Concurso TCDF: saiba TUDO sobre a carreira de auditor!

Concurso TCDF: Comissões jã estão formadas.

O Tribunal de Contas do Distrito Federal – TCDF irá realizar o seu próximo concurso em breve (concurso TCDF). As comissões que ficarão responsáveis pelos trâmites inciais do concurso para os cargos de Auditor Conselheiro-Substituto e Auditor de Controle Externo já estão formadas.

Navegue pela matéria utilizando o índice abaixo:

Concurso TCDF: situação atual

Foi sancionada a Lei n. 6.338, de 24 de setembro de 2019. A Lei foi publicada no Diário Oficial do Distrito Federal nesta quarta-feira, 25 de setembro e altera o Anexo I-C da Lei n. 5.662, de 1º de julho de 2016.

Concurso TCDF: Lei publicada no DODF.

 

Concurso TCDF: Comissão formada – Auditor Conselheiro-Substituto

Foi publicado no Diário Oficial do Distrito Federal no dia 13 de setembro, a Comissão organizadora do próximo concurso TCDF, destinado ao cargo de Auditor (Conselheiro-Substituto).  Confira:

Concurso TCDF: comissão formada para o cargo de Auditor (Conselheiro-Substituto).

Concurso TCDF: comissão organizadora – Auditor de Controle Externo

No dia 08 de agosto de 2019 foi publicada no Diário Oficial do Distrito Federal, uma portaria alterando a Portaria n. 408, de 17 de dezembro de 2018 e instituindo a Comissão de Concurso para o cargo de Auditor de Controle Externo.  Veja:

Concurso TCDF: Comissão formada para Auditor de Controle Externo.

Concurso TCDF: aprovado na CLDF Projeto de Lei que altera Plano de Carreiras

O projeto de lei que dispõe sobre a alteração do Anexo I-C, da Lei n. 5.662, de 1º de julho de 2016, que estava tramitando na Câmara Legislativa do Distrito Federal desde o início de setembro de 2019 foi aprovado.

O projeto tem como objetivo ampliar o escalonamento de classes e padrões de vencimentos de alguns cargos do TCDF por meio do acréscimo de mais uma classe com vencimentos inferiores ao atual, dentre os cargos previstos para a mudança no Plano de carreira está o de Auditor de Controle Externo.

Desta forma, o vencimento inicial previsto para o cargo de Auditor de Controle Externo é de R$ 16.187,12. O atual vencimento do cargo é de R$ 18.386,63.

O Projeto segue agora para a sanção do governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha.

Confira aqui o Projeto de Lei 

Concurso TCDF: remunerações

As remunerações do Tribunal de Contas do Distrito Federal são bem atrativas.

Com a sanção da Lei, as carreiras do TCDF estão divididas em classes e padrões.

As classes estão organizadas nas classes: A, B, C e Especial. Cada classe tem seis padrões: I, II, III, IV, V e IV. As classes e padrões garantem a progressão nas carreiras.

Assim, o Auditor de Controle Externo ingressa na carreira na classe A, no padrão I, recebendo remuneração de R$ 16.673,35. No topo da carreira, a remuneração pode chegar a R$ 29.666,35

Já o subsídio para o cargo de Auditor Conselheiro-Substituto é de R$ 33.689,10.

Além do vencimento, os servidores do TCDF têm direito a:

  • Gratificações;
  • adicional de qualificação;
  • adicional de cursos e capacitação;
  • Férias – adicional de 1/3 de férias;
  • 13º Salário.

Parcela de natureza indenizatória:

  • Auxílio-alimentação;
  • Auxílio-transporte;
  • Auxílio pré-escolar;
  • Auxílio-natalidade;
  • auxílio-moradia;
  • ajuda de custo;
  • Assistência à Saúde suplementar
  • Indenização de Telefonia;
  • Bolsa de Estudo.

A jornada de trabalho é de 40 horas semanais.

Concurso TCDF: cargos

O concurso é uma  das seleções mais disputadas pelos candidatos que almejam ingressar na área. Os selecionados são contratados sob o regime estatutário, que dá direito à estabilidade.

Por isso, é bom que quem tem o sonho de alcançar a aprovação no posto inicie imediatamente os estudos a fim de lograr êxito. Além da excelente remuneração, os auditores contam com muitas prerrogativas e peculiaridades da função. 

O certame irá ofertar 12 vagas para os cargos de Auditor (Conselheiro-Substituto), Auditor de Controle Externo e  Procurador do Ministério Público de Contas. As oportunidades serão divididas da seguinte forma:

  • Auditor (Conselheiro-Substituto) – 1 vaga;
  • Auditor de Controle Externo – 10 vagas;
  • Procurador do Ministério Público de Contas – 1 vaga.

Cargos vagos

De acordo com o Portal da Transparência do Tribunal de Contas do Distrito Federal, há 64 cargos de Auditor de Controle Externo desocupados.

Concurso TCDF: requisitos

Quem deseja se tornar Auditor do TCDF precisa saber que é exigido nível superior em qualquer área e ser aprovado por meio do concurso para ingresso na carreira. 

Para Auditor Conselheiro-Substituto, é requisito: ser portador de diploma de curso superior ou habilitação legal equivalente, devidamente registrado, em uma das seguintes áreas: Contabilidade, Direito, Economia ou Administração.

Concurso TCDF: competências

Segundo o regimento interno do Tribunal de Contas do Distrito Federal, são competências do Auditor:

  • exercer, no caso de vacância, as funções relativas ao cargo de Conselheiro, até novo provimento, observada a ordem de preferência;
  • substituir os Conselheiros em suas ausências e impedimentos por motivo de férias, licença ou outro afastamento legal;
  • substituir os Conselheiros para efeito de quórum ou para completar a composição do Plenário, sempre que estes comunicarem ao Presidente do Tribunal a Impossibilidade de comparecimento à sessão;
  • atuar junto ao Plenário , presidindo a instrução dos processos que lhe forem distribuídos, relatando os com proposta de decisão por escrito,  ser votada pelos Conselheiros , e participar da discussão sobre eles; 
  • relatar os processos de tomada e prestação de contas. 

Atribuições  

O Auditor de Controle Externo do TCDF é o responsável por executar atividades relacionadas à fiscalização contábil, financeira, orçamentária, patrimonial e operacional da Administração Pública do Distrito Federal, bem como examinar a legalidade dos atos de admissão, de aposentadoria, de reforma e de pensão.

O Auditor Conselheiro-Substituto substitui os Conselheiros em suas ausências ou impedimentos; presidi a instrução dos processos que lhe forem distribuídos, entre outras funções.

Último concurso do TCDF

O último concurso do TCDF para o cargo de Auditor de Controle Externo foi realizado em 2013 e foi organizado pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília – Cespe/UnB, atual Cebraspe.

O certame ofertou 19 vagas para cargo, sendo três vagas destinadas a candidatos com deficiência. Na época, a remuneração ofertada foi de R$ 12.401,38, para cumprimento de jornada de trabalho de 40 horas semanais, em horário diurno.

Já o último certame do TCDF realizado para o cargo de Auditor Conselheiro-Substituto ocorreu em 2002.

Provas do último concurso TCDF

Os candidatos foram avaliados por meio de provas objetivas e prova discursiva.

Etapas de provas para o cargo de Auditor de Controle Externo

Prova objetiva

A prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, foi composta de 150 itens que deviam ser avaliados como certo ou errado.

A prova teve duração de 4 horas e versou sobre as áreas de conhecimento:

Conhecimentos Básicos:

  • Língua portuguesa;
  • Raciocínio Lógico;
  • Controle da Administração Pública;
  • Lei Orgânica do Distrito Federal;
  • Direito Constitucional;
  • Direito Administrativo;
  • Direito Civil;
  • Direito Processual Civil; e
  • Direito Penal.

Essa parte da prova foi responsável por quase 64% da nota total do concurso.

Conhecimentos Específicos:

  • Auditoria Governamental;
  • Administração Financeira e Orçamentária;
  • Contabilidade Pública;
  • Administração Pública;
  • Economia;
  • Fiscalização de Obras Civis, Rodoviárias e Hídricas; e
  • Fiscalização de Contratos de Tecnologia da Informação.

O peso dessas questões, com a pontuação total de 150 pontos, é cerca de 46%.

Importante: todas as matérias possuem notas mínimas. É necessário fazer mais de 16,00 pontos na prova objetiva de Conhecimentos Básicos (P1), mais de 21,00 pontos na prova objetiva de Conhecimentos Específicos (P2) e 45,00,pontos no conjunto das provas objetivas.

Prova discursiva

Os candidatos passam por uma verdadeira maratona de testes nesta etapa. A primeira parte da prova discursiva tem duas questões, a serem respondidas em até 20 linhas cada, acerca do conteúdo do edital. Há ainda uma redação de peça de natureza técnica, de até 60 linhas, acerca dos conhecimentos da prova objetiva e de acordo com os modelos constantes no Manual de Redação Oficial do TCDF, aprovado pela Decisão Plenária nº 48/2002.

A prova discursiva vale 50,00 pontos, sendo eliminado do concurso público o candidato que se enquadrar em pelo menos um dos itens a seguir: a) NPD < 25,00 pontos; b) nota na primeira parte da prova discursiva P3 (NQ1 + NQ2) < 10,00 pontos; c) nota na segunda parte da prova discursiva P3 (NR) < 15,00 pontos.

 

Etapas de provas para o cargo de Auditor Conselheiro-Substituto

Prova objetiva

A prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, foi composta pelas disciplinas de:

  • Direito Constitucional – 8 questões;
  • Direito Financeiro – 8 questões;
  • Direito Civil – 4 questões;
  • Direito Penal – 2 questões;
  • Direito Comercial – 2 questões;
  • Direito Administrativo – 8 questões;
  • Contabilidade – 8 questões; e
  • Economia e Administração Pública – 10 questões.

A prova teve duração de 5 horas.

Prova discursiva

A prova discursiva consistiu  na elaboração de dois textos, sendo uma questão, com valor de, no máximo, 40 pontos, referente à elaboração de uma dissertação abordando temas das áreas de conhecimento relacionados com as disciplinas de Direito Constitucional, Direito Administrativo e Direito Financeiro.  O texto II consistiu na elaboração de um parecer composto por um relatório e voto e uma decisão ou acórdão, com valor de, no máximo, 60 pontos.

Prova oral

A prova oral teve caráter eliminatório e classificatório e versou sobre conhecimento técnico acerca do programa constantes no edital.

Foram considerados na avaliação da prova oral, o domínio do conhecimento, o emprego adequado da linguagem, a articulação do raciocínio, a capacidade de argumentação, o uso correto do vernáculo, a postura e a dicção do candidato.

Foi atribuído 100 pontos e foi aprovado o candidato que obteve nota igual ou superior a 50 pontos.

Avaliação de Títulos

A avaliação de títulos, de caráter classificatório, valeu 100 pontos.

Foram aceitos os seguintes títulos:

  • Diploma universitário;
  • Diploma ou certificado de curso de especialização em nível de pós-graduação “lato Sensu”, com carga horária mínima de 360 horas, nas áreas de Direito, de Economia, de Administração ou de Contabilidade;
  • Diploma universitário de curso de pós-graduação “strictu sensu”, em nível de mestrado, nas áreas de Direito, de Economia, de Administração ou de Contabilidade.
  • Diploma universitário de curso de pós-graduação “strictu sensu” em nível de doutorado, nas áreas de Direito, de Economia, de Administração ou de Contabilidade.
  • Livro de reconhecido valor científico para o Direito , a Economia, a Administração ou a Contabilidade, de autoria exclusiva, com, no mínimo, 100 páginas numeradas.
  • Artigo técnico, de autoria exclusiva, de reconhecido valor científico para o Direito, a Economia, a Administração ou a Contabilidade, veiculado em publicação especializada.
  • Efetivo exercício, em órgão ou entidade de Administração Pública Federal, Estadual, Distrital ou municipal, de cargo ou função técnica privativa de Bacharel em Direito, em Economia, em Administração ou em Contabilidade.
  • Efetivo exercício, por mais de 10 anos,  de cargo da carreira de Controle Externo do Quaro de Pessoal dos serviços auxiliares do Tribunal de Contas do Distrito Federal.
  • Efetivo exercício de magistério superior nas áreas de Direito, de Economia, de Administração ou de Contabilidade em instituição de ensino superior oficial ou reconhecida.
  • Aprovação em concurso público para cargos privativos de Bacharel em Direito, em Economia, em Administração ou em Contabilidade.
  • Participação como membro de banca examinadora de concurso público para cargos privativos de Bacharel em Direito, em Economia, em Administração ou em Contabilidade.

Concurso TCDF: concorrência

Os concursos do TCDF sempre atraem um quantitativo alto de inscritos, no último, por exemplo, foram mais de 2.955 mil inscritos e uma concorrência de 155 candidatos por vaga. Veja abaixo o histórico.

2013 (Cespe)

tcdf-provas

2011 (Cespe)

tcdf-demanda-02

Concurso TCDF: rito do concurso

Tradicionalmente, os concursos para o TCDF são rápidos, tendo um curto prazo de tempo entre a autorização, publicação do edital, resultado e nomeação dos aprovados. Em 2013, por exemplo, a Comissão que institui o concurso foi divulgada no Diário Oficial do DF no primeiro semestre de 2013, o edital foi publicado no dia 10 de dezembro de 2013.

As inscrições estiveram abertas entre 17 de fevereiro e 18 de março de 2013, e as provas foram aplicadas em abril do mesmo ano. Animando ainda mais quem deseja ingressar na carreira fiscal, temos o prazo para nomeações dos aprovados, que foi de 01 dia após a publicação do resultado final.  Não sendo diferente em 2011, quando o prazo entre a autorização e a publicação do edital foi de menos de 5 meses, com provas em 120 e nomeações entre 30 e 60 dias até a divulgação do resultado final.

Portanto, fica claro que a preparação antes mesmo da publicação do edital é extremamente importante. Sairá na frente quem conseguir estudar previamente, usando o tempo em que o edital for publicado até as provas para revisão e maximização dos conteúdos ou das pequenas alterações.

Concurso TCDF: histórico de nomeações

O concurso sempre nomeia um grande quantitativo de candidatos aprovados. Trazemos mais uma vez como base os dois últimos editais. 

2013: Oferecendo 19 vagas para o cargo de Auditor de Controle Externo. De acordo com informações da Assessoria de imprensa do TCDF foram nomeados 47 aprovados para o cargo. 

2011: Oferecendo 29 vagas em edital, todos os aprovados foram nomeados em curto espaço de tempo.

Concurso TCDF: ainda está na dúvida se deve fazer o concurso do TCDF?

Veja dez razões para iniciar os estudos e concorrer às vagas de Auditor de Controle Externo do TCDF: 


– O cargo de Auditor de Controle Externo admite formação superior em qualquer área;

– O cargo de Auditor Conselheiro-Substituto exige formação nas áreas de: Contabilidade, Direito, Economia ou Administração. 
– Órgão possui áreas voltadas para profissionais de diferentes perfis;
– Inicial de R$ 18,3 mil;
– Carreira típica de Estado (não possui função correspondente na iniciativa privada);
– Estabilidade (após período de estágio probatório, de três anos);
– Possibilidade de assumir funções de chefia dentro do órgão;
– Carga de trabalho de 40 horas semanais, podendo ser adotado;
– O auditor é fundamental para a economia da capital federal.
– O vencimento no topo da carreira é de R$ mil 28,8 mil.

Resumo do concurso TCDF:

Concurso Tribunal de Contas do Distrito Federal (edital TCDF)
Banca organizadora Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos – Cebraspe
Cargos Procurador do MPC, Auditor de Controle Externo e Auditor Conselheiro-substituto
Escolaridade Nível superior
Carreiras Controle e Gestão e jurídicas
Lotação Distrito Federal
Número de vagas 12 vagas
Remuneração de R$ 16.673,35 a R$ 33.689,10
Situação COMISSÕES FORMADAS
Previsão para publicação do edital 2019
Links do último edital Clique aqui para ver o edital de Analista de Administração

Clique aqui para ver o edital de Auditor de Controle Externo

Clique aqui para ver o edital de Técnico de Administração

Quer conquistar a sua aprovação no concurso TCDF?
Prepare-se com quem mais entende do assunto!
COMECE A ESTUDAR NO GRAN
Lorena Martins
Lorena Martins
Equipe de Comunicação do Gran Cursos Online
5 Comentários

5 Comentários

  1. Marcos Vinícius Domingues

    11/03/2017 02:30em02:30

    Pessoal,
    Como anda esse concurso do TCDF? Tenho procurado notícias, mas não encontro nada! Vocês têm alguma novidade?
    Desde já agradeço a atenção,

    Marcos Vinícius Domingues

  2. Ruth

    26/06/2017 10:59em10:59

    Bom dia equipe gran.
    Poderiam passar notícias sobre o concurso do TCDF. Quais as novidades. O que esperar, visto que não consta a previsão de realização desse certame no PLDO DF 2018?

  3. DENES

    13/12/2018 17:39em17:39

    Boa Tarde, equipe Gran.
    A exigência de NIVEL SUPERIOR EM QUALQUER ÁREA abrange o TECNOLOGO EM GESTÃO PÚBLICA ???????????

    • Thaís

      25/07/2019 15:52em15:52

      Denes, Tecnólogo é nível superior. Está lá no site do MEC.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer conquistar a sua aprovação no concurso TCDF?
Prepare-se com quem mais entende do assunto!
COMECE A ESTUDAR NO GRAN
Para o Topo