Concursos em Destaque

Concurso TJ RS: Saiu o edital para técnico e analista! Até R$ 7.352,93!

Concurso TJ RS

Concurso TJ RS tem edital divulgado para técnico e analista!

Concurso TJ RS oferece chances para nível médio e superior!

Excelente notícia para os concurseiros/ do Sul. Foi publicado no Diário de Justiça Eletrônico do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (Concurso TJ RS) desta quinta-feira, dia 29 de junho, o edital de abertura do concurso público para as carreiras de analista e técnico judiciário.

O certame será para oferta de cadastro de reserva, sendo utilizado na validade, de dois anos, podendo dobrar. Vale destacar que hoje o órgão conta com mais de dois mil cargos vagos em todo o estado, para diversas carreiras.

As inscrições começam na próxima segunda-feira, dia 3 de julho, seguindo até o dia 24 do mesmo mesmo, pelo portal da Fundação de Apoio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul – FAURGS, organizadora. A taxa para efetivação da participação é de R$ 183,00 para os cargos de nível superior e R$ 80,00 para o cargo de nível médio. O último dia de pagamento é 25/07/2017.

Cargos concurso TJ RS

Analista Judiciário – Área Judiciária

Atribuições: examinar petições e processos; pesquisar; emitir pareceres; elaborar projetos de despachos, decisões,
relatórios, sentenças e acórdãos; certificar atos; fornecer suporte técnico aos magistrados; verificar prazos processuais; elaborar cálculos; expedir documentos; conferir, imprimir, transmitir e arquivar trabalhos escritos, inclusive por meio de processos informatizados; digitalizar documentos, realizando o armazenamento ou remessa, por meio eletrônico, desses documentos; buscar e dar informações; atender ao público; executar outras atribuições de mesma natureza e grau de complexidade.

Escolaridade: curso de graduação em Ciências Jurídicas e Sociais.

Analista Judiciário – Área Administrativa

Atribuições: elaborar, acompanhar, analisar e avaliar projetos, dados e demonstrativos; emitir pareceres; certificar; buscar e fornecer informações; revisar atos antes de submetê-los à apreciação das autoridades superiores; conferir, imprimir, transmitir e arquivar trabalhos escritos, inclusive por meio de processos informatizados;digitalizar documentos, realizando o armazenamento ou remessa, por meio eletrônico, desses documentos; pesquisar; executar outras atribuições de mesma natureza e grau de complexidade.

Escolaridade: curso de graduação em Administração, Ciências Contábeis, Ciências Jurídicas e Sociais ou Economia.

Técnico Judiciário

Atribuições: fornecer auxílio técnico e administrativo ao exercício da atividade judicante, como, por exemplo, processar feitos judiciais e administrativos; elaborar minutas, relatórios, planos e projetos; realizar pesquisas; emitir pareceres; distribuir e controlar materiais; arquivar documentos; revisar; digitar; criar, manter e consultar bancos de dados; conferir, imprimir, transmitir e arquivar trabalhos escritos, inclusive por meio de processos informatizados; digitalizar documentos, realizando o armazenamento ou remessa, por meio eletrônico, desses documentos; expedir certidões; prestar informações; executar outras atribuições de mesma natureza e grau de complexidade.

Escolaridade: curso de nível médio completo ou equivalente.

A jornada de trabalho desenvolve-se em regime normal de 40 (quarenta) horas semanais, sendo que o exercício dos
cargos poderá exigir a prestação de serviços fora do horário normal de expediente.

O vencimento bruto inicial, no mês de junho de 2017, é de R$ 7.352,93 para a função de analista e R$ 3.860,28 para técnico judiciário.

Etapas concurso TJ RS 2017

O concurso, para todos os cargos, constará de uma única etapa, com uma Prova Objetiva de caráter eliminatório
e classificatório, sendo aplicada nos dias 26 (analista) e 27 de agosto (técnico), nas cidades de Alegrete, Caxias do Sul Palmeira das Missões, Passo Fundo, Pelotas Porto Alegre e, se necessário, Região Metropolitana Santa Maria Santo Ângelo.

A Prova Objetiva estará dividida conforme segue:

Para os cargos de Analista Judiciário, a Prova Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, será subdividida em quatro (4) partes, com 80 (oitenta) questões objetivas, distribuídas conforme o número de questões, o número mínimo de acertos em cada parte e o caráter (eliminatório e/ou classificatório), como segue:

  1. Parte 1: 24 (vinte e quatro) questões objetivas de Língua Portuguesa, valendo 24 pontos;
  2. Parte 2: 32 (trinta e duas) questões objetivas de Conhecimentos Específicos, valendo 32 pontos;
  3. Parte 3: 12 (doze) questões objetivas de Tópicos de Legislação, valendo 12 pontos;
  4. Parte 4: 12 (doze) questões objetivas de Microinformática, valendo 12 pontos.

Para o cargo de Técnico Judiciário, a Prova Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, será subdividida em quatro (4) partes, com 70 (setenta) questões objetivas, distribuídas conforme o número de questões, o número mínimo de acertos em cada parte e o caráter (eliminatório e/ou classificatório), como segue:

  1. Parte 1: 26 (vinte e seis) questões objetivas de Língua Portuguesa, valendo 26 pontos;
  2. Parte 2: 16 (dezesseis) questões objetivas de Matemática, valendo 16 pontos;
  3. Parte 3: 16 (dezesseis) questões objetivas de Legislação, valendo 16 pontos;
  4. Parte 4: 12 (doze) questões objetivas de Microinformática, valendo 12 pontos.

Como serei aprovado no concurso TJ RS 2017?

A nota final dos candidatos corresponderá ao somatório de acertos obtidos em cada parte da Prova Objetiva.
Serão considerados aprovados os candidatos que acertarem, no mínimo, 60% (sessenta por cento) da prova,
respeitando, ainda, o número mínimo de acertos em cada parte.

Para os cargos de Analista Judiciário, serão considerados aprovados os candidatos que obtiverem um mínimo de
48 acertos no somatório geral, dos quais haja um mínimo de 12 acertos em Língua Portuguesa e um mínimo de 16
acertos em Conhecimentos Específicos

Para o cargo de Técnico Judiciário, serão considerados aprovados os candidatos que obtiverem um mínimo de 42
acertos no somatório geral, dos quais haja um mínimo de 13 acertos em Língua Portuguesa e um mínimo de 8 acertos em Matemática.

Convocados último concurso TJ RS

Somente na carreira de Técnico Judiciário, onde 59 vagas foram ofertadas pelo edital de abertura do último concurso TJ RS, mais de 520 aprovados já foram convocados para posse. A função tem requisito de nível médio completo e salário inicial de R$ 3.860,28 na classe A1. Com a progressão na carreira, o empossado pode atingir a classe C15, que tem vencimentos de R$ 5.287,11.

O cargo de Analista Judiciário tem salário inicial de R$ 7.352,93, podendo chegar a R$ 8.364,95 para arquiteto. Confira a tabela de salários do TJRS.

Último concurso TJ RS

No último concurso TJ RS foram anunciadas 139 vagas para os cargos de técnico, analista judiciário, e outros, em diversas áreas e especialidades.

Foram oferecidas vagas para cargo de analista judiciário nas áreas de: ciências jurídicas e sociais (34), administrativa (19), engenharias (5); apoio especializado em estatística (1); e técnico judiciário na área judiciária e administrativa (59). Além disso, também ofertaram cargos de taquígrafo forense (9); bibliotecário judiciário (1); historiógrafo (1); assistente social (1); arquiteto (1); desenhista (2); e auxiliar de comunicação (6).

Matérias último concurso TJ RS

Para os cargos de analista judiciário a prova objetiva foi planejada com questões de língua portuguesa, conhecimentos específicos, tópicos de legislação e microinformática.

Tabela com a prova de nível superior do concurso TJ SP.

Tabela com a prova de nível superior do concurso TJ RS.

Para técnico judiciário a prova continha questões de língua portuguesa, matemática, tópicos de legislação e microinformática. Já nos outros cargos foram aplicadas etapas específicas.

Tabela com a prova de técnico judiciário do concurso TJ SP.

Tabela com a prova de técnico judiciário do concurso TJ RS.

 

Detalhes concurso TJ RS 2017:

  • Concurso: Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (Concurso TJ RS)
  • Banca organizadora: Faurgs
  • Cargo: Técnico; Analista
  • Escolaridade: Nível médio  e superior
  • Número de vagas: CR
  • Remuneração: Até R$ 7,3 mil
  • Inscrições: Entre 3 de julho e 24 de julho de 2017
  • Valor da inscrição: R$ 80 ou R$ 183
  • Data prova objetiva: 26 e 27 de agosto de 2017

Edital

Gostou dessa oportunidade? Prepare-se com quem tem tradição de aprovação e 27 anos de experiência em concursos públicos. Cursos online com início imediato, visualizações ilimitadas e parcelamento em até 12x sem juros

Matricule-se!

garantia-de-satisfacao-30

Cheguei Lá

20 Comentários

20 Comentários

  1. iago borges

    23/03/2017 11:47 em 11:47

    VCS NAO FALAM NADA DESSA TERCEIRIZAÇAO??? PQ???? SE MANIFESTE EQUIPE GRAN CURSOS.

  2. Gilson

    10/05/2017 19:17 em 19:17

    Será que as vagas serão distribuídas por todo o estado? Ouvi falarem que seriam vagas apenas para Porto Alegre.

  3. Mary Sandra

    24/05/2017 12:23 em 12:23

    Sim ,gostaria de saber quanto a terceirizaçao e se e só para Porto Alegre?. Meu medo e gastar o que nao se tem e nao sermos chamados.

  4. Jocinei

    02/06/2017 11:54 em 11:54

    Pessoal,

    Já está tramitando na AL-RS o projeto de Lei 93/2017, para extinção do cargo de Oficial Escrevente e unificação dos cargos do 1º e 2º grau do Poder Judiciário de nível médio, ou seja, as vagas de Oficial Escrevente e Técnico Judiciário serão unificadas, resultando em um grande número de vagas e certamente estas vagas serão tanto para a capital como para o interior!!!

  5. erick

    02/06/2017 19:01 em 19:01

    E AS VAGAS PRA ANALISTAS, SERÃO APENAS PARA A CAPITAL PORTO ALEGRE OU SERAO TAMBÉM PARA O INTERIOR do rio grande do sul ?

  6. janaina cruz

    03/06/2017 09:33 em 09:33

    Analista Judiciario só pra porto alegre ?

    • TINHO

      30/06/2017 11:04 em 11:04

      sIM…SÓ PRA SEDE DO TRIBUNAL… 2ª INSTÂNCIA.

  7. William Woltmann

    17/06/2017 22:11 em 22:11

    onde faço a inscrição ou nem começou ainda?

    • Tolerancia Zero

      24/06/2017 00:20 em 00:20

      Existe uma previsão de edital para o dia 29, o cara pergunta no dia 17 se ja tem inscrição.
      Ja acabaram as inscriçoes

  8. janaina

    28/06/2017 19:59 em 19:59

    isso, senhor William Woltmann, ja acabaram as inscrições, so daqui a 4 anos favor
    queira aqui postar outra pergunta, um pouco mais inteligente !!! rs rs rs rs

  9. Rafael

    29/06/2017 17:43 em 17:43

    Maluco que vai lá fazer essa prova…edital super exagerado para técnico, cadastro de reserva e com esse salário ai? Loucura….só para dá dinheiro para essa “banca/faculdade”.
    #absurdo

    • Roger

      29/06/2017 21:17 em 21:17

      Fico feliz toda vez que leio um comentário tipo o seu, Rafael. =)

      • Rafael

        04/07/2017 18:10 em 18:10

        Se vc só mora no RS e não tem outra opção a não ser fazer esta prova, então é uma excelente oportunidade! Porém todos os casos que vi de editais “absurdos” como este, cadastro de reserva, ainda mais de um estado lascado financeiramente, só aconteceram reclamações de “aprovados” que não foram chamados. Ai me pergunto: pq esses blog de concurso como o Gran não fazem uma pesquisa de muitos que já como esse do TJ RS e divulgam aqui os resultado?….boa sorte, amigo!

    • ToFora

      30/06/2017 00:35 em 00:35

      AAAAhhahaha
      Chega a ser um desrespeito esse edital mesmo.
      Técnico no TRE-PR tem menos da metade de matérias e paga melhor que analista no RS
      Salário de 3.800 mal paga uma moradia decente

      • Rafael

        04/07/2017 18:07 em 18:07

        Com certeza!!!!

      • José

        09/07/2017 08:26 em 08:26

        não paga melhor que analista

  10. Renato

    30/06/2017 11:05 em 11:05

    Vou fazer a loucura de fazer AJ no sábado.. viajar pra SC no domingo pela manhã e fazer OJAF do TRT SC a tarde… ehehe

  11. moacir

    01/07/2017 10:25 em 10:25

    SINCERAMENTE O INTERIOR GAÚCHO DÁ DE 10 A 0 NA CAPITAL.
    O CUSTO DE VIDA EM PORTO ALEGRE É BEM MAIOR QUE NO INTERIOR.
    SEM FALAR AINDA NA VIOLENCIA.

  12. Luciane Costa

    09/07/2017 01:21 em 01:21

    Previsão de concurso para Técnico em enfermagem em Rg-Rs

  13. José

    09/07/2017 08:00 em 08:00

    Poderia me dizer se o art. 37 da Constituição do Estado do Rio Grande do Sul está sendo aplicado? art. 37 da Constituição Estadual do Rio Grande do Sul , segundo o qual “o tempo de serviço público federal, estadual e municipal prestado à administração pública direta ou indireta, inclusive fundações públicas, será computado integralmente para fins de gratificações e adicionais por tempo de serviço, aposentadoria e disponibilidade”.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para o Topo