FGV Concursos

Concurso para Polícia Legislativa do Senado Federal oferece inicial de R$ 16 mil! Veja os detalhes do cargo!

Polícia LegislativaUm dos destaques do próximo concurso do Senado Federal será o cargo de Técnico Legislativo – Atribuição: Policial Legislativo, com mais de 300 posições ociosas desde o vencimento da última seleção em junho do ano passado. Para concorrer é necessário nível médio completo e CNH, no mínimo, na categoria “B”, não sendo necessário altura mínima, idade máxima, tatuagem e demais requisitos exigidos pelas polícias civis e militares, por exemplo.

Hoje dentro da realidade da Polícia do Senado existem várias áreas de atuação. Ela é chamada de polícia de ciclo completo, preocupando-se com a atividade de polícia ostensiva, para evitar a prática de delitos nas dependências do congresso nacional, e segurança orgânica, que é a segurança interna dos prédios do congresso. Além da parte ostensiva, há também a polícia de investigação, que, tanto na Câmara como no Senado, existem delegacias responsáveis por tocar inquéritos policiais, termos circunstanciados, etc.

Participe da 1ª Maratona Gratuita para Carreiras Políciais. CLIQUE AQUI!

Hoje existem duas possibilidades de escala para quem ingressar na polícia legislativa do senado, sendo que a primeira funciona de forma 24×72, onde se trabalha 24h ininterruptas e se tem 72h de folga, e a segunda é a de 12×36, com uma regra específica de funcionamento, trabalhando-se os dias ímpares em uma semana e pares na seguinte, respeitando os feriados. O expediente é de 7h corridas.

O professor do Gran Cursos Online e também integrante da corporação legislativa federal, Paulo Igor, fala das suas estratégias para ser aprovado. “A primeira coisa que se deve fazer quando estudamos para concursos é esquecer a concorrência. Infelizmente as pessoas escutam isso e dizem: não é possível, eu preciso ser melhor que o outro, quando na verdade você precisa ser melhor do que você pode ser. O primeiro passo é esquecer quantos candidatos por vaga, demanda, esqueça isso e saiba que você só precisa de uma vaga.”

E para alcançar esta vaga você precisa se dedicar. A estratégia que eu adotei durante todo o tempo que eu estudava, por que quando saiu o edital do senado já era 2011, então eu já tinha uma bagagem de estudos de aproximadamente 4 anos, eu já tinha entendido como era o funcionamento de estudos para mim.  Tinha minha metodologia, aquela que se adequava a minha necessidade, então dentro da necessidade que eu tinha e já me conhecendo, como funcionava meus estudos, eu separei uma carga horária enorme durante os dias, sabendo que a prova se aproximava, faltava aproximadamente 70 dias, montei um cronograma com todo o tempo disponível, sai da academia, pedi férias do serviço, reduzi ao máximo qualquer ocupação paralela que eu tivesse.

Um dos atrativos inegáveis da carreira são as excelentes remunerações em início de carreira. O legislativo tem o costume de oferecer iniciais acima do que os poderes executivo e judiciário oferecem aos seus servidores, em cargos que tem basicamente as mesmas funções. O grande benefício destacado por Paulo Igor em se ocupar um cargo dentro do Senado Federa é que você uma remuneração excelente, principalmente quando se pensa no nível de escolaridade que se pede, no caso de policial legislativo (nível médio), que é de R$ 16 ou R$ 17 mil. Então destacam-se a remuneração e a escala de trabalho flexível, o que é ótimo para quem tem outras atividades e família.

Qual o tempo necessário de estudos para alcançar uma vaga no próximo concurso para policial legislativo do Senado Federal? O professor diz que é o tempo que o candidato tem disponível. “Muitas vezes as pessoas dizem eu trabalho, faço faculdade, tenho dois empregos, o fato é que você tendo tempo disponível, esse tempo disponível deve se aproveitado para os estudos. Quando se tem um objetivo e deseja alcança-lo, você tem que se dedicar. Não diria que são necessárias 6h diárias, com menos isso se torna impossível, não. Se você tem uma carga horária diária alta, você tem uma probabilidade de atingir seu objetivo em um espaço de tempo mais curto. O importante que que se consiga organizar o tempo de estudo dentro da carga que se tem disponível.

Segundo o professor, o que as pode afirmar no momento é que há uma necessidade premente de preenchimento de vagas dentro da polícia do senado. Hoje se tem 360 cargos efetivos, sendo que 2457 já estão preenchidos, ou seja, temos 113 cargos vagos para a função de policial legislativo. Há o interesse em realizar o concurso público, porém há dificuldade por conta do momento político que o país vive. A previsão é que saia até o fim deste ano ou início do próximo.

O importante é que se construa uma base sólida de conhecimento nesta etapa em que não há edital, você já tem o edital passado, você sabe qual é a banca que normalmente faz o concurso do senado, que é a Fundação Getulio Vargas (FGV), preparando-se em cima dela com o edital do último certame, dificilmente esses documentos se alteram. Fazendo essa preparação pré-edital, o candidato já larga na frente da concorrência, o importante é não achar que depois que sair o edital é o momento de começar a estudar, pois esse é o momento de refinar o estudo.

O professor comenta também a etapa do curso de formação do policial legislativo. “A polícia do senado trabalho com uma realidade muito interessante no que diz respeito ao curso de formação. O curso é ministrado e voltado para a realidade do senado, com alguns meses de duração, onde se desenvolve a capacidade técnica, aptidão psicológica para o manuseio de arma de fogo. O aprovado vai começar a entender como é que funciona a realidade da polícia do senado”.

O destaque a ser dado pelo candidato é na disciplina de língua portuguesa, seguida da parte especial, que é abrangida por direito penal, direito processual penal e legislação penal especial.

– Polícia do Senado

O cargo de Policial Legislativo também compõe a carreira de Técnico legislativo, tendo como requisito o nível médio completo certificado por instituição reconhecida pelo Ministério da Educação. A  remuneração inicial é de R$ 16.014,16, para jornada de 40 horas semanais.

Para este cargo foram aplicadas Provas Escritas Objetivas de Múltipla Escolha e Provas Escritas Discursivas,  Prova de Aptidão Física, Avaliação Psicológica; Investigação Social Documental; e Curso de Formação.

Histórico de nomeações

O concurso sempre nomeia um grande quantitativo de candidatos aprovados. Trazemos mais uma vez como base os dois últimos editais (2008 e 2012).

2012: Oferecendo 246 vagas em edital, foram convocados todos os 611 aprovados e nomeados 593, sendo a maioria para as carreiras de Técnico Legislativo – Administração, Analista Legislativo – Processo Legislativo e Técnico Legislativo – Policial Legislativo Federal.

2008: Oferecendo 150 vagas em edital, foram nomeados 519 aprovados. O número inclui candidatos que não tomaram posse, permitindo que novos aprovados fossem chamados. De acordo com informações da Agência Senado, o número de nomeações se deve, em parte, à quantidade de aposentadorias.

A nomeação de classificados além do número de vagas oferecidas deu-se, em maior parte, para o cargo de analista de processo legislativo. Foram oferecidas 25 vagas e 89 candidatos foram nomeados. Em seguida, aparecem os cargos de técnico de processo administrativo, com 50 nomeados além do número de vagas oferecidas no edital; de técnico de administração, com 44; e de analista legislativo na especialidade análise de sistemas, com 43 nomeações além do número inicial de vagas oferecidas.

Confira abaixo o bate-papo com o professor Paulo Igor, policial legislativo, aprovado no concurso de 2012:

Detalhes:

  • MarcadorConcurso: Concurso Senado Federal
  • MarcadorBanca Examinadora: a definir
  • MarcadorTotal de Vagas: a definir (cerca de 1.200 cargos vagos)
  • MarcadorRemuneração: de R$ 16.014,16 a R$ 27.582,21
  • MarcadorTaxa de Inscrição: a definir
  • MarcadorDatas de Inscrição: a definir
  • MarcadorData da Prova: a definir
  • MarcadorRegião: Brasília-DF
  • MarcadorEscolaridade: Médio, Superior
  • MarcadorÁrea: Fiscal, Judiciária, Administrativa, Outras
  • MarcadorLink do último edital: Consultor Analista Técnico Policial

Gostou desta oportunidade? Conheça o “Projeto Senado Federal – A Vaga é Minha”.
Estude com quem mais aprova há 26 anos, sem sair de casa.

O Gran Cursos Online preparou um curso exclusivo para o certame, abordando toda a parte teórica do edital, com professores(consultores legislativos, analistas legislativos, técnicos legislativos, procuradores, doutores, mestres, especialistas) renomados no mercado educacional.

matricule-se 3

Apostila digital para o concurso do Senado Federal por apenas R$ 23,34

senado-federal-concurso-2015

Depoimentos de alunos aprovados AQUI. Casos de sucesso:

CHEGUEI-LÁ2 (5) CHEGUEI-LÁ2 (4) CHEGUEI-LÁ2 CHEGUEI-LÁ CHEGUEI-LÁ-Natálial

 

Cheguei Lá

3 Comentários

3 Comentários

  1. Charles Mozart

    19/01/2018 15:07 em 15:07

    Olá, tens apostila para tecnico legislativo ?

  2. Fabricio

    22/05/2018 18:42 em 18:42

    Olá,
    Vocês tem a informação sobre idade máxima para esse concurso? Já li o edital mas não encontro nada referente a isso.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para o Topo