Mentalidade forte. Por: Juliana Gebrim

Mentalidade forte: quais são os princípios para ter uma mente forte? Conheça mais sobre o tema no artigo da psicóloga Juliana Gebrim.

Juliana Gebrim


08/02/2021 | 13:05 Atualizado há 227 dias

Fala-se muito em poder da mente, segredos da mente, como ter uma mente forte, uma mente milionária, uma mente de sucesso, uma mente saudável. Tal assunto,  fascina as pessoas há muitos anos.

Como é um assunto de amplo interesse, devemos tomar muito cuidado com aquilo que consumimos. Se alguém, um dia,  falar que esse “poder” só funciona no sentido restrito da mente, sem falarmos em AÇÃO, suspeite disso. Não adianta pensar positivo ou termos afirmações mentais sem a ação.

O excesso de acesso a esse tipo de informação inócua, que faz um efeito placebo( sensação temporária de bem estar) , pode te enfraquecer mentalmente e levar a algo que chamamos de obesidade de informações. Isso te trava na vida. E também pode levar a um infarto emocional. Sim, aquilo que entra de forma errônea pode te causar danos emocionais. Informação sem ação não ajuda.

Hoje em dia, estamos em uma sociedade que prega a positividade tóxica,  na prática rápida em estarmos sempre bem, mostrarmos em redes sociais uma mente forte e um corpo perfeito. Isso  provoca um fácil consumo de soluções rápidas, como ficar bem o tempo todo, ser forte o tempo todo, ou nunca desistir. Isso faz com que você se sinta frágil e desqualificado ao se comparar.

Não continue e não acredite nisso. Não continue, pare de consumir isso,  pois  beber água do mar, sabendo ser salgada, te prejudica na sua autoestima. Água salgada não mata a sede. E não acredite, pois, soluções rápidas, principalmente  no âmbito das emoções,   que  não existe. Já está mais que comprovado que pode trazer mais ansiedade e depressão. Isso só te distancia de você e te aproxima do objetivo do outro: ter plateia.

O convencimento de ideias perfeitas  para pessoas em estado de vulnerabilidade se torna irrecusável, com soluções fáceis para problema extremante sérios, induzem a falsas promessas dentro de uma realidade difícil em cada grau de subjetividade. Culturalmente, a facilidade sempre será buscada. Queremos a fórmula certa para passarmos logo no concurso, sem estudar tanto, emagrecimento imediato podendo comer de tudo. Queremos o professor perfeito que irá me ajudar a passar logo. A melhor psicóloga para cuidar de mim.  Queremos tudo com nada. Zero esforço pessoal.

Acontece que a vida não é um momento em que você chega a uma vida sem problemas ou ter uma vida perfeita com facilidades. Recebemos muito mais nãos e continuaremos navegando com oscilações. Assim é a vida.

Uma mente que não está forte,  te distancia de você. Ela  insiste onde não há o que procurar, ela  busca o momento perfeito, ela  espera em cadeiras ocupadas. A mente forte, não prega nem o positivismo exagerado, pois te desconecta da realidade e nem o negativismo intenso, que também traz o abandono de você mesmo. A mente forte é neutra. Ela deixa fluir os pensamentos com ações.

Quando a sua mente está frágil? São duas instâncias: quando a sua vida não está fluindo e quando você não reconhece as suas emoções. A positividade tóxica, faz com que você ignore ou combata  questões emocionais como a raiva, dor, sofrimento, tristeza, medo ou  ansiedade. TODA  emoção tem um papel muito importante e um motivo por estar ali. Aceite as suas emoções. Na psicologia tudo que você bloqueia, combate ou oprime cresce. E de forma progressiva, explode. Em algum momento explode. Não inflame a sua alma.

Este seria o primeiro princípio de uma mentalidade forte. Pessoas que acreditam que as mais frias e racionais não sofrem tanto, estão enganadas. Essas aparecem em consultório com um sofrimento psíquico infinitamente maior do que quem transborda. Isso quando procuram ajuda, pois acham no alto do seu pedestal que não precisam de ninguém e nem de nada. E normalmente são aqueles que mais precisam de uma boa terapia. Portanto, sinta, chore ! A tristeza muitas vezes é estruturante.

Quem não tem uma mente forte, não pede ajuda. É impulsionado pela cultura do imediatismo.  Julga que felicidade é um produto. E que abstrações, como ter um objetivo de vida e planejamentos de início de ano, devem  ser definidos antes da capacidade de iniciativa. Esperam a motivação surgir como uma planta que brota de repente no meio do caos.

Quem não tem uma mente forte, não se adapta, é inflexível e não tem temperança. O último conceito de inteligência é: a capacidade das pessoas de se adaptarem às mudanças da vida. Essa é a última instância da genialidade.

Caso não esteja obtendo êxito, procure uma boa psicoterapia! Um profissional da área de saúde poderá te ajudar com clareza a entender em definitivo as suas emoções. E irá te conduzir semanalmente para mudanças profundas de acordo com a sua história. Contratar um psicólogo é caro? Muitos locais fazem consultas  de forma gratuita na sua cidade.

No nossa Divã do Concurseiro de amanhã (09/02), iremos falar sobre mentalidade forte. Encontraremos mais de 30 categorias feitas para você. Tenho certeza que o conteúdo irá ajudar muito vocês. Venha comigo! Será imperdível. Para participar GRATUITAMENTE basta clicar no link abaixo e preencher o formulário com seu nome e e-mail:

DIVÃ DO CONCURSEIRO – 09/02 – 18h30

Juliana Gebrim

Psicóloga clínica e neuropsicóloga com mais de 20 anos de experiência em psicoterapia
0

0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *