Concurso TRT 10 autorizado! Há 130 cargos vagos! Confira

Concurso TRT 10: análise interna será feita para novo edital. Saiba os detalhes

Avatar


29/04/2022 | 10:50 Atualizado há 18 dias

Um novo concurso TRT 10 pode sair ainda em 2022. O Conselho Superior da Justiça do Trabalho autorizou a abertura de novos certames após redistribuição dos cargos vagos. Todos os Tribunais Regionais do Trabalho poderão ser contemplados.

O Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região, com atuação no Distrito Federal e no Estado do Tocantins realizou um concurso em 2012, com vigência encerrada em 2017.

Atualmente, o Tribunal acumula 130 cargos vagos para cargos de analista judiciário, técnico judiciário e auxiliar.

Veja abaixo o índice com mais informações sobre o concurso TRT 10:

Destaques:

Concurso TRT 10: situação atual

O Conselho Superior do Trabalho (CSJT) encaminhou, no dia 22 de abril deste ano, um documento que autoriza a reposição de pessoal em todos os Tribunais Regionais do Trabalho, sendo para os cargos de técnico e analista.

Em contato com a assessoria do Tribunal, o Gran Cursos Online foi informado que o órgão já está ciente da autorização e será feito estudos internos de viabilização para a nova seleção.

O Tribunal comunicou que “para tomada de decisão sobre a realização do certame, há necessidade de análise do regional quanto aos aspectos administrativos, financeiros e orçamentários envolvidos”.

Ainda segundo a decisão do Conselho, os Tribunais que precisarem de aportes orçamentários para a realização de concursos públicos devem realizar a solicitação ao CSJT, em até 20 dias.

Volte ao topo

Concurso TRT 10: remuneração e benefícios

De acordo com a Resolução 102 CNJ, com vigência a partir de janeiro de 2019, a remuneração inicial para os cargos de analista e técnico nos Tribunais Regionais do Trabalho, é a seguinte:

Analista (nível superior) Técnico (nível médio) 
R$ 5.189,71 (Salário base) + R$ 7.265,59 (GAJ) = R$ 12.455,30 R$ 3.163,07 (Salário base) + R$ 4.428,30 (GAJ) = R$ 7.601,37

Além disso, os servidores terão direito aos seguintes benefícios:

  • Auxílio alimentação – R$ 910,08
  • Assistência pré-escolar – R$ 719,62 (por filho até 6 anos de idade)

Volte ao topo

Concurso TRT 10: cargos e vagas

As vagas do novo concurso público não foram indicadas.

Cargos vagos

O Portal do Conselho Superior da Justiça do Trabalho aponta que recentemente o TRT 10 acumula 130 cargos vagos. A última atualização foi feita em dezembro de 2021. São:

  • 54 cargos vagos para Analista
  • 74 cargos vagos para técnico
  • 2 cargos vagos para auxiliar.

VEJA AQUI na íntegra

Volte ao topo

Concurso TRT 10: carreira

Conheça abaixo os requisitos dos cargos ofertados no edital de 2012:

Analista Judiciário – Administrativa

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

Analista Judiciário – Contabilidade

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Contabilidade, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC e registro no
respectivo órgão do conselho de classe

Analista Judiciário – Arquitetura

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Arquitetura, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC e registro no respectivo
órgão do conselho de classe.

Analista Judiciário – Engenharia

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Engenharia Civil, Mecânica ou Elétrica, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo
MEC e registro no respectivo órgão do conselho de classe.

Analista Judiciário – Medicina

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Medicina, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC e registro no Conselho Regional de Medicina (CRM).

Analista Judiciário – Psicologia

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Psicologia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC e registro no respectivo órgão do conselho de classe.

Analista Judiciário – Tecnologia da Informação

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior na área de Informática ou qualquer curso de ensino superior, acrescido de curso de pós-graduação em Informática, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

Analista Judiciário – Judiciária

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de bacharel em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

Analista Judiciário – Execução de Mandados

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de bacharel em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

Técnico Judiciário – Administrativa

REQUISITO: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau) ou curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC.

Técnico Judiciário – Enfermagem

REQUISITO: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau) ou curso técnico equivalente e curso técnico de Enfermagem, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC.

Técnico Judiciário – Tecnologia da Informação

REQUISITO: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau) ou curso técnico equivalente e curso de Programação com, no mínimo, 120 horas/aula, ou curso de técnico na Área de Informática, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC.

Volte ao topo

Último concurso TRT 10

O concurso anterior do órgão teve edital publicado em 2012 sendo organizado pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (CESPE/UnB). Na época, foram ofertadas 28 vagas sendo para provimento imediato e ainda formação de cadastro de reserva.

Veja as oportunidades contempladas no último edital conforme a escolaridade:

NÍVEL SUPERIOR

  • Analista Judiciário – Administrativa (6 vagas + CR)
  • Analista Judiciário – Contabilidade (CR)
  • Analista Judiciário – Arquitetura (1 vaga + CR)
  • Analista Judiciário – Engenharia (CR)
  • Analista Judiciário – Medicina (CR)
  • Analista Judiciário – Psicologia (CR)
  • Analista Judiciário – Tecnologia da Informação (CR)
  • Analista Judiciário – Judiciária (3 vagas + CR)
  • Analista Judiciário – Execução de Mandados (CR)

NÍVEL MÉDIO

  • Técnico Judiciário – Administrativa (16 vagas + CR)
  • Técnico Judiciário – Enfermagem (2 vagas + CR)
  • Técnico Judiciário – Tecnologia da Informação (CR)

Etapas de provas

Os candidatos foram avaliados por meio de duas fases:

  1. Prova objetiva e
  2. Prova discursiva.

Prova objetiva

Veja abaixo as matérias cobradas no concurso, estrutura e forma de avaliação.

Técnico – Área Administrativa

  • Conhecimentos básicos
    • Língua Portuguesa;
    • Noções de Informática;
    • Noções de Legislação;
    • Noções de Administração;
    • Atualidades.
  • Conhecimentos específicos
    • Noções de Direito Constitucional;
    • Noções de Direito Administrativo;
    • Noções de Administração Pública;
    • Noções de Administração de Recursos Materiais;
    • Noções de Orçamento Público.

Analista – Área Judiciária e Oficial de Justiça Avaliador Federal

  • Conhecimentos básicos
    • Língua Portuguesa;
    • Noções de Informática;
    • Noções de Legislação;
    • Noções de Administração;
    • Atualidades.
  • Conhecimentos específicos
    • Direito Constitucional;
    • Noções de Direito Administrativo;
    • Direito do Trabalho;
    • Direito Civil;
    • Direito Processual Civil;
    • Direito Processual do Trabalho;
    • Direito Previdenciário

Analista – Área Administrativa

  • Conhecimentos básicos
    • Língua Portuguesa;
    • Noções de Informática;
    • Noções de Legislação;
    • Noções de Administração;
    • Atualidades.
  • Conhecimentos específicos
    • Noções de Direito Constitucional;
    • Noções de Direito Administrativo;
    • Noções de Administração Pública e Geral;
    • Noções de Direito do Trabalho;
    • Noções de Administração Orçamentária e Financeira e Orçamento Público;
    • Noção de Gestão de Pessoas

Estrutura da prova

A prova objetiva para analista (ensino superior) e técnico judiciário (ensino médio) foi composta por 50 questões de concurso de conhecimentos básicos e 70 de conhecimentos específicos, sendo no total 120 questões.

Ao todo a prova objetiva valia 120 pontos, mas os candidatos precisaram obter nota mínima de 10 em conhecimentos básicos, 21 em conhecimentos específicos, e 36 pontos ao todo. A nota mínima da prova discursiva foi de 5 pontos.

Foram eliminados aqueles que:

a) tiraram nota inferior a 10,00 pontos na prova objetiva de Conhecimentos Básicos (P1);
b) tiraram nota inferior a 21,00 pontos na prova objetiva de Conhecimentos Específicos (P2);
c) tiraram nota inferior a 36,00 pontos no conjunto das provas objetivas.

Prova discursiva

A prova discursiva teve o valor de 10,00 pontos e consistiu na redação de texto dissertativo, de no máximo 30 linhas, abordando temas relacionados a conhecimentos constantes do edital de acordo com o cargo de pretensão no certame.

Volte ao topo

Sobre o TRT 10

O Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região foi criado em 1981, pela Lei nº 6.927/81, com jurisdição abrangendo, à época, a área que hoje corresponde ao Distrito Federal e aos Estados de Goiás, Mato Grosso do Sul e Tocantins. Devido à previsão constitucional do artigo 112, em cada Estado e no Distrito Federal deve existir pelo menos um Tribunal Regional do Trabalho. Desta forma, em 9 de novembro de 1989 foi criada a 18ª Região, com sede em Goiânia (GO). Em 8/6/1992 e 9/6/1992 foram criadas, respectivamente, a 23ª Região, sediada em Cuiabá (MT) e a 24ª, em Campo Grande (MS).

Apenas o Distrito Federal e o Estado do Tocantins permanecem hoje na 10ª Região. No início, o TRT/10 era composto por oito juízes, que atuavam em composição plenária. Atualmente, por força das Leis nºs. 7.325/85 e 8.474/92, 15 juízes exercem atividade, e o Tribunal atua em Pleno e dividido em turmas, de acordo com a espécie de processo a ser examinado.

Volte ao topo

Concurso TRT 10: materiais gratuitos

Estude para concursos públicos com os materiais gratuitos do Gran Cursos Online. Acesse nossa página exclusiva e conheça:

  • E-books
  • Apostilas
  • Guias de estudos
  • Editais verticalizados e muito mais!

Assinatura Ilimitada do Gran Cursos Online

Alô, concurseiros! Os concursos em 2022 vem com tudo e o Gran Cursos Online oferece toda a estrutura necessária para a sua aprovação.

Downloads ilimitados das aulas e dos PDFs, fórum de dúvidas, mapas mentais, acesso a mais de 27.194 cursos, acesso a mais de 28.000 audiolivros e outras ferramentas incríveis continuam disponíveis.

VEJA AQUI a Assinatura Ilimitada 7.0

Resumo do concurso TRT 10

Concurso TRT 10 Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região
Situação atual autorizado
Banca organizadora A definir
Cargos Analista, técnico Judiciário e auxiliar
Escolaridade Níveis médio e superior
Carreiras Jurídica
Lotação Distrito Federal e Estado de Tocantins
Número de vagas 130 cargos vagos
Remuneração Iniciais de R$ 3.890,69 a R$ 12.455,30
Clique AQUI e confira o último edital TRT 10

 


Quer ficar por dentro dos concursos públicos abertos e previstos pelo Brasil?
Clique nos links abaixo:

CONCURSOS ABERTOS

CONCURSOS 2022

Receba gratuitamente no seu celular as principais notícias do mundo dos concursos!
Clique no link abaixo e inscreva-se gratuitamente:

TELEGRAM

Avatar

Equipe do Gran Cursos Online
1

4


Tudo que sabemos sobre:

autorizado


Comentários (4)

Douglas 6 de Dezembro de 2017

Olá tudo bem? Gostaria de saber se o pessoal do Gran crsos tem o edital verticalizado
do TRT 10?
Se possível, gostaria de recebe-lo, pois confio muito na metodologia de vocês!

 Responder

Lucas 19 de Novembro de 2017

edital verticalizado ?

 Responder


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.