raciocínio Lógico (05 questões – 1,0 ponto)
  • Conhecimentos gerais e de legislação relativos às áreas de atuação da AGRAER (20 questões – 1,4 pontos)
  • Conhecimentos Específicos da Área de Habilitação Profissional do Candidato (30 questões – 1,4 pontos)

Para o cargo de Técnico de Desenvolvimento Rural, a Prova Escrita Objetiva foi avaliada de 0,00 (zero) a 60,00 (sessenta) pontos e constou de 60 (sessenta) questões objetivas de múltipla escolha, distribuídas conforme a seguir:

  • Língua Portuguesa (10 questões – 1,0 ponto)
  • Noções de Informática (10 questões – 1,0 ponto)
  • Raciocínio Lógico (05 questões – 1,0 ponto)
  • Conhecimentos gerais e de legislação relativos às áreas de atuação da AGRAER (15 questões – 1,0 ponto)
  • Conhecimentos Específicos da Área de Habilitação Profissional do Candidato (20 questões – 1,0 ponto).

Prova de títulos concurso AGRAER MS

A Prova de Títulos será avaliada de 0,00 (zero) até 10,00 (dez) pontos, mesmo que a soma das pontuações dos títulos apresentados pelo candidato seja superior a esse valor.

A pontuação será organizada da seguinte maneira:

Cargos de Gestor de Desenvolvimento Rural e de Gestor Sócio-Organizacional Rural

  • Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de doutorado ou certificado/declaração de conclusão de curso de doutorado, desde que acompanhado dos respectivos histórico escolar e ata de defesa da tese. (máximo 3 pontos)
  • Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de mestrado, ou certificado/declaração de conclusão de curso de mestrado, desde que acompanhado dos respectivos histórico escolar e ata de defesa da dissertação. (máximo 2,5 pontos)
  • Certificado, declaração ou certidão de conclusão de curso de pós-graduação em nível de especialização (lato sensu) relacionado à Área de Especialização do candidato ou às atribuições específicas do cargo, com carga horária mínima de 360 (trezentos e sessenta) horas/aula. (máximo 2,5 pontos)
  • Certificado de cursos de capacitação ou de treinamentos relacionados à Área de Especialização do candidato ou às atribuições específicas do cargo, expedido por instituição oficialmente reconhecida, com carga horária mínima de 40 (quarenta) horas/aula, com data de realização a partir de 2017. (máximo 2,0 pontos)

Cargo de Pesquisador

  • Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de doutorado ou de pós-doutorado, ou certificado/declaração de conclusão de curso de doutorado ou de pós-doutorado, distinto daquele exigido como requisito para a respectiva área de especialização, desde que acompanhado dos respectivos histórico escolar e ata de defesa da tese. (máximo 1,25 pontos)
  • Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de mestrado, ou certificado/declaração de conclusão de curso de mestrado, distinto daquele exigido como requisito para a respectiva área de especialização, desde que acompanhado dos respectivos histórico escolar e ata de defesa da dissertação. (máximo 1,0 ponto)
  • Certificado, declaração ou certidão de conclusão de curso de pós-graduação em nível de especialização (lato sensu) relacionado à Área de Especialização do candidato ou às atribuições específicas do cargo, com carga horária mínima de 360 (trezentos e sessenta) horas/aula. (máximo 1,0 ponto)
  • Artigo publicado em periódico científico especializado, indexado, com corpo editorial e revisor, na qualidade de autor individual, na área de especialização a que concorre, qualificado QUALIS A1. (máximo 1,50 pontos)
  • Artigo publicado em periódico científico especializado, indexado, com corpo editorial e revisor, na qualidade de coautor ou colaborador, na área de especialização a que concorre, qualificado QUALIS A2. (máximo 0,75 ponto)
  • Trabalhos completos publicados em anais de congressos, simpósios ou reuniões de caráter científico nacionais ou internacionais, na qualidade de autor individual, na área de especialização a que concorre. (máximo 1,50 pontos)
  • Trabalhos completos publicados em anais de congressos, simpósios ou reuniões de caráter científico nacionais ou internacionais, na qualidade de coautor ou colaborador, na área de especialização a que concorre. (máximo 1,0 ponto)
  • Publicações Técnicas (Livro, Boletim Técnico, Manual Técnico) na qualidade de autor individual, na área de especialização a que concorre. (máximo 1,0 ponto)
  • Publicações Técnicas (Livro, Boletim Técnico, Manual Técnico) na qualidade de coautor ou colaborador, na área de especialização a que concorre. (máximo 1,0 ponto)

Concurso AGRAER MS: materiais gratuitos

Estude com materiais gratuitos para concursos públicos.

O Gran Cursos Online tem uma página exclusiva com diversos conteúdos para te auxiliar. CLIQUE AQUI E CONFIRA!

  • Apostilas,
  • E-books,
  • Editais verticalizados,
  • Cursos gratuitos e muito mais!

Se prepare com o Gran: Assinatura Ilimitada 7.0

Alô, concurseiros! Os concursos em 2022 vem com tudo e o Gran Cursos Online oferece toda a estrutura necessária para a sua aprovação.

Downloads ilimitados das aulas e dos PDFs, fórum de dúvidas, mapas mentais, acesso a mais de 27.194 cursos, acesso a mais de 28.000 audiolivros e outras ferramentas incríveis continuam disponíveis.

A grande novidade é que a Assinatura Ilimitada 7.0 ganhou um ‘upgrade’! Acompanhe:

  • App Desktop 3.0: plataforma completa e atualizada com acesso a aplicativo para Windows, Mac e Linux;
  • Gran Audiobooks na Web: acesse os audiolivros para todas as carreiras pelo navegador do computador ou do celular;
  • Gran Gerenciador de Estudos na Web: organize sua rotina de estudos e acompanhe o seu desenvolvimento pelo computador ou celular;
  • Gran Cursos Questões 3.0: veja questões comentadas em vídeo pelos professores;
  • Edital em Questão: acompanhe todo o edital com exercícios específicos e separados por níveis (iniciante, intermediário e avançado);
  • Ferramenta “Dá pra conciliar?”: estude para mais de um concurso, analisando a compatibilidade dos conteúdos abordados;
  • Lei em Questão: pratique a lei seca com questões voltadas para cada parte dos dispositivos legais que mais caem nas provas.

Está esperando o que para se tornar um Gran Aluno e garantir a sua aprovação em 2022?

VEJA AQUI a Assinatura Ilimitada 7.0

Resumo do Concurso AGRAER MS

Concurso AGRAER MS Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural de Mato Grosso do Sul
Situação atual edital publicado
Banca organizadora Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional – Idecan
Cargos
  • Gestor de Desenvolvimento Rural
  • Pesquisador
  • Gestor Sócio-Organizacional Rural
  • Técnico de Desenvolvimento Rural
  • Agente de Serviços Sócio-Organizacionais
Escolaridade Níveis médio/técnico e superior
Carreiras administrativa
Lotação Mato Grosso do Sul
Número de vagas 92 vagas
Remuneração De R$ 2.645,65 a R$ 6.655,08
Inscrições De 12 de abril a 2 de maio de 2022
Taxa de inscrição de R$ 113,32 a  R$ 181,32
Data da prova objetiva 22 de maio de 2022
VEJA AQUI o edital AGRAER MS 2022

Quer ficar por dentro dos concursos públicos abertos e previstos pelo Brasil?
Clique nos links abaixo:

CONCURSOS ABERTOS

CONCURSOS 2022

Receba gratuitamente no seu celular as principais notícias do mundo dos concursos!
Clique no link abaixo e inscreva-se gratuitamente:

TELEGRAM

Avatar

Equipe do Gran Cursos Online
0

0


Tudo que sabemos sobre:

destaque edital publicado


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.